História The owners of true blood - Capítulo 12


Escrita por:

Postado
Categorias Amor Doce
Visualizações 1
Palavras 1.019
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Aventura, Comédia, Drama (Tragédia), Fantasia, LGBT, Luta, Magia, Mistério, Shoujo (Romântico), Sobrenatural, Suspense, Yaoi (Gay)
Avisos: Homossexualidade, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Sexo
Aviso legal
Alguns dos personagens encontrados nesta história e/ou universo não me pertencem, mas são de propriedade intelectual de seus respectivos autores. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos criada de fã e para fã sem comprometer a obra original.

Capítulo 12 - Shh... Está tudo bem agora


Fanfic / Fanfiction The owners of true blood - Capítulo 12 - Shh... Está tudo bem agora

•| Karl on |•

Nancy:Sr. Karl Heins, chegou uma carta para o senhor hoje, logo pela manhã

Karl:Pode deixar sobre a mesa, obrigado

Nancy:Como quiser -a mesma se curva e logo sai-

Logo me sento em minha poltrona e começo a ler a carta... ô céus, parece que um velho conhecido está a solta. Meu irmão teve a idéia de criar tal experimento, mas digamos que não teve um procedimento muito bom.

Karl:Nancy! -chamo a mesma que logo aparece-

Nancy:Sim, Sr. Karl Heins

Karl:Arrume minhas malas, tenho uma viagem a fazer

Nancy:Sim senhor -a mesma se retira do local e observo em volta-

Karl:Acho que terei bastante trabalho pela frente.

•| Kill on |•

Todos estávamos a procura de pistas e respostas, mas até agr... não conseguimos nada.

Carla:Olha, tem pessoas lá que não gostam de vocês além da Ambrer?

Lia:Melody! Ah mas essa garota faz uma cara quando eu chego, parece até que comeu alho poró! -Lia fala com uma expressão de raiva-

Kill:Castiel, ele é realmente insuportável- meus olhos ficam roxos fazendo com que Heloísa olhe para mim-

Heloisa:Hibrida?

Kill:Uhum..

Tory:Bom... temos suspeitos a mais.. -Tory fala enquanto faz carinho em Jack, que no caso seria o gato que teria aparecido anteriormente-

Carla:Bem gente, eu tenho que ir para casa -ela se levanta e pega suas coisas-

Hikaro:Eu acho que deveria ir também.. -Hikaro fala e logo se levanta também, assim colocando sua mão no bolso na calça, e com a outra pega sua mochila-

Tory:Eu acompanho vocês até a porta

Liz:É.. acho melhor todos nós irmos, Tory precisa descansar também

Kill:Ah ye... vamos

Assim todos prosseguiram em direção a porta, Tory se despediu e assim todos nós tomamos nossos devidos destinos.

Ao chegar em casa vejo que a mesma estaria vazia.

Kill:Ele ainda deve estar na alcatéia -suspiro e logo abro minhas asas- assim é mais confortável

Caminho até o espelho e olho minhas costas, balanço minhas asas e logo me viro, assim prestando atenção na minha barriga, onde teriam marcas roxas.

Sam:Kill?

Kill:Ah, olá Sam

Sam era um spectro que habitava minha casa, igualmente aos outros que ficavam espalhados pela casa, eles eram amigos da minha omma desde que ela era pequena, e eu tenho confiança neles.

Sam:Deixaram uma carta para você

Kill:Para... mim? -fico meio surpresa e logo Sam me entrega a carta-

Sam:Já vou indo, bye! -o mesmo atravessa a parede seguindo então direção para a cozinha-

Kill:hm... -leio a carta e logo sorrio-

Meu tio estaria avisando que viria para cá, eu não lembro muito dele, mas ele deve ser legal.

•| Lia on |•

Já era outro dia, e parece que está tudo normal, estaria esperando Kill e Carla chegarem mas parece que elas vão demorar mil anos para chegarem!

Estava a ouvir um pouco de música e logo vou seguindo o som, acabo então por chegar em uma sala com csala, acao-

Esta,, estrumentos musicais.

Lia:Mas... não tem ninguém tocando..

Ô céus! Deve ter sido uma armadilha! Preciso sair daqui!!

Corro em direção da porta mas a mesma estaria trancada! Será possível isso?! Logo os instrumentos do local desaparecem, me deixando solitária na quela sala apertada.

Lia:Alguém me ajuda!! -começo a bater na porta-

Nada, nada acontecia! Aish!!

Tento usar meus poderes mas parecia inútil! Nada adiantava, minhas energias pareciam estar sendo tiradas de mim, minhas pernas começam a ficar bambas e começo a cambalear dentro da sala a procura de uma saída.

Lia:Por favor... me tirem daqui!!

Acabo caindo no chão e espelhos aparecem na parede, fazendo uma imagem de um garoto de cabelos acinzentados aparecer.

???:Olá! Você é a Lia não é? -o mesmo sorri e seus olhos ficam vermelhos-

Lia:Eu não devo satisfações a você! Seu ridículo!

???:Ah, então parece que você quer brincar com meus amigos um pouco

Lia:Eu estou pouco me lascando pra esses seus amigos aí! Eu só quero ir em bora!

???:Bem, acho que não será possível... A pessoa na qual negociou comigo, deixou claro que eu poderia fazer o que eu bem entender e a hora que eu achar melhor! Então... -ele começa a rir e logo os espelhos desaparecem, as pareder começam a se mover-

Lia:Alguém me tira daqui!!

logo risadas começam a surgir e alguma coisa começa a bagunçar meu cabelo, a imagem de minha mãe sendo perfurada por armas aparece me fazendo chorar .

Nath:Lia!!

Ouço a voz de Nath e logo olho em volta, o mesmo entra na sala e me tira de lá.

Nath:Eu ouvi você gritar e fiquei preocupado! O que houve?! - ele estava preocupado-

Lia:E-eu vi... e-eu sei que estava aqui! -falo e logo o mesmo me abraça enquanto choro-

Nath:Shhhhh... está tudo bem agora, ok? -o mesmo coloca sua mão sobre minha nuca e afoga seu rosto em meus cabelos-

Lia:E-eu jur que eu vi N-nath! Eu s-sei! -falo ainda chorando e o mesmo para de me abraçar, assim olhando para mim-

Nath:Ô pequena, não fique assim -o mesmo enxuga minhas lágrimas e beija minha testa- nada vai te acontecer, ok?

Lia:U-uhum -falo e o mesmo arruma um pouco meu cabelo-

Estamos em perigo, eu pude ver... temos que tomar cuidado, alguém vai se ferir e não podemos deixar.

•| Heloisa on |•

Estaria lendo meu livro quando vejo Kill chegar, logo olho para a mesma e vejo sua atenção se voltar para mim.

Heloisa: Ohayo Kill!

Kill:Annyeong -a mesma vem até mim-

Heloisa:Dormiu bem?

Kill:Hm... Uhum

Heloisa:Que bom -sorrio e mexo minhas orelhas-

Kill:Kawaii -a mesma sorri mostrando as presas e faz um pouco de cafuné em mim-

Heloisa:A-arigato! -minhas bochechas devem ter tomado um tom rubro, já que senti meu rosto esquentar-

Kill:Você viu a Lia? -ela arqueia uma sobrancelha-

Heloisa: Ah, não... Eu meio que cheguei aqui poucos segundos atrás, mas não tinha ninguém.

Kill:Entendo..

Heloisa:Ah eu tenho que ir.. -logo subo no banco e beijo a bochecha de Kill, após tal ato saio correndo

Kill:Ah... -a mesma sorri- Kawaii

Ouço tais palavras antes de sair e vou para minha sala, acabo batendo o rosto no peito de alguém.

Heloisa:Ai.. -coloco a mão na testa-

Tory:Avoada hoje é? -seria Tory a pessoa em qual eu teria batido a cara no peito, ele estaria sorrindo por causa de tal acontecimento-

Heloisa:Um pouco -faço bico e o mesmo ri-

Tory:Bom, preste atenção, vai pra aula vai- o meso continua seu caminho-

Continua... 



Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...