História The Parent Trap - Capítulo 1


Escrita por:

Postado
Categorias Boku no Hero Academia (My Hero Academia)
Personagens Izuku Midoriya (Deku), Katsuki Bakugou, Ochako Uraraka (Uravity)
Tags Abo, Bakudeku, Bakuraka, Bnha, Comedia, Katsudeku, Yaoi
Visualizações 277
Palavras 811
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Aventura, Comédia, Fantasia, Ficção Adolescente, Fluffy, Lemon, LGBT, Mistério, Romance e Novela, Shonen-Ai, Universo Alternativo, Yaoi (Gay)
Avisos: Bissexualidade, Gravidez Masculina (MPreg), Heterossexualidade, Homossexualidade, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Sexo
Aviso legal
Alguns dos personagens encontrados nesta história e/ou universo não me pertencem, mas são de propriedade intelectual de seus respectivos autores. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos criada de fã e para fã sem comprometer a obra original.

Notas do Autor


Desculpe pela demora pessoal! Eu tinha esquecido completamente de postar o capítulo para vocês, eu tava com muita coisa na cabeça!
Porém cá estou, então divirtam-se

Boa leitura!

Capítulo 1 - Prólogo


Fanfic / Fanfiction The Parent Trap - Capítulo 1 - Prólogo

E lá estava ele...

Indo em direção a montanha de malas para tentar puxar a sua que estava enfiada naquele amontoado.

Hikaru tinha 11 anos, seus cabelos eram verdes e espetados, seus olhos tinham uma coloração verde meio azulada, e seu rosto era coberto por sardas, coisa que não lhe agradava muito.

 

-Ei garoto, por acaso você é burro? Ninguém deixa pra pegar a mala por último, afinal, é quase impossível conseguir tirá-la desse amontoado! - Disso um garoto de cabelos castanhos que estava chegando perto do esverdeado.

 

-Prazer, meu nome é Hikaru. - Disse tentando desviar do pequeno xingamento do outro.

 

-Meu nome é Masao, bem vindo ao acampamento. - Apertou a mão de Hikaru em seguida, e lhe lançou um sorriso.

 

O esverdeado odiava arrumar brigas, ou discutir, apesar de seu pai ser um tremendo cabeça quente impulsivo.

No fundo ele tinha um bom coração.

 

-Sabe, eu aceitaria uma ajudinha aqui pra puxar minha mala... - Falou com um tom brincalhão, para que o moreno lhe ajudasse.

 

-Só vou te ajudar porque você parece maneiro. - Respondeu dando-lhe um sorriso, e logo depois, puxou a tão desejada mala com uma força monstruosa.

 

Aquele acampamento era um exclusivo para meninos de 11 a 12 anos.

Já da para ver a bagunça, né?

Hikaru e Masao foram até os chalés guardar suas coisas e se instalarem.

Enquanto isso, uma limusine estava chegando ao local.

E lá dentro havia um garoto com roupas arrumadas e limpas.

 

-Ikki-San, nós iremos deixá-lo aqui, espero que você se divirta nessas férias. - Falou o mordomo do garoto enquanto saía do carro.

 

-Não se preocupe Tanaka, eu logo voltarei para casa. - Disse o garoto já abraçando o homem, que estava em prantos.

Tanaka e Ikki eram bem próximos e amigos, talvez isso justifique todo aquele carinho que um tinha o outro.

 

-Pegou o repelente?

 

-Sim!

 

-Trouxe roupa de banho?

 

-Confere!

 

-E o protetor solar? Pegou um lanchinho pra não sentir fome a noite? Espero que não tenha esquecido dos seus óculos escuros, você é sensível a luz! - Disse o mordomo quase pegando Ikki para não deixá-lo ir.

 

-Calma Tanaka, são só 2 meses, eu não vou sumir do mapa! - Ikki então abraçou o homem com carinho e se despediu.

 

-Se cuida garoto, se houver algum problema é só me ligar, que eu volto correndo para lhe buscar! - Ele então entrou no carro e se foi.

 

Ikki pegou suas coisas e foi em direção ao seu chalé se instalar.

 

Mas uma coisa que ele não podia nem pensar que em algum universo ou dimensão paralela acontece, era o que ele estava prestes a ver dentro de seu chalé...

 

Hikaru estava quase acabando de arrumar suas coisas para enfim poder aproveitar o acampamento.

De repente ele escuta a porta do quarto sendo aberta, provavelmente era o último garoto que faltava naquele chalé.

 

-Hikaru, você poderia ir até o lado de fora pegar a minha última mala? Só falta ela para eu terminar aqui. - falou Masao enquanto terminava de arrumar sua cama.

 

-Claro, já estou indo. - O esverdeado então se dirigiu para fora do chalé para assim pegar a mala do amigo.

 

Naquele momento Masao tinha finalmente terminado de arrumar sua cama, agora só faltava a outra mala para que conseguisse finalizar por completo a arrumação.

Porém no momento em que ele se vira, ele avista Hikaru arrumando a cama e desfazendo a mala, o que era estranho pois ele já havia visto o mesmo fazendo isso, e ainda pelo fato dele ter pedido para pegar sua mala.

O moreno então dividiu ir até Hikaru perguntar o que estava acontecendo.

 

-Hikaru o que você está fazendo aqui? Eu não tinha te pedido para buscar minha mala lá fora? - Disse Masao um pouco confuso.

Mas por incrível que pareça o garoto não respondeu sua pergunta, será que estava lhe ignorando? Não... Hikaru era gentil.

Masao então resolveu chacoalhar o ombro do amigo.

 

-Ei Hikaru, você está me escutando? - O garoto então assustado olhou para Masao, o que lhe deixou mais confuso ainda?

 

-Hãã... eu te conheço garoto? - Disse o esverdeado confuso

 

-Como assim “eu te conheço?” A gente acabou de se conhecer na entrada do acampamento seu idiota, você tá tirando uma com a minha cara, Hikaru? - respondeu já nervoso com a atitude do garoto.

 

-Hikaru? Meu nome não é Hikaru! Você tá louco garoto?? Sabia que é proibido maconha aqui no acampamento?! - O esverdeado estava já ficando nervoso, porém, de repente eles escutam a som da porta se abrindo.

 

-Masao, já pequei sua ma- Hikaru não conseguiu terminar sua frase, ele estava sem palavras para a cena que estava vendo naquele momento. Assim como outro garoto de cabelos verdes e Masao.

 

-EU SOU IGUAL A VOCÊ/VOCÊS SÃO IGUAIS!!! - Disseram os 3 juntos em uníssono.

 

-MAS QUE PORRA!

 

 

 

 

 


Notas Finais


Ai meu jisuis!!! ><
Eu te amando escrever essa história!
Comentem o que acharam please!
Kissus da Tia


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...