História The Parent Trap - Capítulo 2


Escrita por:

Postado
Categorias Boku no Hero Academia (My Hero Academia)
Personagens Katsuki Bakugou, Midoriya Izuku (Deku), Uraraka Ochako (Uravity)
Tags Abo, Bakudeku, Bakuraka, Bnha, Comedia, Katsudeku, Yaoi
Visualizações 84
Palavras 1.440
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Aventura, Comédia, Fantasia, Ficção Adolescente, Fluffy, Lemon, LGBT, Mistério, Romance e Novela, Shonen-Ai, Universo Alternativo, Yaoi (Gay)
Avisos: Bissexualidade, Gravidez Masculina (MPreg), Heterossexualidade, Homossexualidade, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Sexo
Aviso legal
Alguns dos personagens encontrados nesta história e/ou universo não me pertencem, mas são de propriedade intelectual de seus respectivos autores. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos criada de fã e para fã sem comprometer a obra original.

Notas do Autor


Tô tentando compensar o tempo que fiquei sem postar, então espero que aproveitem!

Boa leitura

Capítulo 2 - Somos iguais, porém diferentes


 

 

Hikaru ainda estava perplexo com aquela cena.

Em sua frente, ele via Masao e um outro garoto idêntico a ele.

Mas não era simplesmente “idêntico”, ele era idêntico a ponto de cada sarda de seu rosto ser igual a de Hikaru.

Aquilo no mínimo era assustador para os 3 garotos.

 

O esverdeado idêntico a Hikaru, começou a chegar perto do mesmo, em passos lentos, o garoto estava analisando cada pedaço do corpo de seu “sósia”.

Quando finalmente os dois estavam cara a cara, Hikaru tomou coragem:

 

-Isso é um sonho por acaso? Não pode ser real... VOCÊ É UM ALIENÍGENA QUE VEIO ME ABDUZIR, PARA ASSIM TOMAR MEU LUGAR NA TERRA, E FINALMENTE FAZER PESQUISAS SOBRE OS SERES HUMANOS ENQUANTO ESTÁ CAMUFLADO? - Disse assustado, enquanto olhava o outro garoto soltando leves risadas, e um outro moreno logo atrás, já se preparando para atacar o tal “Alien”.

 

-Primeiro de tudo, meu nome não é “Alien”, é Ikki Midoriya. Segundo, acho que você está lendo muito gibi garoto... - Soltou um leve riso, o que fez Hikaru ficar um pouco vermelho após lembrar da baboseira que falou.

 

-Me desculpe... Muito prazer, e sim, acho que estou lendo muitos gibis... - Respondeu, passando a mão de leve atrás da cabeça em sinal de nervosismo, afinal, não é todo dia que se encontra uma pessoa idêntica a você, dos pés à cabeça.

 

-Então, vai me dizer seu nome, ou não? Quero acabar logo com a parte das apresentações. 

 

-Meu nome é Hikaru Bakugou, muito prazer. - Estendeu-lhe a mão, e logo apertaram as duas enquanto soltavam leves sorrisos sem graça.

 

-Enquanto vocês se resolvem aí, eu vou arrumando minhas coisas aqui, por que se não, talvez minha cabeça exploda de tão embaralhada e confusa que ela se encontra nesse momento. - Masao interrompeu, enquanto se virava para terminar a arrumação, ao mesmo tempo que tentava fazer seu cérebro entender que aquilo só podia ser um sonho muito louco, e que no dia seguinte ele iria acordar só com um dos garotos na cama do lado.

 

-Então quer dizer que meu sósia é alfa assim como eu, já que somos iguais? - Perguntou Ikki, afinal, até isso seria impressionante se fosse verdade.

 

-Na verdade não, eu sou um ômega...

 

-Cara, pelo menos nisso não somos iguais. - Disse Ikki, fazendo Hikaru soltar uma gargalhada.

 

Como eles ainda tinham apenas 11-12 anos naquele acampamento, ainda não dava para saber só olhando para um garoto a sua raça, o que também tornava a divisão de chalés muito mais fácil, pois só aos 14 eles começavam a se desenvolver de acordo com suas raças.

Então até essa idade, pouco importava se você era Alfa, Beta ou Ômega.

 

-Eu ainda não estou acreditando no que está acontecendo, pra mim isso ainda é surreal! - Falou Hikaru, enquanto dava leves beliscões em seu braço para ver se acordava - Tem certeza que você não é um Alien? - Disse em tom brincalhão, o que fez com que Ikki desse uma alta gargalhada sarcástica.

 

-Você é muito engraçadinho pro meu gosto, tem certeza que é meu sósia?

 

-Aeee calma aí cara, não é porque sou igual a você em aparência, que minha personalidade é igual também, seu Alien.

 

-Já disse que meu nome é Ikki, tu é surdo por acaso? - Diferente de Hikaru, Ikki era bem pavio curto, mas o mesmo já estava acostumado a lidar com gente esquentada, afinal, ele morava com seu pai, que era considerado uma bomba quase sem pavio de tão esquentado que era.

 

-Relaxa aí, eu estou zoando. - Falou rindo de si mesmo por ter visto seu pai em Ikki.

 

-Bom mesmo... - Os dois então começaram a conversar sobre várias coisas, enquanto Ikki arrumava desfazia suas malas.

Descobriram que moram muito longe um do outro, enquanto Ikki morava nos Estados Unidos por conta do trabalho de seu pai que era um grande médico, Hikaru morava no Japão, que era onde estavam.

Ikki disse que havia nascido no Japão, mas devido à uma ótima oferta de emprego ao seu pai nos Estados Unidos, ele teve que se mudar para lá, porém vem frequentemente ao Japão, pois tem família aqui.

Ikki falava muito de seu pai, pois lhe admirava muito.

Seu pai mesmo sendo um Ômega, conseguiu se tornar um grande médico por conta de seu esforço, e vontade de querer salvar pessoas.

 

-Você deve se orgulhar muito de seu pai, Ikki. - Falou Hikaru, enquanto sentia uma leve inveja de Ikki, por saber quem é seu progenitor.

 

-Admiro muito, mas apesar dele ser uma grande pessoa, ele sempre evita falar sobre meu pai.

Toda vez que toco no assunto, ele tenta desviar de alguma forma...

 

-Que engraçado, é a mesma coisa quando pergunto de meu progenitor, ao meu pai... - No fundo ficou feliz por ter esse problema familiar em comum com Ikki, pois mais do que ninguém, ele entenderia melhor, pelo fato de passar por isso também.

 

-Caraca, está bem assustador esse negócio de ser seu sócia, e ainda por cima passar por coisas parecidas. - Ikki, começou a achar aquilo coincidência demais.

 

-Verdade, qual é a data do seu nascimento? - Hikaru perguntou na inocência aquilo, afinal, seria MUITO assustador se os dois nascessem na mesma data.

 

-Eu nasci dia 17 de outubro de 2006 - Na hora em Ikki respondeu sua pergunta, o mesmo gelou, aquilo estava realmente ficando muito assustador agora... As coisas estavam batendo demais.

Um não tinha progenitor, e o outro não tinha pai, os dois eram iguais, e agora...

 

-Eu também nasci nessa data... - Disse vagamente enquanto olhava para qualquer canto que não fosse nos olhos de seu sósia.

 

-Ok, se não tiver algo por trás de toda essa coincidência, eu literalmente vou surtar de medo de você. - Ikki respondeu enquanto chacoalhava Hikaru.

 

De repente os dois escutam um barulho na porta, nem haviam notado que já tinha anoitecido, e aquele era o toque dos monitores para chamá-los para jantar, ou fazer qualquer outra refeição.

 

-Eu vou acordar o Masao, acho melhor você me ajudar...- Falou Hikaru enquanto ia até o amigo, que havia caído no sono por causa do choque.

 

-Ei Masao, acorda, já está na hora de ir jantar. - Tentou lhe acordar passando de leve sua mão no rosto do amigo, mas isso só fez com que ele dormisse mais ainda.

 

-Sai da frente, pode deixar que eu vou acordar esse porra em 1 segundo! - Ikki vociferou, já estava sem paciência com aquele Masao, (como se tivesse pra alguma coisa...)

 

Ele então chegou bem perto do ouvido de Masao, e soltou um berro enorme.

Hikaru jurou que sentiu o chalé tremendo na hora em que Ikki gritou.

 

-AAAAAAAAAAAAAA, O QUE TA ACONTECENDO? OS ALIEN VIERAM NOS PEGAR???? AAAAAAAAA, ALGUÉM ME AJUDA. - Masao pulou da cama tamanho o susto que foi.

 

-Melzinho na chupeta! - Disse Ikki, enquanto coloca suas mãos na cintura, fazendo sua típica pode superior. 

Hikaru só conseguiu olhar aquilo com olhar de reprovação, enquanto passava dois dedos em seu cenho.

 

-Hikaru, me acorda direito, parece que ainda to vendo o Alien que quer te abduzir de hoje cedo. - Masao queria mesmo era morrer falando aquilo.

 

-ALIEN MEU PAU, SEU CABEÇA DE AMOEBA! EU ACABEI DE TE ACORDAR ENTÃO NÃO É UM MALDITO DE UM SONHO SEU MACONHEIRO DE MERDA. - Ikki se irritava fácil, pena que Masao não sabia disso...

 

A cabeça do Moreno ainda estava girando, mas Hikaru odeia gritaria, então pegou os dois pela cola da camisa sem falar nada, e os arrastou até o refeitório.

Já estava vendo que não iam se dar bem aqueles dois...

 

                                  ***

 

Depois de um jantar cheio de gritaria por parte de Ikki, e correria por parte de Masao, misturada com um sermão de um dos monitores, os três voltaram para o chalé para assim dormir.

O chalé deles era o único que só tinha 3 pessoas, e por conta disso era bem espaçoso, pois um chalé abrigava até no máximo 8 pessoas.

 

-Eu falei que os monitores iam brigar com a gente seus idiotas, será que a mente de vocês parou de evoluir na 4ª série? Parecem 2 garotos de 9 anos brigando!

 

-CALA A BOCA HIKARU! - Os dois disseram juntos.

Pelo menos em um coisa eles concordavam.

 

Quando chegaram ao chalé, Masao foi direto para sua cama dormir.

Já Ikki e Hikaru ficaram conversando mais um pouco durante a noite.

 

-Ikki, seria bem legal se a gente fosse irmão, eu estou me sentindo tão próximo de você, mesmo te conhecendo só hoje...

 

-Pois é... seria mesmo...

 

-Boa noite Ikki!

 

-Boa noite Hikaru, durma bem.

 

 

 


Notas Finais


Eu sei que tá meio parado gente, mas logo logo as coisas vão começar a ficar boas, então aguardem <3


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...