1. Spirit Fanfics >
  2. The party (DahMo) >
  3. Mãe?

História The party (DahMo) - Capítulo 5


Escrita por:


Notas do Autor


Olá meus amores, então... O capítulo de hoje está curto por que estou morrendo de dor de cabeça :/ e não aguentei terminar. Provavelmente eu poste um capítulo extra amanhã de tarde, pois é mancada com vocês.


Mas enfim, sem enrolação, boa leitura. •~

Capítulo 5 - Mãe?


aah, até quem fim consegui abrir meus olhinhos. Apesar de ser um pouco... Ok, estou sentindo algo molhado e bom na minha boca. Tem gosto de gloss de morango, eu poderia ficar assim pela vida toda... 



— AH? DAHYUN VOCÊ ACORDOU? — eu consegui abrir um pouco os olhinhos e consegui observar o rostinho de Momo bem pertinho do meu. 



— Sim, eu... senti algo na minha boca... Era-era bom. Você sabe o que é? se souber me dá de novo, eu-eu gos... — Antes mesmo de terminar a fala, Moguri se aproximou devagar, acertou minhas duas bochechas me obrigando automaticamente á fazer um biquinho e me beijou. "Então o sabor de morango são dos lábios dela? E-e eu admito... Isso é muito bom..." Dahyun, pare com esses pensamentos e feche os olhos. 



O beijo da moça de fios claro é realmente inexplicável! Eu não conseguia pensar em nada além de pensar o quão bom é sentir o gosto dos lábios dela. 



Tomei coragem e coloquei uma mão sobre a cintura e outra no pescoço, abandonando os pequenos selinhos e começando um beijo mais intenso. 



— DAHYUN! EU NÃO ACREDITO. — Ah meu Deus, minha mãe agora não, minha mãe agora não! 


— MÃE? EU-EU... — Eu não sei nem onde eu estou, muito menos o que rolou ali. 


— Só vim te acordar para informar que amanhã você recebe alta... — Ok, ela está indo embora, graças a Deus! — Ah, e quando você receber. Não volte para casa! não quero que você pise os pés lá! Você é o desorgulho da família Dahyun. O desorgulho! — Ela gritou, me envergonhando ainda mais. — Vou em casa buscar suas coisas, por favor não volte mais —.



Eu realmente não acreditava ver aquela cena da minha própria mãe... Eu estava em um hospital, não lembrando de mais nada além do sorrisinho de Momori. 



Eu pensava olhando para as paredes brancas daquele quarto, e imaginando o que eu iria fazer depois que saísse dali. 



— Me desculpa... — Sinto o toque da morena sobre minha mão. — É culpa minha... Eu-eu sou idiota Dahyun, me desculpa... —.



— Ei, ei... Não se desculpe. — Eu não conseguia ver meu bebezinho naquele estado. Não foi culpa dela, eu realmente queria àquilo, e não à julgo. — Tá tudo bem. Qualquer dia ela iria ficar sabendo mesmo, você não tem culpa, entendeu? Está tudo bem meu amor, está tudo bem. — Eu retirei minha mão debaixo da dela e coloquei por cima acariciando. 


— Você pode ficar lá em casa... — Ok, na casa de Momo? tipo... Morar lá? 


— Não, eu... vou arrumar um emprego e alugar um apartamento. Ta tudo bem não quero dar trabalho pra vocês. — Eu me encolhi sobre a cama, mas ainda sentia algumas dores. — Ai... —.


— O que foi, Tofu? se machucou? — Senti a mão dela deslizar sobre minha coxa, e eu não aguentei e soltei um gemido. Perante a dor que eu sentia, mais os frios na barriga por estar perto dela, e eu toda arrepiada perante o toque dela já é demais... Eu realmente não aguentei. Eu consegui escutar o suspiro, e cruzando as pernas, "ham... Ok, acho que eu excitei ela. E agora? meu Deus a gente tá dentro de um hospital, isso é literalmente impossível " — Ah, Dahyun você está bem? —.


— S-sim... —.


— Eles falaram que hoje mesmo iriam vim aqui olhar sua mandíbula. Ainda não sabem, tem chances de estar quebrada... Mas acho que não, até porquê você beijou muito bem, e não teve dificuldade nenhuma. — Aí God Jihyo! 





Notas Finais


me desculpem mesmo, mas não vou aguentar nem esperar pelos comentários, vou dormir...

E como dito, provavelmente vai sair um capítulo extra amanhã de tarde, mas, nada confirmado!...


Até a próxima meus amores! ❤


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...