1. Spirit Fanfics >
  2. The Perfect Drool...(Uchiha Sasuke) >
  3. Doce...

História The Perfect Drool...(Uchiha Sasuke) - Capítulo 3


Escrita por:


Notas do Autor


Olá meus amores, boa tardee!!🐇
Como vão vocês?
Peço desculpas pela demora repentina, isso já esta virando uma rotina não é mesmo? Peço desculpas por isso!! Ocorreu contra tempos com minha irmã e isso me afetou. Mais cá estou aqui devolta!! E atualizarei algumas histórias ainda hoje!!
beijos e excelente leitura!! 😘😘❤

Capítulo 3 - Doce...


Fanfic / Fanfiction The Perfect Drool...(Uchiha Sasuke) - Capítulo 3 - Doce...

Sarada_P.O.V.S : 


Após chegarmos em casa, fui direto para meu quarto e os deixei conversando na cozinha. Deitei em minha cama e me virei de costa para a porta, encarei a varanda de meu quatro atentamente com um olhar cansativo e observei as borboletas que voavam. 


Sarada - vai ser um longo dia...( fecho os olhos e suspiro pesadamente. )

Natasha - toc toc..( ouço leves batidas em minha porta, acompanhada de uma voz melodiosa. ) -  minha entrada é permitida?

Sarada - a porta não está trancada nem fechada, então...( dou uma pausa, tentando não ser rude com a mesma que desde o início, estava sendo gentil comigo.)

Uma gentileza que eu não sei se fico desconfiada ou se fico com medo.

Natasha - bem, eu ...( ouço os passos da mesma se aproximando e sinto um leve peso sobre minha cama. ) - seu pai acabou de sair em missão, você não comeu direito no café da manhã e o almoço vai demorar um pouquinho, então eu lembrei que tinha feito isso para você hoje pela manhã...( sinto o leve peso do colchão sumir. ) - espero que goste...( ouço sua voz se distanciando, assim como seus passos. )

Sarada - hm? ( viro-me a procura da mesma, porém ela já havia sumido, bufo e me sento na cama, me deparando com uma caixa mediana. ) - o que será que ela deixou aqui? ( ajeito meus óculos, me aproximo da caixa e a pego, ponho a mesma sobre meu colo e abro ela sem conter minha curiosidade. ) - mas o que...( sou surpreendida por diferentes guloseimas ao abrir a caixa, Quatro doces e um potinho cheio de mel. *foto do capítulo* ) - ela fez isso? Hm, não devem ser melhores do que minha mãe fazia, só são mais...decorados!! ( pego a fatia de bolo com o morango em cima e dou uma mordida no mesmo. ) - nossa!! Isso realmente é muito...( dou mais uma mordida, saboreando novamente o sabor delicioso. ) - muito bom!! ( Termino de comer aquela fatia e pego o bolinho que tinha uma trufa encima. ) - parece até o paraíso dos doces!! ( me jogo na cama enquanto terminava de comer. )


__15 minutos depois :__


Após terminar de comer os doces que "minha babá" me deu, sair do meu quarto e passei na cozinha para beber um pouco de suco, aproveitei e agradeci a mesma, que apenas sorriu contente enquanto lavava a louca e preparava nosso almoço. Sendo assim, decidir ir treinar no quintal de casa, não conseguindo sossegar enquanto não acertava todas as kunais que eu invocava nos cinco alvos a minha frente. 

Sarada - mais que droga!! ( Rosnei irritada. ) - São dez alvos e nem cinco deles eu consigo acertar!? ( suspiro exausta, não podia acreditar que já estava cansada só estando  ali por um hora e meia fazendo aquilo e nada saia como esperado. ) - de novo!! ( ativo meu Sharingan novamente, lançando rapidamente em direção aos alvos, porém eu não acertava o centro de todos eles. ) - MALDIÇÃO!! NOVAMENTE APENAS DOIS? ( Rosnei, apertando os punhos fortemente e abaixando a cabeça. ) - quando meu pai vai ter tempo para me treinar? ( encaro o chão ao sentir lágrimas se formarem em meus olhos. ) 


Por que a mamãe não está aqui? Sei que ela não é boa como meu pai, mais pelo menos ela ...me ajudava.


Sarada - não adianta...( seco minhas lágrimas rapidamente e suspiro frustrada. ) - eu não consigo conter tantos pensamentos!! ( ativo meu Sharingan novamente, lançando várias kunai umas atrás das outras, me ajudando pelo menos a descontrair a raiva e dor em meu peito. ) - Que saco!!

Natasha - Sarada-saaannn!? ( a voz melodiosa da mesma invade meus ouvidos novamente. ) - o almoço está servido, você...( a encaro com a respiração ofegante, apoiando-me sobre meus joelhos enquanto buscava me acalmar. ) - precisa de alguma coisa? Quer ajuda com isso? ( ela sorrir de canto e eu neguei com a cabeça. ) - tem certeza? ( sorrir meiga, se aproximando de mim e parando após estar ao meu lado. ) 

Sarada - não é por nada mas...( olho atentamente para os olhos azuis da mesma. ) - mas você realmente não pode me ajudar com isso... ( desvio meu olhar dos olhos dela e dessa vez, a encaro de cima para baixo, analisando atentamente todo o seu corpo. ) -  seu corpo não é de uma ninja, parece até um maniquim esculpido e você se veste como uma babá de princesa, não deve nem saber o que é uma kunai ou muito menos o que é chakra, sem querer te ofender...

Natasha - você não está acertando todos os alvos diretamente no centro pois sua postura está errada. ( fala enquanto analisava os alvos, me fazendo arregalar os olhos e entre abrir os lábios. )

Sarada - como é... que é? ( ajeito minha postura e cruzo os braços, a encarando com um olhar indignado. ) - não fale de mim como se pudesse fazer melhor.

Natasha - você é rápida, mais precisa ser mais!! Precisa ter mais concentração e calcular bem a sua mira, você apenas está lançando sem pensar direito pois a tentativa falha te irrita...( ela caminha até uma de minhas kunai's que estavam no chão e volta a permanecer ao meu lado. ) - posso? 

Sarada - C-claro!! ( me afasto um pouco e continuo observando a moça. A mesma inclinou seu braço direito levemente para frente e em uma velocidade que eu mal pude ver com meu sharingan, ela lançou a kunai, que se chocou com todas que estava nos alvos, elas simplesmente ricochetiaram umas com as outras até que todas elas fossem cravadas no centro do alvo. ) - m-mais ...( paro de falar ver a kunai que a mesma tinha lançado voltando para a direção dela, que a segurou entre seu dedos.) - o-o-o q-que!? ( olho diretamente para os olhos dela. ) - como você... C-como você fez isso? Trocou todas elas de lugar e acertou todos os alvos. Todos os DEZ!! ( viro-me completamente para encara-lá e a vejo esboçar um pequeno sorriso. )

Natasha - o segredo está na maneira em que você manuseia seu pulso e as suas intenções...( sorriu, voltando a sua postura elegante e suave. ) - se você focar em seu alvo terá mais facilidade, mais se você desviar o pensamento será mais difícil. ( ela de inclinou levemente na minha frente, segurou minha mão direita e colocou a kunai sobre a mesma. ) - Um gato não consegue pegar um rato se estiver com dois sentidos.

Sarada - onde você aprendeu a fazer isso? O que mais você pode fazer? Meu pai não me contou que você era algum tipo de babá que soubesse lutar, ele sabe que você pode fazer isso que acabou de me mostrar?( a encaro seria, vendo a mesma inclinar a cabeça levemente para trás. ) - você tem mais alguma coisa à esconder?

Natasha - eu .... eu aprendi...( ela faz uma pausa, por um segundo pude perceber uma imensa tristeza perante seus olhos, e quando ela os desviou de mim, eu pude notar que havia algum a incomodando. Por incrível que parece, a repentina tristeza dela me deixou desconfortável também. ) - é muito comum quando você está noiva de um Kazekage você saber esse tipo de coisa, você acaba aprendendo de tanto que ver ele treinando,  isso não é nada e não tem extrema importância.


Interessante..   Por que sinto que ela está mentindo!? E se for mentira, por que ela está fazendo isso? Devo ficar espertar, não vou confiar em uma estranha só porque ela foi super gentil comigo, mas não posso negar que fiquei interessada por ela não ser uma babá chata qualquer e desinteressante.


Sarada - bem...faz sentido. ( desvio meu olhar e suspiro pesadamente.) - v-você...( fecho meu punho e seguro a kunai fortemente, em seguida fazendo uma pausa, tentando controlar minha empolgação e desvio o olhar sem jeito. ) - você...poderia me ensinar da sua maneira? ( volto minha atenção rapidamente para a mesma, que sorriu e confirmou com a cabeça. ) - me ensine o que você sabe...

Natasha - como você quiser, Sarada-san... ( deu uma leve reverência, tirou seus sapatos e arregaçou as mangás de seu vestido, começando a se alongar, levantando a perna direita acima de seu rosto, fazendo o mesmo com a outra, esticando os braços para atrás do pescoço e poe ambas mãos sobre a cintura. ) - então, vamos começar? ( sorrir, dando alguns pulinhos. E eu achava que eu era a criança e ela a adulta por aqui. )

Que outros segredos essa babá deve esconder? 



Continua.....



Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...