História The Perfect School - Interativa - Capítulo 4


Escrita por: , Tonymanga e Ellaia

Visualizações 17
Palavras 2.021
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Ação, Aventura, Comédia, Crossover, Drama (Tragédia), Ecchi, Esporte, Famí­lia, Festa, Ficção, Ficção Adolescente, Fluffy, Harem, Hentai, Lemon, LGBT, Lírica, Literatura Feminina, Luta, Mistério, Musical (Songfic), Policial, Romance e Novela, Saga, Shoujo (Romântico), Sobrenatural, Suspense, Terror e Horror, Universo Alternativo, Violência, Yaoi (Gay), Yuri (Lésbica)
Avisos: Adultério, Álcool, Bissexualidade, Drogas, Estupro, Heterossexualidade, Homossexualidade, Incesto, Insinuação de sexo, Intersexualidade (G!P), Linguagem Imprópria, Mutilação, Nudez, Pansexualidade, Sadomasoquismo, Sexo, Suicídio, Tortura, Transsexualidade, Violência
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Capítulo 4 - Alguém me Helpa


Fanfic / Fanfiction The Perfect School - Interativa - Capítulo 4 - Alguém me Helpa

Jeup POV 

Cá estou eu, dormindo feito un bebe, até a desgraça destruidora de sonhos começar a tocar. Estiquei meus bracinhos e desliguei mais continuou tocando, então me levantei pra ver o que era, e era o alarme da cama vizinha, já estava pronto pra levantar e reclamar, mas ouvi um barulho enorme vindo de fora.

- MÃOS PRA CIMA! BEM VINDOS, ME ACLAMEM. NÃO TENTE ME PARAR. EXPERMENTE A MELHOR FASE - Ouço uma cantoria escandalosa.

- Miseriqueima, o que e isso ? - Pergunta John descendo de sua cama.

- Eu que não vou abrir a porta pra olhar - Digo e logo após ouvimos uma forte batida na porta.

- ACORDEM NOVATOS, HORA DE ESTUDAR, BANDO DE VAGABUNDO - E mais batida

- A GENTE JÁ TA EM PÉ CACETE - Grito mas continuaram batucando na porta, mas felizmente não durou muito.

- Isso não e de Deus não - Falou Taehyung

- O ALEMÃO!!! - Um grito desesperado ecoou e logo após todo mundo resolveu gritar e fazer mais barulho ainda. Escuto eles correndo mas sei parar de bater nos lugares e cantar. Depois que parou eu olhei pro John, ele olhou pra mim, nós encaramos por segundos.

- Vou me arrumar que ganho mais - E foi em direção ao banheiro. Enquanto ele tomava banho eu arrumava meu materia, nossa primeira aula e artes, então, levaimos o caderno de artes. Logo depois que John saiu do banheiro, corri para o mesmo antes que alguém entra-se primeiro. Tomei um banho sossegado, taquei perfume no corpo e fui pro closet aonde tinha um Johnny se maquiando. Fiquei observando, depois de um tempinho percebi que ia ter que me vestir com ele ali mesmo, e foi o que fiz, eu e ele vestiamos o uniforme da mesma maneira, utilizando o Blazer.

- Sou paga pau desse uniforme - Falo enquanto me ajeito

- Não e atoa, e um úniforme muito bonito - Depois de paparicarmos o úniforme, pegamos nossas tralhas e saimos correndo pois estavamos atrasados, passamos rapidamente pelo refeitorio, pegamos algo pra comer e voltamos a correr. Chegamos na sala junto com a bonequinha de porcelana que colocou suas coisas sobre a mesa do professor, olhou pra gente com seus lindos olhos claros e deu um sorriso maravilhoso.

- Bom Dia, Sou Kim TaeGi, professora de Artes - A voz dela também e gostosa de ouvir.

Mas Deus, pra que fazer um ser tão perfeito desse ? Pele clarinha, cabelo escuro, olhos claros e ainda ela vai e coloca um vestido azul, ta parecendo uma bonequinha.

- Tenho 28 Anos, Sou metade escocesa, mas nasci e cresci em Jeoju, aqui na coreia. Tenho gostos peculiares cujos não irei citar. Costumo ser calma e comprensiva, mas sei ser dura quando se precisa.

- Alguém avisou Deus que um dos anjos dele se perdeu ? - Disse uma garota ruiva e a professora ri.

- Eu sei que vocês estão cansados, que e a primeira aula do primeiro dia e vocês não querem fazer nada, mas eu vou passar lição. - e todos recramaram em unisso. - Eu sei, isso é um saco. mas precisamos, não posso deixa-los sem fazer nada.

- Pode sim professora, a gente não vai contar pra ninguém

- Não se preocupem será pouca coisa 

Kaylan POV

As pessoas dessa sala são ridiculos e fracos, todos já cairam na manha da professora. Conheço esse tipo de professora, ela finge ser boazinha e nós enche de lição, e a gente de bobão apaixonado faz tudo que ela pedir, mas claro que eu não caio nessa.

- E pra você ? - Quando percebi ela estava do meu lado me encarando.

- O que ?

- O que significa arte pra você ?

- Preciso responder ?

- É opcional

- Então escolha outro

- Eu, eu - Diz um carinha de cabelos cumpridos, que antes eu jurava que era uma garota, levantando as mãos animado.

- Pode falar

- Arte e algo inacreditavel, expressivo, que da prazer e nós estrenece por dentro

- Um Vibrador ? - Ela perguntou/Falou baixo, acho que quase ninguém ouviu, mas eu como estava ao seu lado ouvi, e quase que racho. Mas a sala toda riu, então acho que ela não falou tão baixo.

- Credo professora, sua tarada - Fala o de cabelos cumpridos se sentando.

- Desculpa, vamos continuar - E prosseguio com a aula.

Claro que não fiquei exatamente quieto, fiz minhas amizades no fundo. Mesmo ela nós repreendendo por falar demais nós continuamos.

Assim que o sinal tocou eu me levantei e fui até a porta, fique observando a professora arrumar suas coisas enquanto falava com alguns alunos. Quando ela iria passar coloquei meu pé na frente a fazendo tropeçar, só que ela não caio, porque um cara musculoso que passava por ali a segurou.

- Obrigada Oppa - Ela diz e o cara me encarou por segundos.
- De nada. Toma cuidado por onde anda - Falou e a ajudou - Lembre-se que você não pode se machucar - Fez um cafune e saiu andando igualmente a ela.

Foram segundos até um cara usando uma roupa toda estampada entrar na sala, e todos foram se sentar, inclusive eu, nesse primeiro dia só quero conhecer os professores, pra depois saber o que fazer com eles.

- Bom Dia, eu sou Lim Kayan, professor de historia, e provavelmente serei eu, pelos quatro anos que passaram aqui.

- Você e o cordenador da sala ? - Pergunta YunHo

- Não o coordenador dessa sala, se não me engano e a Louise de Matematica.

- Misericordia - Diz a Tomboy que anda com o Yunho.

- Professor você tem quantos anos ? - Uma garota de olhos claros perguntou

- 34

- Nãão, fessor, você tem mau cara de 20 - Fala a Ruiva que não lembro o nome.

- Eu sei mas já to ficando velho, daqui a pouco vai começar a me aparecer rugas - Diz e mexe no cabelo.

- O que você passa no cabelo pra ele ser tão brilhoso desse jeito ? - Pergunta uma garota que usava um pulseira rosa.

- Receita de familia e hidratação

- Qual e a receita de familia ?

- E só pra familia

- Você tem filhos ? - Pergunta Indra

- Tenho uma menina

- Quantos anos ela tem ?

- 11 anos

- Professor você e casado ? - Outra garota pergunta, e assim se prosseguiu a aula, com todos fazendo pergunta sobre a vida do professor que respondia sem hesitar. Porém ele não deixou que a gente levanta-se ou fizesse bagunça, apenas ficamos sentados com ele conversando com a sala. O Sinal tocou e eu dei graças a Deus.

- A não gente, tinha tanta coisa pra falar ainda - Diz ele e suspira, pegando sua coisas e saindo da sala.

Jonh POV

A professora de Artes e um nenem, e o professor de Historia e super legal. Até agora ta bom.

- Bom Dia - Escuto e olho pra frente.

- Ah não - Digo ao ver a professora que odeia todo mundo.

- Pra quem não sabe sou Matsura Aphrodite, professora de Geografia - Ela e linda, mas me da medo. - Eu tenho regras simples: Não falem quando eu estiver falando, pricipalmente se eu estiver explicando. Levantem as mãos para perguntar. Banheiro e só dois por aula. Tera um certo tempo para que façam suas atividades. Por exemplo, passarei um texto na losa, vocês vão ter 10 minutos para copiar, e tudo que eu passar eu vou vistar, e no final do bimestre irei contar visto. Vou usar tanto o livro como o caderno, então na proxima aula o tragam.

- Quando e sua proxima aula ? - Perguntei e ela olhou em sua na capinha de seu celular que e mais caro que minha alma.

- Quarta a 6° Aula e Quinta a 3° Aula. Mas voltando. Nada de ficar andando pela sala feito uma barata tonta. Se não quiser fazer lição abaixa a cabeça e dorme ou sai da sala, mas não me atrapalhe. Nada de celular, nem fone de ouvido - E falou mais um pouco, depois começou a passar as regras na lousa.

- Teu cu - Escutei e olhei pro fundo que foi de onde veio. Era um garoto baixo discutindo com um loiro alto que sentava mais para o meio.

- Teu cu é o espelho e Meu pau é o reflexo - Haaa, essa brincadeira

- Teu cu é o moonwalker, meu pau o Michael Jackson

- Michael Jackson já morreu. Teu cu e a julieta é meu pau é o romeu

- O romeu é gaiato. Teu cu é banco, meu pau é o extrato

- Dá pra tirar esses cuzão da sala ? - Perguntou uma garota que sentava mais ao meio.

Em seguida a sala inteira começou a discutir, e a professora tava pouco se fudendo, continuou a passar uns bagui na lousa.

- Vou apagar a primeira parte - Ouvi depois de um tempo. Olhei pra lousa e a mesma tinha a enchido, e eu só tinha copiado 5 linhas. Me arrumei rapidamente e copiei mais rapido que o flash, pelo menos a primeira parte, o resto já copiei mais sossegado. - Vou carimbar daqui 5 minutos, quem não tiver feito vou tirar um ponto - Vigi. Maior parte da sala se sentou para copiar, rolou trafico de diversos caderno.

Quando ela pegou o carimbo e nos encarou, vi neguinho tremer, essa professora ganhou meu respeito.

- A primeira fileira da esquerda. Trás o caderno pra mim carimbar, mas já aviso que só carimbo se estiver tudo. - Viado, só levantou uns três e foi entregar o caderno. Ela fez isso fileira por fileira, depois fez a chamada e sua aula acabou.

No momento que ela saiu da sala, todo mundo soltou o cu, o clima ficou até melhor.

Segundos depois que ela saiu, uma professora usando roupas sociais entrou, colocou suas sobre a mesa e nós encarou, Logo depois sorrindo. Pegou a caneta e escreveu uns négocio na lousa.

- Que isso professora! Usando a lousa pra envocar o cão - Falo e ela ri

- Bom dia, sou Qian Victoria, professora de chinês - Ai Deus Socorro, esse dia não ta pra mim não.

JiWoo POV

Essa sala é pior que eu, fala que só por Deus, e a professora ta bugando a minha mente com esse bando de xuxaxem.

- WAN SHI KÃI TÓU NÁN - Gritou assustando a todos, porém atraindo a atenção de todos - Zás zhége fángjã li, Wözhï kán dào yïgé tounâo Jiândân de yüehün de rén bú guânxïn ziji weilân de rén - E ficamos todos olhando pra ela com cara de tacho, acho que não tem nenhum chinês, nem alguém que fale chinês nessa sala. - Mas, são jovens inexperientes e que pensam em tudo menos em seu futuro.....pois bem, vamos nos concentrar no agora, para que o agora de seus futuros sejam garantidos - Os professores dessa escola são muito estranhos, e é tipo, a nível extremamente alto.

Não demorou muito para que a aula que buga meu cérebro e vida acaba-se. Quando ia me levantar o professor entrou na sala.

- Que isso professor, não deixa nem a gente respirar - Digo e ele me olha e da um sorriso gostoso. O mesmo usava roupas escuras, aparentemente de couro, um ténis simples que deve valer uma alma, tem a pele bronzeada e olhos pequenos e bem puxados, provavelmente e chines. Ele é bem bonito, só que é baixinho, deve ter 1,60 e poucos.

- Bom dia, sou a professora Louise Liu de Matematica-  Ou, é uma mulher.......sem comentários.

- Professora!! - Alguém do fundo a chama, olho e vejo a Tomboy-  Você e linda - É uma coração com as mãos.

- Obrigada - Agradeceu

- Professora! - Um garoto loiro a chamou

- Sim ?

- E a coordenadora da sala ?

- Sim. Mas agora sem mais perguntas e vamos começar a aula - O senhor, me ajuda.


Notas Finais




Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...