História The perverse stepfather - Capítulo 8


Escrita por:

Postado
Categorias Justin Bieber, Selena Gomez
Personagens Justin Bieber, Personagens Originais, Selena Gomez
Tags Amorproíbido, Jelena, Justinbieber, Padrasto, Selenagomez
Visualizações 46
Palavras 939
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Crossover, Romance e Novela
Avisos: Adultério, Álcool, Estupro, Heterossexualidade, Sadomasoquismo, Violência
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Notas do Autor


“Não sei ao certo o que estou procurando, mas estou procurando por algo”
— Lispector, Justin.

Capítulo 8 - Diário


— O que? Eu deveria saber que ele estava na cidade, oras, Jackson é meu primo favorito. Claro, sim, sim. Com toda certeza, até mais ver. — Bieber desliga seu telefone ao me observar entrar. 

Abro um sorriso mínimo para o louro andando rápido em direção ao quarto, jogo minha bolsa no chão e tiro minha roupa seguindo nua até o banheiro. 

Não sei, costumam dizer que, na minha idade garotas tem hormônios enlouquecedores, pode até ser verdade já que, só em olhar meu futuro padrasto, um oceano se forma em minha calcinha. Juro por Deus que não sou uma garota perversa, mas talvez as tatuagens espalhadas por seu corpo e sua voz rouca sejam o motivo da minha insana vontade de sentir seus lábios. 

Antes de ligar o chuveiro, pego meu celular que estava à tocar por breves minutos, as vezes Samantha me irrita com sua persistência mas, talvez, seja realmente bom sair um pouco de casa. Me afasto da ducha voltando para o closet nua, rapidamente visto uma saia preta e blusa social. Vou passar a tarde com Samantha. 

Em questão de minutos, encaro o corpo de Bieber parado em meio à cozinha, mordo meu lábio inferior com força cruzando meus braços. 

— Preciso ir para casa de uma amiga, fazer um trabalho. Eu posso? — Pergunto baixo quebrando o silêncio do cômodo. 

— Claro, esteja em casa antes das 18. — O homem responde sem sequer se virar para me encarar. 

Talvez seja realmente melhor ficar aqui por um tempo, se fosse com mamãe, ela responderia um “não” antes mesmo do restante da pergunta. 

Abro um sorriso largo e acabo por sair do apartamento, Samantha mora perto do colégio, sua casa é simples mas é muito confortável. Segundo a garota, sua mãe está fazendo compras hoje e seu pai, bom, ela nunca o conheceu. 

Sam é de uma beleza exótica, seus olhos são escuros como granito mas seus fios de cabelo são loiros e cumpridos, um pouco mais alta que eu, a garota tem um corpo escultural e uma voz digna de Oscar. 

Paro enfrente à sua porta batendo na mesma rapidamente. A garota à abre em questão de segundos com uma garrafa de vinho em mãos e um sorriso largo em seus lábios.

Bieber pov's

O que não fazemos por uma boa mulher? Confesso que Selena é uma garota de se fazer cair o queixo mas, eu estava planejando uma viagem para o mundo das boates mas não, agora sou um homem de uma só mulher e tenho que cuidar da pirralha que me faz ter ótimos momentos de prazeres. 

Eu não sou um pedófilo de merda, não posso gostar da filha da minha futura mulher, mesmo ela sendo fodidamente gostosa e agora, estar passeando por minha casa com roupas tão sensuais. Céus, eu não posso me sentir tão atraído assim por uma garota. 

Paro enfrente a porta do quarto da garota, céus, não deveria mexer em suas coisas, eu não sou nada dela mas infelizmente, gosto de estar informado. 

Entro no cômodo rapidamente seguindo em direção ao seu closet, abro o closet da garota voltando minha atenção para as três gavetas, não sei ao certo o que estou procurando, mas estou procurando por algo. Abro a última gaveta fazendo careta ao encarar suas calcinhas, pego uma em minhas mãos, florzinhas e lacinhos. Selena se veste como uma criança de oito anos. Meus olhos brilham ao observar um pequeno caderno no fundo da gaveta, por baixo de suas calcinhas. Pego o mesmo abrindo um sorriso largo ao ler em sua capa "Diário".  Nunca imaginei que chegaria à esse ponto mas estou procurando saber mais da garota que agora está em minha casa.

Me sento em sua cama com o caderno em minhas mãos e logo o abro engolindo em seco ao começar à ler  alguns de seus imensos textos. 

“Eu não deveria, mas seus lábios parecem ser extremamente maravilhosos, principalmente beijando meus lábios de baixo.”

“Adoraria que Bieber me fizesse um carinho diferenciado, tipo no meu útero.” 

“Eu sei que ele é meu padrasto, mas fazer um remake de lolita não me parece tão errado agora.”

“Céus, eu sou uma péssima filha, isso é podre.”

Selena Pov'S

— Sam! Eu já disse, o unicórnio é real. — Ri extremamente alto abraçada com a garota. 

— Você está em casa, fique sã, o seu padrasto não pode saber que eu te embebedei. — Samantha fala séria me jogando porta à dentro. 

Me apoio na enorme parede branca entrando aos tropeços em meu quarto, encaro Bieber com meus olhos semicerrados e logo entro em meu banheiro em silêncio. 

— Selena, precisamos conversar. — O homem fala nervoso na porta do toilette. 

Fecho a porta em sua cara tirando minha roupa rápidamente, preciso não estar bêbada agora. 

— Claro! Espere um segundo. — Falo alto, alto demais. 

Me posiciono de baixo da ducha deixando à água quente percorrer pelo meu corpo, molhando meus fios escuros de cabelo. Fecho meus olhos os apertando, por que eu fui beber tanto? 

Desligo a ducha enrolando meu corpo em uma toalha felpuda, acabo por sair do banheiro com meu corpo ainda molhado.

— Eu preciso falar com você. — Justin repete sério encarando meu corpo. 

Sigo em sua direção com seriedade logo me sentando em seu colo, entrelaço minhas pernas em sua cintura encarando seus lábios com desejo e logo os colo nos meus erguendo meus braços até seus ombros deixando a toalha escapar. O loiro se deita fazendo-me deitar em cima do mesmo, ainda com nossos lábios colados em um perfeito beijo. 

Suas mãos apertam minha bunda fazendo um arrepio percorrer sob minha espinha. 

Não tem jeito, é ele. 




Notas Finais


It's you, it's you, it's all for you🎶


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...