1. Spirit Fanfics >
  2. The Pervert - Jeon Jungkook >
  3. Chapter 3

História The Pervert - Jeon Jungkook - Capítulo 3


Escrita por:


Capítulo 3 - Chapter 3


Fanfic / Fanfiction The Pervert - Jeon Jungkook - Capítulo 3 - Chapter 3

As aulas do dia acabaram, finalmente. Não estava aguentando mais, e ainda era o primeiro dia, céus! O relógio marcava 17:30, já que estudo em tempo integral.

 Saio do colégio, e rumo até minha casa, para enfim, descansar. Coloco meus fones de ouvido, uma música aleatória, e sigo o caminho calmamente.

 Após uns 20 minutos andando pelas ruas de Seul, chego em meu destino. Entro em casa, coloco as chaves em cima de uma mesinha na sala, jogo a mochila no sofá, e depois me jogo no mesmo. Hoje o dia foi cansativo! E ainda teve o Jeon para ficar tirando o resto da minha minúscula paciência, não sei porquê esse garoto resolveu implicar logo comigo, aish!

 Meu pais ainda não chegaram, devem estar no trabalho, como sempre. Minha relação com eles é bem neutra, nós não conversamos muito, até porque eles nunca estão em casa. É só trabalho, trabalho, e trabalho! Mas já me acostumei com isso, então tudo bem.

 Subo para meu quarto, e vou ao banheiro tomar um banho para relaxar desse dia estressante. Após ele, visto um pijama, já que não iria sair, e fico em minha cama mexendo no celular.

 Estava navegando no Instagram lendo fofocas de famosos, quando recebo uma mensagem de um número desconhecido.


Desconhecido: Oi, nervosinha


 Jungkook? Não pode ser! Como ele pegou meu número?


Hae: Como conseguiu meu número, Jeon?

Desconhecido: Tenho meus contatos...


 Salvei o número dele como "Pervertido", pois ele é exatamente isso.


Hae: Já não bastava na escola... agora você vai encher meu saco pelo telefone também? Céus!

Pervertido: Exato! Até que você não é tão burra assim, nervosinha.

Hae: Aish, vou dormir que é melhor!
Até nunca mais, Jeon.

Pervertido: Até logo, nervosinha!



***



 Acordo com a claridade vinda da janela batendo em minha visão, e quando olho para o relógio em minha escrivaninha... vejo que estava extremamente atrasada! As aulas começam às 7:30, e já eram 7:00, céus!

 Levanto em um pulo, escovo os dentes, coloco o uniforme, dou um jeito rápido em meu cabelo, saio correndo do quarto, pego as chaves, e vou para o colégio. Não como nada, pois não daria tempo.

 Em passos rápidos, chego ofegante em meu destino. Corro para a sala de aula, antes de entrar, olho para o relógio, e já eram 7:40, droga, o professor de biologia odeia atrasos!

 Bato três vezes na porta de madeira, recebo um "Entre" coberto de raiva. Respiro fundo, e adentro a sala de cabeça baixa.

- Isso é hora de chegar na escola, Kim?

- Não, senhor. Me desculpe, não irá se repetir!

- Assim espero, sente-se!

 Morrendo de vergonha, sento em meu respectivo lugar, e tiro meus materiais da mochila.

- Por que chegou tarde, nervosinha? - pergunta minha dupla

- Acabei perdendo a hora, pois o despertador não tocou, aish

- Você não sabe nem colocar um despertador? Céus, retiro o que disse, você é mesmo burra

- Aish, se cala

 Volto a prestar atenção na aula antes que leve outra bronca, e isso é tudo o que eu menos quero.



***



 É hora da aula de Educação Física, e todos da classe nos dirigimos para a quadra. Chegando lá, nós meninas ficamos jogando vôlei, e os meninos foram jogar basquete.

 Depois de uns 15 minutos jogando, minha cabeça começou a doer, tudo estava girando... o que estava acontecendo? Me sento no chão com a mão na cabeça, estava doendo muito, logo minha vista foi embaçando, e sinto meu corpo em contato com o chão gélido. Eu estava sem forças, e sem noção do que estava acontecendo, escutava apenas algumas vozes.

- O que ouve com ela? - não consigo abrir os olhos para ver a pessoa, mas reconheceria essa voz que tanto me tira do sério em qualquer lugar

- Não sei, acho que ela está passando mal - fala uma das meninas que estavam jogando comigo

 Sinto meu corpo sendo erguido, Jungkook estava me levando em seus braços para algum lugar, deve ser para a enfermaria, sei lá, não estou conseguindo raciocinar direito. Apenas encosto minha cabeça em seu peito, e espero chegarmos aonde ele me levava.

 Fui colocada em um tipo de cama, na enfermaria. Consigo abrir meus olhos e vejo o Jeon aflito.

- Céus, você está bem?

- Não, está tudo girando...

- Você comeu algo hoje, Hae?

- Não tive tempo, acordei muito atrasada - falo com certa dificuldade

- Você não pode ficar todo esse tempo sem comer! Vem, vamos ao refeitório comprar algo para ti.

 Ele me segura em seus braços novamente

- Eu sei andar sozinha - falo

- Tenho minhas dúvidas de que você consiga andar nesse momento

- Aish...

 Chegamos ao refeitório, Jungkook coloca meu corpo em uma cadeira, e vai buscar algo para alimentar-me.

 Depois de uns 5 minutos, ele chega com um sanduíche e um suco.

- Obrigada... - Falo começando a comer

- Não saia mais de casa sem comer! Será que terei de ir até lá só para lhe alimentar devidamente? - fala ele em um tom brincalhão

- Não! Prometo que não faço mais isso! Já não aguento você na escola, imagina em casa... - rio depois da minha fala, sendo seguida por ele

 Termino meu sanduíche, levanto, e vou até a sala de aula com Jungkook ao meu lado. O professor me deixou livre da aula prática, e como Jungkook ficaria "cuidando" de mim, foi dispensado também. Chegamos na sala, e ficamos em nossos celulares para passar o tempo. Até que do nada, Jeon pega meu aparelho, se levanta e coloca ele no alto. Aish, ele não cansa de me irritar!

- Me devolve!

- Venha pegar, nervosinha

- Você é muito alto, sabe que não conseguirei

- Que pena...

- Aish! - Pulo tentando alcançar meu telefone, mas não consegui.

 Não irei desistir fácil, então fiquei tentando, e tentando, sem sucesso.

- Ah, não. É impossível!

- Então não verá seu amado celular nunca mais... uma pena

 Pego ele desprevenido, e pulo de novo para alcançar o objeto. Porém, Jungkook acaba se desequilibrado e caindo, me fazendo cair por cima do mesmo.

 Nossos olhares se encontram, estamos muito, muito perto, os narizes chegam a encostar. Estou nervosa e sem reação, então acabo por não me mover.

- Está gostando da visão? - fala Jeon em um tom baixo e rouco

 Não consigo responder, estou paralisada. Até que o sinal escolar toca, me salvando desse momento estranho e constrangedor. Com o som estrondante, acabamos nos assustando e levantando. Fingimos que nada aconteceu, e sentamos novamente, pegando as coisas necessárias para a próxima aula.



Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...