História The prince and I - Imagine Mingyu (Seventeen) - Capítulo 9


Escrita por:

Postado
Categorias Seventeen
Visualizações 684
Palavras 796
Terminada Sim
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Comédia, Famí­lia, Fantasia, Festa, Ficção Adolescente, Hentai, Romance e Novela, Shoujo (Romântico)
Avisos: Álcool, Heterossexualidade, Insinuação de sexo, Sexo
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Notas do Autor


Me desculpem a demora.

Capítulo 9 - The search of the bride


Fanfic / Fanfiction The prince and I - Imagine Mingyu (Seventeen) - Capítulo 9 - The search of the bride

Estava sem graça dentro daquele carro. Eu queria conversar para não ficar com sono.

- É verdade que a diretora não é sua mãe?_ perguntei sem pensar_ - Me desculpe falei sem pensar.

- Não, tudo bem. É verdade sim. A Violeta e  o Cristiano não são meus pais. Mas, eu considero eles como um, já que os dois sempre ficavam ao meu lado.

- E os seus pais?

- Como já havia falado, eu sou um príncipe. Meus pais não tem tempo para mim. Eles só tem quando é para me darem bronca e gritarem em meus ouvidos.

Ele não para mesmo com essa história de príncipe. Será que é realmente é verdade? Eu curiosa, perguntei.

- Você é um príncipe mesmo?

- Sim. Eu sou um príncipe da Inglaterra.

Talvez seja verdade. Afinal, ainda existem reis e rainhas no continente europeu.

- Então você deve saber falar inglês. _ falei.

- Sim. Espera..._ Me olhou com a sua testa franzida._ - Você acredita em mim então?

-Er... eu acho que sim, já que ainda existem príncipes na Europa, certo?_ Disse, pois aquelas palavras pareciam sinceros ao sair d sua boca._ - Mas, o que um príncipe faz aqui? Ele deveria estar no palácio.

- Sobre isso...estou aqui à procura de uma menina, que provavelmente já deve ser uma mulher linda.

- É a sua irmã?_ perguntei, porque deve ser talvez uma pessoa querida por causa de tom de voz dele.

- Não. Ela é minha noiva.

Senti um aperto no coração agora. O que deve ter acontecido para o senhor Mingyu procurá-la aqui? Será que ela foi sequestrada? Bom, provável, já que a mulher era noiva de um príncipe. Quem que não querer sequestrá-la. É igual dos filmes de romance, o traidor pega a vítima só para querer algo em troca.

- Sequestraram ela por acaso?_ perguntei.

- Não_ negou_ - Já faz muitos anos que não vejo ela. Eu a pedi em casamento quando tinha oito anos de idade.

- O que?!_ gritei surpresa e cai na gargalhada_ - Quem que pede uma criança em casamento?

- Eu sei que é ridículo, tá. Mas ela foi o meu primeiro amor, me sentia completo quando eu ficava por perto dela._ pausou por um instante e me acalmei aos poucos_ - Mas aí... ela sumiu sem nenhuma palavra.

Engoli em seco. Sua expressão triste mexeu em meu interior e o seu tom de voz, me deixou sem palavras. Fiquei com vergonha por ter rido dele.

- Me desculpa_ disse_ - Eu sinto muito.

- Tudo bem, não tem problema.

Apertei meus lábios, então resolvi focar quieta no meu canto, até chegar na loja.

...

Havíamos acabado de chegar e mal entrei, já vi que os preços caros da roupa.Como que ele pode comprar estas roupas?

Entramos na loja, era de se esperar. Que lugar mais luxuoso, só a classe alta que frequenta mesmo este lugar.Dei uma volta de 360 graus para ver em minha volta e ao parar, me deparei com uma moça bem vestida, que me olhou de cima à baixo. Baixei meu olhar e vi seu crachá em seu peito esquerdo, então, percebi que ela trabalhava aqui,

- Quem é você?_ perguntou arqueando uma de suas sobrancelhas e com os seu braços cruzados.

Antes que eu pudesse responder à sua pergunta, Mingyu me interrompeu.

- Emily, trate-a melhor, por favor.

- E por que senhor Kim Mingyu?

-Porque..._ ele me puxou, envolvendo o seu braço em volta de minha cintura_ - Ela é minha... _ a última palavra foi inaudível e não pude entender o que ele falara à ela.

- Ah. Entendi... Tem certeza?

- Brevemente._ ele piscou um olho.

- Brevemente o que?_ me afastei dele_ - Que merda vocês estão falando?_ Franzi meu cenho.

- Nada. A Emily irá lhe ajudar a escolher o seu vestido.

- Senhor Kim Mingyu, não pode ser em outro lugar? Tem outra lojas também que são melhores... aqui é muito caro._ disse.

- Menina, está dizendo que a minha loja não é melhor e sim, de outras pessoas?_ Emily me olhou séria.

- Não, eu não quis dizer isso. Eu..._ fui interrompida por ela.

- Xiu, fica quieta e vamos começar logo.

Me puxou pelo pulso até chegarmos nos corredores de vestidos, que estavam na moda hoje em dia. E, Emily pegou qualquer um e puxou novamente o meu pulso entrando no vestiário.

- Tira roupa_ ordenou ela.

- Eu não vou tirar a roupa na sua frente.

- A não?_ Emily estalou seus dedos e de súbito entraram três mulheres no cômodo - duas estavam segurando meus braços e uma tirando a minha roupa.

- PAREM! Isso é abuso! Não se deve fazer isso com uma pessoa!_ gritei_ - SENHOR KIM MINGYUUU!

...  


Notas Finais


Desculpem os erros.
Realmente sinto muito.


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...