1. Spirit Fanfics >
  2. THE PRISONER - JiKook >
  3. O beijo

História THE PRISONER - JiKook - Capítulo 15


Escrita por:


Notas do Autor


.
.
.
Boa leitura 🌻☀️✨

Capítulo 15 - O beijo


Fanfic / Fanfiction THE PRISONER - JiKook - Capítulo 15 - O beijo


~Anteriormente em THE PRISONER...~

Jungkook estava contando seus milhares de dinheiro e dividindo a parte de cada capanga.

TOC TOC TOC...

-entra!

-senhor Jeon, o senhor mandou libertar o garoto?

Jungkook demora um pouco pra responder.

-sim...

-perdoe minha curiosidade, mas por que disse para ele ir pro quarto do senhor Min e não para o seu?

-como é?

-i-isso não é da minha conta, me desculpe

O homem ia saindo quando jungkook disparou sua pistola pra cima fazendo o homem parar.

-que história é essa que o garoto está no quarto do senhor Min?


~Fiquem Com o Capítulo de Hoje...~

*AUTORA*

O homem ficou uns segundos calado pensando no que dizer, não sabia oque tinha feito. Tinha medo de acabar encrencando o senhor Min.

-fala a verdade... -disse jungkook

-e-eu vi o senhor Min entrando no quarto dele com o garoto quando estava vindo lembrar-lhe do jantar de amanhã.

-mas que filho da puta... -sai do quarto imediatamente indo até o dele.

-s-senhor por favor se acalme!

Jungkook empurrou a porta, que destrancada, abre numa velocidade que, batendo na parede com uma certa força fez um barulho tanto alto.

-oque houve, senhor? -diz o min saindo do banheiro com uma camisa cinza, uma calça moletom preta e os cabelos molhados depois de um banho.

-oque o Jimin faz aqui? Eu acho que fui bem claro quando disse que era pra levar o mesmo pro quarto da frente.

-senhor Jeon por favor fale um pouco mais baixo, o garoto está dormindo... -disse o homem tentando acalmá-lo

-eu levei, senhor.

-eu tô vendo ele deitado na sua cama...

-senhor, ele parece estar doente... -disse o homem tentando novamente acalmar o Jeon

-ele desmaiou. Não achei que fosse seguro ele ficar sozinho com essa febre.

Jeon arregalou os olhos, olhou para o mesmo e foi até a cama vendo-o desacordado, com o rosto pouco pálido.

-ele desmaiou mas agora está apenas dormindo. -disse Min

Jeon pegou a toalha branca da testa de Jimin. 

-por favor, molhe novamente com água fria.

O homem, espantado, assim fez. Nunca tinha ouvido um "por favor" do senhor Jeon.

Jungkook, fazia carinho no rosto de jimin.

-oque ele tem?

-não faço ideia... -disse Min, nervoso.

Min sabia que ele estava bastante cansado pelas noites mal dormidas na cela, e por ter tido uma crise de ansiedade após tudo que o mesmo contou sobre ele e o Jeon. Mas não podia dizer ao Jeon que tinha contado tudo.

-aqui está, senhor Jeon -disse o outro homem com a pequena toalha branca úmida e gelada.

Jeon passou suavemente pelo rosto e pescoço de Jimin, tentando abaixar a temperatura, e depois deixou na testa.

-com licença. -o homem se curvou e saiu do quarto.

-sera que ele vai ficar bem? -disse Jeon com os olhos marejados, segurando a mão de Jimin

-quanto a isso você não precisa se preocupar -levantou jungkook, que estava ajoelhado no chão ao lado da cama.

Jungkook pegou Jimin no colo.

-obrigado por cuidar dele, Min... Hoje ele dorme no meu quarto.

Min sentiu um leve aperto no coração, se não fosse aquele cara, ele mesmo estaria cuidando de Jimin.

-tudo bem, Jeon. 

Jungkook saiu do quarto de Min e foi até o seu.



Flashback on

No quarto do Min...

Min dava infinitos selares no pescoço do menor, não conseguia parar por mais que tentasse.

O mesmo perdeu o controle e deu um chupão, um pouco forte, deixando uma marquinha clara. Desceu sua mão pela cintura do menor indo até a coxa.

O mesmo abre os olhos assustado. Se levanta da cama apressadamente.

"Oquê que eu tô fazendo?? Se Jeon descobrir isso ele me mata."

-me desculpa, pequeno...

O mesmo se sentia culpado por ter tocado o garoto sem que ele pudesse fazer algo pra impedir.

Foi tomar um banho de cabeça pra esquecer tudo que aconteceu e cuidar de Jimin a noite toda.

Flashback off


JUNGKOOK POVS

Ponho o mesmo na cama e tiro seu casaco. Em seguida ligo o ar condicionado.

Escondo todo dinheiro e minha arma, que estavam encima do balcão, no closet.

Tranco a porta e vou até o banheiro tomar banho, saio de lá com uma calça cinza moletom e uma camisa preta.

Me deito de frente pro mesmo que dormia tão profundamente.

Passo longos minutos admirando-o dormir, com um breve sorrisinho bobo no rosto.

Até tomar coragem pra passar meu braço por cima da cintura do mesmo abraçando-o como um ursinho de pelúcia.

Passo minha mão pra baixo de sua camisa, acariciando sua cintura e sentindo sua pele se arrepiar.

-ta com frio né, pequeno... Me desculpa, é pro seu próprio bem. -sussurrei puxando o mesmo mais perto de mim.

O mesmo estava tão quentinho e tão gostoso de abraçar, queria que aquele momento durasse pra sempre.

Retiro minha mão de sua cintura, e ponho delicadamente sob sua testa.

-ta melhorando...

Desço o olhar pra sua boca. Ah...essa boquinha...que eu sonho beijar desde quando éramos crianças. 

Ponho meu polegar encima e faço um breve carinho. Tento me segurar mas não consigo.

Seguro seu queixo e dou-lhe um selinho demorado. Ao me separar nossos lábios fez um tipo de "estalo".

Abria meus olhos vagarosamente, até sentir Jimin segurar com força minha camisa me puxando devagar pra outro beijo.

Fiquei uns segundinhos com os olhos abertos, estava surpreso. Até me entregar completamente, iniciando um beijo de língua.

Após longos minutos...nos separamos. Nunca havia me sentido tão bem, era difícil ficar sério. Eu mantinha um breve sorrisinho que não conseguia disfarçar.

Olhei pro Jimin, que abria os olhos lentamente, o mesmo também sorria.

-o-oque que foi isso? -pergunto

-você que começou...

-se eu começei...e-eu posso terminar?

O mesmo solta uma breve risada nasal assentindo.

Me aproximo novamente de seu rosto dando-lhe mais um beijo.

Puxei o mesmo pela cintura pondo-o encima de mim, com uma perna de cada lado de minha cintura e suas pequenas mãozinhas nos meus ombros. Me sentei na cama com o mesmo em meu colo, sem parar o beijo minuto algum.

Quando nos separamos desci beijos pelo seu pescoço. Estava tão quentinho que eu poderia passar o dia inteiro beijando.

O mesmo, de olhos fechados e apertando levemente meus ombros, sentindo minha boca gélida dar inúmeros beijos, muitos molhados, em seu pescoço quentinho.

Me separei e olhei nos olhos do mesmo enquanto fazia movimentos de cima e baixo em sua cintura por cima da camisa.

-senti sua falta, kook-ah... -o mesmo abraçou meu pescoço, deitando sua cabeça no meu ombro, pegando no sono denovo.

-ta tudo bem, meu amor...descanse...

Sentia sua respiração quente em meu pescoço, estava quase me excitando aquilo. 

Sem pensar direito, segurei firme sua cintura empurrando seu quadril pra baixo e pra frente, fazendo uma pressão maravilhosa no meu membro embaixo, me fazendo tombar a cabeça pra trás, com a boca entreaberta.

Pus o mesmo deitado na cama antes que eu fizesse mais alguma besteira.

Deitei o mesmo de costas pra mim, o abraçando por trás. Dormimos assim.











CONTINUA...




Notas Finais


.
.
.
Espero que tenham gostado 💛


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...