História The proof that I love you-To Minghao - Capítulo 5


Escrita por:

Postado
Categorias Seventeen
Personagens Boo Seungkwan, Hansol "Vernon" Chwe, Hong Jisoo "Joshua", Jeon Wonwoo, Junghan "Jeonghan", Kim Mingyu, Lee Chan "Dino", Lee Jihun "Woozi", Lee Seokmin "DK", Personagens Originais, Seungcheol "S.Coups", Soonyoung "Hoshi", Wen Junhui "JUN", Xu Ming Hao "THE8"
Visualizações 35
Palavras 1.057
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Crossover, Drama (Tragédia), Ficção Adolescente, Hentai, Romance e Novela, Shoujo (Romântico)
Avisos: Álcool, Heterossexualidade, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Nudez, Sexo
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Notas do Autor


Opa que saiu um capítulo bem curtinho pra terminar logo essa fase de passado e começar com o presente! Hehe

Capítulo 5 - Capítulo 4-Last Goodbye


Fanfic / Fanfiction The proof that I love you-To Minghao - Capítulo 5 - Capítulo 4-Last Goodbye

Acordar e saber que é a última vez que você vai ver seu melhor amigo por um longo período não é uma das melhores coisas do mundo. Pensar e todas as possibilidades de nunca mais nos vermos acaba com minha felicidade.

Desde que ele me falou de sua partida eu não falei com ele, já que é óbvio que eu ficaria furiosa. Ele escondeu de mim, a melhor amiga dele, que ele iria seguir seu sonho em outro país e poderia nunca mais voltar.

A Sra. Xu me trouxe para a casa deles e me deixou dormir aqui para passar mais tempo com Minghao, mas não adiantou muito porque fiquei de birra e mal olhei na cara dele.

Eu acordei extremamente cedo. Na verdade, mal tinha dormido e já tinha acordado, eram apenas duas da manhã, e Minghao partiria apenas as seis. Eu certamente acordei porque estava arrependida do que fiz, aliás, eu poderia nunca mais ver ele, eu precisava aproveitar essas últimas horas que tinha ao seu lado.

-Ming...-Me ajeitei, me sentando e virando seu rosto para o outro lado, ja que estavamos na mesma cama, tocando seu rostinho de leve para que ele acordasse.

-Xia...Vai dormir...-Sussurou com aquela voz sonolenta, sem nem ao menos abrir os olhos.

-Eu só queria pedir desculpas...Eu não deveria ter agido daquela forma...-Fiz movimentos em sua bochecha enquanto sorria fraco, sem ânimo algum.

-Eu...Eu que tenho que te pedir desculpas-Abriu os olhos e falou um pouco baixo, talvez para não atrapalhar o sono de seus pais-Eu deveria ter te contado, você é minha melhor amiga, eu fui um babaca-Fechou os olhos de leve, deixando uma lágrima solitária escorrer por sua bochecha.

-Não, eu que tenho-Falei firme, começando a enfrentar o garoto.

-Não, eu que tenho-Minghao disse da mesma forma que eu, se levantando e sentando do mesmo jeito que eu estava.

-Não Minghao! Eu que...

E o inesperado aconteceu. Lá estávamos nós, eu e Minghao, as duas da manhã, se beijando.

Eu não sabia oque fazer, então apenas cedi. Eu ainda não conseguia acreditar que o meu primeiro beijo estava acontecendo naquele exato momento, em um lugar e nem motivo especial.

Eu conseguia sentir o leve gosto de menta durante o beijo, graças a pasta de dente que usamos algumas horas atrás. Minghao estava tão confuso quanto eu, já que também nunca tinha beijado alguém, pelo menos não daquela forma que estávamos. Mas devo admitir que beijar não é tão difícil quanto eu achava que era. Eu passava horas pensando aonde eu deveria colocar a mão e aonde colocar a língua, mas agora percebi que enquanto você beija você nem precisa pensar nisso, tudo acontece automaticamente.

Assim que finalmente paramos o beijo, olhamos envergonhados um para o outro, já que não estava em nosso planos nos beijarmos.

-Er...Acho melhor irmos dormir. Você tem que dormir bem ora chegar bem na Coréia-Falei olhando pra baixo enquanto dava unsorriso bobo, só de lembrar que mãos de Minghao estavam na minha cintura e a boca dele conectada na minha a segundos atrás.

-Antes disso...Você precisa me prometer uma coisa-Minghao segurou minhas duas mãos, o que me deixou mais nervosa no momento. Apenas murmurei um "Hm" para que ele continuasse logo-Quando eu debutar você vai me apoiar, vai nos meus shows e vai me dar tanto amor quanto da agora. Promete?-Estendeu o dedo mindinhi para mim, me fazendo rir.

-Prometo!-Ri, juntando nossos dedinhos.

Depois de mais alguns minutos de conversa, o sono nos pegou.

{Cinco da manhã}

-Minghao! Xia! Vamos acordando!

Acordei que Sra. Xu bagunçando os cobertores que cobriam o meu corpo e o corpo de Minghao, fazendo que levantassemos em um pulo. Eu e Minghao planejamos toda a nossa rotina depois que acordassemos. Primeiro eu tomava banho enquanto ele checava se tinha tudo em mãos e depois ele iria enquanto eu arrumava o quarto, e depois tomariamos café antes de partir. E assim fizemos, tudo como planejamos.

Nós já estavamos a caminho do aeroporto, e a cada parada que carro dava era mais um motivo pra ficar mais apreensiva. Nesse tempo, tentei conversar sobre como foi a audição dele, que música ele usou, se ele tava nervoso e tals.

E infelizmente, Sr. Xu parou o carro a avisou "Chegamos ao destino".

Eu desci do carro de mãos dadas com Minghao, ja que queria aproveitar tudo do começo ao fim, tudo aquilo que poderiamos ter feito nos últimos anos mas não fizemos.

??: VOO DAS SETE HORAS PARA CORÉIA DO SUL, POR FAVOR SE DIRIJAM AO PORTÃO 4-Disse uma voz eletrônica, que logo repetiu-aparentemente-a mesma frase em mais quatro línguas, o que deu um aoerto no meu coração.

Era agora, era real. Ele estava indo. Indo para sempre.

-Xia. Eu te amo. Eu te amo e sempre vou te amar. Você é a pessoa que mais me faz feliz e nada vai te substituir!-Minghao veio em minha direção e me abraçou forte, o que foi o motivo mais lógico pelo qual me fez chorar, assim como ele.

Assim que separamos o abraço, depositei um longo selinho em seus lábios, até que ele se virou e se foi, se foi pra sempre...

{19 anos-2016}

{Anshan-Liaoning, China}

Eu menti. Eu menti muito feio para Minghao. Depois que ele partiu, nunca mais deixei alguém falar sobre a Coreia ou sobre ídolos coreanos do meu lado, muito menos quis saber se ele já tinha debutado ou não.

Eu não queria mágoa-lo, mas aquilo era o melhor para mim. Eu não podia ficar triste toda hora que o via sorrindo na TV.

Depois que Ming partiu eu continuei na escola junto com os garotos. Alguns anos depois nos juntamos a um clube de dança e coreógrafos, e foi ai, que TODOS, TODOS, sem nenhuma excessão, fizeram o mesmo que Minghao. Foram ser idols coreanos. Eu também fui convocada, mas ao escutar a palavra "Coréia" ja voltei com pé atrás.

Hoje em dia continuo nesse clube, agora que me formei na escola sou professora de dança e vira e mexe faço workshops e apresentações.

Eu estou feliz com minha vida atualmente, mas o que me impede de ser mais feliz ainda é o treinamento bruto que meus amigos passam-ou ja passaram, ja que também nem me interessei em pesquisar-que não deixa eles fazerem nada além de treinar e estudar coreano, mesmo que eles-e até mesmo eu-saibam já bastante coisa do coreano-Ja que Minghao fazia questão de nos ensinar o que estudava em suas aulas-eles precisavam aperfeiçoa-lo mais para serem cantores.

É, minha vida não deixa de ser boa, mas poderia ser melhor...


Notas Finais


O capítulo 5 vai sair sexta viu! Akakka ja comecei a escrever


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...