1. Spirit Fanfics >
  2. The Proposal - Sterek >
  3. I - Escritório

História The Proposal - Sterek - Capítulo 1


Escrita por:


Notas do Autor


Deixando claro que esta fanfic é baseada no filme 'A Proposta', e que existem muitas parecidas pelo aplicativo, porém também deixando claro de que não estou plagiando ninguém.

Espero que gostem da minha versão, boa leitura ✨

Capítulo 1 - I - Escritório


Fanfic / Fanfiction The Proposal - Sterek - Capítulo 1 - I - Escritório

Stiles acordou sentido os raios de sol pairarem sobre seu rosto em quanto visava o relógio em seu cirado-mudo, percebendo que iria se atrasar para o trabalho caso continuasse na cama. Sabia como o chefe era um homem exigente, então se arrumou o mais rápido que pode para evitar ouvir um sermão logo pela manhã.

Após terminar sua rápida mudança de roupas, ele se apressou para ir até a cafeteria e pegar os cafés de sempre, pois sabia como o chefe ficava irritado caso não tivesse em mãos seu café matinal, para o seu azar, o local estava mais lotado que o normal, com uma fila de pessoas que chegava perto da porta.

— Stiles! — A atendente do café, que por sorte era sua conhecida, gritou para que ele se aproximasse do balcão. — Os dois cafés de sempre. — Disse ela, sorridente.

— Muitíssimo obrigado! — Agradeceu ele sentido um alívio imenso, se despediu rapidamente e saiu dali antes de começar a se atrasar de verdade.

Ele sabia que o chefe chegava exatamente no mesmo horário todos os dias, então não hesitou em procurar rápidos atalhos em direção ao escritório. Pegou o elevador, que estava praticamente cheio, e foi até o andar de destino.

Cumprimentou a recepcionista de forma rápida e agradeceu mentalmente por finalmente estar próximo da sala de seu chefe. Mesmo assim, continuou antando apressadamente em torno dos funcionários, o que resultou em acabar se batendo com um deles, e para aumentar sua falta de sorte, acabou derrubando um dos cafés também.

— Que merda! Olhe por onde anda! — O rapaz estava irritado ao ver que sua camisa social estava arruinada com uma imensa mancha de café.

Olhou rapidamente para seu relógio de pulso percebendo que faltavam menos de sete minutos para seu chefe chegar. Então foi até a mesa de um dos seus colegas de trabalho ( andando um pouco mais devagar para não derrubar o outro café) para lhe suplicar um favor.

— Preciso de sua camisa. — Disse ele.

— O quê? — Isaac Lahey Indagou. — Não.

— Olhe, eu tenho dois ingressos para o jogo de basebol no sábado que provavelmente não poderei ir, e também tenho uma camisa manchada e um chefe maluco chegando em mais ou menos cinco minutos. — Informou Stiles. — Preciso da sua camisa.

Lahey inspirou fundo e concordou em fazer a troca, quando Stiles finalmente estava bem-vestido a recepcionista enviou um e-mail para todos os computadores do escritório dizendo "o amante do diabo está vindo" ou "o mal-amado está aqui", isso já era um costume entre os funcionários. Todos se ajeitavam em seus lugares de trabalho, fingindo alguma ética, e outros até mudavam de direção quando viam que o moreno estava se aproximando.

Por sorte, Stiles já estava na sala, e vestido decentemente, quando o chefe chegou.

— Derek. — O cumprimentou e entregou o café que não havia derramando. — O advogado da imigração ligou, e telefonei para Julian como pediu.

— Não preciso saber disso.  — O interrompeu pegando o café. — Eles estão atrás de terroristas, não de editores de livros. Creio que não tem problema se eles esperarem um pouquinho.

— Como quiser. — Murmurrou o rapaz enquanto rabiscava o bloco de notas formal.

— Stilinski. — O chamou.

Ele virou-se já esperando algumas das reclamações diárias, sobre absolutamente qualquer coisa.

— Quem é Erika e por que ela me deu o número de telefone dela?

Stiles ficou em silêncio por um tempo até compreender o fato, ele havia derrubado o café de Derek e Erika, a atendente, havia colocado o seu número de celular no copo justo hoje.

— Me desculpe... Este era o meu café, eu acabei derrubando o seu. — Admitiu.

— Então você bebe o café de leite de soja light sem açúcar? — Perguntou enquanto dava um gole da bebida.

— É uma incrível coincidência — Disse ele um pouco nervoso. — Não é como se eu bebesse exatamente o café da mesma forma que você para caso o seu derramar. Seria patético, se fosse verdade.

Terminou de falar e o chefe simplesmente virou-se para o computador e começou a digitar alguma coisa freneticamente. Enquanto isso, Stiles atendeu o telefone que já estava há algum tempo tocando.

— Escritório do Sr. Derek Hale, pois não? Oi, Parrish.

Derek fez um sinal estranho com a cabeça para que o rapaz avisasse que já estavam a caminho, ele não entendeu ao certo, mas confirmou mesmo assim.

— Na verdade, estamos indo para o seu escritório agora. — Ele desligou o telefone. — Por que estamos indo para o escritório de Parrish?

O moreno não respondeu nada, apenas fez um sinal para que o secretário o acompanhasse.

Já fora do escritório, Stiles correu para o computador mais próximo e digitou que o "bruxo pegou a vassoura" para alertar todos os funcionários. Quando Derek saiu, todos estavam em seus lugares, sem conversas ou cochichos.

— Leu o manuscrito que te enviei? — O rapaz perguntou.

— Li, não me interessou muito. — Respondeu, sem rodeios.

— Posso perguntar uma coisa?

— Não.

Stiles suspirou e falou mesmo assim:

— Já escrevi milhares de manuscritos e este e o primeiro que preparo para você. É uma história fenomenal, assim como as que você costuma publicar.

Derek passou por Isaac e viu sua camisa manchada de café.

— Não, não é. E sim, eu acho que você toma o mesmo café que eu para o caso de derramar, o que de verdade, é patético.

Stiles ficou em silêncio, resolveu não confrontar o chefe. Chegaram a sala de Jordan Parrish, finalmente.

— Olá. — Disse o homem. — Nosso líder e seu servo, por favor, entrem.

Derek observou um pouco o local antes de soltar algumas palavras:

— Parrish, você está demitido.

Ele pareceu confuso, se levantou de sua cadeira rapidamente. Stiles também fez uma cara surpresa com a inesperada atitude do chefe.

— Perdão? — Perguntou, quase gaguejando.

— Já lhe falei milhares de vezes para levar Frank à Oprah, você não conseguiu, então está demitido. — explicou. — Vou lhe dar dois meses para você procurar um emprego e dizer que pediu demissão, certo? — Disse por fim, saindo da sala e deixando Parrish completamente chocado.

Andou alguns passos para fora da sala enquanto Stiles o acompanhava.

— Como ele está? — Perguntou tomando um gole do café.

— Furioso. Se movimentando de um lado para o outro de uma maneira estranha.

— Não faça isso, Jordan, não faça. — Pensou alto, já prevendo o que viria a seguir.

— Sua aberração! — Parrish gritou chamando a atenção de todos.

Derek sorriu se virando para escutar o showzinho que o ex-funcionário estava preparando.

— Não pode me demitir! — Assegurou. — Seu monstro!

— Para. — Falou, já irritado.

— Só porque não tem uma vida fora desse escritório, não quer dizer que pode tratar todo mundo aqui como se fosse seus escravos. Tenho pena de você, sabe quem terá no seu leito de morte? Nada e ninguém!

Stiles estava paralisado com o que havia acabado de escutar (que não era mentira) mas não era necessário dizer em voz alta, na frente de todos.

— Ouça atentamente, Jordan, se seu cérebro minúsculo permitir isso. — Começou Derek. — Eu o demiti porque é preguiçoso, petulante, irritante e passa mais tempo traindo a sua mulher que trabalhando no escritório. E se disser mais uma palavra, Stiles colocará você para fora à força.

O homem tentou continuar, mas foi interrompido novamente.

— Mais uma palavra e os seguranças irão te colocar para fora, e Stiles irá filmar tudo com o celular para por aquele site da internet. Qual é mesmo o nome? — Perguntou para o assistente ao seu lado.

— YouTube. — o rapaz respondeu.

— Exatamente! É isso que você quer? — Não houve resposta — Foi o que pensei, agora se me der licença, tenho trabalho para fazer.

Ele se virou e foi em direção a sua própria sala.

— Preciso de ajuda neste fim de semana. — Falou.

— Neste fim de semana? — Perguntou o rapaz, preocupado.

— Sim algum problema?

— É o aniversário de 90 anos da minha avó e eu prometi que... Ah, deixa, você está me salvando de um fim de semana horrível em família, sem problemas.

O moreno se virou para o seu computador para analisar alguma coisa, sem se importar de verdade com o que o jovem tinha a falar.

Algum tempo depois, o rapaz estava distraído em seu breve momento de folga tentando falar com a mãe pelo celular.

— Eu sei, eu sei que prometi estar aí. Diga para a vovó que eu sinto muito. — Falou. — Não posso fazer nada, tenho trabalho durante esses dias. Sei que o papai está chateado, mas eu prometo que irei recompensar vocês.

O rapaz desligou o celular suspirando.

— Era sua família? — Perguntou Derek, de repente.

— Sim.

— Eles falaram para você se demitir?

— Falam isso todos os dias.

O telefone tocou de novo e Stiles rapidamente o atendeu.

— Escritório do Sr. Derek Hale. Certo, vou dizer para ele. — Desligou. — É Carl e Theo, eles estão dizendo para você subir imediatamente.

— Estou indo, venha me buscar em dez muitos.

— Tudo bem.

Derek saiu da sala e não demorou muito para que Stiles jogasse sua cabeça na mesa, cansado. Incrivelmente, trabalhar para o Hale diariamente o deixava exausto. Stiles necessitava urgentemente de férias.


Notas Finais


Então, terão algumas modificações pequenas, mas espero que vocês não se importem. ❤️

Digam o que acham e esperam desta adaptação.

(Não tenho certeza se alguém já fez isso com o fandon de Teen Wolf, mas mesmo assim continuarei escrevendo)


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...