História The Psychopath (Imagine - Jungkook) - Capítulo 2


Escrita por: ~

Postado
Categorias Bangtan Boys (BTS)
Personagens Jungkook, Personagens Originais
Visualizações 295
Palavras 1.924
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Drama (Tragédia), Festa, Hentai, Romance e Novela, Shoujo (Romântico), Suspense, Violência, Yaoi (Gay)
Avisos: Álcool, Heterossexualidade, Homossexualidade, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Sadomasoquismo, Sexo, Tortura, Violência
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Notas do Autor


Boa Leitura~♡

Capítulo 2 - Chapter One


Fanfic / Fanfiction The Psychopath (Imagine - Jungkook) - Capítulo 2 - Chapter One

Assim que terminei com meu último paciente,caminhei até minha sala novamente,olhei no relógio e vi que faltava menos de 40 minutos para que eu pudesse ir para casa. Isso já me deixou um tanto alívida. Além do mais,hoje eu estava feliz. Meus dois pacientes conseguiram um avanço e tanto. Principalmente Krystal,que sofre de esquizofrenia. Sua mãe morreu assim que deu a luz a Garota e seu pai era um caso perdido,até mesmo já quase abusou da garota se não fossem seus irmãos. Ela é uma das minhas primeiras pacientes,nenhum dos outros médicos conseguiam lidar com ela,assim que chegou aqui,além de seu distúrbio,ela também sofria de Fobia social,até pensamos que era antropofobia, mas era apenas uma Fobia sua que se desenvolveu em sua infância. Consigo fazer ela confiar em mim,além de sermos doutora e paciente,me sinto como irmã mais velha dela,tem apenas 16 anos de idade. Como muitos já me disseram,ela era um "caso perdido". Mal se passou dois anos e ela já está a nível de rever sua família e passar alguns dias em sua casa. 

Arrumei minha bolsa e assim que iria me sentar,ouço o toque de meu celular dentro da mesma,o pego e sorrio ao ver quem me ligava.

Ligação On_

- Espero que tenha um bom motivo para me ligar no meu horário de trabalho.

- Sim eu tenho. - Pelo seu tom de voz, ela não estava no seu trabalho e sim em casa.

- Por que faltou ao trabalho hoje? 

- Como sabe que faltei ao trabalho hoje?.

- Você está praticamente gritando e tá fazendo éco. 

- Aish! Eu falei para Sara me incobrir,fui dormir tarde ontem e acabei perdendo a hora.

- Bonito em dona Lalisa.

- Aigoo! É minha primeira falta naquela empresa,e como sou uma ótima funcionaria,sei que irão me perdoar.

- Eu não. -- Digo rindo e ouço a menor bufar do outro lado da linha.

- Você me ama. E eu também te amo. Por isso,hoje iremos sair e inaugurar o avanço em ambos trabalhos.

- Sair? Amanhã é...Sábado.

- Sua desculpa de "Amanhã é segunda" não funciona mais Unnie. Hoje é sexta,podemos muito bem sair e tomar umas naquela boate maravilhosa no centro da cidade.

- Não sei não Lisa...

- Sim você sabe. Isso não foi um Não,então para mim é um Sim.

- Aish...-- Eu tinha que me preparar,estudar algumas coisas a mais,principalmente agora que irei lidar com coisas diferentes.

- Te pego as 20:30?

- Você que vai dirigir? 

- Eu sou uma ótima motorista.

- Você vai ficar bêbada e vou acabar tendo que levar nós duas,então,eu passo na sua casa assim que sair do trabalho.

- Ok então. Até daqui a pouco.

- Eu ainda irei te matar um dia garota.

Ligação Off_

Essa menina só me dá prejuízo - Penso.

Largo meu celular dentro da bolsa e me dirigir até minha mesa,Onde eu comecei a organizar aquele montinho de papéis.

- S/N? -- Levanto o olhar até a porta Onde meu chefe estava e sorrio voltando a folhear os papéis.

- Sim? 

- Pensei que já tinha ido embora.-- Sorriu de canto.

- Meu horário ainda terminou.-- Tentei soar brincalhona,mas também quis pedir para diminuir um pouco os horários.

- Na verdade,ele terminou,você apenas está aqui terminando de arrumar os papéis,por que tem Fobia de coisas fora do lugar. 

- Eu só gosto de fazer meu trabalho bem feito, Sr.Min -- Revirou os olhos de leve, mas sorriu e saiu de minha sala.

_ O que tem de bonito,tem de estranho e bipolar_

Olhei no relógio e vi que realmente, meu horário já havia acabado,e não faltava 40 minutos para o fim. Estou exausta.

Talvez sair pra beber não seria uma opção tão ruim,não faço isso a 'séculos'.

Fiquei pensativa durante alguns minutos,até me levantar,pegar minha bolsa e ir em direção a porta...Mas antes de sair,não pude deixar de voltar e organizar os papais que faltavam um em cima do outro.

A clínica já estava meio vazia,apenas os funcionários que trabalhavam de noite ficavam. 

- Até mais Peter.

- Até Doutora. -- Sorriu e entrou no seu carro,assim também como eu que entrei no meu e logo dei partida. Coloquei uma música calma e guiei meu rumo até o apartamento de Lisa.

[20:27]

Apertei a campainha e esperei ver a cara de minha amiga aparecer dentro de segundos.

- Por que demorou? -- Abriu a porta e terminou de colocar seu brinco.

- Passei na minha casa,depois no mercado...E também comprei um livro novo sobre psicopatas. -- Franziu o cenho assim que levantei e mostrei a capa do meu novo livro.

- Psicopatas? -- O pegou de minha mão e deu passagem para que eu entrasse. Fechei a porta e fui até o sofá me jogando nele.

- Sim. -- Disse simples.

- Desde de quando curte um "Serial Killer"? 

- Desde quando eu terei de conviver com um.

- O que? -- Arregalou os olhos e se sentou ao meu lado.

- Meu novo paciente tem transtorno de personalidade antissocial. Ou como vocês chamam,Psicopatia.

- Não brinca. E se ele quiser te matar? -- Revirei os olhos e ri baixo de sua pergunta. 

- Ele não é um total maníaco Lisa,pelo que li,apenas tem temperamento forte e um pouco problemático. -- Digo simples,mas também meio duvidosa com minha própria frase. Nunca lidei com um.

- Tá bom,Sei...-- O tom de ironia e. Sua voz me fez bufar e lhe dar um tapinha fraco - Aí! 

- Não me deixe nervosa. -- Suspirei,estou com um pouco de ansiedade para tratar desse meu novo paciente,ele será com certeza uma experiência nova pra mim.

- Desculpa -- Riu de canto e fez um bico - E aí, que horas a gente vai?

- Pra onde?

- Aish S/N,levanta daí. Vamos se trocar que você nem tomou banho.

- Eu tomei antes de ir pro trabalho.-- Fez uma careta e me puxou pelo braço.

- Sua porquinha. Nem me parece a S/N anti bactérias que conheço que tem nojo até de pegar comida do ralo da pia quando lava a louça. 

- Mas é nojento.

- É apenas comida molhada.

- Aish.

[21:45]

Lisa terminava de fazer sua Maquiagem,enquanto eu apenas me olhava no reflexo do espelho. Meus cabelos estavam presos num coque mal feito,possuia pouca maquiagem,apenas no básico nos olhos,sombra,delineado,máscara de cílios deixando meus cílios um tanto grandes e por fim um batom vermelhinho. Abaixei um pouco a saia cintura alta listrada e tentei me equilibrar no salto,usava salto quase todos os dias para ir ao trabalho,mas não eram tão altos.

- Se não fosse sua amiga e se não gostasse de homem,você seria minha futura esposa. -- olhei pra trás e lisa terminava de colocar seu salto enquanto sorriu maliciosa pra mim.

- Você não presta. 

[21:58]

Lisa me contava sobre o que tinha acontecido em seu trabalho ontem e eu ria dos seus "chiliques" por conta da nova secretária.  Entramos no carro e logo ligamos o rádio que estava conectado com o celular de Lisa.

Camila cabello - Crying in The club

Fomos cantando o trajeto todo,a Boate não era tão longe,só um pouco já que era uma das mais frequentadas,muitas pessoas compareciam em festas lá. Sorte a da Lisa,seu irmão é um dos CEO do local,então não maioria das vezes,quando não havia pessoas importantes ou algo do tipo,não precisavamos ficar na fila.

- Droga! -- Procurei um lugar para estacionar o carro,mas havia muitas pessoas ao redor da boate,até fotógrafos. 

- Aposto que é  Britney Spears.

- E o que ela estaria fazendo na Coréia em plena sexta feira? 

- Vai saber. -- Ri alto e voltei a procurar uma vaga,até que achei uma perto de uma Ferrari vermelha.

- Até que não foi difícil. -- Lisa comenta e eu concordo mentalmente.

Tiro a chave do contato e abro a porta assim como Lisa,saímos de perto do carro e eu apenas o travo com a chave que guardei em minha bolsinha logo após. Vimos a enorme fila,e ficamos próxima a ela,Lisa ligou para seu irmão,enquanto eu apenas fiquei ali no meio das pessoas, que eram mais meninas. Ficamos olhando para entrada encarando os dois seguranças que nos olhavam atentamente. 

- Acho que teremos de entrar na fila por enquanto. -- Diz e acabo bufando me dirigindo até o final da fila.

Ficamos ali,durânio alguns minutos,muito dos longos até ouvirmos todas as mulheres gritarem assim que uma classic limousine preta estacionar na frente da boate. Fiquei surpresa,não sabia que uma pessoa tão famosa iria comparecer a esta boate hoje. As meninas na nossa frente começaram a tirar fotos e mais fotos. Eu não consegui ver nada. Assim como Lisa que ficou com a mesma expressão que eu.

- Minto. Era o Brad Pitt mesmo.

Levantei um pouço ficando na ponta do salto e o que consegui ver foi o cabelo negro e alguns seguranças passando.

_ Aish! Esquece_- Penso.

- Liga pro seu irmão de novo.

[22:30]

- Elas estão comigo -- Assim como, BamBam disse para nós no telefone,fomos para perto dos seguranças que nos barraram,coisa que já havíamos previsto,aí ele apareceu.

- Pensei que não viria mais. -- Minha amiga abraçou seu irmão mais velho e foi na frente assim que desgrudou dele.

- Oi S/N.-- Sorriu pra mim e eu baguncei seus cabelos platinados de leve.

- Oi broto de feijão -- Em japonês,BamBam é um apedido para Broto de Feijão,quando soube disso,o apelido pegou nele.

O lugar estava realmente lotado. Lisa gritou assim que adentramos por completo e me sacudiu,Bambam foi ao seus afazeres e nos deixou ali. A música que tocava tinha um ritmo gostoso.

- Vou pegar as bebidas,ache o lugar que seu irmão pediu pra gente ficar. -- Digo próxima a sua orelha por conta do som e a mesma concorda e sai,caminho até o balcão enorme e chamo o Barman.

- S/N,a quanto tempo! -- Jong se vira para mim,já com um shot de Whisky em mãos.

- Esse é dos fortes? -- Cheiro e faço uma careta. Viro de uma vez sentindo rasgar minha garganta e tudo dentro de mim esquentar.

- O Irá querer?

- Dry Martini. 

Uma voz rouca me cortou assim que iria falar. Me virei pronta para dar um showzinho e talvez um tapa na cara do sujeito que teve a audácia de quase colar seu corpo no meu.

- A pergunta foi direcionada para mim. -- Me virei e me surpreendi com quem era o tal sujeito.

- Me diga seu nome. -- sorriu de canto e colocou as mãos nos bolsos.

- Isso não te desrespeito.

- É S/N,Senhor. -- Jong disse rápido e voltou a secar alguns copos.

- S/N...-- Mordeu os lábios e seus olhos percorreram todo meu corpo até voltar a meu rosto com um sorriso nos lábios - Sinto muito,mas ele não disse :" S/N,o que irá querer?".

- E também não disse...Qual é seu nome? -- Pude perceber que ele se surpreendeu e tentou disfarçar tal emoção.

- Em que mundo você vive?

- No mesmo que você.

- E como não sabe meu nome,senhorita?

- felizmente,o mundo não gira em torno das pessoas,principalmente as como você. -- Pude perceber o quão sua feição havia mudado. Agora ele possuía um olhar duvidoso e raivoso.

- Irei relevar a tamanha audácia que teve comigo agora,pôs desconfio que seja apenas um joguinho,igual a todas garotas difíceis.

- Eu não sou todas. -- Digo desafiadora e recebo o mesmo olhar de antes,mas agora com um sorrisinho de canto do maior.

- Ei,Kookie estão te chamando. -- Um garoto baixinho se aproximou cortando o 'Clima' pesado entre nós dois.

- Já estou indo. -- Não tirou os olhos de mim enquanto falava com seu amigo,o mesmo olhar,que agora até deu um medo. 

- Espero que assista mais televisão e saia um pouco dos livros , pequena-- Seu tom de voz era encantador e debochado,riu baixo e deu as costas,arrancando muitos olhares. Sorri de canto e respirei fundo. Mal sabe ele,que serei sua mais nova visão de todos os dias.

Até mais Jeon.







Notas Finais




Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...