1. Spirit Fanfics >
  2. The Rank 0 >
  3. Parabéns por se tornar o player 2

História The Rank 0 - Capítulo 3


Escrita por: e EdneelMo


Notas do Autor


Ziriguidum!

E

Boa leitura!

Capítulo 3 - Parabéns por se tornar o player 2


Fanfic / Fanfiction The Rank 0 - Capítulo 3 - Parabéns por se tornar o player 2

[Taiga]

Atualmente eu estava no meu apartamento, comendo um salgadinho enquanto assistia alguma série na TV Led full HD que eu comprei recentemente. Ela tem mais ou menos umas... 49 ou 50 polegadas.

Como o system não me deu nenhuma missão até agora, eu aproveitei para descansar um pouco enquanto curtia com kotone yuuga e o meu novo colega de quarto, midoriya izuku.

Em apenas um dia, o pobre esverdeado sofreu um turbilhão de emoções. Até mesmo eu não me sentiria diferente em seu lugar. Atualmente, izuku estava ao meu lado também assistindo a série que ele me disse tanto adorar, mas sua expressão não mudou e, isso seguiu desde o dia anterior.

Eu virei para o lado e o vi encarando seu braço com uma face triste. Parecia que tinha perdido algo tão importante que a unica coisa que lhe acolhe no momento é a tristeza. De fato ele havia perdido alguém importante.

Taiga- midoriya... Por que tanto encara seu braço cara? - eu perguntei segurando em seu ombro e quando o mesmo virou o rosto em minha direção, estava tão triste que as suas lagrimas eram as únicas coisas que ele demonstrava ser um "desabafo".

Midoriya- por que... Como que isso pôde acontecer... Por que comigo? - parecia que ele estava tentando me perguntar algo, mas na verdade, ele dizia isso em voz alta para si mesmo.

Taiga- izuku, não chore... Você não podia fazer nada... Era impossível de prever que isso fosse acontecer amigo...

Midoriya- Mas... Mas... Ela morreu ali... Bem ali na minha frente... Se contorcendo de dor e lentamente indo para o céu... - suas lágrimas estava caindo rapidamente e de forma intensa.

Kotone- midoriya-san, eu sei como é perder alguém que ama... Eu já passei por isso. E não foi uma vez ou duas... Foram várias! - ela tentou conforta-lo comigo e, de certa forma, parecia funcionar já que o mesmo estava diminuindo o choro e soluçando menos.

Isso mesmo, seu choro fora tão intenso que até mesmo causou soluços no esverdeado. Eu o abracei para conforta-lo também e o mesmo retribuiu com mais força.

Taiga- pronto... Pronto, eu e yuuga estamos aqui para cuidar e ajudar você no que der e vier... - eu falei fazendo carinho na sua cabeça e o mesmo enterrou sua cabeça no meu peito.

Kotone- por mais que você tenha sofrido bullying quando criança... E tenha essa recente perda, eu prometo te proteger com todas as minhas forças ta bom? - ela o abraçou e me abraçou, parecíamos uma família do jeito que estávamos - não iremos te maltratar, não vamos te abandonar, nem pensaremos em te esquecer!

Taiga- sabias palavras garota - eu falei fazendo novamente cafuné na cabeça do esverdeado que aparentava estar melhor que antes.

O esverdeado limpou suas lágrimas que estavam em sua face, encarou os dois e sorriu os abraçando novamente. Ele realmente os viam como amigos, irmãos... Até mesmo pais...

Midoriya- pessoal... Obrigado! - izuku finalmente sorriu, enquanto mostrava um resquício de esperança, eu peguei um saco fechado de doritos e entreguei para o mesmo que agradeceu, abriu o saco e começou a comer.

Devem estar se perguntando o motivo do choro intenso de midoriya izuku, isso é óbvio de se perceber. No dia anterior, quando tinha ganho uma nova esperança, havia perdido uma antiga e acolhedora esperança...

[Flashback]

Depois que midoriya havia ganho seu super poder (Venom) ele correu para casa, queria contar para sua mãe o motivo de sua alegria contagiante. eu o segui rapidamente, não podia deixar o garoto sofrer novamente. E também, por receber o poder agora, ele poderia perder o controle e fazer alguma besteira.

Assim que o mesmo chegou no prédio onde morava com sua mãe, ele adentrou o prédio - que por sinal eu também morava nele - e decidiu subir as escadas correndo, eu estava logo atrás do mesmo, sua atual velocidade não era nada pra mim, que tinha uma velocidade e agilidade muito superior.

Midoriya- será… que a minha mãe...irá gostar da novi...dade? - ele se virou para mim ofegante e cansado, deveria ser o efeito da intensa e incessante corrida que simplesmente era algo bastante evidente - Como... Você acha… que vai ser a reação dela...?

Kotone- bem... Eu acho que... Ela vai adorar saber que seu filho agora pode finalmente se tornar um herói! - yuuga chegou de surpresa e assustou o esverdeado que pulou e ficou logo atrás de mim. Ela estava tentando lhe animar mais do que ele já estava animado.

Midoriya- você t-tem razão! - ele falou com o tom de voz tímido, provavelmente ele sente vergonha de conversar com uma garota. Ou nunca chegou a conversar com uma que não seja sua mãe.

O mesmo continuou a andar assim que chegou no andar onde ficava o numero de seu apartamento. O número 505. Continuoamos andando até chegarmos perto da porta do seu apartamento. Ao se aproximar, eu senti uma enorme sede de sangue vindo da direção do apartamento do esverdeado e o segurei para que parassemos de andar.

Taiga- midoriya... Eu to com um pressentimento ruim... Não acha que deveríamos chamar... Um herói? - eu perguntei para o esverdeado que me encarou confuso.

Midoriya- do que você esta falando taiga-san? Vamos logo, minha mãe deve estar preocupada comigo, eu sai de casa era praticamente no horário do almoço e voltei praticamente no horário da janta!

Ele estava feliz e nervoso mas, pela sua hesitação, ele também percebeu que tinha algo ruim acontecendo. Mesmo assim, por mais que a sensação ruim seja deveras grande, ele decidiu ir assim mesmo.

O mesmo estava bem perto de sua porta, estava se aproximando da maçaneta e, a maçaneta começou a girar sozinha. Por mais que o esverdeado esteja ansioso, ele esperou para a pessoa abrir a porta primeiro.

Assim que ele a abriu, se deparou com um homem estranho que aparentava ter 40 anos. Seu cabelo e barba eram grisalhos e ralos, seus olhos opacos e sem vida eram evidentes, apesar da idade, o velho tinha músculos definidos. Sua vestimenta era combinada, uma calça, camisa e um par de sapatos beje. O mesmo estava com algumas gotas vermelhas na camisa e nos braços, o que deixou o encontro estranho.

Midoriya- olá... Senhor? - o esverdeado surpreso olhou para o velho que tinha quase 2 metros.

— olá crianças... O que acham de brincar comigo? Hein? Hein? Hein?

Eu puxei o midoriya e fiquei na sua frente, já kotone, abraçou o esverdeado que estava estático e paralisado nos braços de yuuga. A jovem de pele Alva pegou o seu celular e começou a ligar para a polícia. 

Taiga- Ei senhor... O que faz aqui, no apartamento do meu sobrinho? - eu menti descaradamente e o velho deu uma gargalhada.

— seu sobrinho? Até parece. enfim, eu só vim aqui através de carne fresca. E a mulher que morava aqui... Tinha carne de sobra! — o velho lambeu os lábios primeiramente e em seguida coçou sua genitália.

Naquele momento, eu pude sentir a sede de sangue duas vezes maior que a do velho assassino, aquela era a sede de sangue que midoriya exalava. Mas também, a raiva e a frustração que o esverdeado sentia, eu também senti e queria extravasar por ele. E não havia momento melhor que esse.

Taiga- yuuga, vá com midoriya pra fora deste prédio... Eu quero ter uma conversa seria com este velho psicopata! - eu falei levantando as mangas enquanto andava lentamente em sua direção.

O mesmo começou a transformar seu corpo numa gosma verde, uma gosma com uma face tão repugnante que eu sentia nojo.

— eu espero que você seja um ótimo aperitivo! — o velho sorriu enquanto lançava seu corpo gosmento em cima de mim.

Taiga- E eu espero que o seu inútil poder te proteja das porradas que eu te darei! - eu envolvi meus braço em chamas e fiz um círculo de chamas para impedir a fuga do velho gosmento.

Por fim, acabou que eu e o velho ficamos dentro do círculo. Eu avancei na sua direção e o velho lançou um tentáculo verde na minha direção, eu desviei facilmente e enquanto avançava, concentrava uma quantidade absurda de chamas na ponta dos dedos.

O velho fora lançando mais tentáculos gosmentos e eu sorri, estava indo Conforme meu plano improvisado de última hora. Agora eu me encontrava de frente para o ser de gosma, enfiei minha mão dentro do seu corpo feito de gosma e lancei bolas de fogo dentro do corpo do mesmo.

E funcionou, o corpo gosmento começou a pulsar e borbulhar rapidamente. Eu aproveitei e agarrei a parte onde estava descoberta de gosma - por causa das minhas chamas - o empurrando para a janela.

E algo esperado pela minha parte ocorreu, eu destruí a janela com o corpo gosmento e agora estávamos caindo do quinto andar. Seu muco gosmento estava de todo modo tentando me "engolir" Para se beneficiar, porém, estava finalmente carregado as chamas no meu dedo. Das Minhas pernas até meu peitoral já estavam coberto com a gosma do velho homicida e eu sorri.

— por que esta rindo garoto? — ele me encarou confuso. Sua voz distorcida por causa da gosma não me surpreendeu — você está prestes a morrer e, graças ao meu Dom, eu vou sobreviver!

Taiga- Hehehe... Tem certeza? - eu sorri e as chamas no dedo foram cobrindo minha mão e eu toquei na região de seu coração - que Deus te perdoe... Por que eu não vou te perdoar. 

A face confusa e vitoriosa do velho da gosma era visível, as chamas da minha mão na região de seu coração foram aumentando a potência e o calor.

Taiga- Se prepare... - eu falei enquanto meus olhos brilhavam na cor azul intensa - Hikken! - eu fechei minhas mãos e toquei o punho flamejante no peito do velho.

As chamas começou a evaporar toda a gosma que estava próxima do meu ataque e, com um pouco mais de força, eu afastei meu punho e o levei até a região de seu coração socando e perfurando-o sem piedade. Assim que o punho perfurou seu coração, as chamas acumuladas queimaram seu corpo de dentro pra fora, o que fez o mesmo vomitar sangue.

Eu me soltei do resto de gosma que ainda tinha e utilizei o corpo do velho para dar impulso. Eu pulei do corpo e a carcaça caiu no chão com força causando uma pequena cratera abaixo do corpo. Eu consegui aterrissar sem problema nenhum, encarei o corpo com o olhar sério e logo comecei a andar até kotone e o izuku.

A localização deles pra mim era fácil de se encontrar graças a sua aura. Assim que adentrei no prédio e fui até o quinto andar, entrei no apartamento onde midoriya e kotone estavam.

O esverdeado encarava o corpo de sua mãe praticamente nú, de sua garganta escorria sangue sem parar enquanto seus olhos perdiam o brilho. Pobre midoriya... Ganhou uma nova esperança mas... Perdeu uma antiga e acolhedora esperança...

Taiga- Midoriya, vamos lá pra casa, vem morar comigo e kotone - eu falei segurando em seu ombro.

Nesta sala... Eu podia sentir a tristeza pairar no ar, o esverdeado se levantou, limpou suas lágrimas e forçou um sorriso. Aquele sorriso forçado era o suficiente para mexer comigo e com kotone yuuga que estava se segurando para não chorar também.

Midoriya- Eu aceito... Obrigado por me ajudarem pessoal...! - o esverdeado nos abraçou e fomos para o meu apartamento.

O meu apartamento ficava no mesmo prédio onde midoriya "mora" Mas o meu andar era o Primeiro e tinha um enorme espaço, o suficiente para um grupo de até 15 pessoas morar.

Taiga- então vamos indo, esse lugar não é... Bom para o seu psicológico!

[Atualmente]

E foi isso que ocorreu até agora. O jovem midoriya sofreu a sua infância toda e tem esse novo trauma... Eu sinto pena dele e por isso que eu decidi cuidar dele. Os policiais vieram atrás e fizeram seu procedimento de sempre. Fez perguntas, cercou o local e tentou levar o garoto para um orfanato. Mas por que iria leva-lo para um orfanato se ele ainda tem parentes?

Na verdade... Inko midoriya era a única figura paterna, materna e de parentesco que o esverdeado tinha. O pai? Morreu em missão nos Estados Unidos e deixou uma quantia considerável de ienes para sua esposa e seu filho sobreviver por alguns anos.

Taiga- midoriya, eu já sei, o que acha de treinamos os seus novos poderes? - eu perguntei para o mesmo que sorriu animado com a ideia - pelo que eu li nos jornais e na internet, o teste para entrar na U.A começam em 9 meses.

Midoriya- então... Se passou um mês desde o anúncio na internet... Quando eu li, eu pensei que era fake e acabei por desanimar. - ele encarou suas mãos entreabertas e as fechou - mas agora, com esta nova oportunidade... Eu irei Agarra-la e irei me tornar o herói número 1. Serei um símbolo da paz mais capaz que o próprio all might!

Taiga- belas palavras izuku! - eu sorri enquanto me levantava. As palavras do esverdeado me traziam um ânimo tão grande que me fazia se tornar capaz de tudo - vamos treinar primeiro...!?

                 ——X Aviso X——

VOCÊ ACABA DE DESBLOQUEAR E GANHAR A MISSÃO DIÁRIA.

ACEITAS FAZER A MISSÃO DIÁRIA?

          SIM?                          NÃO?

                    ———XX———

Eu apertei na tecla SIM da tela azul e sorri. O esverdeado me encarou confuso e eu dei uma risada, kotone ao ver a face do mesmo, também deu uma risada.

Midoriya- eh... Taiga-san, o que o senhor esta fazendo...? - ele me encara confuso.

Taiga- midoriya... Você pode não enxergar, mas bem na sua frente tem uma tela azul. E nela diz que eu tenho que concluir uma missão - ele deu uma risada e eu fiquei confuso.

Midoriya- pode parar de zoar comigo taiga-san... Isso não tem graça!

Taiga- mas eu não to zoando contigo. É sério!

        ——X Missão Diária X——

POR MAIS QUE AKABANE TAIGA (JOGADOR) E COMPANHIA TENHA SOFRIDO UMA PERDA RECENTE, A ONDA DE SITUAÇÕES POSITIVAS NÃO IRÁ ACABAR, NÃO NO MOMENTO!

O SISTEMA IRÁ AJUDAR NO CRESCIMENTO DOS JOGADORES!

                   ———XX———

Taiga- olhe só, ela está aqui me dizendo que irá nos ajudar no nosso treino e tudo mais! - eu deslizei o dedo na tela azul e a mesma flutuou até ficar de frente ao rosto de izuku.

Midoriya- HaHaHaHa! Muito engraçado taiga-san!

Eu ignorei o esverdeado e comecei a ler os requisitos para concluir a missão e, me surpreendi com as recompensas e com uma palavra extra.

         ——X Missão Diária X——

MISSÃO DIÁRIA: PREPARANDO PLAYER 1 E PLAYER 2 PARA SE TORNAREM OS MAIS FORTES HERÓIS QUE EXISTEM.

AVISO: SE NÃO CONCLUIR AS MISSÕES DIÁRIAS DE AGORA EM DIANTE, O JOGADOR IRÁ RECEBER UMA PUNIÇÃO.

[Incompleto][Flexões] - (0/100)

[Incompleto][Abdominais] - (0/100)

[Incompleto][Agachamentos] - (0/100)

[Incompleto][Corrida] - (0/10km)

[Incompleto][Frutas] - (0/5)

{RECOMPENSAS}

POR SER O PRIMEIRO DIA INICIANDO A MISSÃO DIÁRIA, SOMENTE O PLAYER 2 IRÁ GANHAR UM BÔNUS.

DESLIZE SUA MÃO NA FRENTE DOS OLHOS DO PLAYER 2.

                ———XX———

O system deveria estar se referindo ao midoriya...? Por que se parar pra pensar, kotone yuuga foi a última usuária do system, mas por ser a minha... Serva... Ela é capaz de enchergar o system sem problemas nenhum.

Então… o system realmente estava se referindo ao esverdeado izuku. Mas isso era algo bom, ele irá enchergar e presenciar o que eu passo (Quase) todos os dias e, também, pelo visto, o system irá ajuda-lo a crescer.

Taiga- midoriya izuku, a partir de agora... Você será o Player two! - eu deslizei a mão na frente dos olhos do mesmo como o system havia pedido.

[Autor]

O esverdeado izuku estranhou o repentino movimentar de mão vindo do Ruivo akabane, mas não protestou ou reclamou sobre. Pelo visto midoriya izuku irá presenciar tudo o que taiga presencia... Mas isso não é algo ruim. De jeito nenhum era algo ruim!

Assim que o esverdeado piscou os olhos uma tela azul apareceu bem na sua frente causando um susto no mesmo. A tela azul tinha algumas letras importantes, mas izuku não ligou para isso, ao ver com os próprios olhos, o esver acreditou em taiga que sorriu.

                 ——X Aviso X——

PARABÉNS POR SE TORNAR UM JOGADOR!

PARABÉNS POR SE TORNAR UM JOGADOR!

PARABÉNS POR SE TORNAR UM JOGADOR!

                 ———XX———

Midoriya- ttaiga-sa..aan - midoriya estava sem reação - então era realmente verdade!

Taiga- midoriya... Em vez de falar comigo, preste atenção nessa tela azul, ela será a sua "Wikipédia Limitada" ok? - o ruivo disse e o jovem izuku sorriu acentindo.

                ——X Aviso X——

AVISO: ESTA É UMA VERSÃO INFERIOR AO SISTEMA ORIGINAL DE AKABANE TAIGA.

PARABÉNS JOGADOR!

VOCÊ PODE ESCOLHER A APARÊNCIA DE SEU GOSTO (OPCIONAL).

APÓS ESCOLHER SUA NOVA APARÊNCIA, VOCÊ DEVE ESCOLHER SEU TÍTULO.

EM SEGUIDA VOCÊ IRA OBTER SEU BÔNUS POR SE TORNAR UM PLAYER 2.

                   ———XX———

Midoriya não estava acreditando, mas naquele específico momento, ele decidiu não fazer muitas perguntas e escolheu um "título" De última hora. Ao escolher um "título" Uma nova tela azul surgiu surpreendendo o esverdeado que não negou para si mesmo, estava gostando.

               ——X Status X——

NOME: Midoriya Izuku 

IDADE: 14 anos

PROFISSÃO: Nenhuma

TÍTULO: Justice

NIVEL: 3

CANSAÇO: 0

HP: 75/75

 FORÇA: 09➕

AGILIDADE: 10 ➕ 

 INTELIGÊNCIA: 15➕

SENTIDOS: 15 ➕

PONTOS SOBRANDO: 2

GOLD ACUMULADO: 0

          ——X Habilidades X——

[PASSIVA]

MUSCULATURA - LV. 1

LINGUAGEM AVANÇADA - LV. 1

AUMENTO DE MASSA - LV. 1 (efeito do poder Venom) 

ANÁLISE - LV. MAX

[ATIVA]

LONGEVIDADE [Permanente - Todas as doenças, Venenos e Efeitos de status são curados instantaneamente] - LV. 2

ARRANCADA - LV. 1

SEDE DE SANGUE - LV. 2

LANÇA TEIAS - LV. 1

           ——X Super poder X——

[SIMBIONTE - LV. 1] É uma gosma cujo tem vida própria.

LIMITE - LV. 1 ATÉ LV. 10: Quando o cansaço atinge a porcentagem de 50%, seus poderes não terão mais utilidade.

O usuário deste poder pode pode ganhar todas as suas habilidades acima da média (sobre-humanas) além de ganhar uma armadura intangível. O simbionte é Fraco contra fogo e Fraco contra som.

            —————XX—————

Midoriya- TAIGA-SAN ISSO É INCRÍVEL!!! - O esverdeado não aguentou e explodiu de felicidade, tal ato arrancou um riso de yuuga.

Taiga- sim, isso é incrível! - o ruivo disse sorrindo. Apesar de sorrisos aqui e ali, sua face neutra surgiu de repente - agora vamos fazer este treino, temos apenas 9 meses para fazer o teste da U.A então não podemos descansar!

Midoriya- Hai taiga-san!

Taiga- eai yuuga, aceita fazer este treino conosco também? - Akabane perguntou curioso com a resposta da mesma.

Kotone- você sabe que é bom descansar e tals... Mas eu já descansei por tempo demais, hora de voltar a ativa! - ela sorriu determinadamente junto de midoriya e taiga.

Taiga- ok... É Hora do Treinamento!

Continua?


Notas Finais


Calma lá... Midoriya também tem o system agora?????
Deixem nos comentários a sua opinião sobre o capitulo, vai ser ótimo saber o que pensam sobre. Ksksksk

Até a próxima pessoal!


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...