História The Reason - Capítulo 22


Escrita por: ~

Postado
Categorias Originais
Tags Giel
Visualizações 69
Palavras 2.590
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 16 ANOS
Gêneros: Ação, Aventura, Comédia, Famí­lia, Festa, Luta, Mistério, Policial, Romance e Novela, Suspense, Violência
Avisos: Álcool, Heterossexualidade, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Sexo, Tortura, Violência
Aviso legal
Todos os personagens desta história são de minha propriedade intelectual.

Capítulo 22 - Eu vou dar o tempo que você precisar



Lipe: Seja bem-vindo!


Biel: Valeu - diz sorrindo e olha em volta.


Mane: Ela já tá na sala.


Biel: Ata... eu vou pra sala também - diz passando por eles.


Renê: Eles tem aula juntos hoje?


Ray: A última - diz indo pra sala.


[..]


Cam: E como tá sendo?


Biel: Sei lá cara. Tirando a parte que todos ficam me olhando, tá sendo estranho. A Gi tá fugindo de mim...


Dereck: Vocês não vão conversar hoje?


Biel: Eu espero que sim.


Érick: E aí! - diz se aproximando deles e se senta ao lado de Biel.


Biel: Fala...


Érick: Não te falei nada, mas a Gi tá lá na quadra sozinha - diz olhando pra ele - Não te falei nada - diz e começa a comer.


Cam: Vai lá - Biel assenti e se levanta saindo do refeitório.


[..]


Biel: Posso? - pergunta e Gi o olha assentindo.


XxX: Depois a gente se fala Gi - diz saindo com outras meninas.


Biel: Até quando vai ficar fugindo de mim?


Gi: A questão não é fugir Gabriel.


Biel: Então?


Gi: É não entender mesmo.


Biel: Você só vai entender depois que conversarmos. Mas não tem como conversar se você fica fugindo ou me tratando com indiferença.


Gi: E você quer que eu te trate como? - pergunta o olhando - Você não confiou em mim!


Biel: Aqui não é lugar pra termos essa conversa Gi.


Gi: Agora é você quem tá fugindo!


Biel: Não, eu não tô fugindo. Só não quero que todos da faculdade saibam o que realmente aconteceu. Não vou expor você e nem a mim! Vamos ter a última aula juntos, depois daqui a gente pode conversar. Pode ser?


Gi: Tá... - diz se levantando e Biel segura seu braço - O que foi?


Biel: Eu te amo! 


Gi: Podia ter lembrado disso antes de fazer qualquer coisa.


Biel: Foi por isso que eu fiz o que fiz - diz se levantando e se aproximando dela - Pra te proteger. Você sabe que por você eu daria a minha vida. Não fica brava comigo.


Gi: A gente conversa depois Gabriel - diz tentando se soltar - Eu preciso ir pra aula.


Biel: Tudo bem... - diz soltando ela.


[..]


Dereck: Como foi?


Biel: Foi uma amostra de que não vai ser nada fácil.


Lipe: Foi tão difícil assim?


Biel: Muito. Ela realmente tá magoada... nem quero saber o que me espera mais tarde.


Cam: Mas vocês vão se acertar, disso eu tenho certeza.


Lipe: Pior que eu também - diz rindo - Relaxa irmão, no começo vai ser difícil mesmo, mas depois que você contar tudo ela vai abaixar a guarda.


Biel: Eu espero mesmo viu... - diz incerto.


[..]


Érick: Então você vai embora com o Gabriel?


Gi: É... vamos ter a última aula juntos, já pego carona com ele e já conversamos.


Érick: Se depois da conversa você quiser conversar, sabe que pode contar comigo né?!


Gi: Eu sei sim - diz rindo e o abraça - Obrigada por tudo!


Érick: Que isso Gi?! - diz dando um beijo na testa dela e Biel passa por eles - É melhor você entrar - diz vendo Biel os olhando - Até mais tarde.


Gi: Até - ela olha para Biel e entra na sala.


[..]


Cam: Eu fui deixar o Biel na sala e mano, nos deparamos com a cena da Gi e o Érick abraçados e ele beijando a testa dela.


Ray: Mentira? - diz surpresa - Ele fez alguma coisa?


Cam: Não. Por incrível que pareça ele ficou só olhando.


Mane: Nossa...


Cam: Pode ter certeza que ele sentiu. 


Ray: Pra ele não ter feito nada, com certeza ele sentiu mesmo. Ele deve tá com a cabeça a mil agora.


Mane: Tadinho... - diz voltando a prestar atenção na aula.


[..]


Gi: Entra - diz abrindo a porta para Biel - Não tinha te visto na hora de ir embora.


Biel: Não consegui assistir a aula toda.


Gi: Eu percebi, você saiu da sala nos primeiros dez minutos. 


Biel: Gi eu posso te fazer uma pergunta?


Gi: Pode - diz se sentando.


Biel: Tá sentindo algo pelo Érick?


Gi: O quê?


Biel: Só me responde - diz olhando pra próprias mãos.


Gi: De onde você tirou isso?


Biel: Eu vi vocês hoje Gi. Vocês nunca tinham ficado desse jeito.


Gi: Só foi um carinho de amigo!


Biel: Não! Carinho de amigo é totalmente diferente daquilo.


Gi: Vai começar!


Biel: Gi carinho de amigo é o que eu tenho com a Ray, Jujuba e até com a Júlia! Aquilo estava longe de ser carinho de amigo.


Gi: E daí? - diz olhando pra ele - E se for mais que carinho de amigo?


Biel: Então você me fala, porque eu tiro o meu time de campo. Se você tá tendo algum sentimento pelo Érick me diz, é simples. Eu não quero ser empata foda de ninguém!


Gi: Você é muito idiota!


Biel: Sim eu sou mesmo e sei disso! Eu tô perdendo a garota que eu sou completamente louco por uma escolha que eu fiz pra protege-lá! 


Gi: Mas eu não te pedi nada!


Biel: Você não precisava me pedi Gi, quem ama sempre vai querer cuidar e proteger, tenta entender isso! 


Gi: Quem ama também confia!


Biel: Mas eu confio em você! 


Gi: Não foi o que pareceu... todo mundo sabia menos eu! 


Biel: Tenta entender que eu só fiz isso pra proteger você! - ele desce o olhar pra barriga dela - Vocês! Depois que eu soube da sua gravidez, eu quis te manter mais segura ainda.


Gi: Ficando longe de mim? Que bela maneira de proteção.


Biel: Eu nunca estive longe de você. Quando você mais precisou eu estava lá. Quem você acha que te livrou do Rafael quando você fugiu da padaria?


Gi: Você? - pergunta surpresa.


Biel: Quem você acha que chegou a tempo de salvar a sua vida e a do nosso filho naquele dia que te prenderam em casa com o gás ligado? Eu nunca estive longe de você Gi. Sempre, sempre fiquei na sua cola, onde quer que você fosse. Assim como no cemitério.


Gi: Era você?


Biel: Sim. Eu precisa muito te ver, nem que fosse de longe. Me segurei demais pra ir até você e te amparar. Não foi só em você que doeu ficar esse tempo longe, em mim doeu pra caralho também. Tirando quando eu morria de ciúmes de ter ver com o Érick. Por isso que eu tô te perguntando, você tá sentindo algo por ele?


Gi: Não. Você que é o único que eu amo. Mas eu tô magoado Biel...


Biel: Eu entendo.


Gi: Porque você não me contou? 


Biel: Porque assim como eu não queria meter o Lipe nisso, eu também não queria te meter. Eles queriam se livrar de mim pra poderem te ter. Foi aí que eu tive a ideia de forjar a minha morte pra poder ficar de tocaia e te proteger. Sempre estivemos um passo a frente deles. No dia que tudo aconteceu, a gente conseguiu pegar o Augusto e os caras do Rafael estavam na nossa cola. Pra despistar, nos dividimos e chamei pra mim a responsa. E foi aí que eu abri o jogo com o Renê.


Flash back


Renê: Porque não foi com eles?


Biel: Porque é a mim quem eles querem.


Renê: O que você tá pensando em fazer?


Biel: Eu tenho um plano muito maluco.


Renê: Desenrola - diz entrando no carro.


Biel: Você tem que me prometer que vai guardar segredo.


Renê: Desenrola Santana.


Biel: O plano deles é se livrarem de mim pra poder chegar na Gi.


Renê: Eu sei disso... - Biel arqueia a sobrancelha - Ah não! Você não tá pensando em fazer o que eu tô pensando que vai.


Biel: Se eu fizer isso eu vou poder proteger ela sem ninguém saber.


Renê: Você não vai forjar a sua morte!


Biel: Só vou fazer isso pra proteger a minha garota!


Renê: Ela vai sofrer horrores! Isso é maloquisse! Quem mais sabe disso?


Biel: Só você e o meu pai.


Renê: Biel isso é loucura.


Biel: Se você topar me ajudar podemos fazer isso agora. Meu pai já tem tudo pronto pra mim.


Renê: Cara pensa no quanto a Gi vai sofrer.


Biel: Eu sei, mas eu tô fazendo isso pro bem dela. Tá tudo certo, meu pai já arrumou um legista, vai ser um acidente de carro. Quando fizerem a autópsia vai dar positivo que sou eu, já disse ta tudo certo.


Renê: E no enterro?


Biel: O caixão vai tá lacrado, mas qualquer coisa meu pai tem um manequim feito por encomenda, não é só o Rafael que tem contatos.


Renê: Que merda Santana.


Biel: Vai me apoiar?


Renê: Apoiando ou não eu sei que você vai fazer.


Biel: Beleza, eu vou avisar o meu pai - diz pegando o celular - Só coloca o cinto, você tem que parecer machucado. Meu pai vai chegar no acidente com a equipe que ele contratou, então não vai ter problema. Eles vão fazer o acidente ter sido bem grave e vão dizer que você se salvou porque o carro bateu do meu lado, estávamos sendo perseguido - diz e Renê presta bastante atenção - Dois carros estavam nos seguindo, um nos fechou e outro bateu bem ao lado que eu estava. Você só vai dizer isso quando for interrogado, você não sabe quem eram os caras, fala a gente pensou que fosse tentativa de assalto. O carro vai tá exatamente do jeito que eu to te falando, se você falar isso vai bater, entendeu?


Renê: Entendi, mas isso tudo é uma tremenda loucura!


Biel: Eu sei, mas eu preciso fazer isso pela Gi. Eu vou entrar em contato com a mãe dela e contar tudo, eu sei que ela vai me ajudar.


Renê: Então tá bom.


Biel: Meu pai sabia de tudo, assim que o Renê topou eu apenas avisei ele


[..]


Johnson: Você tem certeza que vai mesmo fazer isso?


Augusto: Isso é loucura Gabriel.


Biel: Eu preciso fazer isso, pela segurança da Gi. E vai ser mais fácil pra pegarmos todos eles.


Renê: Eu ainda acho loucura.


Biel: Ta tudo certo, eu já programei tudo com o meu pai.


Augusto: Isso é o de menos, a gente tem muito contato, da pra fazer isso direitinho, mas o problema vai ser ver a Gi sofrendo.


Biel: Eu sei disso, mas eu tô decidido.


Johnson: Então vai acontecer.


Biel: Eu passei tudo pro Renê, ele sabe o que vai ter que contar quando for interrogado.


Johnson: Então eu vou chamar minha equipe e dar a notícia. Meu Deus a sua mãe vai ficar desesperada filho.


Biel: Eu sei de tudo isso, mas eu preciso fazer. Pai eu quero poder viver em paz. Tô fazendo isso pensando em todo mundo. Eu quero que meu afilhado cresça sem ameaças, quero ter a minha família com a Gi e quero ser feliz que e todos sejam. Não é pedi demais. Só que pra isso a gente precisa pegar esses doentes!


Augusto: O Biel tem razão - diz vendo o pessoal de Johnson chegando.


Johnson: Você vai ficar vinte dias longe daqui pra não ter perigo de ninguém te ver, o jatinho te espera - diz apontado para um carro - Até breve filho - ele dá um abraço em Biel.


Biel: Cuida da Gi por mim nesse momento difícil.


Renê: Pode deixar - diz dando um abraço nele e Biel entra no carro.


Johnson: Agora vamos fazer esse acidente - diz indo falar com seu pessoal.


Gi: E pra onde você foi?


Biel: Fui conversar com a sua mãe, ela soube de tudo e também achou loucura, porém disse que me ajudaria.


Gi: Ela sabia? - pergunta surpresa.


Biel: Sim, foi ela que me deu a notícia que seria pai. Só que eu não aguentei ficar lá por vinte dias, voltei pra cá em uma semana. Precisava agir. Fiz tudo que tinha que fazer. Você estava segura, eu te acompanhava e via tudo o que você fazia. Antes de me dar como morto, coloquei câmera em todo apartamento e escutas também. Consegui acesso as câmeras do condomínio e de grande parte da cidade, só pra poder cuidar de você e do pessoal. 


Gi: Que loucura...


Biel: Depois que descobrimos algumas coisas e do Érick e Sofi dizerem que estão do nosso lado comecei a cuidar deles também, via tudo o que eles faziam e fui atrás de saber porque você era tão importante pro plano deles. 


Gi: Descobriu?


Biel: Eu descobrir mais que isso. Desconfiado dos arquivos que o Rafael nos deu, eu fui atrás pra saber a verdade e então fui falar com o seu pai, que me abriu uma possibilidade do pai da Fernanda está vivo. Então fui procurar saber e sim, ele está vivo e muito bem por sinal. Então tirei minhas conclusões e percebi que ele é tão culpado quanto o seu pai. Seu pai não deu um golpe nele ou coisa assim, pelo contrário, esse cara é tão ganancioso que forjou a própria morte para poder aproveitar o dinheiro que ele roubou. Dei o pen drive para a Fernanda e disse tudo isso pra ela, naquele dia do seu quase acidente.


Gi: E agora? Acabou tudo isso?


Biel: Não. Eu tenho a impressão que está apenas começando. Se o Binho for atrás do pai dele, vai dar merda e sei que vai sobrar pra mim, porque foi eu que descobrir o paradeiro dele. E outra ele quer algo com a mãe da Fernanda, só não consegui descobrir o que. Por isso disse pra eles irem pra lá, porque ele estava indo. E antes que me pergunte como eu sei, também consegui acesso as câmeras da casa de repouso.


Gi: Nossa...


Biel: Disso ninguém sabe. A maioria das coisas que eu fiz, ninguém sabe Gi e não foi questão de não confiar, foi porque era arriscado. Entende porque não te contei ou não te meti nisso tudo?


Gi: Mas você podia pelo menos me dizer que estava vivo, não precisava explicar o porquê de tudo, só queria que confiasse a mim esse segredo.


Biel: Eu não podia linda... era te arriscar demais. Agora tá mais arriscado ainda, eles sabem que eu tô vivo e podem agir a qualquer momento.


Gi: Entendi... só me dá um tempo pra ingerir tudo isso. Por mais que a sua intenção fosse boa, eu tô magoada demais. 


Biel: Eu entendo... eu sempre soube que seria difícil essa parte. Mas como eu disse, tudo o que eu fiz foi pro seu bem e pra te proteger. Eu vou dar o tempo que você precisar, só te peço que me deixe acompanhar a sua gestação. Eu quero ficar o mais próximo de vocês. Te acompanhar nas consultas e no que você precisar.


Gi: Eu jamais te privaria disso, você tem o total direito. Mas eu preciso desse tempo.


Biel: Só mais uma coisa, se caso você se interessar por alguém me conte primeiro, só pra eu ficar preparado.


Gi: Se caso isso acontecer, pode deixar que a gente vai conversar.


Biel: Agora, eu posso? - diz olhando pra barriga dela.


Gi: Pode - diz sorrindo e Biel se aproxima dela e se abaixa.


Biel: Quanto tempo?


Gi: Um pouco mais de um mês.


Biel: Você vai ficar a coisa mais linda grávida Gi - diz olhando pra ele - Espero que venha um menino.


Gi: Também quero um menino - diz sorrindo.
 


Notas Finais


NÃO ESQUEÇAM DE COMENTAR!!!


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...