História The Red King (hiatus temporiario) - Capítulo 10


Escrita por: ~

Postado
Categorias Fairy Tail, Mitologia Grega, Pokémon
Personagens Alexa, Ash Ketchum, Bianca, Blue, Brendan, Brock, Charizard, Chikorita, Cynthia, Dawn Hikari, Delia Ketchum, Diantha, Gary Carvalho, Giovanni, Gold, Greninja, Hilda, Korrina, Leaf (Green), Lyra, May, Misty, Ninetales, Norman, Personagens Originais, Pikachu, Professor Birch, Professor Carvalho, Professora Juniper, Red, Sabrina (Natsume), Yellow
Tags Aventura, Fantasia, Harem, Hentai, Magia, Redxharém
Visualizações 75
Palavras 1.767
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Ação, Aventura, Comédia, Crossover, Ecchi, Famí­lia, Fantasia, Ficção Adolescente, Harem, Hentai, Luta, Magia, Romance e Novela, Shounen, Universo Alternativo, Violência
Avisos: Adultério, Heterossexualidade, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Nudez, Sexo, Tortura, Violência
Aviso legal
Alguns dos personagens encontrados nesta história e/ou universo não me pertencem, mas são de propriedade intelectual de seus respectivos autores. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos criada de fã e para fã sem comprometer a obra original.

Notas do Autor


Eae pessoal, desculpa pela demora, é que a ideia sumiu do nada e sem net. Mais, aos poucos eu vou tentar postar. Espero que gostem.

Capítulo 10 - Korrina, a filha de Afrodite


Fanfic / Fanfiction The Red King (hiatus temporiario) - Capítulo 10 - Korrina, a filha de Afrodite

Capitulo anterior

Red:c-chega, j-já deu - disse gaguejando, quase desmaiando.

Misty:ainda falta o meu - disse puxando red e o beijando ferozmente.

Quando pararam de me beijar eu estava no chão muito ofegante, não sabia o porque.

Red:v-vou d-dormir - disse corado e quase desmaiando.

Capítulo atual

Red pov's on

Finalmente era sexta, tomei banho, coloquei um casaco preto com detalhes brancos, uma calça jeans, tenis all star e meu bone vermelho e branco, chamei o pikachu e fui direto pra cidade.

Red pov's off

Red:pikachu, vamos construir uma casa espaçosa feita de tijolos ou madeira mesmo? - perguntei ao ratinho.

Pikachu:pika pika (a de tijolos é bem melhor) - disse pensativo.

Red:é mesmo, bom então vamos chamar uns amigos para ajudar a construir a casa - disse comprando os materiais e voltando na escola.

50 minutos depois...

Red:gold! - gritei.

Gold abriu a janela.

Gold:fala red! - gritou para que red possa entender.

Red:sera que você pode me ajudar a construir um barraco pra mim? - disse gritando.

Gold:claro! Só espera que eu tenho que trocar de roupa!

Red:beleza, enquanto isso vou chamar o Satoshi! - disse indo em direção a sua janela.

Gold:certo!

Red:Satoshi! - gritei e satoshi apareceu.

Satoshi:fala mano! - gritou.

Red:pode me ajudar com meu barraco?! - gritei para ele entender.

Satoshi:claro cara, só espera ai que eu vou trocar de roupa!

Red:certo, só falta o green - disse indo em direção a janela do green.

Quando cheguei, estava cansado de gritar, então joguei pedra pequenas na sua janela para evitar quebra-las.

Red:green! - disse vendo ele olhar para fora - ai quer me ajudar com meu barraco? - pergunto.

Green:claro! - gritou - já vou descer - disse pulando da janela.

Red:agora vamos esperar os outros - disse voltando para as janelas de gold e Satoshi.

Gold e Satoshi ja estavam prontos, apenas esperando red.

Red:vamos, como eu vou construir um barraco espaçoso, não sera muita coisa, já comprei os materiais e o que precisamos - disse andando para o local onde iremos construir a casa.

Quando viramos uma rua da escola, todos viram um terreno enorme vazio.

Red:sera la que vamos construir meu barraco - disse sorrindo.

Gold:parece que vai demorar....

Red:calma - disse amostrando o projeto da casa.

Gold:nossa, isso vai demorar apenas 2 dias só no maximo 3! - disse surpreso.

Red:não é?! - disse dando gargalhadas enquanto fazia uma careta.

Green:então... Mãos a obra! - disse trabalhando na parte do cimento e massa.

Satoshi carregava os tijolos, gold a madeira e eu carregava o ferro. Aos poucos construímos as paredes, metade do teto e colocamos o piso, ja era 12:00 da manhã (ou madrugada sei lá).

Sabado...

Assim que acordei, coloquei um short preto e uma camisa preto escrita na região do peitoral escrita "i love meat", fui para o local onde estávamos construindo a casa e todos estavam la trabalhando.

Red:já estamos acabando... - disse suado.

Gold:apesar de ser uma casa simples, ela é difícil - disse limpando o suor que escorria de sua testa.

Quando acabamos por dentro e por fora, ainda tinha que terminar a acabação dos quartos e os banheiros, em seguida, descansamos e fomos pra casa.

Domingo...

Quando eu estava indo para a rua, que esbarrei em uma garota que estava em alta velocidade.

Red:aiaiai, pra que isso?! - disse indignado.

???:por favor me ajude! - disse desesperada - eu faço qualquer coisa!.

Red:com o que? - disse confuso.

Quando senti um terremoto, do nada apareceu um grupo de homens que tinha pelo menos que eu contei era 100 pessoas.

Eu a puxei pelo braço, corri a puxando para um beco pequeno e escuro, coloquei ela atrás de mim a escondendo.

Red:ufa... - disse aliviado.

Quando eu olhei para trás, reparei que era uma menina, tinha lindos olhos azuis claros, cabelo loiro longo, usava uma saia e camisa vermelho e branco. Quando olhei direito para ela, vi que estava com a mão em seu seio direito. Tirei minha mão corado e virei o rosto.

???:obrigada... - disse corada.

Red:d-denada - disse corado - então, por que você estava fugindo deles?.

???:por causa da minha mãe - disse irritada - ela quer que eu me case com qualquer homem que eu ver, então ela colocou 150 homens para que eu me case e ela tenha um neto.

Red:que mãe...

???:a propósito, meu nome é korrina Lauren, tenho 17 anos.

Red:eu sou red, tenho 16 anos - disse sorrindo enquanto korrina estava corada.

Korrina:e-então red, onde você estuda? - perguntou curiosa.

Red:himperyon - disse colocando a cara e olhando de um lado para o outro para ver se tudo ja esta calmo.

Korrina:eu também! - disse animada - e de que turma você é? - perguntou.

Red:1-A e você? - pergunto.

Korrina:1-B.

Red:que maneiro - disse sorrindo - Como se eu me importasse - pensei.

Korrina:vamos andar por ai, sair daqui.

Red:certo.

Enquanto andamos pela cidade, meu corpo começou a ficar quente.

Red:o que esta acontecendo? Eu sou imune ao calor! -pensei com a mão no coração.

Korrina:red, ta tudo bem? - perguntou.

Red:n-nao é nada - disse com um sorriso fraco.

Korrina:ah tudo bem então - disse me puxando.

Korrina começou a andar pela cidade procurando algo, enquanto me puxava ela viu uma barraca onde vendia carne assada.

Korrina:quanto é senhor? - perguntou.

Vendedor:são 2.000 ¥en.

Korrina:aqui - entregou o dinheiro para o vendedor e pegou a enorme carne.

Enquanto ela comia, a dor de repente sumiu.

Korrina:red quer um pedaço - perguntou oferecendo a carne.

Red:aceito sim - disse sorrindo.

Assim que toquei na mão de korrina, meu corpo começou a ficar quente de novo, só que dessa vez ficou mais intenso.

Korrina:red, vai pegar não? - perguntou inclinando a cabeça.

Red:vai comendo ai, depois eu pego - disse dando um sorriso fraco.

Korrina:bom que sobra mais pra mim - disse dando uma única mordida na enorme carne, mastigando e em seguida engolindo.

Red:o que essa garota tem na barriga? - pensei com uma gota na cabeça.

Korrina:vamos, já estamos chegando - disse animada.

Red:v-vai na frente - disse um pouco cansado e ofegante por merda nenhuma.

Korrina:tem certeza de que você esta bem? - perguntou preocupada.

Red:c-claro que estou, é só que eu esqueci uma coisa - disse correndo para uma rua.

Corri para uma rua próxima e encostei na parede.

Red:o que foi isso? - disse surpreso pelo estado em que estava.

Depois que parou, eu voltei e entrei com a korrina.

Red:então korrina, você tem alguns amigos? - perguntei.

Korrina:não muitos, poucos se arriscam a ficar do meu lado - disse triste.

Red:você é minha amiga - disse olhando para ela - eu te ajudei, saímos juntos e nos divertimos ue.

Korrina:então somos amigos mesmo! - disse pulando em cima de red e o derrubando no chão.

Quando eu abri os olhos vi que korrina estava sentada em cima de mim e pude ver sua calcinha branca.

Korrina:m-me desculpe! - disse vermelha e se levantando de cima de red.

Red:c-claro eu te perdôo - disse com o rosto virado para esconder o rubor em suas bochechas.

Korrina:P-porque não vamos logo? - perguntou voltando ao normal.

Red:ah claro - disse normalmente.

Assim que entramos, green, satoshi e gold estavam irritados e bufando.

Res:o que foi? - perguntei.

Gold:você saiu...

Satoshi:e se esqueceu de ajudar...

Green:NA OBRA!!!

Red:me desculpa, me desculpa, me desculpa!!!

Korrina:green!? - disse surpresa.

Green:korrina? O que faz aqui?! - disse surpreso.

Korrina:aquela velha historia de casamento.

Green:ela não desiste não? - disse suspirando.

Red:que surpresa... Vocês se conhecem! - disse sarcastimente.

Green:então você desistiu da obra só para sair com ela?! - disse indignado.

Red:claro que não, eu a encontrei sendo perseguida por mais de 100 homens! - disse tentando se defender.

Green olhou para korrina e ela acenou.

Green:então vamos começar? - disse animado.

Red:deixa pra amanhã, olha para o céu - disse olhando para o céu já escuro.

Green:que droga! - disse irritado - da próxima vez você faz sozinho então.

Red:cala a boca pikachu! - disse irritado e encostando a testa na de green.

Green:o que disse Foguinho?! - disse irritado com a testa na de red tentando medir força.

Red:pikachu, vai fazer o que?! - disse irritado.

Eu e green começamos a luta enquanto gold pegou um pote grande de pipoca e satoshi, korrina sentaram em uma cadeira para assistir a luta. Assim que tudo acabou, green estava no chão com marcas roxas pelo corpo e a mesma coisa comigo.

Gold:por que parou? - perguntou.

Satoshi:é estava tao maneiro - disse colocando uma pipoca na boca.

Red:green, que tal se fizermos uma trégua? - disse olhando para green que logo entendeu o que eu quis dizer.

Green:claro.

Assim que os três entenderam o que eu e green estavam dizendo, começaram a correr.

Red:hahahahahahaha - cai de gargalhada.

Green:v-viu como eles dispararam?! - disse não se aguentando de tanto rir.

Red:aiaiai p-preciso ir - disse tentando parar de rir.

Green:ate amanhã.

Red:ate.

Quebra de tempo 22:00 hs...

Eu estaca deitado na cama olhando para o teto entediado, então decido ir beber água. Assim que desci as escadas, peguei o meu suco favorito, maracujá. Após bebe-lo, subi para ir dormir, porém não estava com sono, decido ir até o ultimo andar da escola e faço o que adoro fazer, deito no chão e observo as estrelas.

Red:o céu estrelado.... A melhor coisa que se pode ver - disse fechando os olhos.

???:realmente... - disse admirado.

Eu assim que eu olhei, usei minhas mãos e me arrastei para trás assustado.

Red:waaaaah! - gritei assustado - não me assuste!

???:kkkkk foi mal - disse caindo na gargalhada.

Red:então, o que você quer? - perguntei.

???:eu só vim aproveitar a beleza deste mundo humano - disse olhando para o céu.

Red:ata...

???:enfim, você conseguiu uma namorada? - perguntou sorrindo maliciosamente.

Red:a-ainda não - disse envergonhado.

???:ai ai, você devia arranjar uma namorada red - disse suspirando.

Red:e quem é você? Vai poder falar? - perguntei curioso.

???:hoje não dá, deixa pra amanhã, pois ele não vai deixar.

Red:"ele"? - perguntei.

???:sim, no momento não pode te falar, mais amanhã eu vou dar um jeito.

Red:não tem nenhuma dica de quem é você? - perguntei.

???:deixe-me ver... O que eu pode te dizer é que eu sou seu pai - disse sorrindo - ate mais!

Da mesma maneira que o ser encapuzado que diz ser meu pai apareceu, também sumiu.

Red:p-pai? - arregalei os olhos e senti meu Coração acelerar - não, não, meu pai morreu no incêndio.

Então quem era aquele ser que afirma ser meu Pai?

Continua


Notas Finais


Eai o que acharam?. O ser encapuzado era pai de red?. Ate a próxima. Flwss


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...