História The Red Sin - Capítulo 5


Escrita por:

Postado
Categorias Yuri!!! on Ice
Personagens Christophe Giacometti, Emil Nekola, Georgi Popovich, Hiroko Katsuki, Isabella Yang, Jean-Jacques Leroy, Ji Guang-Hong, Kenjiro Minami, Lee Seung Gil, Leo de la Iglesia, Lilia Baranovskaya, Mari Katsuki, Michele Crispino, Mila Babicheva, Minako, Nikolai Plisetsky, Otabek Altin, Personagens Originais, Phichit Chulanont, Takeshi Nishigōri, Victor Nikiforov, Yakov Feltsman, Yuri Katsuki, Yuri Plisetsky
Tags Yuyuuri
Visualizações 21
Palavras 1.060
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Ação, Aventura, Famí­lia, Ficção, Lemon, LGBT, Mistério, Romance e Novela, Shounen, Suspense, Violência, Yaoi (Gay)
Avisos: Álcool, Bissexualidade, Estupro, Gravidez Masculina (MPreg), Homossexualidade, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Mutilação, Nudez, Sadomasoquismo, Sexo, Tortura, Violência
Aviso legal
Alguns dos personagens encontrados nesta história e/ou universo não me pertencem, mas são de propriedade intelectual de seus respectivos autores. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos criada de fã e para fã sem comprometer a obra original.

Notas do Autor


OLÁ OLÁ MOCHI TA NA ÁREA NOVAMENTE, ESPERO QUE GOSTEM DESSE CAPITULO.
ATÉ AS NOTAS FINAIS.

Capítulo 5 - Capítulo.5- Comprado.


  yuuri não para de pensar na merda que havia feito enquanto olhava para yurio que dormia tranquilamente no banco de trás.

-- Puta que pariu.- Murmurou enquanto olhava para yurio. Ele não acreditava que havia enfrentado o proximo chefe da mafia russia por causa de um garoto Stripper.

O carro virou em uma avenida e teve sorte por não estar com trânsito. Mandou o motorista pisar no acelerado e então ouviu algo que o fez da um minimo sorriso; Yurio resmungava. olhou para o garoto deitado em seu banco coberto pelo seu blazer e o viu se remexe. o efeito da droga estava passando e isso foi o gatilho para yuuri mandar seu motorista ir mais rápido. os dedos de yuuri batutavam no banco enquanto olhava para o loiro que parecia mais desperto.

-- O-onde... e-estou?.- murmurou levando a mão a cabeça confuso.

-- Não se mexa muito, seu corpo deve estar dolorido.- disse yuuri usando um tom doce.

-- Q-quem é v-você?.- perguntou yurio apertando os olhos pela dor de cabeça causados pelos flash de memória.

-- Sou yuuri.- disse sorrindo.-- Agora deite.

Yurio relaxou se completamente, mergulhando profundamente em sua mente. O nome do único homem que podia o salvar daquele pesadelo o fez se entregar a um sono profundo e tranquilo que o jovem loiro tanto deseja esses dias. O tal ato do jovem loiro deixou yuuri feliz e calmo, o fazendo relaxar no banco do passageiro.

"Como ele pode ser tão lindo?"

Yuuri se perguntava enquanto olhava para yurio que ja estava entregue ao sono.

-- Senhor... Ja estamos em sua mansão.-disse o Motorista enquanto abria a porta para yuuri.

Yuuri suspirou e saiu do carro.Checou a rua em frente a mansão apenas para ter certeza que não havia sido seguido. Quando teve certeza que estava tudo em ordem pediu para que o motorista abrisse a porta e com cuidado yuuri pegou yurio no colo que ainda estava em sono profundo.

-- Quero todos os seguranças de plantão.- ordena Yuuri subindo as escadas levanto yurio até seu quarto.

Subir as escadas para o quarto seria um desafio, mas fez. devagar e com paciência para subir ate o segundo andar onde ficava seu quarto. A casa era enorme e isso incomodava um pouco yuuri mas não podia se desfazer dela já que ganhou dos seus pais. Havia seis quartos com banheiro próprio, Um salão principal, salão segundario, Sala de reuniões, escritório, biblioteca, uma enorme cozinha com área de jantar, um enorme jardim que era cercado por enormes muros de concreto e uma Sala que usava para praticar ballet que era sua paixão.

Deitou yuuri em sua cama e tirou as algemas e a coleira que usava. Deixou as luzes desligada pós sabia que yurio poderia se sentir incomodado. Tirou a gravata vinho, se sentou na cadeira macia.

-- Porque me salvou?.- perguntou yurio em um sussurro enquanto tentava se sentar na cama.

-- Eu sinceramente não sei.- disse yuuri se levantando da cadeira e se aproximando do loiro.-- Venha.

-- pra onde esta me levando?.-peguntou yurio confuso, Mas não mostrou existência quando o moreno o pegou no colo.

-- Pro banheiro. Acha que vou deixar você dormi com o cheiro daquele lugar?.- respondeu yuuri levando yurio até o banheiro, ligou as luzes do banheiro e percebeu um movimento de incomodo do loiro.

-- incomoda?.

-- Não... Estou bem.- Murmurou e fora conduzido até dentro do box, Vendo o homem lhe soltar e levantar as mangas.-- O que está fazendo?!.

-- Vou te ajudar a tomar banho.- disse yuuri lindo o chuveiro, mas o moreno havia esquecido de colocar em uma temperatura mais alta.

--PORRA!, Banho frio??.

-- Desculpe, Mas vai ser gelado mesmo.- disse yuuri, o jovem se encolheu na parede e tentou fugir varias vezes mas foi impedido pelas mãos ágeis do moreno.-- Pronto!.

O moreno com delicadeza tirou yurio de dentro do box. Jogou uma toalha encima dos cabelos do jovem e começou a secar os cabelos loiros. Quando terminou de secar o cabelo e o corpo do jovem, o levou para o quarto novamente e o colocou sentado na cama. Yuuri foi até o seu enorme closet e pegou uma blusa grande de frio azul e uma cueca preta que havia acabado de comprar. Entregou as peças para o garoto e o ajudou a vesti-las. A cueca preta havia um pouco larga em yurio, Já a blusa ficou parecendo um vestido que ia até o joelho.

Deitou Yurio na cama e o cobriu ate o ombro os ombros, Yurio deu um longo bocejo. Estava com sono, Mas preferia olhar para yuuri enquanto o mesmo sentava ao lado dele na cama.

--yuuri...- chamou o moreno que o olhou em seguida.

-- Amanhã conversamos, Apenas durma.-disse Yuuri enquanto passava os longos dedos pelos cabelos loiros de yurio.

Yurio olhou para o homem ao seu lado um pouco curioso. Ele era bem mais alto que ele, e bem mais forte. Suas feições mostravam traços claros de delicadeza e Genteliza, Mas seus ollhos avermelhados davam o ar de poder, sarcasmo com uma pitada ds ironia. Durante o tempo que estava no carro, prestou atenção em todos os movimentos e expressões que yuuri fazia. Observou com atenção, quieto enquanto fingindo que dormia no banco de trás, que mesmo se tudo estivesse em ruinas Yuuri continuava a sorri para ele mesmo que estivesse preocupado. Yuuri era um misterio para si, e por mais que sua mente dissesse para sair dali, Yurio não queria. Sua vontade era descobrir mais sobre aquele empresario tão Sensual e misterioso.

-- Amanhã.... Você me explicará tudo.- disse yurio em um tom baixo pós o Sono havia chegado com rapidez , Se ajeitou perto do braço do moreno e fechou os olhos lentamente caindo em sono.

O coração de yuuri acelerou, A consciência pesou. O peso da responsabilidade que havia caido em suas costas. Yuuri estava tão atordoa com aqueles estranhos sentimento que não sentia a tempos que acabou pegando um maço de Malboro que estava encima do seu criado mudo junto com um isqueiro. Pegou um filtro e acendeu. Ele nunca teve o âmbito de fumar Mas sua mente estava confusa e o Nicotina poderia ajudar seu corpo relaxar. Terminou o cigarro em menos de minutos e colocou o filtro em seu sincero.

Se ajeitou na cama com muitado para não acordar o loiro e fechou os olhos aproveitando o silencia que estava. Em sua mente não tinha espaço para se arrepender do que havia feito, Mas agora ele deveria pensar em uma solução.


Notas Finais


Woow as coisas estão começando a esquentar.

Yuuri comprou nosso amado yurio, o que sera que nosso moreno vai fazer agr?.
Será que Ivan irar atrás de yurio?.
O que será que acontece com Nicolau?.
Descubra nos próximos capítulos.☆♡☆♡☆♡☆


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...