História The Rejected Ômega - Capítulo 3


Escrita por: ~ e ~amoojimin

Postado
Categorias Bangtan Boys (BTS)
Personagens J-hope, Jimin, Jungkook, Suga, V
Tags Drama, Jikook, Jimin!top, Kook!bottom, Rejeição, Taeyoonseok
Visualizações 1.210
Palavras 2.108
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Comédia, Drama (Tragédia), Famí­lia, Ficção Adolescente, Lemon, Romance e Novela, Slash, Yaoi (Gay)
Avisos: Homossexualidade, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Nudez, Sexo
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Notas do Autor


Yeey óia eu aqui novamente hsudhsa
Obrigada pelos 100 favoritos pessoas <3 Sério mesmo ;3 To muito feliz

Capítulo 3 - Terceiro


Fanfic / Fanfiction The Rejected Ômega - Capítulo 3 - Terceiro

Os irmãos Park conversavam no quarto do loiro. Taehyung irritava o mesmo, tagarelando sobre seu dia com o namorado, tentando convencer Jimin a arrumar um. O mais alto fazia questão de enaltecer o seu namorado, deixando claro o quanto ele era maravilhoso. Jimin bufava a cada momento em que o avermelhado pronunciava o nome do amado. Ele sabia que Taehyung era louco pelo garoto, mas isso não significava que o ruivo tinha o direito de ficar o tempo inteiro falando do mesmo.

- Minnie, o Seok me convidou para ir ao cinema com ele. Você pode me levar? – o avermelhado perguntava ao irmão.

- Não. Pegue um táxi, ou chame um  dos motoristas – o alfa respondeu e pegou o celular.

- Ah, Jimin-ah, vamos, por favor – o garoto insistiu puxando a mão do loiro. – Por favor. Por favor. Eu deixo você em paz pelo resto do dia. – puxou até que o mais velho estivesse em pé.

- Não. Você pode me servir por uma semana. Pelo resto do dia, você vai para a casa do Seok transar com ele – o alfa riu do irmão e sentou novamente.

Taehyung pensou por um momento, porém aceitou a proposta do mais baixo. Poderia pegar um táxi ou chamar um de seus motoristas, mas queria que o Park o levasse, pois seu amado queria vê-lo e tirá-lo da “seca”. O ruivo queria que seu irmão tivesse pelo menos uma namorada, ou namorado, mas Jimin parecia não querer algo sério com alguém.

Agora os dois, após se arrumarem, seguiam para o carro do loiro. Jimin pensava que apenas deixaria o irmão no shopping e logo voltaria para casa. Mas estava totalmente enganado. Ao chegarem, Taehyung obrigou o alfa a entrar com ele, irritando o outro. Como era fácil deixá-lo irritado.

- Você disse que eu só o deixaria aqui. – Jimin resmungou, enquanto era levado pelo irmão até a ala do cinema.

- Deixa de ser chato e vamos logo. – o avermelhado bufou e continuou puxando o outro alfa até o local combinado.

Ao chegarem, se surpreenderam com a imagem do novato da escola ali, parado ao lado do namorado do avermelhado. Taehyung não perdeu tempo e correu, abraçando o ômega de cabelos castanhos – o alvo da sua paixão e admiração – que tinha um sorriso radiante. Enquanto isso, Jimin andava calmamente na direção dos demais. Posicionou-se ao lado do novato, ao mesmo tempo em que observava o irmão e o amigo aos beijos. Jungkook apenas revirou os olhos e cruzou os braços, encarando o casal que não parecia se importar em estar daquela forma num local público.

- Com licença. – o mais novo do grupo chamou, sendo ignorado – Ei, vocês! – novamente ignorado.

- Não adianta, eles não vão parar tão cedo... E o pior é que estamos em frente a ala de cinema servindo de vela. – Jimin suspirou. Queria estar em casa, dormindo.

- Por que o idiota do Yoongi me deixou sozinho com o Hoseok... – Jungkook bateu em sua própria testa,  xingando o irmão mais velho.

Após uns minutos, o casal pareceu lembrar-se da presença dos outros dois garotos e os encararam. Jungkook continuava de braços cruzados, enquanto olhava para o lado. E Jimin tinha as mãos no bolso da calça e olhava para o garoto de pele clara e cabelos castanhos ao seu lado. Um sorriso brotou nos lábios do outro Park, que ainda se encontrava com os braços envoltos da cintura do namorado.

- Que sorriso é esse? Vamos logo, eu queria estar em casa, mas aquele imbecil me abandonou aqui. – o Jeon reclamou, referindo-se ao irmão beta que o deixara com o moreno.

- Para de ser chato, Jungkook. – o ômega resmungou, se desvencilhando dos braços do namorado. – Já compramos os ingressos para vocês, Yoongi teve que voltar para casa e deixou esse, então o Minnie pode ficar.

E assim o quarteto comprou as comidas e seguiram para a sala onde os trailers já haviam começado a passar. Taehyung sentou ao lado de Hoseok, enquanto Jimin sentara ao lado de Jungkook, este que se incomodara um pouco. Não entendera o porquê, mas seu coração palpitou ao sentir a mão do Park na sua, mesmo que por um instante. Retirou sua mão do braço da poltrona, colocando a mesma sobre sua coxa e sentiu o olhar confuso do alfa ao seu lado.

Finalmente o filme começou, e logo o quarteto olhava para a grande tela. Bom, apenas dois deles. Taehyung e Hoseok se beijavam, enquanto Jimin e Jungkook tentavam prestar atenção ao filme, e não se importar com o som de lábios se estalando ao lado do acastanhado. Jimin pensava em reclamar com os dois, entretanto, sabia que nada adiantaria, eles não o ouviriam. Então apenas se contentou a manter os olhos fixos na tela, assim como Jungkook.

(...)

Era outro dia, Jungkook ficara na casa de Hoseok na noite anterior. Sorte sua que deixara algumas roupas suas na casa do mais velho, então precisava apenas ligar para o irmão para este levar seu material escolar. E foi o que fez, Yoongi logo chegava na casa do ômega, que também se encontrava arrumado para a faculdade.

Yoongi entregou o material ao mais novo assim que o mesmo entrou no carro, juntamente a Hoseok, e seguiu para o colégio do garoto. Jungkook, como sempre, ficara apenas com seu celular e fones de ouvido, enquanto Hoseok e Yoongi conversavam. Ao chegarem ao colégio, Jungkook se despediu de seus hyungs e saiu do carro, entrando no local de estudo. Assustou-se ao sentir braços envolvendo seu corpo, quase o fazendo cair.

- Jungkookie. – reconheceu a voz e bufou. Tentou se soltar do alfa que o apertava. Não tinha nenhuma intimidade com Taehyung.

Sentiu seu corpo ser puxado e olhou para seu irmão que se encontrava com um semblante nada bom. Yoongi o apertou em seus braços e passou a discutir com o alfa, que logo revidou, aumentando sua voz e assustando o ômega. Yoongi, ao ver o irmão encolhido em seus braços, fechou a mão em punho e ergueu, mencionando bater no Park, porém foi impedido por Hoseok que explicou que aquele era apenas o jeito de Taehyung.

Mesmo com tudo “resolvido”, Yoongi continuou irritado com o alfa, e Taehyung não estava diferente. O beta foi embora, enquanto Jungkook era o alvo dos olhares e murmúrios. Os alunos diziam que o ômega, mal chegara na escola e já estava ficando com os irmãos Park, além de trair o próprio “namorado”. Como eram idiotas. Jungkook pensou, se aproximando de Taehyung. Este que se encontrava irritado, sentado ao lado do irmão e xingava o beta de todos os nomes possíveis.

- Ei, desculpa pelo Yoongi, e não fica com raiva do Seok, ele e o Yoon são amigos. – Jungkook sentou ao lado do alfa. – Mas você também não deveria me abraçar assim, do nada. Além de não termos intimidade. – o mais novo revirou os olhos se levantando. – Agora eu vou para sala, antes que eu bata nesses idiotas que não sabem de nada e ficam falando asneiras por ai.

(...)

Na sala, Jimin aturava o irmão reclamando. O avermelhado não se esquecera do ocorrido mais cedo, além de estar enciumado, Tae reclamava que o beta não sabia de nada e já “partia para o ataque”. Jimin também ouvia as garotas e garotos falando sobre Jungkook, o ômega era alvo de piadas, xingamentos e aquilo, de certa forma, o irritava. Mesmo não conhecendo tão bem o mais novo, sentia que ele não merecia tudo aquilo. Na verdade, ninguém merecia.

Saiu de seu transe ao ouvir um rosnado do avermelhado a sua frente. Taehyung continha uma expressão irritada no rosto, parecia o chamar a horas, porém estava perdido em pensamentos. Olhou para o alfa e arqueou uma sobrancelha, esperando o garoto falar algo. Tae apenas bufou e se virou para frente, pegando o celular que insistia em tocar. Estavam com a aula vaga, então o avermelhado passou o resto do tempo mexendo no aparelho, provavelmente conversando com o namorado.

Ao soar o sino para o intervalo, logo os garotos se encaminhavam para o refeitório, para comprar o lanche. E depois disso, se dirigiram diretamente a mesa onde Jungkook se encontrava com uma bandeja, nela continha um prato de misto quente e um copo de suco. Os irmãos sentaram-se, recebendo um olhar confuso do mais novo que logo ignorou e tornou a comer sua comida.

 Jungkook apenas não esperava que alguém passasse atrás dele e “sem querer” derrubasse suco em si. Ah... Como aquilo o irritara! Ouviu a risada escandalosa vinda das suas costas, junto das outras pessoas ao seu redor, menos a de Taehyung e a de Jimin. Os dois alfas se encontravam completamente irritados. Jungkook se segurava ao máximo para não virar e socar a cara da culpada. Suas mãos estavam fechadas em punho, seu peito subia e descia numa respiração profunda e lenta, ele tentava se acalmar como podia. Tentativa totalmente fútil, pois a cada segundo sua raiva só aumentava.

Antes mesmo de Jungkook perder o pingo de sanidade, que ainda tinha, fora tirado do refeitório. Ao olhar para o ser que o levava para sabe-se lá aonde, se surpreendera. Jimin parecia muito, mas muito irritado. Parecia que o alfa queria afundar a cara de alguém, seu rosto estava vermelho e o maxilar tenso. Ao chegarem em um lugar, que Jungkook deduziu ser o vestiário da quadra, Jimin perguntou se o mais novo tinha alguma roupa reserva e o mesmo negou com a cabeça, então o Park apenas abriu seu armário e pegou uma vestimenta para o ômega.

- Pegue, vista. É um moletom que os membros do clube de basquete ganham. Me dê sua blusa, eu vou lavá-la e trago para você amanhã – o loiro pediu entregando o moletom para o castanho, que mesmo relutante, pegou. – Você... Pode se trocar ali, nos chuveiros, ou eu posso esperar lá fora.

- Não... Eu me troco nos chuveiros... – Jungkook respondeu constrangido e seguiu para o local indicado. Tirou sua camiseta e pôs a que o Park havia lhe dado, mesmo estando quente, não tinha outra opção. Ao sair, encontrara Jimin com os olhos perdidos numa direção qualquer. – Ei, Park. – chamou a atenção do mais velho, tendo esta inteiramente para si. – Obrigado pelo moletom...

- Ah, de nada. – o alfa sorriu, estendendo a mão. – Me dê a sua camisa, eu lavo.

- Hm? Não, eu posso lavar em minha casa. – o mais novo riu fraco. – Mas, então, você no clube de basquete? Não é muito pequeno? – o Jeon indagou analisando o alfa.

- O que? Eu sou centímetros menor que você, quase do seu tamanho. – o Park se aproximou do mais novo. – E você me respeita, que eu sou seu hyung.

- Está bem, hyung – o Jeon fez aspas com os dedos ao falar hyung. – Você acha que eu obedeço aos mais velhos? Se obedecesse eu não teria sido expulso de várias escolas.

Jimin apenas bufou e saiu do  vestiário, logo em seguida Jeon foi pelo mesmo caminho. O sinal já havia tocado, porém os dois ainda estavam na quadra. Jimin sabia que entraria numa boa na sala, já que os professores o amavam tanto e poderia muito bem dizer que estava em uma reunião com o reitor. Já Jungkook, ah... Este seria um problema. Jungkook sabia muito bem que o professor não o deixaria entrar, não deixaria dizer qualquer coisa. Suspirou frustrado e alto, recebendo o olhar preocupado do Park.

- Aconteceu algo? – Jimin perguntou ao mais novo que apenas coçou a nuca.

- Acho melhor eu achar um lugar para me esconder – Jungkook riu sem humor. – Sei que o professor não me deixará entrar. – Ele poderia não transparecer, mas se sentia triste com tudo. Sabia que qualquer coisinha, uma simples coisinha, poderia ser expulso, e seu pai – novamente – teria que arranjar um colégio novo, mais um problema para si.

- Ah... Eu posso falar com ele. Não se preocupe. – Jimin riu se aproximando do mais novo. – Ele deixará você entrar.

- Tem certeza? – o castanho arqueou uma sobrancelha.

- Absoluta! – Jimin riu passando seu braço pelo ombro do mais novo. Tendo o mesmo tirado do local.

- Não te dei essa liberdade toda. – o ômega se afastou do loiro, andando na frente.

Jimin tinha quase certeza que uma grande gota estava atrás de sua cabeça. Um sorriso envergonhado estava desenhado em seus lábios e a primeira coisa que passava em sua mente era: “como ele é difícil”. Realmente, Jeon Jungkook era complicado e arredio. Mas aquilo não era problema para o Park, não importava como, conseguiria conquistar a confiança do ômega. Conseguiria quebrar esta barreira que o Jeon criara entre si e as pessoas ao seu redor.

 


Notas Finais


Enton? O que acharam? Espero que tenham gostado ^^

Minha beta maravilhosa @Lyssu @Leemika_ Não rolou o Taegi que eu disse hsauhuahdas Ainda

Fanfic nova:

https://spiritfanfics.com/historia/my-little-hybrid-9972226

Grupo do Whatsapp

https://chat.whatsapp.com/8949TUOTFTkAsAPDs8myUH


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...