1. Spirit Fanfics >
  2. The restart >
  3. Um pouco ignorante

História The restart - Capítulo 1


Escrita por:


Notas do Autor


Boa leitura ;)

Capítulos todos os dias às 14:00

Capítulo 1 - Um pouco ignorante


Fanfic / Fanfiction The restart - Capítulo 1 - Um pouco ignorante

POV Joalin

Eu sempre sonhei com este momento e agora que finalmente chegou estou com medo, na verdade não é medo é um receio no qual eu não sei muito bem de que, pode ser de dar tudo errado porque eu não sei se vou conseguir tirar nota o suficiente para permanecer lá, ou por eu não saber o que me espera após eu pegar esse avião. Sim eu estou no aeroporto esperando o horário de ir. Todos os meus amigos estão aqui desabando em choro, vou sentir muito a falta deles mas acho que isso não é motivo para quase morrer de chorar. Meus pais estão me dando várias advertências sobre a viagem e outras coisas que eu não faço a mínima ideia pois não estou prestando atenção. Estou presa em outro pensamento, um em que quero descobrir o que me veio a cabeça para morar com uma família desconhecida por mim durante um ano inteiro e ficar longe dos meus pais e meus amigos, principalmente da Pamela. Ela é minha melhor amiga desde sempre, nascemos praticamente juntas e ela me conhece melhor que eu mesma. Saio de meus devaneios quando a Pamela pula em mim num abraço, o melhor abraço de todos.

Pamela: Eu vou sentir muito a sua falta - ela diz em meio a soluços

- Eu também - uma lágrima involuntária escorre pelo meu rosto abrindo espaço para outras que estavam guardadas

Ouço um sinal percebendo que é o meu vôo, limpo as lágrimas e saio daquele abraço, aquele que só vou sentir daqui um ano.

Mãe: está na hora de ir - diz me abraçando- não esqueça de ligar para mim quando chegar lá.

- ta bom mãe

Pai: e a família irá te buscar - diz pela décima vez

- tá

Dou um abraço em todos e vou para não perder o vôo. O caminho foi tranquilo, eu dormi o tempo inteiro. Quando finalmente cheguei em LA eu liguei para os meus pais como o combinado enquanto pegava minhas malas. Avisto a família de longe. Um casal e um garoto que deve ter a minha idade. Me aproximo deles e a moça imediatamente abre um sorriso e eu retribuo. O homem da um pequeno tapa no filho que está mexendo no celular, deve ser para ele me olhar. E quando finalmente chego mais perto deles eu agradeço mentalmente aos meus pais por terem me obrigado a fazer aulas de Inglês.

narrador: apartir de agora as falas são em inglês e quando ela falar algo em espanhol será avisado

Vanessaolá, meu nome é Vanessa, esse é meu marido Matt e meu filho Bailey - aponta o marido e para o filho respectivamente.

- Oii, eu sou a Joalin- digo dando um rápido abraço nela e depois em seu marido, sempre com meu melhor sorriso, quero passar uma boa impressão. Estendo a mão para o garoto que parece me ignorar, então abaixo a mão lentamente fingindo que ele me respondeu com um "oi tudo bem?"

Vanessa: bailey!! - diz dando bronca

Bailey: Que? - ele me olha e eu dou um sorriso- Ah, oi - e volta a mexer no celular

Matt: Então vamos? Temos que preparar o jantar e a Joalin precisa se organizar. -diz pegando as minhas malas e as levando para o carro, o seguimos e entramos. Pego meu celular e tem um monte de mensagens da Pamela.

Celular on: (em espanhol)

PamEiii

Pam: já chegou?

Pamvai me ignorar??

Pam: quero um tour pelo quarto

- calmaaaa

- Eu estava no avião, agora estou indo para casa

Pame aí? Como foi? Eles são legais?

- Sim, só achei o Bailey um pouco ignorante

PamQuem é Bailey? E por que?

- Bailey é o filho deles. Quando fui comprimentar ele me ignorou completamente, fiquei muito sem graça.

Pamaff

- aaaaaa estou muito ansiosa.

- As aulas começam daqui 2 dias.

Pam: aí devem ter vários garotos bonitos.

- quem sabe...

- chegamos.

- Tenho que ir.

- Tchauuuu.

Pam: quero fotos depois e um tour pelo seu novo quarto.

- taaa.

Celular off

Eles moram em um prédio, grande e bem lindo por sinal. Matt me ajuda com as malas e entramos no prédio. Ele é muito chique, não sabia que eles tinham muito dinheiro assim. Entramos no elevador e clicaram no botão do último andar. Wow, eles são bem ricos para morar no último andar. A porta do apartamento é branca igual a parede. Quando eu entrei pensei que estava em um castelo, é tão lindo, tem 2 andares e é muito grande.

Vanessa: Bailey, mostra o quarto para ela

Depois que ela disse isso pude perceber que ele revira os olhos. Meu deus! Mesmo tendo trocado apenas uma palavra com ele não o suporto. Subimos as escada e ele me mostra um quarto com a porta com um tom de azul bem claro, eu a abro e meu deus.

- Caralho - sim em espanhol, não conseguia raciocinar naquele momento

Bailey: Que?

- Nada não. - ele sai do quarto olhando o celular, acho que estava fazendo algo importante pois não parou de olha-lo desde que o vi.

Mas voltando ao assunto inicial esse quarto é incrível, imediatamente liguei por chamada de video para Pamela.

Ligação on: (em espanhol)

Pam: Até que enfim, não aguentava mais esperar

- Eu PRECISO te mostrar isso

PamMostra logo!!

Viro o celular mostrando a vista da sacada, é simplesmente incrível.

Pamwow

- E tem mais, meu quarto é incrível, eles descobriram que eu gosto de dançar e olha.

Mostro o meu quarto para ela. Tem um espaço em frente a cama com um espelho e uma caixinha de som ao lado, o chão é perfeito para dançar, mais para frente tem uma porta com um mini corredor e tem um closet do lado esquerdo e um banheiro do direito

Pamamigaaaaa, eu PRECISO morar com você, que lindooo

- neh, eu ameeeeei - digo enquanto caio na cama

- Nossa, essa cama é maravilhosa, vou ficar aqui o dia todo, simplesmente apaixonada.

Depois de um tempo, uns 30 minutos, eu termino de arrumar minhas coisas, e a Pamela ficou dando palpite o tempo todo.

Escuto uma batida e vou abrir a porta.

Baileyo jantar está pronto.

- já vou - sorrio e fecho a porta quando ele sai

Pam: garotaaaaa, que gato

- um gato bem chato - rimos, me despeço dela e desço.

Vanessaolá, gostou do quarto?

- sim, eu amei, muito obrigada - digo me sentando

MattBailey!! Na mesa não, me dá o celular

Bailey entrega e revira os olhos

O resto do jantar foi tranquilo, conversamos sobre coisas aleatórias, menos o Bailey que não falou nenhuma palavra, mas parecia que ele não me queria aqui. Acabou o jantar e fui lavar o prato.

Vanessa: não sei como era no México mas não precisa lavar louça aqui- dou um sorriso e Bailey aparece.

Bailey: mãe, posso ir a uma festa hoje?

Vanessaque festa?

Bailey: a que tem todo inicio de ano na casa do Josh

Vanessapode. Joalin, quer ir com ele?

Bailey: mas mãe ela não conhece ninguém

-É melhor não, eu não conheço ninguém ainda

Vanessauma grande oportunidade de fazer amigos

- Não sei...

Vanessa: vai ser legal, o Bailey te apresenta algumas pessoas e se não gostar volta para casa, da para ir a pé é aqui do lado

- ta bom - respondo apreensiva

Bailey parece não ter gostado, ele saiu da cozinha bufando, não sei se foi uma boa ideia.


Notas Finais


Espero que tenham gostado

Bjus S2


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...