História The Return of Memories - Capítulo 7


Escrita por:

Postado
Categorias Stranger Things
Personagens Billy Hargrove, Chefe Jim Hopper, Dustin Henderson, Eleven (Onze), Jonathan Byers, Joyce Byers, Lucas Sinclair, Maxine "Max" Mayfield / "Madmax", Mike Wheeler, Nancy Wheeler, Personagens Originais, Sam Owens, Steve Harrington, Will Byers
Tags Lumax, Mileven, Stranger Things, Will Byers
Visualizações 44
Palavras 1.470
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Ação, Aventura, Drama (Tragédia), Ficção Científica, Mistério
Avisos: Álcool, Heterossexualidade, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Mutilação, Nudez, Sexo, Violência
Aviso legal
Alguns dos personagens encontrados nesta história e/ou universo não me pertencem, mas são de propriedade intelectual de seus respectivos autores. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos criada de fã e para fã sem comprometer a obra original.

Notas do Autor


Oi meus Lindooos❤️ desculpe a demora para atualizar, por causa das aulas que voltaram fica um pouco difícil de estar escrevendo mas... Estou aqui postando, e espero que gostem Meus lindos, se eu ver que vai demorar pra eu estar postando, vou tentar trazer capitulos maiores ta. Agora podem ler espero que gostem meus lindos❤️

Capítulo 7 - Seguir ou ficar?


 O sol estava se pondo, Will pegou sua bicicleta a lâmpada e foi para casa. Seu coração estava batendo rápido, ele andava com sua bicicleta ao lado olhando para trás tentando entender tudo o que havia acontecido naquele lugar, sua quase morte, ele só queria como sempre, poder entender tudo aquilo.

 

 

...

 

Depois de beber muitos copos de cerveja, Hopper paga sua conta e vai caminhar para pensar, ele passa em frente ao banco, que estava faltava apenas alguns reparos, para poder ser reaberto, ele olhava pro sol se pondo e pensava, qual motivo de tudo aquilo, ele só queria encontrar a garota para Hawkins pudesse voltar como era antes, uma simples de cidade de Indiana.

 

O sol já estava prestes a dar seu último brilho, quando Hopper resolve finalmente entrar no seu carro e ir para casa, no caminho o comunicador apita, era Jack

 

- Chefe iremos contar agora a Senhora Bennet que o marido dele infelizmente faleceu.

 

- Aí mais que porra, havia esquecido, estou indo com vocês agora mesmo.

 

Hopper muda seu caminho e se dirige a farmácia dos Bennet

 

...

 

Estava Mike e Eleven assistindo e comendo pipoca no sofá. Max, Lucas e Dustin já tinham ido embora a uma hora.

 

Mike se vira pra Eleven e pergunta:

 

- El... Seus sonhos... Eles continuam?

 

- Sim Mike, só que agora é diferente, na hora que sou atirada pra longe, não acordo, eu tô na floresta das sombras, e sinto uma presença lá, que nem...

 

- Que nem o que ?

 

- Que nem na noite que eu fui atacada, eu senti a mesma presença.

 

- O que você acha que é ?

 

- Algo do mundo invertido, eu ouvi uma voz... a voz de uma garota.

 

...

 

Hopper chega na farmácia e Rose rapidamente vai a porta e começa a perguntar em desespero:

 

- O meu marido? O acharam? Encontraram alguma pista? Alguma coisa o que foi ?

 

- Então Senhora Bennet, seu marido infelizmente... - Hopper suspira e uma lágrima já rola no rosto de Rose - infelizmente ele foi encontrado morto.

 

- Não! Ele não morreu! Não foi ele! - Grita Rose chorando

 

- Eu sei que é difícil pra senhora, mas infelizmente era ele, pedimos que a senhora assine uns papéis para que possa ser feito o velório de Ethan Bennet.

 

- Mas meu marido, ele nem sempre foi um homem bom, mas eu o amo, eu não quero ver ele morto, ele não morreu, eu tenho certeza!

 

Hopper fica a em silêncio e de cabeça baixa presenciando o desespero e aflição de Rose.

 

...

 

Will toma seu banho e vai jantar, ele fica quieto na maior parte do tempo, assim que terminar vai ao seu quarto.

 

Ele pega a lâmpada se senta no chão, e por a lâmpada em sua frente, e novamente começa a fazer perguntas

 

- Você está aí ?

 

Nenhum sinal, Will novamente pergunta:

 

- Você está aí ?

 

Nenhum sinal ainda, Will se levanta e se deita, e tira um cochilo.

 

...

 

Mike e Eleven ainda estão no sofá, logo chega Hopper e diz:

 

- Ainda aqui Wheeler?

 

- Eu não quis deixar El sozinha, bom agora eu vou! Minha mãe já deve ter preparado o jantar.

 

Mike da uma abraço em Eleven e beija a sua testa.

 

- Até amanhã minha pequena!

 

- Até amanhã meu amor!

 

Mike se levanta se despede de Hopper e vai embora.

 

Eleven pergunta pra Hopper:

 

- Alguma novidade da investigação?

 

- Bom... Ethan foi encontrado morto perto da pedreira.

 

Eleven fica surpresa

 

- E- E Qual foi o motivo da morte ?

 

- Asfixia.

 

- E quando vai ser o velório? - Ela pergunta desanimada

 

- Amanhã de manhã - Responde Hopper suspirando - Mas Jane... Você não disse ontem, que voz você ouviu ?

 

- Era a voz de uma garota, pela voz, aparentava ser adolescente.

 

O semblante de Hopper muda rapidamente de desânimo para fúria.

 

- Já volto - ele fala, saindo de casa sem falar para aonde foi.

 

...

 

Will acorda num susto, coça seus olhos mas, em seu quarto havia uma coisa, era como se fosse uma lâmpada, apenas uma pequena lâmpada de pisca pisca, está ali flutuando e brilhando, mas não brilhando como se estivesse acesa, brilhando de um jeito diferente, a luz dela vez de fora para dentro, Will fica a encarando, e a lâmpada, flutua em direção da janela. Will se levanta e vai a segue, a lâmpada atravessa os vidros da janela como um fantasma, Will a abre a vê ela indo cada vez mais distante.

 

" Onde você quer me levar ? "

 

Pensa Will vendo aquela lâmpadazinha. Sua mente fica em duvido, Ele a segue ou fica ?

 

...

 

Hopper dirige em alta velocidade para o trailer onde Owens mora, chegando lá, ele bate na porta com toda sua força, instantes depois Sam Owens abre a porta, e Hopper entra rapidamente e grita:

 

- Aquela filha da puta de garota foi quem machucou a Jane!

 

- Mas como ela descobriu sobre ela? E porque ela faria isso ?

 

- Eu não sei Doutor você que devia saber, afinal seu maldito laboratório que criou essas pragas!

 

- Não se esqueça que sua Jane também é uma "praga" como você disse

 

- Ah eu sei, mas ela é diferente, escuta aqui Owens, se aquela garota fizer outro mal a Jane eu vou te matar. - Hopper sai batendo a porta, entra em seu carro e dirige de volta pra casa.

 

...

 

Quando a pequena Lâmpada estava quase sumindo... Will decide segui-la ele pula a janela e sai correndo atrás da lâmpadazinha. Ao longo do caminho Will percebe que ela está indo para o castelo Byers, ao se aproximar de lá, ele percebe que o castelo Byers está aceso por dentro, mas Will fica confuso, pois não tem eletricidade lá dentro. Ele fica com um frio na barriga, pois quem sabe ele podia finalmente encontrar aquela garota que o atormenta.

 

Ele fica em frente, se agacha e entra, ele vê que o tem algumas lâmpadas acesas espalhas, fazendo com tudo ficasse bem claro.

 

Na hora que ele olha para o lado sua respiração fica alterada, pois desta vez, ela, aquela maldita garota, ela estáva lá dentro, seus cabelos eram ondulados e curtos, seus olhos eram grandes e castanhos, ela aparentava ter a idade de Will, 15 anos, ela estava vestindo uma calça jeans, uma camisa branca e um casaco verde. Assim que ela avistou Will ela sorriu de canto, ele entra devagar e se senta na frente dela, naquele momento uma de suas dúvidas foi respondida, ele realmente já tinha a visto em algum lugar, mas ainda não sabia de onde.

 

Eles ficam se encarando por alguns minutos, e a garota finalmente fala:

 

- Oi Will

 

Ele se assusta, mas rapidamente responde a ela

 

- Oi, quem é você? Porque fica me atormentando? Você aparece nos meus sonhos, aparece e desaparece do nada, O que você quer de mim?

 

Ela o olha e sorri

 

- Bom, eu esperava um obrigado, porque se não alguém morreria na pedreira junto com a bicicleta.

 

- Então... Foi realmente você? Nossa muito obrigado, sério, você salvou a minha vida, sério muito obrigado!

 

- De nada. - Ela sorri timidamente

 

- Pera... Você tem poderes? Foi realmente você que me salvou! MEU DEUS, então eu não tô ficando doido, você realmente desaparece e aparece, você que faz essas luzes se acenderem? Ou realmente eu tô ficando doido? Porque se a resposta for sim, explica muita coisa - Ele fala dando risada

 

- Sim, eu tenho poderes. Desculpe se eu te atormentei, eu só queria saber se você ainda era realmente você.

 

- Como assim?

 

- Deixa pra lá, Longa História.

 

- Tá, Mas então qual seu nome?

 

- Meu nome é Annie, bom na verdade é o nome que eu me dei.

 

- Ué, pode me explicar isso ?

 

-- Bom, a sua amiga Jane, eu sou que nem ela, era do laboratório.

 

- Você conhecem a Eleven? Você era do laboratório também? Nossa como escapou ? E você tem a tatuagem?

 

Annie riu da curiosidade de todas as perguntas de Will e respondeu logo em seguida:

 

- Sim, eu conheço a Eleven, eu era do laboratório, e em um dia devido a uma falha o sistema falhou, eu percebi, e escapei, tive que apagar alguns guardas mas escapei, mas isso não faz um mês, mas eles acham que fazem 2 semanas, não sei o motivo. E sim tenho a tatuagem.

 

Ela levanta a manga da blusa e lá está a tatuagem "017".

 

Will a olha e fica impressionado, mas "a ficha cai".

 

- Annie, porque está aqui ? 

 

- Por você Will, eu precisava te ver.

 

- Mas porque?

 

-- Eu salvei sua vida mais vezes que imagina.


Notas Finais


(Meus lindos eu tive que alterar o final, pq Will não sabia de Ethan nem de Eleven, até pq ele nem viu os amigos dele, então tive que alterar a pergunta de Will, desculpe meus lindos estarei prestando mais atenção)

Eai amores gostaram? O que acharam de Annie?


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...