História The Roommate - Capítulo 35


Escrita por: ~

Postado
Categorias Originais
Tags Amizade, Amor, Romance, Universidade
Visualizações 19
Palavras 1.563
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 14 ANOS
Gêneros: Aventura, Drama (Tragédia), Ficção, Ficção Adolescente, Romance e Novela
Avisos: Álcool, Heterossexualidade, Homossexualidade
Aviso legal
Todos os personagens desta história são de minha propriedade intelectual.

Capítulo 35 - Explicação


Fanfic / Fanfiction The Roommate - Capítulo 35 - Explicação

Kate e Eric olhavam surpresos para Killian. Eric ficou mais surpreso ainda que Kate ao ver Killian ali. O que ele estava fazendo ali afinal? Killian olhava para o lado incomodado com a presença deles ali. Serena olhava para os dois surpresa sem saber o por que eles estavam ali. Primeiro Juliet e agora os dois? O que estava acontecendo? Serena se aproximou deles.

- Kate? Eric? O que vocês estão fazendo aqui? Como me acharam?

- Longa historia. Mas passamos as férias da faculdade tentando provar sua inocência.

- Vocês fizeram isso por mim? - Perguntou Serena surpresa

Serena os olhava sem acreditar. Como eles puderam fazer isso por ela? Kate abriu um sorriso largo ao olhar pra ela.

- Mas é claro! Você é nossa amiga!

- Ah.. Gente..

Serena os abraçou e Kate e Eric retribuíram. Killian olhou a cena e depois olhou para o lado ainda incomodado. Kate olhou para ele e se afastou de Serena se aproximando dele.

- Espera ai, bonitão. Por que você está aqui?

- Isso não é da sua conta. - Disse ele frio

- Acho que isso aqui também não é. - Disse Kate balançando as chaves pretas de Killian na mão

- Me de isso aqui. - Disse Killian pegando as chaves da mão dela violentamente

- Que agressivo. - Kate sorriu

- Dane-se.

- Killian espere. - Disse Eric olhando para ele

Killian não ouviu e saiu da sala. Ele já não podia suportar mais ficar ali. Eric o seguiu. Kate se virou para Serena e sorriu para ela.

- Bom.. Vamos ao que interessa.

- Como.. Você descobriu minha inocência, Kate? Eu mesma não descobri..

- Foi tudo armação! Da Alysson!

- Alysson..?

- Ela armou tudo, Serena.

Serena arregalou os olhos surpresa. De repente, a surpresa virou raiva e ela sentiu seu corpo ferver de raiva. Como Alysson podia ter armado aquilo tudo para ela e as pessoas que Serena se importava? Kate examinou a expressão dela.

- Não.. Por que?

- Não sei. Aquela garota é louca.

- Isso não é certo!

- E não foi. Mas ao menos agora sabem a verdade.

- Quem sabe a verdade?

- Bem.. Trevor. E talvez Silas e Juliet se eles acreditarem.

- O que? Mas como você descobriu? Me conta isso direito, Kate.

- Eu vou contar.

Serena puxou Kate para o sofá e elas se sentaram. Kate explicou tudo aliviada. Ela explicou do barmen, explicou sobre como Carissa o contratou e como Alysson estava por trás de tudo e como que eles tinham ido até o aras de Alysson para confronta-la. Serena ficou surpresa enquanto ela contava. Silas agora sabia da verdade, ou ele não iria acreditar? Ela pensou. Talvez Silas e Juliet agora finalmente vissem a verdade.

Killian caminhou para a cozinha e se encostou na parede. Eles estavam aqui, de novo, tentando arruinar seu dia perfeito. Por que? Por que eles sempre tinham que aparecer? Killian olhou para cima e Eric se aproximou dele com os braços cruzados.

- Isso não foi muito sutil.

- Não pedi pra ser. - Killian o olhou friamente

- Você sabe por que estamos aqui?

- Acho que eu posso imaginar. - Killian olhou para frente

- Serena não foi culpada por aquilo. Foi tudo armação. Estamos tentando provar que ela é inocente.

- Silas deve estar muito feliz. - Retrucou Killian, amargamente

- Eu não sei. Ele me pareceu muito surpreso, mas não sei se ele vai acreditar ou não. Ele e Alysson são muito próximos.

- Alysson? - Killian olhou para ele novamente

 - Foi ela que armou isso tudo.

Killian olhou para baixo pensativo enquanto Eric o observava.

Enquanto isso no Aras, Silas caminhava com Alysson até sua casa. Ela sorriu para ele e o abraçou.

- Obrigada Silas. Obrigada por ter vindo aqui comigo.

- Não precisa agradecer. - Silas se afastou um pouco

- Ei. Você não vai entrar?

- Não. Me desculpe, Alysson. Preciso ficar um pouco sozinho.

- Eu entendo.

Silas se afastou da casa de Alysson e caminhou até o campo. Ele colocou os braços apoiados na cerca de madeira e olhou para o lindo campo verde e os cavalos cheirando a grama e alguns deles comendo um pouco. Silas tentou achar algum conforto ali, mas não conseguiu. Sua cabeça estava atribulada. Ele mal conseguia pensar. Ele não sabia o que fazer. Mas uma imagem dominava a mente dele. A noite que ele viu Serena e Trevor e as coisas horríveis que ele disse pra ela. As imagens de Serena estavam na mente dele.. Ele havia a tratado tão mal.. Ele se odiava por isso.

Silas olhou para a cerca e começou a bater na carca com raiva de si mesmo. Ele começou a chorar enquanto se agarrava a cerca. Ele olhou para o campo com lagrimas descendo sob seu rosto. Ele pegou o seu celular e digitou uma mensagem.

Enquanto isso, na rua próxima a casa de campo, Juliet encarava Trevor surpresa. Ela ainda não podia acreditar que ele estava ali na frente dela. Ela queria tanto acreditar nele, ela queria abraça-lo para que ele dissesse a ela que tudo ia ficar bem. Mas no entanto, ainda havia uma desconfiança. E se Kate estivesse falando isso apenas para protege-la? Juliet não queria isso. Trevor a olhava com seus olhos negros aflitos.

- Juliet.. Por favor, eu não fiz isso..

- Eu quero acreditar, Trevor. Mas eu não consigo..

- Acredite em mim!

- Por que eu deveria?

Trevor se aproximou dela e pegou as mãos dela. Juliet olhou para ele surpresa e corou um pouco.

- Porque eu estou te dizendo isso. Porque eu dei meu coração pra você, porque eu te amo.

Juliet o olhou surpresa. Trevor a olhava firmemente. Juliet ficou sem saber  o que fazer. Ela olhou para o lado e depois olhou para ele. Seus olhos se encheram de agua. Trevor não precisou de mais nada, ele a puxou e a beijou. Juliet retribuiu o beijo. Os dois estavam aliviados.  As lagrimas desceram do rosto de Juliet, e os dois sorriram. Trevor segurava a mão de Juliet perto do peito. Ela olhou para ele e se afastou lentamente.

- Eu preciso ir agora.

- O que? Você não vai para casa de Serena comigo? - Perguntou Trevor

- Não. Eu tenho coisas a fazer. Mas.. A gente se encontra na universidade. Resolva isso por mim, por favor.

Juliet se afastou dele e Trevor a olhou, com seus cabelos balançando com o vento.

Trevor foi até a casa de Serena, uma parte dele estava aliviado por ter conversado um pouco com Juliet. Ele chegou na casa e girou a maçaneta que estava aberta e ele viu Kate e Serena sentados no sofá. Ele sorriu para elas.

- Que bom que vocês estão aqui. Vamos embora. Temos que pegar a Alysson. Onde está Eric?

- Acho que ele está na cozinha. - Disse Kate, sem se importar

Serena olhou para ele confusa. Trevor não se importou e caminhou até a cozinha. Ele parou de caminhar e ficou surpreso ao ver Killian na cozinha. O que ele estava fazendo ali? Killian o olhou friamente. O celular de Trevor começou a vibrar. Ele pegou o celular e viu uma mensagem:

"Eu sinto muito por tudo, amigo. Eu sinto sua falta. Eu deveria ter acreditado em você e em Serena. Será que ela vai poder me perdoar?"

Trevor leu a mensagem surpreso. Ele olhou para Killian que mantinha a expressão fria e depois olhou para Serena. Ele olhou para o cima, pensativo. Ele apertou o celular e olhou para Eric.

- Eu te espero lá fora.

Trevor se virou e saiu da cozinha. Eric suspirou e Killian pareceu não se importar. Ele se virou e Eric olhou para ele.

- Espera.

-  O que foi?

- Você vai voltar?

- Por que eu deveria?

- Se você não voltar, você vai perde-la.

Killian olhou para ele surpreso. Eric se virou de costas e saiu da cozinha. Killan olhou para baixo e suspirou.

Trevor olhou para todos na sala e sorriu.

- Acho que devemos ir agora pessoal. Temos muito o que fazer.

- Bem, nós temos o barmen para confirmar e temos a própria Carissa também. - Disse Kate

- Nossa, é muita coisa.. Tenho muito o que pensar.  - Disse Serena

 - Pense enquanto pegamos a estrada. - Trevor olhou para ela

Serena olhou para o lado, na direção da cozinha e viu Killian ali encostado na porta olhando para ela. Ele virou de costas e saiu do local. Ela se levantou e foi atrás dele. Trevor a observou e olhou para Kate.

- Onde ela vai?

 - Acho que isso não é da nossa conta. - Kate deu de ombros.

Trevor olhou na direção que Serena tinha ido pensativo.

Enquanto isso, na universidade, o professor Jones estava sentado na sua mesa marrom, com uma pilha de papeis brancos em cima da sua mesa. Um homem entrou na sala e o professor Jones olhou para ele.

- O que foi?

- Já fiz o que o senhor pediu. Os convites foram entregues.

- Todos eles?

- Todos. Sua assistente Serena e seus amigos receberão  o convite da competição da universidade.

- Excelente. Era exatamente isso que eu estava planejando. Será perfeito.

O professor Jones sorriu de lado enquanto o homem o observava.



Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...