1. Spirit Fanfics >
  2. The scar i can't reverse >
  3. Capítulo 2.

História The scar i can't reverse - Capítulo 2


Escrita por:


Notas do Autor


Boa leitura
:)

Capítulo 2 - Capítulo 2.


Fanfic / Fanfiction The scar i can't reverse - Capítulo 2 - Capítulo 2.




Aron Piper


Acordei tarde como de costume - bom eu imagino que seja tarde, é bem difícil eu acordar antes das onze e meia se não for para ir para escola, e como estou de férias, acordo praticamente de tarde.

Me levantei pois ja estava cansado de ficar deitado na cama, fui direto no banheiro sem nem pegar no celular para meu as horas.

Fiquei me olhando no espelho por uns minutos e como todos os dias vejo o quão miserável a minha vida é.

Meu pai - se é isso que deu devo chamar esse homem que não considero - abandonou eu e minha mãe quando eu era bem novo, uns quatro a cinco anos, ele foi comprar cigarro e nunca mais voltou. Foi muito difícil - até hoje é na verdade - pra minha mãe fazer o papel de mãe e de pai também.

Fui traído em um relacionamento, era perfeito, sempre fui fechado pra relacionamento mas a quase dois anos atrás uma menina - incrível, bom pelo menos era o que eu achava - me conquistou de uma forma que eu achei que iria curar todas as minhas dores e mágoas, pois viver sabendo que seu pai te abandonou é horrível... mas não, quando iriamos fazer um ano, estava tudo pronto, tinha comprado um presente que ela queria muito e quando cheguei perto da casa dela vi ela se agarrando no portão com meu melhor amigo.

Aquilo me destruiu e me destrói até hoje, tanto que não quero mais ninguém, transo com várias mas sem sentimento nenhum, não sinto amor por nada - exato pela minha mãe - fora isso eu não acredito no amor.

Desde então eu tenho a sensação de estar flutuando para fora do meu corpo, olhando para mim e eu odeio o que vejo, como estou agindo, o jeito como eu falo e não não sei como mudar isso e sim eu tenho medo de que essa sensação nunca vá em bora...

Soltei um longo suspiro e soquei a parede apenas uma vez que foi suficiente para sentir a dor e parar, minhas mãos ja estavam todas machucadas.

Logo depois fiz minhas higienes e decidi tomar um rapido banho. Assim que terminei sai do banheiro com uma toalha enrolada ao torno de minha cintura e outra secando meu cabelo molhado.

Joguei a toalha em que usava para secar meu cabelo em cima da cama e peguei um maço de cigarro indo para a janela fumar mas logo parei pois não aguento mais ficar preso nesse quarto, to aqui desde a última semana e hoje o dia ta bonito até. Apaguei o cigarro e joguei ele pela janela logo depois vesti a primeira roupa que achei no meu armário,passei perfume e sai do quarto logo vendo minha mãe na sala

- boa tarde meu amor - ela disse com um sorriso e fui até ela deixando um beijo em sua bochecha

- bom dia mãe, vou sair ta?

- serio? que otimo filho! mas coml alguma coisa antes de sair, eu ja almoçei, mas se quiser é so esquentar

- eu compro alguma coisa na rua mãe

avisei e sai de casa, precisava respirar um ar puro.

começei a andar sem rumo de onde ir, apenas sei que esta me fazendo bem isso - bom estava - ate que vejo uma garota vindo de bicicleta em minha direção mas ela não olhava para frente e sim para os lados, consegui sair da frente na hora mas a garota caiu da bicicleta quando a bicicleta tombou para o lado com a pedra que estava ali - céus de onde surgiu essa pedra?

corri até a garota que estava com a bicicleta em cima dela e gritava - e chorava também.

tirei a biclicleta de cima dela de vagar para não machucar mais do que ja estava. ela é uma garota muito linda, loira dos olhos azuis, com sardas no rosto - típica garota americana.

- ei, você ta bem? - perguntei passando a mão pelo rosto da garota que chorava e tinha as pernas sangrando, o joelho ralado também

merda.

tinha poucas pessoas passando pela rua mas logo vieram para cima umas três a quatro pessoas.



Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...