História The School - ChanBaek - Capítulo 5


Escrita por:

Postado
Categorias EXO
Personagens Byun Baek-hyun (Baekhyun), Do Kyung-soo (D.O), Kim Jong-dae (Chen), Kim Jong-in (Kai), Kim Jun-myeon (Suho), Kim Min-seok (Xiumin), Oh Se-hun (Sehun), Park Chan-yeol (Chanyeol), Zhang Yixing (Lay)
Tags Baekhyun, Chanbaek, Chanyeol, Exo
Visualizações 128
Palavras 1.327
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Drama (Tragédia), LGBT, Romance e Novela, Shonen-Ai, Violência, Yaoi (Gay)
Avisos: Homossexualidade, Violência
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Notas do Autor


oi oi pessoas...

sei q demorei mt p atualizar essa fanfic, e eu peço desculpas por isso kkk, eu sei que apareço e desapareço do nada, esse é meu jeito e me desculpem por ele. eu preparei um capítulo e vou preparar mais dois para os próximos dias e como minhas provas estão chegando e eu preciso me dedicar pq preciso passar de ano kskj, talvez demore um pouco para vim os outros capítulos, mas oq posso dizer é q já tem três capítulos prontos

eh isto, tenham uma boa leitura, amu vcs. <3

Capítulo 5 - O surto de Baekhyun.


Meu corpo estava doendo e meus braços ainda mais por terem segurado o impacto da queda. Eu ainda estava no chão, com meus olhos ardendo e sentindo uma dor enorme no peito… Eu queria chorar, gritar, mas eu não iria fazer, não por Chanyeol, eu não iria dar a vitória para ele. Se ele queria guerra, isso ele iria ter.

Acabo por levantar do chão frio e sujo, me limpando e ainda fazendo algumas caras feias quando meus braços doíam. Olho para frente e vejo Chanyeol e seus amigos desaparecendo no corredor enquanto Sehun e meus amigos vinham em minha direção com uma cara de preocupação.

  — Baekkie? O que aconteceu? - Perguntou Sehun me segurando e olhando todas as partes do meu corpo. — Aquele filho de uma… Se segura Sehun. Ele te machucou?

— Não foi nada Sehun, ele só me empurrou. Meus braços estão doendo, mas não é nada demais. - Consigo ver o quão vermelho meus braços estão, tanto no antebraço, quanto no cotovelo. — Droga!

Mesmo que fosse apenas um empurrão, foi forte e eu acabei batendo meus braços no chão. Doeu e ainda  doendo, ele podia ter me machucado, argh!

— Gente, não se preocupem comigo,  tudo bem, vamos pra sala! - Tentei despreocupar meus amigos que a esse altura já estavam com sangue nos olhos querendo tirar satisfação com Chanyeol…

… Mas não era a melhor coisa a ser feito. Chanyeol tem seus amigos e já Chanyeol por si só pode fazer um inferno com qualquer um e eu não quero isso pros meus amigos, já basta comigo.

Fomos para sala e eles apenas ignoraram o fato do Chanyeol ter me empurrado, mas ainda estavam um tanto quanto putos com o mesmo. O sinal tocou e todos voltaram para sala, sentando em suas carteiras e tirando o livro de Geografia das suas bolsas.

Ótimo, agora é Geografia, melhor matéria, uhu.

Conseguem ver minha animação? Não? Então, eu odeio Geografia e ainda mais ter sido empurrado à alguns minutos atrás e estar com meus braços doendo não era uma coisa tão boa. Minha vida tava uma merda e tenho certeza que até Deus concorda comigo.


Apenas apoio minha cabeça no meu braço e então decido dormir. Sim, na aula. Eu odeio Geografia então para mim essa aula não faz diferença. Sinto meu corpo voltar a doer e ele ficar quente…

O que estava acontecendo comigo?

Sinto meus olhos pesarem e eu apenas os permiti fechar, caindo no sono.

                                                   *

Sinto algumas pessoas correndo do meu lado quase arrastando minha carteira, então apenas tento abrir meus olhos mas eles ainda estavam pesados. Faço um esforço e consigo abrir os olhos, não por inteiro, mas consigo. Olho ao redor da sala e não tinha ninguém, a não ser meus amigos olhando para porta e um ser gigante e seus amigos parados nela. Eles de novo?

O azar anda comigo, só pode.


— O que vocês querem? - Escuto a voz de Kyung perguntando.

Eu ainda estava meio atordoado, meus olhos ainda não estavam abertos totalmente e eu mal conseguia ouvir eles falando.

Novamente, o que estava acontecendo comigo?

— Isso não é da conta de vocês. - Pude ouvir um dos amigos de Chanyeol falando, então adentraram ainda mais a sala.

— Só falem o que diabos vocês querem? Não podem apenas me deixar em paz? - Levanto-me bruscamente e então sinto uma tontura imensa tomar conta de mim. Eu apenas fecho meus olhos e sinto meu corpo cair, espero o impacto nas costas e aquela dor de ter caído aparecer, mas não apareceu. Consigo sentir braços fortes e quentes em volta de minha cintura, quem havia me segurado?

As únicas coisas que escuto antes de apagar foram meu nome soar com ar de desespero.

                                                   *

Abro meus olhos lentamente e sinto uma dor nos mesmos por conta da forte luz que havia em cima de mim. Os fecho e abro novamente, tentando me acostumar com aquela luz.
Olho em volta e vejo silhuetas de algumas pessoas, eu ainda não estava totalmente ciente do que estava acontecendo, mas pude ver que as silhuetas eram dos meus amigos. Mesmo sem enxergar direito, olho em volta e percebi que estava numa enfermaria.

— O que aconteceu comigo? O que eu  fazendo aqui? - Pergunto para meus amigos que estavam ali, parados, olhando para mim. Eu estava confuso, eu apenas me lembrava de que havia caído ou… Não?

— Baekkie? - Sehun veio para cima de mim e eu pude ver seu rosto. Me senti um pouco aliviado por tê-lo alí. — Você desmaiou! Não anda comendo direito e nem dormindo direito não é mesmo? - Falou em um tom de sermão mas pude ver um sorriso no seu rosto. — Você me assustou garoto!

— Assustou todos nós! - Todos riem e seguram minha mão. — Estamos mais aliviados que acordou. Não faz mais isso de novo garoto, aish! - Minseok fala e então consigo apenas sorrir.

Tento me levantar mas não consigo. Sehun então, coloca suas mãos em minhas costas e me ajuda a levantar, mas nesse momento um flashback vem em minha cabeça.


                                                   -

Isso não é da conta de vocês. - Pude ouvir um dos amigos de Chanyeol falando, então adentraram ainda mais a sala.

Só falem o que diabos vocês querem? Não podem apenas me deixar em paz? - Levanto-me bruscamente e então sinto uma tontura imensa tomar contar de mim. Eu apenas fecho meus olhos e sinto meu corpo cair, espero o impacto nas costas e aquela de ter caído aparecer, mas não apareceu. Consigo sentir braços fortes e quentes em volta de minha cintura. 

                                                   -

— Você não se lembra de nada? - Jongin me indagou. Eu havia lembrado naquele exato momento.

— Acabei de me lembrar! - Dou um sorriso sem graça. — Lembro de perguntar o que Chanyeol e seus amigos queriam comigo e então eu me levantei, senti uma tontura tomar conta do meu corpo e eu cair para trás, mas alguém me segurou... Quem me segurou? - Eu ainda permanecia confuso por quem havia me segurado, mas até então eu pensava que tinha sido um dos meus amigos, até escutar isso:

— Park Chanyeol. - Sehun falou.

— O QUE? EU PENSAVA QUE TINHA SIDO UM DE VOCÊS! - Grito sem pensar duas vezes mas acabo exagerando por que eu havia gritado muito alto.

— Te aquieta garoto! - Kyung falou. — Vê se não grita mais… Ele apenas te segurou e você deve agradecer porquê se não fosse por ele, você estaria com uma baita dor de cabeça e nas costas.

— Mas por que VOCÊS não me seguraram? - Dei ênfase na palavra “vocês” e acabei gritando um pouco.

— Garoto eu já disse pra não gritar, é díficil? - Kyung revirou os olhos e cruzou os braços logo em seguida.

— Sim, é difícil, ainda mais quando um idiota daquele me segurou. ELE TOCOU NO MEU CORPINHO, VOCÊS ENTENDEM ISSO? - Grito novamente.

Sou exagerado? Nem um pouco, mas tudo bem.

— Se tu gritar mais um vez, juro que corto essa tua língua fora. - Dessa vez, Minseok falou e me ameaçou. — Por mais que a gente tivesse perto de você, Chanyeol foi mais rápido e correu para te segurar e pensando bem foi até melhor, a gente não ia conseguir te segurar à tempo.

— O que? Vocês não são os flash na vida? - Brinquei.

Eu ainda estava confuso e com raiva. Ele havia me segurado, ele podia apenas ter deixado eu cair se ele me odeia tanto. ELE HAVIA ME SEGURADO.
Pensar nisso me deixa puto, mas me deixa aliviado por um lado, pelo menos eu não tô com dor nas costas agora.

— Agora  brincando não é? Quem é que tava putinho porquê um cara que supostamente te odeia te segurou e impediu de que tu estivesse com uma puta dor nas costas agora? - Kyung brincou e me provocou, rindo vitorioso.

— Ah Satansoo, vai catar coquinho!

Nessa altura eu parecia uma criancinha mandando ele catar coco, mas tudo bem.


Notas Finais


então foi isso aaa ...

espero q tenham gostado e não se preocupem q em breve mais dois capítulos sairão, oka ?

amo vcs e bye! <3 [cap revisado]


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...