História The Scientist - Izumi x Itachi - Capítulo 3


Escrita por: ~

Postado
Categorias Naruto
Personagens Fugaku Uchiha, Hiruzen Sarutobi, Itachi Uchiha, Izumi Uchiha, Jiraiya, Kakashi Hatake, Maito Gai, Mikoto Uchiha, Orochimaru, Sakura Haruno, Sasuke Uchiha, Tsunade Senju, Yamato
Tags Drama, Itachi, Itachi Uchiha, Izumi, Izumi Uchiha, Naruto, Romance, Uchiha
Visualizações 141
Palavras 1.802
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Ação, Aventura, Comédia, Drama (Tragédia), Ecchi, Romance e Novela, Shoujo (Romântico), Violência
Avisos: Álcool, Homossexualidade, Insinuação de sexo, Nudez, Sexo, Violência
Aviso legal
Alguns dos personagens encontrados nesta história e/ou universo não me pertencem, mas são de propriedade intelectual de seus respectivos autores. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos criada de fã e para fã sem comprometer a obra original.

Notas do Autor


Esse cap escrevi com meu coração

Capítulo 3 - 3 - I need you right now...


Eram 6 da manhã da minha tão esperada e amada sexta-feira, eu mal havia dormido de tão nervosa e feliz, hoje era o dia em que eu finalmente ia ter o meu Encontro com Itachi... Espera! Não era um encontro... Nós apenas íamos ver os fogos juntos, provavelmente ele levaria o seu irmão mais novo com ele. Isso podia ser um grande problema. 

Não me levem a mal, eu sempre tentei me aproximar do pequeno Sasuke, mas por algum motivo ele não ia com minha cara. Eu tentei ser legal, já comprei Dangos, algum tipo de lembrancinha e até mesmo uma Kunai estilizada, mas ele nunca pareceu grato ou parecia se importar, ele apenas recebia, dava as costas, e nunca trocava mais de uma palavra comigo.

Fiquei pensando nisso enquanto me arrumava para mais uma missão, sim, num dia importante como este, ainda temos que fazer missões, realmente, Konoha não para nunca. Sai de meu quarto e fui pra cozinha, onde estava vazia. Claro, minha mãe havia sido convocada para ser uma dos guardas costa de um dos anciões de konoha, que estava indo para Sunagakure.

Tive que fazer um ovo... Isso me lembra quando eu ajudei itachi a aprender o fritar um ovo... A gente ficou 7 horas até ele conseguir o Ovo perfeito.

Comi rápido, pois eu estava um pouco atrasada e meus companheiros eram muito impacientes. Ou seja, se eu chegasse atrasada, levaria muitos cascudos. As vezes Akumo ficava muito estressado enquanto meu outro parceiro, Yamada, apenas ria da minha cara.

Eu corria em meio da bagunça que se formava no bairro Uchiha e nos pontos principais de konoha, isso me enchia de determinação. O sorriso de crianças e idosos ajudavam a iluminar aquele dia que não podia ser mais perfeito.

Chegando no campo de treinamento, Akumo treinava com shurikens e kunais, enquanto Yamada treinava seus jutsus estilo água. Devo admitir que, o que eu não tinha muito jeito para Jutsu, meu lance era o Taijutsu, tanto que fui a melhor aluna em Taijutsu da minha turma, mas é claro que meu Sharingan me ajuda também. Ah, antes que perguntem, sim, eu sei o Jutsu bola de fogo, o jutsu que todo Uchiha que se conhece como Uchiha, sabe essa merda de Jutsu.

- Finalmente você chegou antes do sensei - Comentou Akumo, que não tirava o olho do alvo - Acho que o mundo vai acabar desse jeito...- ele disse com sarcasmo.

- Olha, Minha mãe não esta em casa , ai eu tenho que fazer o café. - Claro que eu estava mentindo, eu teria acordado tarde se não fosse o minha mente pensando no encontro que terei com meu melhor amigo, Itachi, e provavelmente com o tampinha que me odeia. 

- Ah, sem sua mãe-escrava você não tem mais mordomia - Yamada retrucou com um sorriso exagerado. 

Por mais chatos que fossem, eram bons amigos. Akumo era o unico que eu conversava quando estava arrasada ou naqueles dias tensos. Yamada era o melhor quando o assunto se tratava de animar as pessoas.

- Não posso negar que me aproveito um pouco dela sim - Respondi com um sorriso sincero e meio zueiro. Akumo também deu um sorriso de canto antes de continuar o treinamento de kunais, ele era muito centrado e esforçado, ele diz que queria ser um grande ninja, logo remeti a minha mente, a imagem de meu pai antes de morrer na luta contra o temido demonio biju de 9 caudas. Sempre que olho pra ele e sua determinação, parece que estou olhando meu pai novamente...

Tudo o que eu desejo, é proteger a vila e ser uma heróina tão boa quanto o meu pai. Mesmo não sendo tão habilidosa com jutsus e ainda não controlando tão bem meu Sharingan, eu ainda irei fazer muito por essa vila, guardem minhas palavras caro leitor, guarde elas. 

Em alguns minutos, nós três fomos surpreendidos por nosso sensei, que ja estava com um relato de missão. A missão de hoje: caçar uns ladrões e contrabandistas, uma missão Rank B, nada demais, seria facil. Depois de nos explicar as coisas básicas a se fazer, nós partimos.

...

Nossa, nunca pensei que eu fosse correr tanto quanto corri naquele manhã e tarde, eu fiquei chocada com a velocidade que aquelas bostas de ladrões corriam e como sabiam lutar de uma forma avançada, mas nada que fosse impossível de se parar. Eu fiquei feliz pois terminamos o nosso trabalho uma 6:30 da tarde, assim dava tempo de ir para casa e me arrumar para minha tão esperada noite.

Chegando em casa, ja fui direto para o banheiro, mais precisamente para debaixo do chuveiro tomar um banho e também começar o meu show. A água caindo sobre meu corpo era uma ótima sensação, o relaxamento era algo imediato. Logo minha mente apenas se alimentava com os meus pensamentos com o Itachi. 

Perdida em meus pensamentos, terminei o meu banho, então fui correndo para meu quarto me trocar, coloquei o meu robe kimono que era preto mas seguia um degradê até a parte superior que por causa de degradê era cinza, com detalhes de um tipo de fogo vermelho e claro, com o brasão Uchiha nas costas.

Claro que eu fui dar um toque a mais com um baton e o com o resto da maquiagem, também amarrei o cabelo em um coque tradicional porém com o com a minha franja solta. Se eu fosse muito avoada, podia ter perdido a hora, mas graças a Rikudou eu olhei para o meu relógio e vi que faltavam 5 minutos para encontrar Itachi na frente da casa dele.

Como uma Dama comum, eu sai correndo com aqueles calçados de madeira tradicional pelas ruas que nem uma desesperada, muitos senhores, senhoras e adultos me encaravam por estar correndo com aqueles sapatos que faziam um barulho muito alto e incômodo.

Para a alegria de todos que queriam o silêncio, eu finalmente cheguei ao lugar para me encontrar com o meu melhor amigo, que estava com um robe vermelho com detalhes brancos. Seu cabelo estava preso em um estilo samurai. Posso dizer que fiquei mais impressionada o como ele podia ser cada vez mais belo do que já era. Meu coração começou a correr a cada passo perto dele. 

- Ah, Olá Izumi... - Ele parou e olhou-me dos pés á cabeça -... Está tão... Tão b...- quando ele ia dizer algo, só pude ouvir uma voz, uma fina e baixa voz.

- Onii-chan! Me espera! Onii... - Eis qie chega Sasuke, não estava com um robe ou algo tradicional, deve ser por ele ser uma criança ou algo assim. Pude perceber sua confusão quando me viu e logo puxou o robe do Itachi, que por sua vez se abaixou para ouvir o pequeno. 

Pela cara que Itachi fez, acho que ele estava falando coisas como "Essa coisa sem sal vai com a gente?! Eu não quero!" E pude comprovar minha hipótese pois Itachi se levantou e disse:

- Ah Sasuke, não seja assim! - Ele olhou pra mim - ... Você não se importaria se ele fosse junto? Se importaria?...- Ele me olhou preocupado.

- Nem um pouco - olhei para ele e sorri, em retorno ele sorriu de canto, sorri para Sasuke, que se escondeu atrás do irmão. Ele realmente não gosta de mim. - ... Acho melhor irmos andando.

- Concordo, aposto que as ruas ja estão lotadas - Concordou Itachi, logo começamos a andar. O Silêncio tomava conta da nossa caminhada, eu olhava para itachi, estava sério como sempre, mas seu irmão, parecia feliz estando de mãos dadas com seu irmão, mesmo parecendo recolhido e envergonhado com minha presença.

Já eram 20:40 da noite, bom, era o que uns senhores comentavam, estavamos numa rua onde barraquinhas com jogos, comidas e pessoas conhecidas. Eu e Itachi fomos parados muitas vezes por senseis da academia, companheiros e até eis companheiros. Claro que paramos para jogar alguns jogos das barracas, era fofo como Itachi ajudava seu irmão mais novo a lançar e acertar kunais nos alvos, mas engraçado foi que... Ele não estava conseguindo acertar o meio do alvo, isso era algo estranho, ainda mais por ele ser o melhor lançador de kunais da vila, se bem que, eu também não, devia ser armação. 

Depois dos jogos, nós fomos comer na barraca que o Ichiraku Ramem tinha montado para o evento, nesse meio tempo, enquanto Itachi pegava os pedidos, Sasuke e eu finalmente trocamos algumas palavras, ele era fechado, mas parecia ter um bom coração. Depois de tanta espera itachi chegou com os pedidos, eu já estava cagada de fome.

- Itadakimasu! - nós três dissemos ao mesmo tempo e então comemos. Aquilo estava fantástico, ainda mais com o adicional de Naruto, particularmente , eu adoro Naruto no ramen, essa frase pode ficar estranha por algum motivo pra alguma pessoa, e eu não faço ideia do porquê. 

- Sasuke! - Um garoto baixinho e loirinho aparece atrás de nós olhando para Sasuke com um olhar ameaçador. Sasuke rapidamente terminou o seu Ramen e saiu dali correndo até o loirinho.

- Naruto! - O nome do garoto é Naruto?! Ja vi tanto nome estranho mas Naruto.

- Sasuke! - gritou Itachi, que logo se virou antes de correr - Tome cuidado... - Então o jovem Sasuke saiu correndo junto com o loirinho e também pude ver uma garota de cabelo rosa, ela era bonitinha. 

Eram 22:50, faltavam 10 minutos para os fogos, Itachi disse que o melhor lugar para ver os fogos era o telhado, então subimos em um telhado que estava perto de nós, suponho que isso demorou uns 5 minutos. 

- Aqui parece bom - Itachi comenta antes de sentar na borda daquele prédio, eu fiz o mesmo.

- Sim... É parecido com aquele ancoradouro do lago... Só que... Em vez de água, tem pessoas abaixo de nossos pés...- Percebi que ele deu uma risada baixa, eu logo ri também. 

Ficamos em silêncio por um tempo, mas então nos encaramos por um momento.

- Izumi... - ele se aproxima de mim, eu começo a ficar quente -... É uma tortura...

-... U-Uma tortura...? - ele pôs a mão em meu rosto e o acariciou gentilmente até a por em meu queixo. Seus olhos me controlavam.

-... Te ter tão perto e não poder fazer nada... é uma tortura...- Nossos rotos vão se aproximando e nossos lábios quase se encontrando, eu não acredito, está acontecendo...

A gritaria começou la em baixo, e pessoas começaram a olhar pra cima e involuntariamente nos viam, isso fez Itachi recuar antes de selarmos os lábios. Além disso, esse se levantou e saltou dali, sem mais... Nem menos...

E eu fiquei... Com minhas mãos vazias e meu rosto queimando... Olhando para os fogos.. 

.

.

.

Você é uma tortura Itachi


Notas Finais


Até o próximo cap.


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...