História The Sensual Teacher - Capítulo 1


Escrita por:

Postado
Categorias Fifth Harmony
Personagens Ally Brooke, Camila Cabello, Dinah Jane Hansen, Lauren Jauregui, Normani Hamilton
Tags Ally Brooke, Camila Cabello, Camren, Demi Lovato, Dinah Jane, Fifth Harmony, Intersexual, Lauren Jauregui, Normani Kordei, Norminah, Trolly
Visualizações 640
Palavras 3.213
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Ficção, Romance e Novela
Avisos: Homossexualidade, Intersexualidade (G!P), Sexo
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Notas do Autor


Olá pessoas! Como vocês estão? Espero que bem. Tive umas ideias meio loucas em minha mente e resolvi tentar fazer uma estória.
Essa é minha primeira fanfic, espero que gostem.

Aviso 1: A foto do capítulo são os filhos de Ally e Troy.
Aviso 2: Já falei na sinopse, mas vale reforçar, CONTÉM PERSONAGENS INTERSEXUAIS. Por que? Porque sim, simples. Não gosta? Não leia.

Boa leitura e vejo vocês lá embaixo.

Capítulo 1 - Capítulo 1


Fanfic / Fanfiction The Sensual Teacher - Capítulo 1 - Capítulo 1

- POV Lauren Jauregui -

— Vai meninas, só mais uma rodada! Não aguento vocês serem tão fracas com essa maravilha chamada tequila - Veronica Iglesias fala animadamente, já levantando do banco e parando para esperar sua namorada

— Vero, ninguém aqui saiu para encher a cara e não lembrar de nada no dia seguinte. - Normani que estava sentada fala com o cenho franzido e bufando

— Mani, pare de ser chata mulher! Hoje é sábado e ninguém tem nada com oque se preocupar. - Vero retruca sorridente

Lucy, que estava sentada ao lado de Normani, se levanta para pegar na mão de Veronica e entrelaçando seus dedos aos de sua namorada para irem até o balcão do bar

Era uma noite de sábado qualquer, onde eu e minhas amigas resolvemos sair para beber e conversar um pouco. Já estávamos com saudades de fazer esse tipo de coisas, porém os contra tempos não colaborava para que isso acontecesse

— Ei Lauren!! - Normani estende o braço direito e começa a estalar os dedos na frente de meu rosto, tentando chamar minha atenção porque eu estava quieta, perdida em meus pensamentos — Lauren?! Você tá aí?

Pisco repetidas vezes, focando no rosto de minha melhor amiga de infância ao meu lado me chamando

— Que? - Pergunto um pouco alheia ao que acontecera nos últimos minutos

— O que aconteceu mulher? Parecia tão distante - Pergunta meio preocupada

— Eu estava pensando em umas coisas Mani - Abro um sorriso enorme, pegando meu copo que estava em cima da mesa e tomando o restante de tequila que ainda havia no fundo, o liquido descia queimando mas eu gostava dessa sensação, passando a língua pelos lábios para limpar qualquer resquício do líquido amarelado

— Isso envolve mulheres? Porque pelo seu sorriso, tenho quase certeza que tem sim! - A negra fala divertida, virando seu corpo pro lado de Lauren e observando a mulher morder o lábio inferior.

— Opa, ouvi alguém falando em mulheres e voltei correndo - Veronica volta com um sorriso travesso, porém Lucy que ajudava a mulher a levar os copos de tequila lhe lança um olhar de reprovação — É brincadeira amor, você sabe que a única mulher que eu quero é você - Fala dando um selinho em Lucy.

— Acho melhor mesmo Iglesias, se não faço outra greve e dessa vez eu falo sério!

Normani e eu que olhávamos o casal a nossa frente soltamos um "Uuuh!!" de provocação e começamos a gargalhar e Lucy acabou nos acompanhando, deixando Veronica irritada

— O que você tá rindo ai Jauregui? Faz quantos anos que você não fode? - Iglesias provoca a de olhos verdes, sentando no banco com Lucy no vão de suas pernas.

— Faz apenas alguns meses ok? - Sinto meu rosto ferver com a provocação de Vero, mas tento parecer o mais indiferente possível e apenas reviro os olhos

— Ai gente, chega de enrolar. Lauren, você disse que estava pensando em algo e então? O que é? - Normani pergunta curiosa

Lucy e Vero que não sabia do que Normani estava falando, focaram seus olhos em mim, que acabei sorrindo novamente. Me ajeitei em meu banco e falei animada:

— Então meninas, se lembram quando éramos mais novas e vivíamos tentando aprender passos de danças em casa?

As três mulheres na minha frente confirmaram com um aceno de cabeça e sorriram e então continuei a explicação

— Dessa vez, eu acho que devíamos tentar com algum professor sabe? Talvez isso sairia melhor do que aquelas coisas que fazíamos - falo rindo um pouco ao lembrar dos passos desengonçados que eu e minhas amigas chamávamos de dança, exceto Normani, que sempre teve um dom para a dança

— Eu acho uma boa idéia. Seria divertido e passaríamos mais tempo juntas - Lucy fala toda sorridente e esperando que sua namorada concordasse

— Concordo com a Lucy, afinal, isso vai ser bem engraçado e divertido. Porque a gente pegava qualquer música e inventava uns negócios que nem da pra serem chamados de passos e ainda achávamos que éramos as melhores dançarinas do bairro - Vero fala e solta uma gargalhada no final

— Fale por vocês meus amores, eu sempre arrasei em qualquer coisa - Mani fala olhando para suas unhas, sorrindo orgulhosa

Nós três olharamos para Normani e sorrimos, porque todas nós sabíamos que isso era um fato

Depois de conversar e todas concordarem que deveriam fazer uma aula com algum professor para aprenderem algo que poderia ser chamado de passos de dança segundo Veronica, todas se juntaram à pista de dança da boate e dançaram em meio a várias risadas e tentativas de algumas coreografias. Sem ao menos se importar se era desengonçado ou não.

Lauren, Normani e Veronica são amigas de infância. Moravam na mesma rua e frequentavam a mesma escola. Lauren fora uma criança um pouco tímida na sua infância, com medo de que as pessoas que descobrissem que ela tinha um pênis não quisessem mais ela por perto. Mas ela estava enganada. Quando ela se sentiu confortável e segura com as duas meninas, ela contou à elas, quando completou seus 11 anos de idade.

Ela não queria se esconder de suas melhores amigas e sempre as três foram sinceras entre elas. Normani e Veronica nem se importaram com tal informação, afinal aquilo era apenas um detalhe.

Depois disso, Lauren se sentiu mais confortável na presença das duas mulheres. Sempre contando seus momentos embaraçosos com algumas meninas que conhecia. Veronica sempre dissera que queria ao menos ver o pênis de Lauren para confirmar o fato, mas isso era apenas uma provocação para deixar a de olhos verdes sem jeito.

[...]

Marcava 7:27h da manhã de um domingo quando o celular de Lauren apitou em seu lado. A mulher se esticou para pegar o aparelho barulhento e praguejando a si mesma por esquecer de desativar o alarme

— Eu não acredito que acordei cedo em pleno domingo. - Murmurou baixinho e se jogou de costas na cama novamente, cobrindo o rosto com seu travesseiro

Depois de horas enrolando na cama, e até cochilando um pouco, percebeu que não ia conseguir dormir até tarde e resolveu levantar para fazer sua higiene matinal e tomando um banho bem demorado para relaxar seus músculos que doíam devido a má posição que havia dormido.

Na noite anterior, as meninas haviam combinado de se juntarem à Lauren em seu apartamento para maratonar alguns filmes ou fazerem vários nada. Lauren se lembrou imediatamente e sorriu para seu reflexo no espelho, enquanto terminava de pentear seu cabelo ainda úmido do banho. Caminhou até seu guarda-roupa e optou por uma roupa confortável já que ficariam em casa mesmo. Colocou uma cueca da Calvin Klein preta, um short de algodão e uma camiseta com a estampa de uma banda de rock, nos pés calçou seus chinelos na cor preta e caminhou para a sala, onde se jogou no sofá e começou a procurar na TV algo bom para se distrair enquanto suas amigas não chegassem.

Já se aproximava das 14:30h quando ouviu a campainha de seu apartamento tocar, levantou e deixou sua caneca do Batman com seu suco de laranja em cima da mesinha de centro e caminhou sorridente até a porta

— Hey vadias! - Cumprimento minhas amigas com um sorriso enorme e abrindo os braços para um abraço em grupo

Todas se juntam aos braços de Lauren e a cumprimenta todas felizes

— Lauren, espero que aqui tenha alguma coisa para comer. Estou morta de fome. Lucy me acordou agora pouco e não me deixou nem tomar café - Vero resmunga coçando seu olho esquerdo e bocejando. Ainda estava com o rosto um pouco inchado por acordar a pouco tempo atrás

— Menos Vero, você tomou milk shake no caminho e disse que estava enjoada por beber muito ontem, então não me culpe - Lucy fala revirando os olhos, após de tirar seu óculos de sol e colocar no topo de sua cabeça e Vero apenas da de ombros e entrando no apartamento, sendo seguida por Lucy e Normani

— Tá faltando meu casal favorito e a Demi, eles não vem? - Demi trabalhava junto com Normani e elas acabaram criando uma amizade e no fim ela acabou se juntando ao grupo. Lauren pergunta assim que fecha a porta e caminha de volta ao sofá

— Eu mandei uma mensagem para eles, devem estar chegando a qualquer momento e espero que tragam comida porque já estou com fome - Normani responde, dando uma última olhada em seu celular

Todas se acomodaram no sofá em forma de "L", assistindo um canal de músicas na TV de Lauren, porque era a única coisa boa que passava em um domingo a tarde

Lucy estava com Vero deitada com a cabeça em seu peito e acariciava o cabelo da menor e Lauren apenas observava o casal

— Lauren, você sempre fica olhando para nós com essa cara de desejo. Você não pensa em arrumar alguém para dar uns pegas não? Ou você pensa em um ménage com a gente? Afinal, você tem algo ben útil no meio de suas pernas né - Vero se pronuncia de repente, virando seu rosto para Lauren e sorrindo maliciosa

— Vero, vai se foder meu anjo! Eu apenas fico pensando em como a Lucy te aguenta durante todos esses anos - A de olhos verdes responde - Deve ser muito amor mesmo para te aguentar porque olha, você é um saco

— Pode falar que queria fazer ménage com a gente, isso não muda nossa amizade - Vero insiste balançando suas sobrancelhas, arrancando risadas de Lucy e Normani que prestava atenção nas duas se provocando. Sempre fora assim

— Eu já falei que não vou fazer esse maldito ménage com vocês. - fala bufando e revirando os olhos - Você devia parar de insistir nisso

As três mulheres na sala começam a rir pela forma na qual Lauren fica fofa quando está irritada

— Tudo bem, é só uma brincadeira. Mas se você quiser a gente quer - Lucy fala sorrindo para Lauren e piscando seu olho direito

— Misericórdia, eu não aguento vocês - No mesmo instante a campainha toca - Graças a Deus chegaram antes que eu pudesse matar vocês casal

Lauren se levanta novamente e quando está próxima a porta a mesma se abre

— Eu sabia que estaria aberta então já fui entrando mesmo - Demi, que está com uma travessa na mão esquerda fala enquanto cumprimenta Lauren com um beijo no rosto e caminha em direção à cozinha

— Oi Laur! - Ally que está com outra travessa em mãos diz toda sorridente - Demi e eu fizemos lasanha ao molho bolonhesa e de sobremesa uma torta holandesa, espero que goste. Troy está lá na garagem com os bebês, eles acabaram caindo no sono - Fala entregando a travessa à outra mulher e se afastando para ajudar o marido com seus filhos.

Ally e Troy estão juntos há anos. Eles se conheceram no colegial, namoraram e hoje em dia estão casados e com dois lindos bebês.

Lauren se vira em direção à cozinha para deixar a travessa na mesa que já estava arrumada. Demi terminava de colocar os talheres em seus devidos lugares.

— Queria tanto ter ido na boate com vocês ontem a noite. Mas era dia do meu plantão, então espero que na próxima eu consiga ir - A de cabelos curtos fala um pouco triste

— Mas é claro que você vai. Afinal, temos algo para te contar, Ally talvez não vá por ter que cuidar dos bebês, mas irei propor para vocês duas mesmo assim - Lauren diz sorrindo e dando de ombros

— Espero que seja alguma coisa divertida, porque minha vida está um tédio

As duas terminam de ajeitar a cozinha e voltam para a sala, encontrando todos ali presentes. Lauren caminha até o sofá, onde seu casal favorito está sentado. Vai até Troy e o cumprimenta com um beijo no rosto e deixando um beijo na testa de Chloe que está dormindo em seu colo em seu lindo macacão rosa e com uma chupeta lilás em sua boca. Lauren sorri e vai até Ally, onde está com o carrinho ao seu lado balançando pra frente e pra trás.

Ela se abaixa próxima ao carrinho e sorri toda boba. Theo está acordado, segundo Ally ele acordou assim que saiu de sua cadeirinha no carro. O pequeno está vestido em um macacão cinza escuro e diferente de sua irmã, não está com a chupeta em sua boca

— Oi meu garotão, a tia Laur sentiu saudades de você meu amor - fala toda encantada com o pequeno menino loiro dos olhos azuis que está mais interessado em sua mão toda babada em sua boca

— Lauren, não sei como você não teve filhos ainda. Você fica toda boba com eles - Normani diz, olhando para a mulher quase babando em cima do pequeno em seu carrinho

— Concordo com a Mani! Imagina a Laur sendo mãe? Vai ficar com a criança o dia inteiro no colo - Troy diz divertido

— Mas primeiro ela tem que tomar vergonha na cara e arranjar alguém para ficar sério. Só sabe pensar no trabalho e esquece de pensar na própria vida amorosa - Vero diz

— Eu tenho que ser bem resolvida em meu trabalho, depois eu penso em me relacionar com alguém, não preciso de pressão - Lauren que estava de joelhos perto do carrinho de Theo, se levanta para chamar todos para almoçar, antes que a comida esfriasse

Vero dá um salto do sofá e sai em disparada em direção à cozinha, dando uma tapa de leve na cabeça de Lauren em seu caminho, que apenas observa a cena e nega com a cabeça

— Ela não tem jeito mesmo - Todos soltam em uníssono e caem na gargalhada e vão em direção à cozinha

O almoço seguiu calmo e cheio de risadas. Eles sempre se uniam aos domingos para fazerem um almoço, já era um acordo entre todos presentes. Cada domingo era na casa de alguém, para não deixar que o laço de amizade deles fosse desfeito e aquela familiaridade toda se esvaisse.

Depois do almoço e de ajeitar a cozinha com insistência de Ally, todos se reuniram na sala novamente, sentados no tapete macio em frente a televisão

Troy ficou encarregado de colocar os gêmeos na cama grande de Lauren, sendo avisado pela sua esposa que era para encher de travesseiros ao redor dos dois e deixando a babá eletrônica próxima à eles, porque assim qualquer barulho eles poderiam ir conferir.

Enquanto Troy ajeitava as crianças, todas as mulheres conversavam animadas na sala sobre coisas aleatórias

— Normani disse que vocês falaram algo sobre aulas de dança ontem na boate. Me contem isso gente - Ally pede toda interessada

— A doida da Jauregui teve a brilhante ideia de relembrarmos os velhos tempos que a gente se achava tentando dançar alguma coisa - Vero fala rolando os olhos de brincadeira

— A Ally não participava muito dessas coisas, porque vivia pendurada no pescoço de Troy, literalmente- Lauren comenta, fazendo as meninas sorrirem e Ally mostrar a língua para a mesma - Então, eu pensei em fazermos aulas de dança com algum professor. Todas nós, assim passaríamos mais tempo juntas e seria engraçado e um modo de sairmos um pouco dessa rotina entediante

— Porém temos que ver um horário para que todas podemos ir e que não irá atrapalhar em nada em nossos trabalhos. Mas se você não puder por causa dos bebês, sem problemas Ally - Lucy fala olhando para a baixinha na sua frente

Troy volta do quarto, se sentando ao lado de Ally e a abraçando pelos ombros, fazendo a pequena se aninhar à ele

— Do que estão falando? - Ele pergunta interessado

— As meninas tiveram a ideia de fazermos aulas de dança para passarmos mais tempo juntas e nos divertir - Ally responde ao marido, sorrindo abertamente

— Eu acho muito bom isso. Assim você se diverte um pouco com suas amigas ao invés de ficar só em casa cuidando dos bebês amor. Eu posso ficar com eles enquanto você estiver lá, ou podemos deixar com os nossos pais também, isso não será um problema

As meninas que observavam a interação do casal soltaram um "owwn" e jogaram almofadas neles para provocar quando Ally puxou o marido para um beijo apaixonado

— Então, quando começamos? - A loira pergunta animada

— Podemos começar amanhã mesmo. Claro, se tiver horário para esse bando de mulheres - Lucy comenta

— Sei de um estúdio muito bem falado e as professoras de lá são bem simpáticas - Normani lembra de uns conhecidos que tinham falado sobre o estúdio C&J dance

— Falou de dança a Normani sabe de tudo. Uma dançarina dessas bicho - Vero que estava deitada no tapete comenta rindo

— Então Mani, você pode resolver isso para nós? - Lauren pergunta

— Amanhã logo de manhã eu ligo lá e já peço para fechar um horário para nós - a negra confirma animada

Todas comemoraram e resolveram finalmente assistir alguns filmes que Lauren tinha em sua estante. O restante da tarde, todos se ocuparam com os filmes e Lauren estava um pouco ansiosa para essas aulas, sem nem saber o motivo dessa ansiedade. Mas ela tinha a certeza de que aquilo seria bom para todas as mulheres ali presente, já que elas reclamavam de suas entediantes vidas.

Algum tempo depois, Lauren olhou para seu lado esquerdo, encontrando Veronica adormecida no tapete. Ela então cutucou Troy e ela indicou a mulher dormindo no tapete para ele

— Você está pensando no mesmo que eu estou pensando? - Ele sussurra para a mulher sorridente ao seu lado

— Só me de uns minutos - Ela levanta do tapete, desviando de Vero para não acordar a mesma. Correu até seu quarto, mas caminhando na ponta dos pés ao lembrar que os gémeos estavam dormindo em sua cama. Ela sorriu para eles e caminhou para seu banheiro, pegando seu batom vermelho escuro e o creme dental de menta. Voltou para a sala com os objetos em mãos e cutucou o homem que ainda estava sentado. Ally virou a cabeça para acompanhar os movimentos do marido e sorriu ao notar o que fariam a seguir. Troy pegou o creme dental e o abriu, espremendo a embalagem e despejando na boca de Vero, que dormia pesadamente. Lauren colocou a mão esquerda sobre sua boca para segurar sua risada e começou a passar o cosmético na testa de sua amiga, escrevendo "vadia" ali no local.

Normani, Lucy e Demi que não haviam notado o que os dois estavam fazendo, começaram a rir diante da cena. Pareciam crianças quando se juntavam, mas era o jeito deles de ser e eles nem ligavam para opiniões sobre esse tal comportamento.

Assim que terminaram sua obra de arte em Veronica, os dois correram para a cozinha e explodiram em risadas

— Ela vai ficar tão puta que vai querer vingança, se prepare - Lauren comenta em meio a risadas

— Eu nem sei de nada, só vim pegar um copo de água - Ele fala irônico

Quando eles dois voltam para a sala, Troy na frente e Lauren atrás se escondendo, percebem que a mulher já não estava mais presente

— Ela acordou e foi para o banheiro - Lucy avisa e eles se entreolham

— EU VOU MATAR VOCÊS DOIS SEUS PAU PEQUENO!!!! - Iglesias grita do banheiro social arrancando risadas de todos que estavam na sala. 


Notas Finais


Então... Essa fanfic já está no capítulo 10 lá no wattpad e só agora que resolvi postar aqui porque muitos não usam/gostam de lá.

Vou postar os outros capítulos em breve.

Twitter: boocabello_

Até mais!


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...