História The Serendipity ( jimin ) BTS - Capítulo 42


Escrita por:

Postado
Categorias Bangtan Boys (BTS)
Personagens Jeon Jungkook (Jungkook), Jung Hoseok (J-Hope), Kim Namjoon (RM), Kim Seokjin (Jin), Kim Taehyung (V), Min Yoongi (Suga), Park Jimin (Jimin), Personagens Originais
Visualizações 130
Palavras 1.946
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 14 ANOS
Gêneros: Ação, Aventura, Comédia, Ficção, Ficção Científica, Sobrenatural, Terror e Horror, Violência
Avisos: Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Sexo, Violência
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Notas do Autor


Fala galera!

Aqui mais um cap pra vcs! Espero que gostem❤
Boa Leitura💗💕💗💕

Capítulo 42 - Eu ainda te amo...


Fanfic / Fanfiction The Serendipity ( jimin ) BTS - Capítulo 42 - Eu ainda te amo...

     ....

Alguns minutos depois eu finalmente chego em casa. Abro a porta e adentrei a sala fechando a porta logo em seguida. Me deitei no sofá ainda com um sorriso largo no rosto, eu sorria feito bobo, nicoly com certeza fez o meu dia ficar muito melhor. Espero ter mais contato com ela, quero conhecê-la melhor.

Eu sentia meu coração bater forte, estava feliz. Ela é muito bonita, simpática , divertida. Não sei como eu nunca reparei em suas qualidades. Só de pensar nela eu sorrio novamente.

Hoseok: ah nicoly... Olha o que você faz comigo garota. 

Falo rindo da minha propria fala, eu passo a minha mão em meu cabelo, adentrando meus fios. A última vez que tinha ficado assim, sorrindo como um bocó, foi quando eu tinha conversado com a minha primeira namorada. Nunca pensei que sentiria algo assim de novo. A nicoly mexe mesmo com o meu psicológico, não posso negar que acho que estou... gostando dela. Mas não quero correr o risco de me apaixonar outra vez e ter meu coração partido novamente.

Hoseok *off* 


S/n *on* 

Já eram quase duas horas da tarde. Jimin ainda estava na minha casa, ele fica tanto aqui que parece que moramos juntos, quem me dera... adoro a companhia dele. Até me acostumei com essa ideia do jimin dormir na minha casa, mal posso esperar quando jimin e eu nos casarmos e morarmos na mesma casa. 

Sei que pareço meio iludida, mas depois de ter realizado meu sonho,  de vir aqui e morar na Coréia, casar com o jimin é o meu novo sonho. 

Quero um dia colocar uma aliança no lugar desse anel de compromisso de namoro. Desejo fazer parte da família Park, na qual ainda não conheço. Jimin já me disse uma vez que quer muito me apresentar para seus pais, mas isso teria que esperar, pois os dois tem pouco tempo livre por causa do trabalho na big hit. 

Mas não quero apressar as coisas, ainda preciso terminar meus estudos na faculdade e arranjar um emprego para me sustentar, quero ser independente, não quero ter que depender de ninguém.



Bom, eu estava sentava ao lado do jimin, estávamos assistindo uma série na netflix e conversando, não era muita novidade, já que fazemos isso sempre quando estamos sozinhos. 

Estava tudo normal, nós riamos pela conversa aleatória que tinhamos, escuto batidas na porta, as batidas eram fortes mas não eram violentas. 

Jimin e eu nos entreolhamos e eu me levanto do sofá, jimin vem logo atrás. 

Me aproximei da janela e afastei a cortinha que me empedia de ver quem era a pessoa que tinha batido na porta. 

Quando afastei a cortinha eu vejo jungkook em frente da porta com a cabeça baixa. Eu fecho a cortinha rapidamente e olho pro jimin que não estava entendendo nada. 

Jimin: quem é? [Pergunta cochixando] 

Eu saio de perto da janela e puxo jimin pelo braço delicadamente levando ele até a cozinha. 

S/n: shii... é o jungkook... [o mesmo olha para a porta com a feição séria e ele suspira] -ele não pode saber que está aqui. Vá para o meu quarto! 

Jimin então sobe as escadas fazendo o possível para não fazer barulho algum. 

Após o mesmo ter subido eu ando em direção a porta e abro. 

S/n: oi jungkook... 

Jk: oi. 

O mesmo entra e eu fecho a porta. 

Jk: quero falar com você. [Ele fala calmamente]

Eu me aproximo do mesmo.

S/n: o que é? [Pergunto cruzando os braços] 

Jk: quero conversar com você, e falar sobre aquela noite... 

Ele tira uma pequena mecha de seu cabelo que estava em seu olho, e eu percebo um pequeno machucado na maçã do rosto dele. 

Jk: ai, cuidado... Não encosta assim. 

S/n: tá doendo? 

Jk: claro que tá doendo. Mas é só um... arranhão. 

S/n: você brigou com alguém? 

Jk: ah, foi um embeciu, mas te garanto que eu deixei o cara muito pior. 

Fala com um sorriso vitorioso. 

S/n: hum... você precisa cuidar disso. 

Jk: não, não preciso de primeiros socorros. 

S/n: sim jungkook. 

Jk: não. 

Mesmo assim eu vou até o armário e pego uma caixinha de primeiros socorros. 

Jk: olha alá... tá começando parecer que você se emporta comigo.

Ele fala e eu reviro os olhos. Por mim eu deixava esse machucado como está, mas mesmo assim eu queria cuidar de seu ferimento. Apesar de ser o jungkook. 

Abro a caixinha e começo a molhar o algodão com o remédio.

Jk: eu não preciso disso já falei.

Eu o olho com reprovação por um segundo e comecei a passar o algodão em seu machucado. 

Jk: ai... cuidado. Você não me escuta não é? 

Ele afasta o rosto quando eu coloco o algodão com antisseptico, mas logo eu pego no queixo dele para mantê-lo parado. 

O mesmo mantia seus olhos fechados por conta da dor que o antisséptico causava no arranhão. 

Depois de ter passado o algodão em seu rosto algumas vezes jungkook abre os olhos e começa a me encarar. O mesmo mantia contato visual comigo. 

Jk: desculpa, desculpa por ter te agarrado e ter te beijado naquela noite. Eu senti falta de você. 

Fala e eu paro de passar o algodão em seu rosto.

Jk: na verdade, ainda sinto falta. Admite... Admite que você gostou de ficar comigo naquela noite. 

S/n: não. 

Jk: tem certeza? Eu lembro de como você puxava forte o meu cabelo, e de um gemido durante o beijo. 

Sendo sincera, eu confesso que na hora eu não sabia o que fazer. Foi no calor do momento, só fiz o que o meu corpo queria. Então não pude controlar.

Jk: sei que também sente minha falta. Só não quer adimitir. 

Fala e eu começo a ficar com raiva, jungkook como sempre consegue estragar tudo. Ele veio para se desculpa e agora fica falando essas besteiras. 

S/n: olha jungkook, já não basta você quase ter terminado o meu namoro com aquele beijo, agora fica dizendo essas coisas pra mim. Ah jungkook, me poupe. 

Eu ando para longe dele indo em direção ao meu escritório, peguei o notebook que ele tinha me dado e volto para a sala. 

S/n: toma. 

Falo estendendo a caixa com o nootebook dentro. 

Jk: não, é seu. 

Eu bufei em resposta e deixei a caixa no sofá. Jungkook se aproxima de mim. 

Jk: s/n, eu quero que você olhe nos meus olhos agora e me fala, então eu vou saber e eu vou embora. Só olha pra mim e diz que você não gostou de me beijar, nem um pouco.

S/n: acho que não devo nenhuma satisfação pra você. 

Jk: é claro que sim, até porque você cedeu o beijo. 

S/n: sim, mas não significou nada pra mim. Aquilo foi por impulso, eu só fiz o que eu meu corpo queria. 

Quando termino o mesmo dá um sorriso soprado, e eu o olho franzindo o cenho. Mas logo ele se recompõe e volta a me olhar. 

Jk: você acha mesmo que eu vou cair nesse seu papinho? 

S/n: espero que sim, porque é a verdade. Eu não me importo se você não acredita ou não. Eu só me importo com que o jimin pensa disso. Ele sim é a pessoa que eu realmente importo. Pode pensar o que quiser jungkook, eu só quero que me deixe em paz de uma vez! 

Jk: já esqueceu? Esqueceu de tudo que passamos juntos s/n? [Ele sorri] -eu realmente te amava, e você sabia disso. Eu me importava com você s/n e muito.

S/n: jungkook isso já é passado ok. Para de pensar no passado e segue a sua vida...

Jk: s/n eu ainda te amo. [Fala me interrompendo] -se fosse possível eu poderia ter uma fila com várias garotas diferentes na minha frente pra eu escolher, e sim seria mais fácil... mas se você ainda não percebeu eu nunca vou fazer isso, porque a única garota que eu quero, que eu desejo está bem aqui na minha frente. 

S/n: jungkook por favor... sai.  

Falo me afastando e indo até a porta, mas quando eu ia abri-lá jungkook me prensou contra a porta. 

Jk: s/n, sei que pareço ser o mesmo jungkook de sempre. Mas ainda sim, por mais que eu tente, eu não consigo te esquecer. Como eu disse... eu ainda te amo. 



Jimin: solta ela! 



Jimin aparece em frente na beira da escada, parecia ter acabado de descer os degrais. Jungkook olha para o jimin por cima dos ombros e me solta logo em seguida. 

Jk: olha aqui, eu só vou embora agora porque não quero arranjar confusão, ainda mais com você. 

Jimin: já vai tarde. Faz o que ela mandou, vai embora. 

Ele fala se aproximando do jungkook, os dois ficam frente a frente um com o outro. Eu saio de perto da porta e observo os dois.

Jk: acha que eu fico entimidado por sua presença jimin? [Falou seu nome de um jeito debochante] -você não me entimida. Eu só não vou pra cima de você por causa dela [Diz apontando pra mim] -porque se não eu faria uma grande besteira. 

Percebi que jimin mantia suas maos fechadas, seus punhos estavam prontos para dar um soco, mas jimin respira fundo e fala. 

Jimin: não quero que se sinta entimidado jungkook, só quero de deixe a vida da s/n em paz. 

S/n: jungkook já chega. Saia da minha casa. Agora! 

Jungkook deixa um último sorriso escapar de seu rosto e se vira, ficando de costas para jimin que pegou no meu braço fazendo eu ficar bem ao seu lado. 

Jungkook abre a porta e sai sem nenhum aviso. Eu suspiro e seguro no queixo do jimin para fazer com que ele olhe pra mim. 

S/n: jimin... amor olha pra mim [ele finalmente me olha] -não fica assim. 

Jimin me envolve em seus braços e me abraça. 

Jimin: eu estava ouvindo a conversa. Sei que foi errado da minha parte, mas eu não queria te deixar sozinha com ele. 

Fala desfazendo o abraço. 

S/n: conseguiu ouvir tudo? 

Pergunto. 

Jimin: sim. Tudo. Não estou bravo com você, eu não te julgo por ter cedido o beijo. Acontece, as vezes fazemos coisas involuntariamente. Eu não te culpo por isso, mas me preocupo por você, quero que você acabe os estudos sem ninguém para  lhe atrapalhar. Eu tava me segurando pra não fazer uma besteira aqui. 

S/n, eu sei, que bom que você me compreende jimin, eu só queria que ele para se de me seguir entende? 

Jimin: sim, é claro que entendo meu anjo. Eu só fico revoltado por saber que ele ainda sente sentimentos por você.

S/n: mas eu não ligo pra isso jimin. Eu não o amo mais. E por favor me perdoa, não queria ter feito aquilo, eu disse que foi no calor do momento.

Jimin: não, tá tudo bem. Eu entendo, só tenta parar com isso, para de pedir perdão. Eu odeio quando a gente briga. 

Ele acaricia meu rosto e me abraça novamente. 

Jimin: só quero que você se destraia um pouco, não aguento ver a minha princesa estressada. 

Fala e deixa um selar em meus lábios. 

O selar foi virando um beijo calmo e apaixonado, gosto quando nos reconciliação dessa forma, com carinho. Apesar de não termos discutido, ainda sim eu amo os toques  do jimin. 

S/n: eu te amo tanto. 

Falo entre o beijo. 

Jimin: eu também te amo princesa. 

Eu mordo a carne do seu lábio fino e o mesmo sorriu, ele gostava quando eu fazia isso. Nos beijamos outra vez e ele me pega no colo, ele deixa minhas pernas na sua cintura e me carrega até o sofá, e depois me deita sobre o mesmo.



Acho que já sabem o que aconteceu...




CONTINUA????














Notas Finais


Desculpem pela demora.
Sinceramente eu não acho que esse capítulo ficou bom, desculpem se o Cap ficou ruim. Mas espero que vocês tenham gostado!

Beijos e até a próxima galera, amo mt vcs ❤❤❤❤❤❤


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...