História The sergeant's son - Capítulo 6


Escrita por:

Postado
Categorias ASTRO, Bangtan Boys (BTS), Got7, Neo Culture Technology (NCT), Red Velvet, SHINee
Personagens BamBam, Chenle, Doyoung, Eunwoo, Haechan, Irene, Jackson, Jaehyun, Jaemin, JB, Jeno, Jeon Jeongguk (Jungkook), Jinjin, Jinki Lee (Onew), Jinyoung, Jisung, Johnny, Jonghyun Kim, Joy, Jung Hoseok (J-Hope), Jungwoo, KiBum "Key" Kim, Kim Namjoon (RM), Kim Seokjin (Jin), Kim Taehyung (V), Kun, Lucas, Mark, Mark, Min Yoongi (Suga), Minho Choi, MJ, Moonbin, Park Jimin (Jimin), Personagens Originais, RenJun, Rocky, Sanha, Seulgi, Taeil, Taemin Lee, Taeyong, Ten, Wendy, Winwin, Yeri, Youngjae, Yugyeom, Yuta
Tags Jungwoo, Nct
Visualizações 14
Palavras 1.384
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Ação, Aventura, Crossover, Drama (Tragédia), Famí­lia, Ficção Adolescente, Fluffy, Hentai, Policial, Romance e Novela, Shoujo (Romântico), Suspense, Yaoi (Gay)
Avisos: Álcool, Heterossexualidade, Homossexualidade, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Sexo, Violência
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Capítulo 6 - Z-Zoey


Poin't of view Sn Seo.. 

Entrei em minha sala rapidamente, praticamente me jogando na cadeira, por que penso tanto nesse "Saranghaeyo"? Ele só fez isso por conta do Yoongi, certo? 

Saranghaeyo

Ain, coração se acalme pelo amor de Deus. Ouvi passos, então a porta da sala foi aberta, revelando Yoongi e os amigos dele. 

Suga: Amorzinho, como vai? -Tinha mesmo que vir estragar meu momento? 

Sn: Não sou seu amorzinho, e vou bem. 

Suga: Eu queria saber quem era aquele homem sem noção que anda dizendo saranghaeyo para a namorada dos outros. -A mas não na minha frente, bati as mãos na mesa assustando eles, e então me levantei. 

Sn: Primeiro, eu não sou sua namorada! E segundo! Lave sua boca suja antes de falar essas merdas do JungWoo! Eu não admito que fale mal dele! Ta me ouvindo? 

Jin: Ficou bravinha foi? 

Sn: FIQUEI! Eai? Vai fazer o que? Eu espero não ouvir mais o nome do JungWoo saindo dessa sua boca imunda! -Quando ele ia responder, o sinal tocou, como eles eram do terceiro ano, eles foram para suas classes no fundão. Depois as trigêmeas entraram. Elas não falaram nada, apenas me olharam me matando com os olhos. Os outros alunos entraram e depois nosso professor de língua Coreana, então a aula começou. 

Depois de três perídos chatos de aulas variadas, o sinal do intervalo soou como música para meus ouvidos. Depois do sinal, ficou apenas eu, a turminha do Yoongi e as trigêmeas na sala, eu estava arruamando minhas coisas quando meu celular tocou. Olhei a tela, o nome "Lin mana" Piscava. Sorri e peguei o celular, atendendo em seguida. 

Sn: Lin! Por que está me ligando agora? Sei que era para você estár dormido! 

Lindsey: S-Sn... -Sua voz chorosa soou, me fazendo ficar preocupada. 

Sn: Lin você está chorando? 

Lindsey: A Z-Zoey. 

Sn: O que tem ela? 

Lindsey: Lembra, que ela tava saindo com o Logan? 

Sn: O QUE ESSE FILHO DE UMA PUTA FEZ LINDSEY? ME FALA! -Berrei, assustando os demais na sala. 

Lindsey: Sn, a Zoey, foi encontrada morta, asfixiada e estuprada no apartamento do Logan. -Naquele momento, meus olhos se enxeram de lágrimas-Encontraram ele morto perto da sua antiga casa, enforcado naquele parque sabe? 

Sn: Lin, me diz que é só uma pegadinha idiota, e que a Zoey vai sair gritando que era zoeira. Me diz.-Houvi o soluço da Lin, o que fez a minha ficha cair. 

Lindsey: Eu falei com a minha mãe, hoje mesmo eu estou partindo para a Coréia. As onze e meia. 

Sn: O-O que? Você vem prá cá? 

Lindsey: S-Sim, a Zoey estava preparando uma surpresa para você, nós duas iríamos nós transferir para uma faculdade de arquitetura ai em Seoul, para poder ficar com você. Mas então ela se envolveu com o Price. 

Sn: L-Lin.. 

Lindsey: Eu já falei com seu irmão, ele conversou com a dona da casa em que vocês estão morando, vou poder ficar hospedada lá, até  conseguir um emprego. Eu tenho que desligar. Nós vemos quando eu chegar ai. 

Então ela desligou. A ficha caiu, junto das lágrimas, Zoey está...morta? Minha melhor amiga está morta? Morta... Me sentei na cadeira de novo, começando a chorar desesperadamente, sem ligar para as pessoas na sala de aula, ouvi um baque na porta, olhei para a mesma, vendo Johnny junto com a diretora e os meninos. Me levantei correndo, abraçando meu irmão, chorando ainda mais em seus braços. 

Sn: Jo-Johnny.. A Zoey.. 

Johnny: Shii,eu sei. Eu sei. Se acalme. Vai ficar tudo bem. 

Diretora: Pode arrumar suas coisas querida, você vai voltar pra casa com seu irmão. 

JungWoo: Eu arrumo.-JungWoo se aproximou das minhas coisas, guardando-as em minha mochila, colocando em seguida a mesma nas costas. 

Nós saímos da sala, ainda agarrada em Johnny, eu chorava litros. Todos da escola estavam nós olhando estranhamente. Lá fora, vi os nossos amigos. O rostinho preocupado dos mais novos eram de doer o coração. 

Jisung: Noona, você está bem?-Tirando Mark, os mais novos usavam uniformes de uma outra escola. 

Sn: Não. 

Taeyong: É melhor irmos para casa, lá conversamos melhor. -Atendemos o pedido de Taeyong, fui com JungWoo em seu carro, o mesmo tentou me animar de todas as formas possíveis, o que não deu muito certo. 

JungWoo: Sinto muito por sua amiga Sn. 

Sn: Eu também. -Senti meus olhos enxerem de água novamente, deixei as mesmas percorrerem por minhas , um choro silencioso e doloroso. Quando chegamos em casa, me sentei no sofá, entre Jaehyun e Haechan, que nem esperou para me abraçar. 

Haechan: Chore noona, é bom para tirar as tristezas. -O abracei de volta, voltando a chorar silenciosamente. Por que isso está acontecendo comigo? Por que de eu não poder estar lá para dar um último adeus a minha amiga? Por que o mundo tirou minha amiga de mim?Minha irmã de outra mãe. 

Taeyong: Aqui Sn. -Yong me ofereceu um copo de água, soltei Haechan, mas ele não me soltou, pegando o copo das mãos do mais velho, começando a beber com calma. 

Jaemin: Você sabe quem fez isso? 

Sn: O namorado dela, o nome dele é Logan Price. Ele era um famosinho na época da escola. A Zoey tinha uma queda por ele dês do oitavo ano. 

Jeno: Por que ele fez isso? 

Sn: Eu não sei Jeno, eu queria muito saber.-Depois de beber toda a água, dei o copo de volta para Taeyong que o levou para a cozinho de novo. 

Johnny: Eu vou buscar a Lindsey no aeroporto com o Doyoung a noite. 

Sn: Okay. -Os meninos ficaram a manhã toda comigo. Mas a tarde eles precisavam ir embora. Haechan e Jeno queriam ficar aqui comigo, mas eu disse a eles que ficaria bem. Depois que eles foram embora, eu fui pro meu quarto, ao abrir a tela inicial do celular, uma foto de nós três piscou na tela. Me fazendo deixar uma lágrima escorrer pelo canto do meu olho. -Zoey. 

JungWoo: Sn, você quer alguma...coisa.-Olhei para JungWoo, limpando a lágrima. 

Sn: Não, nada. 

JungWoo: Se precisar, pode me falar. -Quando ele se virou para sair. 

Sn: JungWoo

JungWoo: Sim? -Ele se virou. 

Sn: Fica aqui comigo? Por favor. -Ele sorriu e assentiu, entrando no quarto. 

JungWoo: Quer conversar? Talvez me contar sobre sua vida em Chicago. 

Sn: Posso falar sobre eu e as meninas? 

JungWoo: Claro que pode. -Ele sentou na cama, e eu na cadeira da escrivaninha. Fiquei contando a ele sobre nossas maluquices quando nós conhecemos no quinto ano. -Uau, vocês eram umas pestes! 

Sn: Sim, eu lembro da vez que a Lin colocou formigas na calça de uma garota que ela não gostava. Foi hilário. Estávamos no meio de uma aula de matemática! 

JungWoo: Minha nossa. 

Sn: E a Zoey. Ela era a mais Santa de nós três. A mais velha e a mais responsável também. Vou sentir tanto a falta dela nos dando bronca. 

JungWoo: Se quiser posso pedir ao Taeyong para dar a bronca. 

Sn: Bobo. Nós três éramos um trio imbatível. Nunca brigavámos por coisas bobas, como garotos ou entrigas. Éramos muito confiantes na nossa amizade. Na verdade, Lin se apaixonou rapidamente por Johnny, Zoey tinha um crush em quase todo o Colégio e eu não estava nem ai pros garotos. 

JungWoo: Hey, se a Lindsey ta vindo pra cá, como vai ficar a relação dela com o Johnny? 

Sn: Eu não sei, na verdade nem me importo com isso no momento. Eu só queria que isso fosse uma grande pegadinha sem graça. E que a Zoey estaria com a Lin no avião, vindo para cá, tirar onda com a minha cara por ter acreditado. Mas eu sei que não é. Até mesmo o Johnny entrou nessa. Ele nunca faz essas coisas comigo. Sabe que sou sensível quando se trata sobre isso. 

JungWoo: Por causa da sua mãe? 

Sn: Uhum. -A tarde passou um tédio. Quando a noite chegou, a tia ChuHee me abraçou quando chegou, ela chorou e parecia realmente muito triste. Perto das oito da noite, a porta da frente se abriu, Johnny e Doyoung entraram na sala, em seguida, Lin apareceu com os olhos inchados, quando nós nos vimos, começamos a chorar de novo, corri até ela, a abraçando com força. Nossos soluços eram inevitáveis. Naquele momento eu realmente percebi. 

Nada era uma pegadinha. 

Era tudo real. 


Continua... 




Notas Finais


Pesado.


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...