1. Spirit Fanfics >
  2. The Seven - Kim Taehyung >
  3. Begin

História The Seven - Kim Taehyung - Capítulo 5


Escrita por: e minwitch


Notas do Autor


oi, my love's
aqui é a @sunshine_05 e vim atualizar essa fic depois de um breve status meu e da @minwitch, mas prometemos que vamos voltar mais ativos nessa fic ok?
espero que gostem e boa leitura ❤️

Capítulo 5 - Begin


A noite anterior havia sido uma das mais estressantes e cansativas, pois tive que passar até tarde copiando a matéria que estava devendo por ter saido mais cedo. Além disso, tive que cuidar da minha mãe a tarde inteira no hospital.

Foi bem difícil me manter acordada de noite, por querer estar em minha cama dormindo e não estudando colocando os cadernos em dia, tomei uns dois energéticos sem meu irmão saber se não ele me mata.

Fiquei uma boa parte pensando em minha mãe e se ela estaria bem lá no hospital sozinha, já que eles não deixaram nenhum de nós dois acompanhar ela hoje e nos mandaram voltar amanhã de manhã.

Milhares de pensamentos sobre nossa condição financeira não tão boa e a quantidade de gastos com esse acidente. Não era culpa dela, mas poxa, justo naquele momento? Queria ter ajudado a pagar, mas meu irmão se responsabilizou pela dívida.

Na escola, deixei minha bicicleta no estacionamento. O luxo daquele lugar ainda me surpreendia.

Em meio a bocejos e tropeços causados pelo sono, segui ao armário, tirando meus materiais - não sem antes errar a senha algumas vezes, já que o sono era absurdo.

Matthew me obrigou com todas as suas forças a ir para a escola, e o resultado era eu, sentada numa das carteiras do fundão decidida a dormir durante a aula.

Conforme os alunos chegaram, a aula se deu início, mas quando a terceira aula chata começou, não me deu escolha a não ser tirar a melhor soneca que fosse capaz. Eu até tentava prestar atenção, mas não dava tão certo, sempre me pegava pensando na mamãe e no quão preocupada estava.

Já que Olivia não fazia aquela aula, um cochilo não mataria ninguém. Perder o intervalo também não.

(...)

- Toda essa onda de acidentes de ultimamente  é  estranha,  né?  -  Citou hoseok, comendo suas batatinhas.

Alguns dos outros que o acompanhavam andando pelo corredor assentiram com a cabeça, mas Jungkook interveio, terminando de mastigar e não tirando os olhos do jogo em seu celular.

- Aqui é normal, sempre foi.

- Eu sei, mas tantos? De dez acidentes por dia, estamos tendo sessenta!

Sua fala fez todos o encararem com surpresa, afinal era sempre o menos informado.

- Somente vi o noticiário de madrugada, a insônia não me deixou dormir mesmo.  - Deu de ombros.

Viraram o corredor, com Yoongi arrastando Jungkook pela camiseta.

- Dá pra parar de jogar um pouco Jungkook? To com preguiça de ficar te guiando pra não dar de cara num armário do nada.

Entraram numa sala vazia, sentando-se em lugares aleatórios para prossegir o assunto.

- Acham que tem algo por trás disso?  - Foi a vez de Seokjin perguntar.

Jimin deu de ombros, indo até a mesa do professor.

- Algum dos grupos de demônios homicidas? Não sei.

Taehyung, que estava encostado no quadro negro, brincava com o giz.

- Hobi, você estava com insônia, né? Teve motivo?

- Pesadelos... - Olhou para baixo, batendo os pés um no outro   -  Parecidos com os seus, eram como lembranças... Sabem quando os olhos da Alexandra ficaram e o seu semblante ontem? Era uma garotinha da mesma forma, perto de uma mulher que exalava negatividade.

- A ponto de te acordar? - Jungkook perguntou, largando seu celular.

Hoseok assentiu, levantando a manga da jaqueta e mostrando seus pelos arrepiados.

- Mas, você falou de lembranças... - Yoongi o lembrou.

Desceu a manga, limpando a garganta e se apoiou na cadeira, procurando as palavras para contar.

- Essa mulher... Ela parecia assustada, um homem segurava sua mão, a guiando. Ela olhava para trás, como se temesse algo. Tudo ficou muito acelerado e incompreensível, do nada parou e a mulher se despedia de alguém, chorando quando seguia para o lado oposto, com aquele homem novamente. Tudo passava aquela aura negativa o tempo todo. Logo ambos sumiram, aí eu acordei.

- Parece o que aconteceu em Sidney, há um tempo.   -   Namjoon roía as unhas.

Todos ficaram quietos, digerindo todas as informações.

Jimin se levantou, indo até o quadro e passando o dedo indicador nos farelos de giz acumulados na base.

- Em Sidney não foram acidentes, e sim mortes. Acham que ele está mandando mais alguns atrás de nós?  -  Suspirou,  limpando os dedos na jaqueta  -  Não, ele usaria a morte como sua arma, não acidentes...

Os sete tinham as cabeças em turbilhões, tentando achar uma explicação.

- Tudo tem ficado estranho aqui em Chicago. Clima, estabilidade, tempo. Aí os acidentes.  -  Yoongi cruzou os braços.

- Vamos com calma, se esse... alguém não está com pressa, não precisamos ter. - Taehyung advertiu.

Todos tiveram as atenções tomadas ao ouvir um barulho, olhando para o fundo da sala. Ali estava uma garota, que tentava abrir a porta, fazendo o som da maçaneta que chamara a atenção dos garotos. Houve uma troca de olhares preocupados, que tinham a mesma pergunta por trás: o que fariam agora?

Enquanto Alex pedia, de olhos fechados, mentalmente para sair sem problemas dali, sentiu seu braço ser puxado. Ao abrir seus olhos, se separou de Taehyung e seu olhar sério que a fez engolir em seco.

Umideceu os lábios, ajeitando os fios vermelhos de seu cabelo e colocando as mãos nos bolsos.

- Sabia que ouvir conversa alheia é falta de educação?

- Eu... Eu não... Na verdade ouvi um pou-pouco mas não, eu não entendi sobre o que vocês estavam falando! - Defendeu-se de forma atrapalhada, desviando o olhar das faces sérias que a encaravam.

Jungkook soltou um riso enquanto Yoongi se jogava numa cadeira aleatória, olhando com cara de tédio para a garota.

- Como é que a gente não te viu quando entramos?  -  Seokjin questionou.

Alexandra revirou os olhos, como se não fosse óbvia sua presença ali.

- Eu estava dormindo, claro que não veriam com a minha cabeça deitada sobre a mesa. Qualquer pessoa veria que tinha alguém dormindo ali, menos vocês. Parece que só enxergam o próprio nariz.

Quando percebeu a besteira que falou, arregalou os olhos, vendo todos a olhando com sobrancelhas arqueadas. Suas bochechas estavam completamente ruborizadas.

- Quanto mais você fala e... Existe, as coisas pioram pra você docinho.  -  Jungkook falou sorrindo de lado, tocando seu queixo.

Alex se afastou, assumindo uma postura melhor.

- Eu nem prestei atenção!

Seokjin se aproximou, alegando que ela havia sim ouvido e não sairia impune. Com isso, a garota suspirou forte, erguendo as sobrancelhas e passando a andar de um lado para o outro.

- Ok, sei lá o que estavam falando, mas se Hoseok está tendo pesadelos, porém como lembranças de outra pessoa, talvez tenha uma explicação... A mente dele pode... Pode estar tentando informar algo!

Olhou para a porta, Jimin estava encostado nela. Era isso, se tivesse falado demais, estava sem saída.

Taehyung deu um passo a frente, fazendo sinal para ela continuar.

- O cérebro é confuso, mas para passar informações ele costuma usar o subconsciente, passando para sonhos ou, no caso, pesadelos. Mesmo que você agora não saiba o significado, no fundo sabe e está tentando descobrir por meio disso.  -  Apertou  seu  rabo  de  cavalo,  continuando  -  O ponto que eu quero chegar é que talvez você tenha visto algo e seu cérebro está ta ajudando a lembrar ou informar sobre isso.

Hoseok assentiu vagarosamente, com uma expressão pensativa.

- Quer dizer que tudo isso é um alerta do meu subconsciente?

Alex concordou.

- Existem hipnoses que levam o acesso até isso para descobrir.  -  Deu de ombros.

- E você sabe fazer isso? - Yoongi perguntou.

Assentiu novamente.

- Vamos te deixar ir.  -  Namjoon falou, atraindo sete olhares surpresos   -  Mas só por enquanto, logo entraremos em contato com você.

Antes que pudessem prosseguir o assunto, o sinal ecoou, fazendo com que saíssem às pressas. Olhou para trás, vendo Taehyung a olhando com um olhar enraivecido. Engoliu em seco, sorrindo sem graça para, então, seguir seu caminho totalmente nervosa.





Notas Finais


e, aí o que acharam?


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...