1. Spirit Fanfics >
  2. The Seven Daggers >
  3. Uma nova proposta

História The Seven Daggers - Capítulo 2


Escrita por: MariahAinsworth

Capítulo 2 - Uma nova proposta


Fanfic / Fanfiction The Seven Daggers - Capítulo 2 - Uma nova proposta

Cinco mil reais? Nem se eu gastasse com tudo que eu mais quero no mundo eu seria capaz de gastar tanto dinheiro.
Eu estou realmente endividada, a faculdade estava me ligando o tempo todo, deixei uma parcela pra pagar assim que a minha mãe ficou doente, meu limite do cartão se foi com todos os remédios, meu seguro só tem a última parcela e terei que escolher entre pagar o aluguel e pagar o cartão de crédito.
Eu me peguei chorando mais uma vez, eu estou perdida sem a minha mãe, por que ela tinha que morrer?
E ainda tinha mais essa, cinco mil para enterrá-la, da forma mais simples possível, nunca pude dar nada de bom pra ela, e nem agora que ela morreu eu consigo dar algo bom.
Eu me sentia a pior pessoa do mundo, uma filha ingrata, Neil se dispôs a ajudar, mas mesmo que ele pague as contas eu ainda estou desempregada, não tenho como pagar as contas que virão. Acho que terei que aceitar sua proposta e ir morar com ele, olhando as contas, não seria o fim do mundo pro Neil pagar, mas eu não tenho garantia de emprego e bom... Me bancar aqui é muito mais caro do que me bancar na sua casa.

Flesback on

- Não me importo se você ficar na mansão e fazer faculdade enquanto não trabalha. Seria bom pra você estudar e pra mim, que ficarei mais perto de você. E também a casa está no nome da sua mãe, ela é 100% sua.
- Olha Neil, eu não sei.... Você disse que não morava sozinho, eu não quero ser um incomodo.
- Não será, eu dou minha palavra.

Flesback off

[...]

- Eu fico feliz que tenha vindo morar comigo. A mansão é enorme e muito monótona, tenho certeza que você trará mais alegria e cor a essa casa.
- Espero não ser um incomodo, de verdade, prometo que assim que as coisas melhorarem eu vou encontrar meu canto.
- Filha... - estávamos dentro do meu carro, eu acabei de parar na porta da mansão nesse momento Neil tirou o cinto e se virou pra mim. - Por mim, você só sai daqui casada, ou sai para montar sua família.
- Eu imagino, minha mãe pensava a mesma coisa.
- Bom... Vamos entrar temos muito o que fazer.
Ele mudou de assunto, nós pegamos minhas malas e entramos, ao chegar no hall ele me olhou novamente.
- Como eu disse, não moro sozinho, quero que conheça os moradores dessa casa enorme, espero que se de bem com eles.
- Eles? No plural?
Disse acompanhando o Neil até o jardim, nos passamos pela cozinha, onde pude notar que havia várias sacolas na bancada, com certeza fizeram compras pra mim.
Ao chegar no jardim um rapaz loiro de cabelos longos nos olhou.
- Filha, esse é o Vladmir, nosso chefe, ele tem cara de bravo e fala como se fosse o dono do mundo, mas não deixe essa casca de assustar, ele é um verdadeiro príncipe.
O jovem corou e se levantou, ele estava ajoelhado cuidando de alguns ciclames, ele tirou suas luvas de jardinagem e sorriu pra mim. Ele usava roupas muito antigas, parecia uma fantasia.
- Muito prazer senhorita. Eu estou muito feliz em conhecer a filha do nosso gentil hospedeiro, sou Vladmir seu criado.
Ele fala como se vivesse em 1930.
- Claro, o prazer é meu. Eu... Sim sou filha do Neil.
Seus olhos pousaram em mim, eu deu um sorriso de lado e colheu um ciclame delicadamente, ele veio até mim e me entregou, eu o peguei com delicadeza e senti seu perfume, me lembrava o perfume da minha mãe.
- Bom vamos entrar ainda temos mais pessoas a conhecer.
Vladmir voltou ao trabalho no jardim, Neil deveria saber sobre essas flores e seu perfume, ou seria conhecidência? Nós entramos na cozinha.
- Neil, quando você disse que não morava sozinho eu achei que estava falando de uma esposa.
Ele parou na hora e me olhou triste
- O meu único amor era a sua mãe... E agora ela se foi. - ele deu um sorriso tenro - Agradeço aos céus por ter você querida.
Ele sorriu andamos mais um pouco até a porta de uma sala, quando ele abriu pude ver que era a biblioteca.
- Raphael? Está aqui?
Perguntou entrando comigo na sala.
- Sim Neil, estou lendo, precisa de algo?
Ao entrar pude ver que ele se vestia de maneira mais antiquada do que o último, porém ostentava cabelos pretos e mantinha uma faixa em seus olhos, da distância que eu estava pude ver que ele lia um livro em braille.
- Vim apresentar a nossa nova moradora, essa é Talia.
- Talia, a musa da comédia, ouvi muito falar de você, é um prazer poder contemplar a sua maravilhosa presença, tenho certeza que sua vinda para cá será como um bálsamo aos abatidos, trará a cor aos nossos pobres corações apáticos, estou a disposição para guiá-la em todas as aventuras que a sua alma desejar.
Ok, esse saiu direto de 1800.
- Obrigada e-eu acho...
- Bom, vamos, temos que levar suas coisas para o seu quarto.
Ao sair da biblioteca encontramos dois outros rapazes falando auto indo direto para a saída
- Vamos Beliath, você parece uma moça quando se arruma.
- Ethan você não aprende nada mesmo não é? Já te disse que devemos chegar elegantemente atrasados, não estamos desesperados.
- Rapazes...
A voz do Neil chamou a atenção dos dois que pararam com a mão na porta
- Essa é a minha filha Talia de quem falei a vocês.
- Ah claro - disse o rapaz de cabelos brancos.
O rapaz de cabelos pretos e extremamente longos fechou a porta, fazendo o outro rapaz de cabelos brancos soltar a maçaneta por um impulso, deu pra ver que ele não gostou e fez uma careta como quem está com pressa.
- Não seja tão mal educado Ethan, é sempre bom conhecer uma senhorita tão bonita quanto a que temos a honra de vislumbrar. - ele pegou a minha mão e a beijou, se inclinando e olhando meus olhos. - sou Beliath, e estou a disposição para o que precisar minha linda.
Pude ouvir um respirar fundo de alguém impaciente
- E esse completo bruto é o Ethan. - continuou - ele é muito gentil quando não está fazendo birra igual uma criança mimada.
- Sim sim, estamos atrasados peço desculpas. - ele abriu a porta - Bom já que o Beliath me apresentou eu vou indo, Nähdään.
- Isso é Finlandês? - perguntei em tom baixo mas não obtive resposta.
- Peço perdão pelos maus modos do meu companheiro. Eu vou indo também, espero poder ter a graça de te reencontrar minha linda.
Ele piscou e saiu. Eu olhei pro Neil que segurava uma risada leve.
Subimos as escadas e guardamos minhas malas no quarto.
- Deduzo que são todos vampiros.
- Sim. Somos em sete.
- Então ainda faltam dois.
- Sim, Aaron está fora, você pouco o verá, e o Ivan está um pouco debilitado, seria perigoso conhecê-lo agora, mas assim que for possível eu lhe apresentarei a ele .
- Tudo bem. Se eu for sair daqui somente casada provavelmente terei muito tempo pra os conhecer.
- Bom, deixarei você descansar, o banheiro ao lado é somente seu, meu quarto fica no segundo andar no final do corredor. Se precisar de mim estarei lá.
- Tudo bem obrigada Neil.
- Não tem o que agradecer filha. Boa noite.
Ele saiu com elegância e me deixou sozinha em um quarto cheio de lembranças.
Eu me acomodei o mais rápido possível, estava cansada, foi muita papelada para resolver sobre o enterro da minha mãe, o cancelamento dos serviços contratados no nome dela, enviando certidão de óbito pra todo mundo, a entrega da chave do apartamento e claro a pequena mudança. Eu não precisaria de praticamente nada do antigo apartamento, mas mesmo assim a casa é cheia de lembranças que gostaria de manter. Fora que os utensílios domésticos vieram todos pra cá essa manhã.
Eu tomei um banho quente na banheira, e entrei no quarto pra dormir, já era bem tarde.
De manhãzinha ouvi vozes no corredor, com certeza era o Beliath e o Ethan voltando de sabe Deus lá onde eles estavam.
Não demorou muito e eu voltei a dormir.


Notas Finais


Oi de novo gente, então daqui pra frente começa as "rotas" vocês vão perceber que manterei o título porém com numeração de partes (parte 1, parte 2...). As rotas não são iguais aos do jogo, espero que gostem 😍


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...