1. Spirit Fanfics >
  2. The Seven Horsemen- Imagine Jeon Jungkook >
  3. Capítulo 91

História The Seven Horsemen- Imagine Jeon Jungkook - Capítulo 91


Escrita por:


Notas do Autor


Espero que gostem ❣

Capítulo 91 - Capítulo 91


Fanfic / Fanfiction The Seven Horsemen- Imagine Jeon Jungkook - Capítulo 91 - Capítulo 91



   [ Um tempo depois ]




Desde que eu e o Jungkook nos separamos as coisas tem mudado drasticamente. Este termino está sendo mais difícil do que o outro, talvez seja pelo fato de termos criado mais lembranças e um legado também. Admito que sinto falta do Jungkook sempre, já o próprio está até com outra. Lisa gosta da nova garota e eu não sei se fico triste ou feliz, pois a menor sempre diz que vai ser questão de tempo até eu e Jungkook voltarmos, mas as coisas parecem estar bem sérias com a outra.


Desejo toda a felicidade para o Jungkook e já que comigo não deu certo, espero que ele encontre a felicidade com outra garota ou outras.


- Você vai e ponto. ‐ disse Dahyun, enquanto ela e a Jisoo tentavam me convencêr para sair com elas.


‐ Vocês querem me levar para uma boate. Sabem a quanto tempo eu não saio? ‐ arqueei a sobrancelha e as olhei.


‐ E e por isso que vamos levar você para se divertir um pouco. - Jisoo entrelaça o braço no meu ‐ As crianças vão ficar com os garotos, essa é sua chance.


‐ Minha chance pra que? ‐ as encarei confusa.


‐ Para transar. ‐ eu quase me engasguei quando Dahyun disse isso.


‐ O que? Enlouqueceram? ‐ digo incrédula. 



‐ Aaah, por favor, amiga! Você precisa sair da seca. ‐ Jisoo disse ‐ Vai te fazer bem.


‐ E como vocês tem tanta certeza que eu estou na seca? ‐ as encarei.


‐ Quer enganar quem? ‐ disse Dahyun e eu revirei os olhos, logo ‐ Está decidido, você vai.


‐ Aaigooo... ‐ joguei a cabeça para trás.


‐ Não saimos juntas para uma festa a um tempo, vai ser divertido! - Jisoo comemorou animada.


‐ Tudo bem. ‐ elas bateram palminhas alegres ‐ Mas não fiquem me jogando pra cima das pessoas, deixem eu ir no meu tempo.


‐ Se for no seu tempo, nunca acontecerá. ‐ disse Dahyun e eu ri debochada.


‐ Ommaaa... ‐ Lisa veio correndo em minha direção.


‐ Diga, meu amor. ‐ a pequei no colo.


‐ O primo Yoon disse que que vai dormir na casa do papai com os titios e o dindo, posso ir também? ‐ perguntou a menor.


‐ O que sua dinda ofereceu para você fazer esse pedido? ‐ a encarei.


‐ Muitos e muitos kookies. ‐ disse a menor.


- Chantagista. ‐ encaro a Dahyun.


‐ Vem cá, sua fofoqueira. ‐ falou Dahyun logo pegando a Lisa no colo.


- Didi! ‐ Yoongi me chamou e eu o olhei.


‐ Diga, meu princepe. ‐ sorri e o peguei no colo.


‐ Tenho um presente para você... Vou te dar quando for levar a prima no dindo Kook. ‐ disse o menor.


‐ Hmmm, estou ansioso pra saber o que é, hein! - fiz cosquinhas em sua costela.


‐ Bom, vamos embora? ‐ Jisoo se pronunciou ‐ A mamãe, a Didi e a titia Dahyun temos compromisso mais tarde!


‐ Vocês vão aonde? ‐ perguntou Lisa.


‐ Lembra que o titio Jack falou algo sobre boate de stip, acho que elas vão nisso. ‐ falou Yoongi.


‐ O que? ‐ o olhei ‐ Seu tio Jack está louco, não vamos nesse lugar.


‐ As vezes temos que deixar o Jackson longe das nossas crianças. ‐ falou Dahyun.


‐ Você ja viu todos os garotos juntos? ‐ disse Jisoo, enquanto caminhávamos em direção aos carros.


‐ Nem me fale... ‐ digo ‐ Esses dias esses dois pestinhas me perguntaram o que era sexo.


‐ E o que é sexo? ‐ perguntou os menores.


‐ Algo que vocês estão novos para saber. ‐ disse Jisoo pegando Yoongi nos meus braços ‐ De tchau para a didi e a prima, logo as veremos.


Yoon se despediu de nós, depois eu e Lisa se despedimos das garotas e entramos no carro e fomos em rumo à nossa casa.



[...]




‐ O que acha? ‐ perguntei olhando para a menor, enquanto escolhia a roupa para sair. (escolha alguma da capa, ou alguma outra)


- Ommaaa!!! ‐ ela sorriu, enquanto bebia um pouco de sangue O ‐ Está linda.


‐ Obrigado, meu amor! ‐ sorri ‐ Já está pronta? ‐ ela assentiu ‐ Então vamos.



Segurei a mão da Lisa e fomos em direção ao carro saltitando, logo entramos e demos partida para a casa das garotos.


‐ Chegamoss!! ‐ Lisa comemorou e eu logo desci do carro e a soltei da caderinha ‐ Omma, se divirta bastante hoje, ta bem?


‐ Ta bem, meu amor, e você também. ‐ sorri.


‐ Pode deixar... ‐ ela sorriu largo e nós logo tocamos a campainha.


‐ Meninas! ‐ Hobi sorriu ao nos ver.


‐ Tio Hobi! - a pequena pulou em seu colo ‐ A omma não está linda?!


‐ Sempre, né, minha pequena, sempre. ‐ sorri com as palavras de Hobi e beijei sua buchecha.


‐ S/aaa! ‐ Mark veio me abraçar ‐ Há quanto tempo não te vejo.


‐ Nos vimos ontem, Mark. - sorri, mas lógico que retribui seu afeto.


‐ Fedorenta!! ‐ Jackson me abraçou ‐ Como você está? Sentiu algo?


‐ Estou bem. ‐ sorri ‐ Não se preocupe tanto, minha putinha.


‐ Me preocupo sim mulher, oxe! - ele jogou o seu cabelo invisível, me fazendo rir.


- Pequena! ‐ Tae me abraçou ‐ Estava com saudade de você.


‐ Eu também, vi você pouco está semana. ‐ digo.


- Ele está se engraçando com a minha vizinha. ‐ disse I.m, logo vindo me abraçar ‐ Como se sente, hm?


‐ Um pouco nervosa, pela saida. ‐ digo.


‐ Logo você?! ‐ ele arqueou a sobrancelha.


‐ É o que a gente disse. ‐ falou Jisoo.


‐ Bom, meus amores, já vou pedir nosso caro! ‐ Dahyun disse animada.


‐ Didi,Didi!! ‐ Yoongi veio em minha direção e eu o peguei no colo e o abraçei.


- Appaaa! - escutei a voz da Lisa.


‐ E o que é isso, hein? ‐ perguntei olhando sua mão, que tinha uma folha de ofício.


‐ Seu presente! ‐ ele me entregou ‐ Omma disse que vocês sairiam para se divertir, então eu fiz esse desenho. Essa e você, a omma e a Tia Dahyun. ‐ disse ele apontando para seu desenho.


‐ Que lindo, meu príncipe. ‐ beijei sua buchecha ‐ Eu amei! ‐ sorri.


‐ Yoon, não roube minha mãe de mim... ‐ Lisa encarou seu primo, enquanto estava no colo do Kookie.


‐ Não seja ciumenta, biscoitinha!‐ disse Jungkook. Ele ficou mais bonito ou é só impressão minha? ‐ S/n!


‐ Jungkook! - digo em sinal de cumprimento.


‐ O carro chegou! ‐ disse Dahyun quebrando aquele clima estranho que tinha ficado ali.


‐ Tchau! ‐ disse Jisoo ‐ Esperem eu e a Dahyun. A S/n vai dormir fora!


‐ O que? ‐ fiquei sem entender.


‐ Você sabe do que estavamos falando. - Dahyun fez cara de malícia e me puxou.


Nos despedimos de todos e fomos. 





[...]




‐ Há quanto tempo vocês estam planejando essa saida? ‐ perguntei, pois entramos com nome na lista e tudo.


‐ Umas duas semanas. ‐ respondeu Jisoo.


‐ Vocês são umas víboras. ‐ acabei rindo.


‐ Agora, vamos beber e dançar! ‐ disse Dahyun puxando eu e a Jisoo para o bar ‐ Dezoito chotes da coisa mais forte que você tiver!


‐ Quatro pra cada? - a olhei ‐ Mulher, eu tenho uma filha ainda, não esqueça.


‐ Ela vai ficar com o Jungkook e a namoradinha dele o dia inteiro amanhã. ‐ revirei os olhos ‐ Então, hoje a noite é sua. ‐ Jisoo me entregou o chote.



- Vocês são as melhores! ‐ ri e logo bebi ‐ Uhul... Até me animei agora.


‐ É isso aiii!! - nós brindamos e logo bebemos.



Começamos a beber, rir, nos divertir e a dançar no meio da pista de dança. Vários caras deram em cima da gente, mas como as garotas namoram não deu em nada e eu não estava no clima ainda.



- Eu amo vocês, sério. - entrelaçei o braço nos pescoços das mesmas.


‐ Nós também amamos você, vadia! - disseram elas.


- Só vocês para me animarem nessa situação. - sorri.


- Agora você está solteira, mulher. Não pode ficar todo tempo chorando por causa do idiotinha do irmão para sempre. - disse Dahyun ‐ Aproveite.


‐ Você tem razão... - suspirei - Quer saber, vamos beber mais. - digo - Que se foda o Jungkook e aquela namorinha dele!


- Essa é a S/n solteira que a gente conhecê! - disse Jisoo.


Fomos para o bar e pedimos mais bebidas.


- S/n? - escutei uma voz masculina.


- SeokJin? ‐ o olhei - Nossa, que bom te rever! - o cumprimentei.


- Não imaginei que me reconheceria, me sinto honrado.- ele sorriu... QUE COISA LINDA!


‐ Lógico que conheceria você... - sorri - Sua comida é inesquecível!


- Ela quis dizer que você é inesquecível. - Dahyun disse - Sou Dahyun, amiga da S/n.


- E eu sou Jisoo. - elas se apresentaram.


‐ É um prazer conhecer vocês, garotas. - ele as cumprimentou.


- Bom... Nós vamos dar uma voltinha, amiga. - disse Dahyun.


- Ouw... Eu não quero atrapalhar o momento de vocês três. - disse Jin todo fofo.


- Nanana... Que isso! - disse Jisoo - Conversem um pouco, faz tanto tempo que vocês não se vêem.


‐ Mas... - elas me interromperam.


- Tchaauuu! - disseram elas - Manda vê! - murmuraram.


- Me desculpe por isso. - sorri envergonhada - É que parecem que hoje elas estão me tratando como um produto do Mercado livre.


‐ Como assim? - perguntou rindo.


- De aconto com elas, eu preciso transar. - pensei alto - Ai meu deus, que vergonha... Me desculpe! - tapei meu rosto. 



- Está tudo bem... - ele riu - Fique tranquila, S/n, você já comeu minha comida, então somos como amigos.


- Eu me senti uma adolescente agora. - rimos.


- Mas então... Como estão as coisas? G-dragon me contou que você teve uma filha!


Assim começamos uma coversa muito agradável. Jin era realmente muito simpático, educado e gentil, além de ser extremamente lindo e o cheiro de seu sangue era maravilhoso, ele era perfeito.


- Eu sinto muito pelo seu namoro. - disse ele todo fofo.


- Ah não, tudo bem... -dei de ombros - Ele já está até com outra.


- E você? Já tem alguém? ‐ me olhou.


- Nã-Não... - sorri timidamente - As meninas me trouxeram com o propósito de encontrar alguém.


- Agora entendi o porquê de você se achar um produto. - rimos - E já se interessou por alguém? - ele chegou um pouco mais perto de mim, me fazendo engolir em seco.


- E-Eu acho que sim... - olhei em seus olhos profundamente - Ele está na minha frente. - murmurei.


- Saiba que eu também estou interessado... - murmurou e colocou a mão no meu queixo - Desde o dia que te vi no avião... - ele se aproximou - Mas pensei que não teria chance com uma garota como você.


- Co-Como eu? - o olhei confusa.


- Magnífica. - quando ele disse isso eu quase morri e foi só mais uns segundinhos e meu coração parou, pois Kim SeokJin havia me beijado. Seu beijo era lento e delicado, ou seja, maravilhoso, assim como ele. Claro que não se comparava ao do Jungkook... Ai o que eu estou dizendo? Esquece o Jungkook! Foca na perfeição que está te beijando, S/n - Me-Me desculpa... - derrepente ele separa nossos lábios.


- O-O que? Po-Por quê? - o olhei sem entender.


- E-Eu deveria de ter pedido permissão primeiro. - quando ele disse isso, eu não pude conter meu sorriso bobo.


- Você é tão fofo e apaixonante - sorri e acariciei seu rosto - E eu gostei de você ter me beijado.


- Podemos fazer de novo, se quiser. - disse ele e eu só sorri e o beijei novamente. Dessa vez o beijo começou delicado, mas aos poucos foi começando a ficar um pouco quente. Jin, levou sua mão até minha cintura e a apertou, me fazendo arfar e puxar seus cabelos de leve. Logo deu uma mordiscada em seu ládio - Você quer sair daqui? -perguntou colando nossas testas e com a respiração ofegante, assim como a minha.


- Quero. - sorri, enquanto mordia o ládio.


- Vamos achar suas amigas... - disse Jin - Ficaram preocupadas se você sumir.


- Tudo bem. - sorri.


Fomos a procura das garotas e sabem aonde elas estavam? No outro lado do bar.


- Vocês viram alguma coisa? - perguntou Jin.


- Imagina... - disse Dahyun e eu soube na hora que estavam mentindo.


- Nós... Vamos embora. - digo.


- Nós também... Estou ficando com um sono, você não está, Dahyun? - elas bocejaram falsamente.


- Certo... - ri negando com a cabeça.


- Tchau, garotas... Foi um prazer. - disse Jin todo educado.


- Esperamos te ver novamente! - dissetam as duas.


Eu e Jin saimos de lá e ele me levou para seu lindo apartamento.


- Tudo bem? - perguntou ele me olhando.


- Sim. - sorri, mas na verdade eu estava nervosa e ao mesmo tempo com muito vontade de agarra-lo no elevador mesmo.


- Certeza? - ele me olhou malicioso e eu o beijei.


Realmente dava de perceber que estavamos um poucos apressados para fazer aquilo, tanto que nosso beijo se tornou desesperado e quente. Jin me prensou contra a parede do elevador, levou sua mão até minha cintura e me fez entrelaçar minhas pernas em sua cintura, sem desgrudar nossos lábios.


- Vai demorar muito pra chegar? - perguntei um pouco ofegante.


- Espero que não. - disse ele e logo me beijou novamente.



Derrepente escutamos o barulho do elevador se abrir e logo, Jin, começou a caminhar comigo em seu colo em direção a seu quarto, eu imaginava.



- Você quer beber algo? - perguntou ele.


- Você quer? - o olhei e ele negou - Vamos fazer isso. - sorri maliciosa.


- Vamos... - sorriu malicioso e me levou em direção ao seu quarto. Logo, me deitou na sua cama macia e subiu em cima de mim voltando a me beijar.


Jin, começou a a dar atenção para minha pele sensível, aonde mordiscava e beijava o meu pescoço. Enquanto eu mordia os lábios em sinal de aprovação. Logo ele apertou minha coxa, me fazendo arfar brevemente.


- Jin... - o chamei com a respiração ofegante.


- Hm? - me olhou.


- Faz um tempinho desde que eu... - nem precisei terminar a frase ele já entendeu.


- Tudo bem. - sorriu - Só me diga se quer mesmo.


- Quero. - sorri e ele me deu um selinho.


O indivíduo levou sua mão até a barra do meu vestido e depois o tirou, me deixando apenas de langerri.



‐ Você é um sonho. - disse ele se referindo a meu corpo.


Logo eu tirei sua camisa dando de cara com seu abdômen perfeito, mas uma coisa que fez minha curiosidade presente foi que ele tinha marcas de mordida pelo abs.


- Digamos que recentemente umas vampiras doidas me atacaram. - explicou ele e eu o olhei incrédula - Eu sei que o sobrenatural existe e sei que você não e humana.


- Está tudo bem com isso? - o olhei.


- Lógico... - sorriu fofo - Se quiser me morder durante o ato... Eu gosto.


- Você realmente existe? - ri.


‐ Não sei... Veja por sí mesma.- sorriu malicioso e eu o beijei.


Notas Finais


E vamos de hot no próximo cap KKKK🔥😏 Depois de séculos finalmente vai sair um hot.

O que acharam da S/a e o Jin, hm?


Espero que tenham gostado 💕


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...