História The Sex Games (Hentai Interativa) 2 VAGAS! FECHA AMANHÃ! - Capítulo 7


Escrita por:

Postado
Categorias Histórias Originais
Tags Competição, Hentai, Interativa, Porn, Porno, Pornografia, Reality Show, Sex
Visualizações 94
Palavras 718
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Ecchi, Festa, Hentai, Romance e Novela, Universo Alternativo
Avisos: Adultério, Álcool, Bissexualidade, Drogas, Heterossexualidade, Homossexualidade, Incesto, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Nudez, Sadomasoquismo, Sexo, Tortura, Violência
Aviso legal
Todos os personagens desta história são de minha propriedade intelectual.

Notas do Autor


Chegamos a metade das competidoras com essa aqui!

Capítulo 7 - Cordelia Dior


Fanfic / Fanfiction The Sex Games (Hentai Interativa) 2 VAGAS! FECHA AMANHÃ! - Capítulo 7 - Cordelia Dior

 Illiana gemeu longamente, seus lábios abertos em prazer, deitada sobre a mesa. Seu vestido havia sido puxado pra baixo, e a nova competidora apertava um de seus seios, chupando seu mamilo vagarosamente. A outra mão entrava entre suas pernas, esgueirando-se entre as grossas coxas, deixando maravilhosas carícias sexuais em sua região íntima, dois dedos deslizando para dentro, fazendo-a gozar tão gostoso. Como estava feliz em encontrar Cordelia novamente.

Ela se afastou da juíza, lambendo os dedos gozados, sedutoramente, se sentando em uma poltrona casualmente, como se nada de anormal tivesse acontecido. Illiana se sentou sobre a mesa mesmo, ainda seminua, saliva escorrendo de seu peito arredondado e altivo, o mamilo completamente duro. Com a barra de seu vestido enrolado, até sua vulva se mostrava, rosada, escorrendo em prazer, pulsando lentamente, ainda sentindo o intenso orgasmo.

Cordelia era alta e feminina, de pele morena bronzeada, quase dourada. Seu cabelo chanel era platinado, reluzente. Seus olhos verdes afiados, quase felinos. O vestido negro apertado cobria pouco de seu corpo, com um decote profundo que marcava seus delicados seios arredondados, empinados e tamanho perfeito para morder. Entre os dois, balançava um pingente de prata, uma das muitas joias que cobriam seu corpo. O corte inferior do vestido também era fundo, mostrando muito de suas largas coxas, acentuando sua farta bunda.

– Satisfeita, Ilyzinha? – Ela sorriu, tirando os dedos da boca, seus dentes brancos refletindo a luz. Elas tinham alguma história. A mulher era uma prostituta de luxo, uma das mais influentes e caras, e a jovem ricaça já havia utilizado de seus serviços uma ou duas vezes. Nunca se decepcionou.

– Eu estava precisando dessa pausa, você veio na hora certa. Mas honestamente, não esperava te ver porque ali. Não parece seu tipo de coisa.

– Ora, é exatamente o meu tipo de coisa. O dinheiro é excelente. A fama que vem com ele, melhor ainda. Como eu perderia uma chance dessas? Fico até ofendida que não tenha me chamado pessoalmente…

– Você descobriu sozinha, como sempre faz. Mas minha maior preocupação é com o seu pequeno segredinho.

– Oh querida, não tem nada de pequeno nele. – Cordelia puxou seu vestido com um sorriso safado, revelando o segredo longo, largo e pulsante, já ereto, que se escondia entre suas pernas. O pênis se apoiava em sua coxa, fazendo com que a já excitada Ily salivasse com a visão.

– Grande parte dos desafios foram pensados com uma fisiologia feminina… Você pode estar em severa desvantagem de tempos em tempos…

– Eu tenho outros orifícios pra usar, e você pode enfiar o que quiser neles. – Ela sorriu, acariciando seu pau, fazendo a cabeça rosada começar a se lubrificar. – Qualquer prova que você conseguir pensar, eu adoraria vencer. Mesmo na base do anal.

Illiana mordeu seus lábios, sentindo seu piercing labial gelado contra a língua. Ela não deveria permitir, mas, ao mesmo tempo, seria uma variedade interessante, uma incógnita completa para as outras pobres garotas. E Cordelia era excelente em seu trabalho, e seu trabalho era transar. Não tinha como negar a ela entrada no jogo.

– Se você se acha capaz, quem sou eu pra dizer não. Vamos ver se você está certa. Seria humilhante ver você perder para um bando de amadoras. Imagine a decepção dos seus clientes ao ver você falhar, derrotada em uma peleja sexual.

– Não vai acontecer. Eu estou preparada de todas as formas possíveis.

– Espero, pra você, que isso seja verdade. Agora, antes de explorar a mansão, vem me foder com esse pau delicioso.

Cordelia se levantou sobre seus altíssimos saltos, puxando o decote de seu vestido para expor seus seios redondinhos. Illiana abriu as pernas, acariciando-se. A competidora colou o corpo com o dela, metendo as mãos em sua bunda, puxando-a até a borda da mesa, seus rostos se colando, nariz tocando em nariz, uma podendo sentir a respiração quente da outra. Com um sorriso pervertido cruzando seu rosto, a mulher platinada investiu, penetrando-a de uma só vez, enfiando seu pau fundo entre as pernas da jovem bilionária grega. Illiana riu baixinho, todo seu corpo ardendo em prazer, sentindo as mãos habilidosas apertando suas magras nádegas enquanto sua xotinha empapada de prazer era rasgada por aquele poderoso pênis, duro e suculento. Nem havia percebido como estava com saudades do toque daquela perigosíssima mulher. E não sabia se as outras competidoras estariam prontas para ela.


Notas Finais


Mais um dia, mais uma ficha.

Quis escrever uma cena de sexo, pra dar um gostinho da coisa, mas só um gostinho mesmo, huahhahaha. Quero todo mundo preparado pra quando a competição for realmente começar, rs.

E a Cordelia vai ser sem dúvida uma participante interessante nessa brincadeira toda. Tantas possibilidades...


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...