História The Shinobi Life - Capítulo 1


Escrita por:

Postado
Categorias Naruto
Personagens Naruto Uzumaki, Personagens Originais, Sakura Haruno, Sasuke Uchiha
Tags Naruto, Personagens Originais, Sasuke
Visualizações 11
Palavras 625
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Ação, Aventura, Comédia, Drama (Tragédia), Ecchi, Hentai, Luta, Romance e Novela, Shoujo (Romântico), Violência
Avisos: Álcool, Drogas, Heterossexualidade, Insinuação de sexo, Nudez, Sexo, Tortura, Violência
Aviso legal
Alguns dos personagens encontrados nesta história e/ou universo não me pertencem, mas são de propriedade intelectual de seus respectivos autores. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos criada de fã e para fã sem comprometer a obra original.

Notas do Autor


Essa é a minha nova fanfic. Seja bem vindo! Vasculhe os meus favoritos, listas de leitura, à vontade!
Vamos começar a leitura.

Capítulo 1 - Prólogo


O frio estava presente no local. O ar úmido e gelado piorava a situação de Waru, que encolhida no canto da parede, pensava em formas de escapar das mãos daquela cobra.

Orochimaru nunca fora um ótimo criador. A tratava com amor, mas quando não conseguia o que queria, se tornava um monstro. Jogava a pobre garota numa pequena cela e deixava-a sem comida por semanas. O homem acreditava que por a criança ter tal poder, não cometeria erros. Pelo contrário. Waru ainda era humana. Mesmo com um bicho dentro de si.

A menina, agora com um pequena ideia do que fazer, se levanta e pega o parafuso que havia achado em seus treinos. Passa suas mãos pela grade e enfia o objeto pontiagudo na fechadura. Assim que ouve estalos, suspira aliviada. Abre a grande porta e a fecha cuidadosamente, logo após andando pelas pontas de seus pés. O corredor era extenso, porém perto da saída. Passos são detectados por seus ouvidos e a mesma se desespera. Leva chakra à sola de suas sandálias e pontas de dedos e sobe pela parede, parando só então no meio do teto. Disfarça sua presença e vê Yakushi Kabuto. Um cachorrinho de Orochimaru. O corpo do garoto vai se afastando cada vez mais, até que ele entra numa porta de madeira.


          Primeira pessoa



Ao descer rapidamente escorrego e faço um barulho alto, me fazendo praguejar baixinho. Decido começar a correr. A luz já se podia ver, então um 

"- Parada aí"

é escutado por mim. Olho para trás e identifico uma cabeleira grisalha e óculos. Arggh! Não podia ser surdo, não?!

Meus passos aumentam, assim como a adrenalina. Meu coração bate forte e rápido. Minha respiração está pesada, e minha garganta, seca.

Atravesso a passagem, avistando uma vegetação verde e saudável. A Vila estava perto. Aguente, sei que consegue. 

O menino já estava perto de me alcançar. Eu acelero minha corrida.

Os rostos dos hokages já podiam serem vistos. A entrada ficava mais perto. Falho quando sinto uma grande dor em meu braço esquerdo. O corte já sangrava muito. Isso me fez gritar em desespero.

-Socorro! Ahh...

Sou impedida por mãos que cobrem minha boca e prendem meu torso. Me balanço, luto pela liberdade. Mordo sua mão fortemente, o fazendo reclamar alto e me soltar. 

Meu corpo, já fraco do cansaço e perdendo sangue, não tinha mais forças para correr rapidamente como antes.

Um menino andava pelas ruas vazias e escuras da Vila.

Ele se assusta com o barulho e se vira 'pra mim. Seu olhar é de espanto e consigo formular uma última frase antes de me entregar ao cansaço.

- Me ajude...

Então tudo fica preto.  



      P.O.V UZUMAKI NARUTO


- Aaaaahhh. Como é bom comer meu miso lámen! Mais um tio, por favor?

- Nada disso Naruto! Comeu demais. Pode acabar passando mal.

Não insisto mais. Até porque já estava com muito sono.

Enquanto caminho pelas ruas do caminho 'pra minha casa, ouço barulhos. Os sigo e encontro uma garota caindo aos pedaços. Me espanto e trato de pegar seu corpo antes que se espatife no chão.

- Me ajude...

Sua roupa estava encharcada de sangue e havia algumas folhas em seus cabelos pretos. 

Pego-a em meu colo e corro até casa. Abro a porta e bato-a com pressa. Deixo a menina no sofá e ao meu quarto pegar a caixa de primeiros socorros. Limpo o corte de seu braço e enrolo as ataduras.

- Tenho que lavar estas roupas.

Pego a barra de seu grande vestido e tento criar coragem para retirá-lo. Fecho os olhos e conto até o número três.

- Um, dois e... Três!

Tiro a vestimenta o mais rápido que posso. Evito olhar para algumas partes. Levo a garota até meu quarto. A cama parecia ser o mais confortável, então deixo a desconhecido no colchão e a cubro com a coberta. Durmo no sofá da sala.



Notas Finais


Espero que tenham gostado e que não tivesse deixado passar nenhum erro ortográfico. Comentem o que acharam!!! Vai me deixar feliz! Como é um prólogo, eu o fiz pequeno, mas pretendo fazer os outros capítulos mais longos. Eu só tô me fazendo de chik mermo gente. Eu sô é uma favelada das favela do Juaquim.
É nóis muleke!


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...