História The small support grup - Now United - Capítulo 74


Escrita por:

Postado
Categorias NOW UNITED
Personagens Any Gabrielly, Bailey May, Diarra Sylla, Heyoon Jeong, Hina Yoshihara, Joalin Loukamaa, Josh Beauchamp, Krystian Wang, Lamar Morris, Noah Urrea, Sabina Hidalgo, Shivani Paliwal, Sina Deinert, Sofya Plotnikova
Tags Beauany, Joaley, Joany, Noart, Nosh, Shivina, Sioon
Visualizações 146
Palavras 1.397
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Ação, Comédia, Crossover, Drama (Tragédia), Festa, Ficção Adolescente, LGBT, Mistério, Musical (Songfic), Suspense, Violência, Yaoi (Gay), Yuri (Lésbica)
Avisos: Álcool, Bissexualidade, Drogas, Estupro, Heterossexualidade, Homossexualidade, Incesto, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Mutilação, Nudez, Sexo, Suicídio, Tortura, Violência
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Capítulo 74 - Página 74:" Eu sempre tive vontade "


Você está na beiro do precipício, há dois objetos na sua frente, uma corda e a chave de um carro pra fugir, mas ao olhar pra baixo consegue ver a pessoa mais importante da sua vida prestes a cair, o que você faz?! Pega a corda pra puxar ou pega a chave e não olha pra trás ?!

SrD- O que você faz Ômega?!- falo olhando pra cacheada

Any- Eu pego uma corda e puxo ela, antes que o penhasco possa cair, ligo o carro e vou direto pra casa do caralho

SrD- Muito bem, você é leal, avançou uma casa e receberá um convite importante pra você - falo lendo o livro

SrD- La Caveira Mexicana?! É você agora - falo olhando pra menina de blazer

Sabina- O que significa " o inesperado"?!- falo colocando meu boneco em um quadrado específico após lançar meus dados

SrD- Significa que você vai ter uma surpresa inesperada

SrD- Fora d'água!! É sua vez de jogar- falo olhando pra um menino de pele bronzeada

Bailey- Seis - falo vendo os dados caírem e movendo o boneco representante

SrD- Você está em uma floresta, tem dois caminhos a sua frente com uma placa " Destino" e um com o nome " Coração", qual cominho você segue?! - falo vendo sua cara ao pensar

Bailey- O coração, sempre siga aquilo que você acredita- falo olhando em seus olhos

SrD- Que bom, o seu coração acabou de te matar, quando você agi com o coração, significa que você também está disposto a se machucar por isso

Bailey- É sua vez ponto cego!!- falo olhando pra Shivani

Shiv- Pegue uma carta missão pra continuar no jogo?! - falo lendo a instrução do tabuleiro

SrD- Pegue uma carta - falo vendo ela pegando no monte

Shiv- Onde tem santos tem pecadores, atrás daquele que comanda, existe algo inesperado, ache a fita e escute sozinha.

Diarra- Santos e pecadores é a igreja, quem comanda é o padre, temos que ir a igreja

SrD- Vocês ficam, ela vai sozinha, a carta foi pra ela - falo atrapalhando o esquema deles

Shivani Paliwal•

Saio da clínica com o Bailey já que ele me levaria pra igreja, no caminho a pé fui pensando no que estava fazendo sobre a minha vida, eu estava arriscando muitas coisas naquele momento, eu poderia descobrir coisas importantes naquela igreja, poderia criar uma situação desagradável ao estar invadindo um cenário religioso

Bailey- Eu não posso entrar com você!! Não se preocupe tá?! O padre não está aí, eu fico aqui fora e vejo se alguém chega, eu ligo pra você tá?! - falo beijando sua testa

Shiv- Obrigada Bailey, por tanta coisa que você tem feito!!

Bailey- Eu só te acompanhei até aqui shiv

Shiv- Eu passei por uma fase da minha vida onde todos me deixaram na mão por tudo, então mesmo o gesto sendo fútil eu acho que vale a pena - falo beijando sua bochecha e entrando na igreja pela janela com ajuda dele

Vendo aquele tapete vermelho no centro da igreja onde ligava o altar para a plateia, caminho sobre aquele tapete como se eu pudesse sentir a presença de todas as pessoas que já passaram por aqui

Vou entrando para o interior da igreja, chego na área da cozinha, onde é feita a água benta e a alimentação, os banheiros íntimos, chego a uma biblioteca cheia de livros antigos de Salomão, todos livros religiosos, até livros contra feitiçarias fortes como bruxas e demônios

Passo meus dedos pelos livros de pentagramas e sessões demoníacas na era antiga, acabo me batendo na sua mesa, meu braço bate em uma cruz de madeira que está em cima da mesa do seu escritório

Shiv- Ai - falo sentindo a dor no braço mas minha atenção vai para a estante que move de lugar

Uma estante de baixo de um quadro enorme com sua imagem pintada a mão, um beco escuro com escadas se revela, o cheiro forte se espalhava, desço as escadas com a ajuda da lanterna do meu celular, sinto o frio no meu corpo e uma coceira de baixo dos meus pés

Uma porta no final das escadas com uma cruz invertida me assusta, mas a minha curiosidade me impede de sentir medo, tento abrir a porta mas não consigo, faço forças mas é inútil pela madeira da porta, pego um grampo de cabelo do meu rabo de cavalo e faço um esforço pra girar como se fosse chave

Tiro uma foto da porta e da fechadura pra Joalin tentar copiar, entro pela porta e me assusto com o barulho da porta sem óleo nos ferros, olho para um ambiente escuro e sem vida, tento encontrar um interruptor na paredão com a lanterna do meu celular, acho um na parede no canto esquerdo do quarto, uma prisão se mostra aos meus olhos, uma cama de casal com lençóis velhos e manchas de sangue pelo travesseiro, ando pelo cubículo e encontro um lista em cima de uma mesa de metal

Shiv- Quem são essas pessoas?!- falo vendo uma lista extensa de nomes femininos com idades e pontos

Olho pra mesa de metal onde uma caixa de madeira é encontrada na parte de baixo, abro a caixa e encontro fotos de mulheres peladas e sendo estrupadas, algumas fotos tinham a arte da tortura, mulheres sangravam, mulheres choravam e mulheres morriam

Shiv- Cadê a droga da fita, onde está?!- falo terminando de tirar foto da lista e da caixa de fotos

Ao andar pelo chão de madeira, escuto um ruído alto de baixo da tábua, bato duas vezes e vejo que está oco por dentro, abro a tábua e encontro uma caixa de fitas com um tocador de fitas, pego a caixa e vou até a cama, pego a caixa de fotos e vou de encontro com a outra caixa, coloco a fita com o as iniciais D.E

Ouvindo os gritos de uma mulher com as palavras sujas do padre por trás, começo a ver todas as fotos da caixa e todas as iniciais das fitas comparando com a lista de nomes, muitos correspondiam mas apenas dois nomes não se batiam com as duas fitas restantes na caixa, tiro foto das fotos e das fitas restantes

" Eu via vocês passando pra irem pra casa todos os dias, quando eu vi vocês na missa eu pensei, será que Deus ouviu minhas preses tão pedidas?! Eu sempre tive a vontade de te afogar nas águas do senhor"

" Somente Deus está acima de mim, ele é o meu salvador e nada me fará desistir dele, nem mesmo você"

" Sabe quem está acima de você?! Eu"

Shiv- AAAAAAAAAAAAA- falo ao escutar a última frase

Guardo tudo as presas para sair o mas rápido dali, levo as fotos e as fitas restantes com o de D.E, fecho a porta e subo as escadas correndo, acho uma claridade conhecida com vários livros ao meu redor, coloco a cruz de volta no lugar assim a estante voltaria pro lugar anterior

Corro pelo tapete da igreja e tento pular a janela por onde eu entrei mas alguém me puxa pra baixo com tanta força que bato meu cotovelo no batente da janela, meus ossos se estremecem por conta da batida

Shiv- BAILEEEEEEY- grito alto

Padre - Não posso deixar você viva depois do que descobriu Shivani- falo puxando ela pelas pernas até o altar

Bailey- Shiv, oque tá acontecendo?! - falo forçando a porta mas é inútil

Padre - Você e sua família vão queimar no fogo do inferno por se meter no caminho de um profeta- falo pegando a cruz do altar e batendo na cara dela

Shiv - Baileeeeey, me ajuda!!- falo recebendo uma cruz na minha cara

Bailey- Larga ela seu filho da puta!! - falo correndo até eles após arrombar a porta da igreja

Padre - Filho do mecânico?! - falo reconhecendo o jovem

Padre - Você também vai sofrer as consequências merecidas - falo e recebo dois socos na cara do jovem

Bailey- Fique... Longe... Dela - falo batendo no seu rosto a cada pausa

Pego seu pescoço e vou arrastando para a bacia de água benta do altar, abro a tampa e coloco a sua cabeça dentro depositando meu peso sobre ele, suas tentativas de sair são falhas, quanto sinto que está perdendo o ritmo eu levanto a cabeça dele e digo em seu ouvido

Shiv- "Sempre tive vontade de te afogar nas águas do senhor" - falo e dou uma joelhada em sua cabeça

E ele cai no chão sem vida alguma.



Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...