História The Solution - 2Jae - Capítulo 8


Escrita por:

Postado
Categorias Got7
Personagens BamBam, Jackson, JB, Jinyoung, Mark, Youngjae, Yugyeom
Tags 2jae, Bambam, Colegial, Comedia, Fluffy, Got7, Jackson, Jaebum, Jinson, Jinyoung, Mark, Markjin, Markjinson, Markson, Yaoi, Youngjae, Yugyeom
Visualizações 263
Palavras 1.697
Terminada Sim
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Comédia, Ficção Adolescente, Fluffy, Lemon, Romance e Novela, Shoujo (Romântico), Slash, Yaoi (Gay)
Avisos: Álcool, Homossexualidade, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Sexo
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Notas do Autor


Gente eu troquei a capa por que a outra tava me dando TOC por causa das cores kkkk obrigada.

Capítulo 8 - - Tatuagem ou Piercing -


8° Capítulo –

[ Piercing ou tattoo ]



_ O que é que você pretende fazer hoje Hyung? – perguntou YoungJae jogado pela cama enquanto observava o mais velho iniciar mais uma partida de videogame que não se cansava de jogar.

É dessa vez era YoungJae que se encontrava na casa do mais velho, já que a alguns minutos atrás receberá uma mensagem do mesmo pedindo por companhia já que sua mãe estava no trabalho e estava entediado de ficar sozinho em casa.

_ Agora sou eu quem estou entediado vendo você jogar… - fez um biquinho emburrado – se você pelo menos me deixasse jogar um pouquinho.
_ Nem vem, YoungJae você nem sabe jogar – rebateu sem tirar os olhos da tela da TV.
_ Você poderia me ensinar então – cruzou os braços se sentando de seu lado.
_ Não dá tempo mais – ele desligou o aparelho e se levantou sendo acompanhado por um olhar confuso do mais novo.
_ Por que? Para onde você vai? – ele também se levantou.
_ Vamos sair, temos um lugar para ir agora – procurou uma outra camisa no guarda roupas se trocando ali mesmo.
_ Temos?
_ Sim YoungJae, pare de fazer perguntas – segurou a mão de menor é caminharam para fora de casa.

_ Onde nós vamos afinal? – YoungJae voltou a perguntar enquanto caminhavam pela calçada observando JaeBum conversar com alguém pelo celular.
_ Logo você vai saber – ele sorriu ladino guardando o celular e apressando o passo.
_ Eu deveria contar para a sua mãe o que você apronta por aí – ele riu negando com a cabeça.
_ E eu deveria contar para sua que você sempre me acompanha nas tretas – ele rebateu arqueando as sobrancelhas.
_ Tretas né… não me diz que você resolveu se pegar com alguém às três horas da tarde e está me levando para ficar de vela?
_ Não – JaeBum respondeu de imediato rindo em seguida – calma que já estamos perto.
_ Por favor que seja algum lugar para comer… - ele sussurrou e de novo o mais velho riu.

∆ ∆ ∆

_ Não me diz que isso é o que eu estou pensando que é? – YoungJae pronunciou após se colocarem de frente para o lugar que JaeBum indicou.
_ Se você está pensando que isso é um studio de tatuagem, você está totalmente certo – ele sorriu.
_ E o que estamos fazendo aqui? – perguntou incerto se virando ao mais velho.
_ Não é óbvio?
_ Im JaeBum não me diz que você está pensando em fazer uma…
_ Para de falar e vem logo – interrompeu sua fala é puxou sua mão contra sua vontade para dentro do local.

Adentraram ao local e YoungJae de contra gosto passou a observar o ambiente, decoração rústica e alguns quadros com pinturas contemporâneas.

_ Pensei que tinha desistido cara – ouviu uma voz masculina atravessar seus ouvidos e levou seu olhar ao homem que chegava no espaço que estavam. Ele era um pouco mais alto que os dois e o corpo coberto de tatuagens, foi tudo que conseguir perceber de primeira.
_ Pensou errado – JaeBum riu e cumprimentou o homem com um toque de mão – tudo bem?
_ Tudo bem, e quem é esse aí? – perguntou apontando com a cabeça para o YoungJae que estava atrás do mais velho apenas observando.
_ Jay esse aqui é o YoungJae, YoungJae esse aqui é o Jay Park dono desse lugar – colocou a mão em suas costas e logo riu.
_ Oi – ele disse pouco intimidado pelo tamanho e porte forte do outro a sua frente. Não que JaeBum fosse diferente, mas o outro era alguém desconhecido por si.
_ Então vamos lá para meu studio de um vez? – o mais velho entre os dois perguntou animado.
_ Sim! – JaeBum respondeu enquanto YoungJae continuava travado.

JaeBum revirou os olhos rindo e empurrou o mais novo até o andar de cima.

_ E então vai continuar com a mesma decisão ou vai mudar? – perguntou Jay arrumando alguns equipamentos.
_ Vou continuar – JaeBum retirou sua camisa e entregou a YoungJae.
_ Você vai mesmo fazer isso? – ele riu nervoso se sentando em um sofá que havia de canto.
_ Vou, ora – deu de ombros em desdém.
_ Você vai apanhar quando chegar em casa – YoungJae riu.
_ Só se você ficar de boca fechada, né senhor Choi YoungJae? – JaeBum o olhou sério se deitando na maca.
_ E onde é que você vai tatuar? – ergueu o pescoço na intenção de observar o desenho que Jay ajeitava os últimos detalhes.
_ Uma chave de Sol – Jay ergueu o papel com o desenho. Era uma nota coberta apenas por preto e algumas sombras, era realmente bonita.
_ Abaixo da costela – JaeBum apontou para lateral de seu corpo – eu li na internet que é um lugar que não sente tanto dor – completou.
_ JaeBum você é louco e eu nunca mais vou me cansar de dizer isso – YoungJae cantarolou enquanto a agulha começou a perfurar a sua pele.

∆ ∆ ∆

Duas horas depois é Jay já terminava de limpar a pele de JaeBum e envolvê-la com plástico por precaução.

_ Nem doeu tanto assim… - comentou JaeBum enquanto voltava a se sentar com uma expressão pouco dolorosa fazendo o mais velho rir.
_ É a sua primeira cara, depois você acostuma – abaixou a máscara que usava a deixando de lado – E você YoungJae? – se virou para o mesmo que ainda estava no sofá só que com a pior cara de tédio que poderia fazer.
_ Eu o que? – perguntou surpreso por ter seu nome pronunciado.
_ Vai fazer uma tatuagem também?

Depois de ouvir aquilo foi como se uma lâmpada se iluminassem por cima da cabeça de JaeBum e ele sorriu sacana.

_ Eu não vou…
_ Ele vai sim Jay – JaeBum cortou sua fala é se levantou da maca em um pulo.
_ Como é? – YoungJae o encarou confuso enquanto o mesmo se aproximava do sofá onde estava.
_ Você tem duas opções… - JaeBum colocou o braço em volta de seu pescoço.
_ JaeBum sem essa de opções – disse apreensivo – eu não vou fazer nenhuma tatuagem e ponto.
_ Fazer uma tatuagem, por menor que seja. Ou furar o canto da boca com um Piercing – ele sorriu após o dito, ignorando a fala anterior do mais novo.
_ Nenhum dos dois, você não manda em mim e ninguém vai me obrigar – cruzou os braços convicto.
_ Ashii YoungJae, para de ser chato, parece um velho – resmungou – eu juro que se você fizer algum dos dois eu faço algo que você quiser, ou comprar algo que você quer muito. É só pedir… - o mais novo suavizou sua expressão e encarou o outro por alguns segundos.
_ Você ainda vai se arrepender de ter tido isso – ele respondeu por fim é JaeBum riu o puxando para a maca.
_ Tem algum modelo em mente? – Jay perguntou voltando a colocar as luvas.
_ Não, mas nada exagerado e grande, pois vou precisar esconder isso da minha mãe até eu sair de casa e talvez morrer – proferiu com uma falsa voz chorosa.
_ Hm~… - Jay murmurou enquanto apanhava um álbum na gaveta do balcão onde apoiava os equipamentos – olha tem esses modelos que seguem o estilo da do JaeBum se você tiver gostado, talvez te interesse – abriu o álbum sobre seu colo.

YoungJae folheou algumas páginas até focar em um desenho parecido com o do JaeBum mas se tratava de uma colcheia com os mesmos traços e sombreados.

_ Essa é linda – JaeBum comentou ao perceber o foco do olhar alheio.
_ É… - YoungJae respondeu um pouco pensativo – acho que eu já escolhi.
_ Ótima escolha – Jay comentou entre um sorriso ladino e enigmático.
_ Por que você está rindo? – JaeBum pronunciou-se logo cruzando os braços.
_ Eu não quis dizer nada, mas as tatuagens de vocês, elas se completam – os dois mantiveram a mesma expressão como se ainda filtrassem a informação dita.
_ Pior seria se tivesse dito isso depois de feita – YoungJae riu – mas, está tudo bem vai ser essa mesmo. JaeBum que se fode por eu já ter me decidido – entregou o álbum em seu colo ao mais velho.
_ Eii – reclamou o outro – agora é só decidir onde fazer… e de preferência um lugar que eu possa ver – ele riu.
_ E qual diferença isso faz para você? – YoungJae o encarou com os olhos cerrados.
_ Vocês parecem aqueles casaizinhos de doramas que vivem brigando, mas se algum falar algo bonitinho já se apaixonam – o tatuado pronunciou dando risada após observar o rosto levemente corado de YoungJae e um olhar fuzilante do outro sobre si – Eu, eu só estou brincando cara – riu novamente.

Depois de decidirem que o desenho iria para seu ombro direito, o barulho da agulha perfurando a pele do menor era a única coisa que preenchia o ambiente, YoungJae sentia um pouco incômodo com a dor que nunca havia sentido antes e isso fazia com que pressionase seus olhos com frequência. É JaeBum percebia a situação do outro já que sabia que ele era mais sensível que si, e que se não fosse por sua insistência bobo ela não estaria passando por isso, e foi aí que JaeBum se levantou no sofá e se aproximou do mais novo segurando sua mão como se pudesse transmitir a mínima segurança que podia. YoungJae abriu os olhos levemente e observou o mais velho que sorria de canto e então se permitiu sorrir da mesma forma.

∆ ∆ ∆

_ Você é louco mesmo – YoungJae disse enquanto caminhavam de volta para casa e observava o piercing no canto da boca de JaeBum – aquele que fora decidido por impulso minutos antes de saírem do estúdio.
_ Não sou louco, sou um adolescente aproveitando a adolescência – ele riu.
_ Claro que sim, senhor adolescente de dezenove anos.
_ Você também aproveitou bastante hoje – ele riu empurrando seu corpo de leve para o lado.
_ Eu fui obrigado – revirou os olhos – e agora eu vou precisar usar apenas blusas de mangas longas – disse emburrado e apressou os passos na frente do mais velho que ficou rindo para trás.

 

Aliás, ele adorava aquela mania de YoungJae.


Notas Finais


Espero que tenham gostado <3

Até o próximo .


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...