História The sounds of lost souls - Capítulo 1


Escrita por:

Postado
Categorias Histórias Originais
Personagens Personagens Originais
Tags Descobertas, Drama, Musical, Revelaçoes, Romance, Tragedia
Visualizações 5
Palavras 1.949
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Bishoujo, Bishounen, Drama (Tragédia), Ecchi, Famí­lia, FemmeSlash, Festa, Harem, Hentai, Lemon, LGBT, Lírica, Luta, Magia, Musical (Songfic), Poesias, Romance e Novela, Shoujo (Romântico), Suspense, Violência
Avisos: Adultério, Álcool, Bissexualidade, Cross-dresser, Drogas, Estupro, Heterossexualidade, Homossexualidade, Incesto, Insinuação de sexo, Intersexualidade (G!P), Linguagem Imprópria, Nudez, Pansexualidade, Sexo, Suicídio, Tortura, Transsexualidade, Violência
Aviso legal
Todos os personagens desta história são de minha propriedade intelectual.

Capítulo 1 - Recomendação- Apresentação de mera formalidade


4 horas da manhã em Londres. Era realmente bem cedo. O frio estava realmente de matar. Não dava vontade ,de sair de baixo das cobertas. O som do piano podia ser ouvido ,em todos os comodos da casa. Realmente uma bela melodia ,que transmitia leveza, paz e serenidade. Crystal era quem estava tocando o piano, Tinha longos cabelos ruivos, olhos branco perolados ,tinha 38 anos e media 1,80 de altura. Era uma mulher elegante e de personalidade forte, que encantava a todos com sua habilidade musical. Seu marido Yuran a escutava tocar em silencio. Ele era ex-militar, realmente um homem forte e alto com seus 1,92 de altura.Com  seus cabelos negros e curtos, e olhos verde escuros, que pareciam esmeraldas. Seus olhos as vezes pareciam intimidadores pra alguns, mas ele realmente era um homem bom. Yuran então cruza os braços, vendo a esposa tocar e diz:
                 Yuran:- Não vamos acorda-la? È o primeiro dia!
                 Crystal:- Ela sabe, querido! Daqui a pouco, ela está aqui! 
                 Yuran:- Espero que de tudo certo! 
                  Crystal:- Claro que vai! Ela tem um dom, esplendido!
                  Yuran:- Bom.....ela puxou a voce! Se tivesse puxado a mim .......teria entrado ,em uma escola militar!
                 Crystal:- Tudo que voce queria!
                  Yuran:- Bom.....de certa forma.....mas......o dom dela, seria desperdiçado! 
           Os dois então ouvem passos ,de alguem descendo as escadas. Primeiro desce um gato preto de olhos verdes. Crystal o pega no colo, e diz sorrindo enquanto fazia carinho em sua cabeça:
                 Crystal:- Bom dia, Treva! Cade a Jack?
                 Jack:- Estou bem......aqui......
            Eles então olham pra escada. Jack era uma garota de 18 anos, de cabelos negros como os do pai extremamente longos e lisos até os joelhos e sempre com uma franja de lado que lhe tampava os olhos. Seus olhos eram branco perolados como os da mãe, extremamente brilhantes. Ela tinha 1,82 de altura, e tinha o corpo escultural como o da mãe. Era realmente uma garota muito bonita ,porem não era realmente muito feminina. Gostava de usar roupas masculinas e largas, mas agora era obrigada a usar um uniforme. uma camisa de botão branca de manga comprida ,uma saia preta até a metade de suas coxas ,meias pretas até o joelho e um sapato preto. Realmente estava com raiva ,daquele uniforme maldito. Crystal sorri radiante, e diz:
                     Crystal:- Nossa.....nunca havia te visto, tão bonita desse jeito! È a primeira vez ,que te vejo de saia a anos!
                     Jack:- Eu estou odiando, vestir essa coisa! Me sinto desconfortável!
                     Crystal:- È porque voce não tem o costume ,de vestir roupas femininas! Daqui a pouco, voce se acostuma!
                     Jack:- Não vou! Tenho certeza!
                     Yuran:- Voce está linda!
                     Crystal:- Estou tão feliz, por voce Jack! Dizem que essa é a melhor escola de artes, do mundo inteiro! Naõ sabe como fiquei feliz, quando recebemos sua carta, de admissão! 
                     Jack:- Eu sei! Eu fiquei.....surpresa! O ruim é que......tivemos que nos mudar, pra Inglaterra!
                     Crystal:- Ah.....mas a Inglaterra, é um país maravilhoso! Com certeza te dará ,muitas oportunidades......como essa! Spirit of Arts.......uma das melhores escolas de arte, que existem no mundo! 
                     Jack:- Voce tambem estudou lá......não é?
                     Crystal:- Sim! E a irmã do seu pai tambem......conheci ele na festa de formatura......voce se lembra Yuran?
                    Yuran:- Eu lembro de ir, como acompanhante da minha irmã........estava achando tudo muito chato.......ai eu vi voce ,tocando no palco na festa de encerramento! Me apaixonei, logo de cara!
                      Crystal:- Haha! Eu lembro quando sua irmã, foi me apresentar pra voce.......voce estava muito nervoso! Era engraçado!
                      Yuran:- E voce não parava de rir, da minha cara!
           Crystal então sorri ,e diz encarando a filha:
                      Crystal:- Quem sabe, voce não conhece alguem tambem!
                      Yuran:- Nada disso!!! Ela é muito nova, pra pensar nessas coisas!!! 
                      Crystal:- Ela tem 18 anos, Yuran! Já á hora, de começar a pensar nisso!
                      Yuran: Outro motivo, pelo que eu queria que ela ,fosse pro exército......não ia ter nada disso!
                      Crystal:- Minha filha, não vai ser um soldado! De qualquer modo.....ela decidiu por si só, fazer música! 
            Jack então os encara. Seus pais eram totalmente diferentes um do outro, mas mesmo assim se davam super bem. Os 3 viviam super bem juntos. A garota só estava meio apreensiva. Ela foi aceita em uma das melhores academias de arte ,existentes no mundo. Spirit of Arts. Tiveram que se mudar para a Inglaterra ,por causa dela. Mas....mesmo assim.....ela estava meio apreensiva. Com certeza haveria gente metida e mesquinha lá dentro, e ela realmente odiava isso. Ela então respira fundo, e vai até a cozinha pegando uma maçã ,e começando a come-la. Estava meio nervosa, mas não demonstrava por fora.....havia aprendido com seu pais, a disfarçar muito bem, o que estava sentindo. Crystal então sorri pra ela, e diz:
                       Crystal:- Vamos indo?
                       Jack:- Sim!  
              Os 3 então saem de casa ,e entram no carro. Jack segurava suas coisas, tentando relaxar um pouco. Tinha que ficar calma.....não podia ficar nervosa agora. Ela então respira fundo, e fica encarando a janela. Fazia uma semana que ele haviam vindo da Russia.....ainda não havia tido tempo de conhecer nada, em Londres. Apenas estava se preparando mentalmente, pra tudo que estava por vir. Crystal a encara ,e diz:
                      Crystal:- Esta´tudo bem, querida?
                      Jack:- Claro. mãe! Tudo bem!
                      Crystal:- Voce parece, um pouco nervosa! 
                      Jack:- Um pouco!
                       Crystal:- Fique tranquila! Vai dar tudo certo!
                       Yuran:- Sua mãe, tem razão! Voce tem talento de sobra! 
                       Crystal:- Jack.....eles viram ,seu potencial! Sabem como voce é incrível, com o que faz! Voce já nasceu com esse talento.....o nervosismo é uma coisa normal!
             A garota então fecha os olhos, tentando se acalmar um pouco. A respiração realmente a ajudava, com isso. Não demoraria muito pra chegarem. Tinha que relaxar. Alguns poucos minutos, eles chegam na frente da academia de artes. Spirit of Arts. Aquele lugar era realmente enorme. Era muito bonito. Nunca havia visto, um lugar tão explendoroso ,como aquele. Crystal entaõ sorri, e diz:
                      Crystal:- Boa sorte, querida! 
                      Jack:- Certo! Obrigada......achoque vou precisar!
             Ela então pega suas coisas ,e sai do carro, entrando dentro da academia. Tinham várias pessoas lá dentro, parecia até uma cidade de tão grande. facilmente dava pra se perder, lá dentro. Jack então olha pra todos os cantos, e diz a si mesma:
                      Jack:- Hun.....pra onde, eu tenho que ir, agora? Esse lugar é enorme!
             Jack então encara, um quadro de informações perto da entrada. Ela então se aproxima ,e ve alguns informativos. Parece que nos 3 primeiros dias ,os alunos novos fariam uma apresentação individual, mostrando suas habilidades a alguns professores ,membros do conselho estudantil, membros do gremio ,a direção ,e os outros alunos novos. A garota então procura seu nome......só podia ser brincadeira......ela estava no primeiro dia, de apresentação.....e era uma das primeiras. Logo ela ve ,uma bancada onde estava escrito informações. Rapidamente ela vai até lá ,onde uma mulher estava organizando alguns papeis e diz:
                     Jack:- È.....c-com licença.....
               A mulher então a encara sorrindo, e diz:
                      ?:- Sim? Pois não?
                      Jack:- È que.....está dizendo que.....alguns dos alunos novos, vão se apresentar hoje.....e......eu sou uma das primeiras!
                      ?:- A sim......seu nome ,por favor!
                       Jack:- Jack......Jack Zver´Krov.......
                       ?:- Zver´Krov......que nome.....diferente! De onde voce vem?
                       Jack:- Ah....eu sou russa! Vim a pouco tempo, pra cá!
                       ?:- O que significa ,seu nome?
                       Jack:- Ah.....algo como......fera de sangue!
                       ?:- Entendo.....é um nome, bem forte! Bom.....Zver´Krov.......vamos ver.....a sim! Voce é a garota que passou ,no teste de admissão com notas impecáveis........tenho certeza, que terá um futuro brilhante pela frente!
                        Jack:- Muito obrigada! Mas.....não é pra tanto!
                       ?:- Voce realmente tem muito talento! Já havia estudado música antes?
                       Jack:- Na verdade......nunca! Bom.....minha mãe me ensinou, os primeiros passos....então.....
                       ?:- Entendo! Bom.....boa sorte! Tenho certeza ,que vai ser dar muito bem, aqui!
                       Jack:- Eu espero que sim!
                       ?:- Ah.....claro! Aqui estão seus horários.....sua sala e.....a chave do seu quarto! Se tiver alguma dúvida ,temos alguns inspetores pelos corredores.....ou....pode se voltar a mim mesmo!
                      Jack:- Obrigada! 
                      ?:- As apresentações estão ocorrendo, no auditório 3! Ele fica a esquerda do prédio principal.....no terceiro andar!
                      Jack:- Muito obrigada!
          Ela então guarda as coisas na bolsa, e corre até onde a mulher havia indicado. Ela então chega rápido no local, e entra lá dentro subindo as escadas rapidamente. A garota entaõ chega na frente da porta, do auditório 3 ,e lentamente a abre sem fazer barulho. Tinham algumas pessoas lá, e uma garota tocando violino no palco. Jack então se senta um pouco afastada das outras pessoas, e fica encarando a apresentação. Realmente a garota tocava muito bem. Conforme as apresentações iam passando, Jack ficava meio apreensiva. Algum tempo depois, ela houve seu nome ser chamado. Ela então respira fundo ,e vai até o palco. Todo que estavam lá, a encaravam atentamente. A garota entaõ respira fundo. Era apenas imaginar, que não existia platéia.....que estava sozinha......como sempre fazia. Ninguem imaginava o que ela faria de fato. Ela então abre os olhos lentamente ,e vai até o piano, passando os dedos, levemente sobre as teclas. Ela então se senta no banco, e diz:
                    Jack:- Jack......relaxa......voce consegue!
          Ela então respira fundo, e começa a tocar e cantar docemente:
                    Jack:-´´ O mio babbino caro´´
                                   Mi piace é bello, bello
                                   Vo´andare in porta rossa
                                   A comperar l´anello!
                                   Sí, sí, cí voglio andare!
                                   E se l´ amassi indarno
                                   Andrei sul ponte Vecchio
                                   Ma per buttarmi in arno!
                                   Mi struggo e mi tormento!
                                   O, Dio, vorrei morir!
                                   Babbo, pietá, pietá!
           Todos então ficam a encarando estupefatos, sem emitir um único som. Jack fica apreensiva. Sabia que apresentar um lírico logo de cara, era bem arriscado......mas.....resolveu fazer assim mesmo. Sua apreensão vira surpresa, quando ela começa a ouvir os primeiro aplausos. Logo o som foi se alastrando , e todos a aplaudiam ....bom....quase todos. Não se pode agradar todo mundo. Ela então agradece e sai do palco se sentindo estranha. Ela nunca havia tocado ou cantado nada pra alguem ,a não ser para seus pais. Era uma sensação diferente.....porem.....ela mantinha o controle, e se mantinha o mais séria possível. Lentamente ela volta a se sentar no mesmo lugar isolado ,em que estava, e volta a assistir as apresentações do resto. Violino, piano, dança, pintura.....todo tipo de arte ,era apresentado naquele palco. Depois de mais ou menos umas 2 horas ,as apresentações foram encerradas. Todos então saem lá de dentro, a espera dos resultados. Eles iriam dar a classificação de cada um em algumas horas. A mesma mulher ,que estava no balcão de informações ,a ve e vai até ela sorrindo e dizendo:
                  ?:- Oi!
                  Jack:- A-Ah.....oi! 
                  ?:- Está nervosa ,pelos resultados?
                  Jack:- Um pouco....
                  Marríe:-A.....a propósito.....acho que não lhe disse, meu nome! Me chamo Marríe......trabalho na secretariá ,da academia!
                  Jack:- È um prazer, Marríe! 
          Jack então começa ,a olhar em volta. Marríe sorri, e diz:
                    Marríe:- Voce parece preocupada! 
                    Jack:- Eu.....estou tão acostumada a tocar e cantar......mas......nunca fiz isso, na frente de tanta gente!
                    Marríe:- No começo é bem difícil.....anida mais, por voce ser estrangeira.....mas......voce vai acabar, se acostumando com o lugar!
                   Jack:- Nem sei se meu desempenho ,foi taõ bom assim!
                    Marrie:- A maioria dessas pessoas, se inscreveram......voce recebeu uma carta de admissão! È muito difícil ,receber uma! Sua apresentação ,foi mera formalidade! Voce foi ótima, com certeza!
                    Jack:- Estou rezando pra isso!
                   Marrie:- Òtimo! Acho melhor, ir procurar seu quarto! Os quartos ficam a esquerda do refeitório!
                   Jack:- Obrigada novamente ,Marrie!
          Jack então sai andando com suas coisas, a procura de seu quarto. Naquele lugar, só tinha gente extremamente talentosa. Mas não podia se deixar abalar. Ela tinha sangue russo......tinha que ser forte e destemida, como sempre foi. Nada de abaixar a cabeça.....nunca olhar ninguem de baixo......tinha que ser forte, tanto por ela....quanto por sua mãe, que sempre acreditou, em seu  potencial. As artes eram seu dom.....sua paixão.......e faria de tudo, pra conseguir chegar ao topo de seu sonho. 



Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...