História The Storm - Capítulo 5


Escrita por:

Postado
Categorias Hunter x Hunter
Personagens Gon Freecss, Killua Zoldyck
Visualizações 23
Palavras 1.052
Terminada Sim
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 12 ANOS
Gêneros: Drama (Tragédia), Shoujo (Romântico), Suspense, Yaoi (Gay)
Avisos: Homossexualidade
Aviso legal
Alguns dos personagens encontrados nesta história e/ou universo não me pertencem, mas são de propriedade intelectual de seus respectivos autores. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos criada de fã e para fã sem comprometer a obra original.

Notas do Autor


Chegamos ao fim dessa fanfic </3
Esse é o último capítulo, espero que gostem!
Recomendo vocês ouvirem a música "Total Eclipse Of The Heart"
Boa Leitura <3

Capítulo 5 - I found happiness


                                               {Anteriormente}

Gon abraçou todos que estavam na sala, admito que senti um pouco de ciúmes, mas aceitei, afinal são os amigos de Gon.

- Pessoal! – Gon atraiu a atenção de todos para si. – Eu quero fazer um comunicado especial. – Ele sorriu. – E para isso, eu chamo o Killua.

                                            {Capítulo atual}

Gon me chamou e entrelaçou nossas mãos, corei um pouco, mas logo em seguida eu olho para frente e ele também, eu sei o recado que ele quer dar.

- Vamos nos casar. – Falamos em uníssono, todos na sala ficaram boquiabertos.

- Viva! – Alluka gritou. – Parabéns pros dois! Espero que sejam muito felizes! – Ela nos abraçou. – E eu quero muitos sobrinhos. – Eu e Gon coramos. – É brincadeira. – Ela sorriu.

- Já vou avisando que quero ser padrinho. – Leorio disse.

- É claro que você vai ser padrinho, seu idiota. – Falei. – Você, o Kurapika e o Ikalgo.

Os três me abraçaram e desejaram parabéns.

- Vou escolher madrinhas então. – Gon sorriu. – Palm e Melody... Quem mais eu chamo?

- Chama a Retz. – Falei.

- Mas ela é sua ex... – Gon falou.

- Ela é passado, e você é meu futuro, moreno. – Ele corou. – E além do mais, ela se casou, e eu fui padrinho do casamento, ela me convidou, e eu não podia recusar. – Ele ficou boquiaberto.

Ele ligou para a Retz e ela aceitou ser madrinha, passamos um bom tempo conversando com nossos amigos falando como seria o casamento.

 

                                     3 Meses depois...

                                    {Dia do casamento}

                                         Autora

O casamento era na praia, as cadeiras eram brancas com flores brancas e não havia piso, era areia. Havia dois coqueiros no altar e havia um arco com muitas flores brancas em volta. Era um casamento simples, pois eles queriam aproveitar ao máximo o que a natureza proporcionava.

Killua estava no altar vestindo um terno azul escuro com uma gravata azul clara e uma flor azul da cor de seus olhos em seu terno. Os seus padrinhos estavam ao seu lado, o padre no meio e as madrinhas de Gon o aguardando.

                                                Killua

Eu nunca tinha ficado tão feliz e ansioso na minha vida, por anos eu sonhei com esse momento e cá estou eu, aguardando meu moreno no altar.

Todos os meus amigos estão presentes nesse momento tão importante na minha vida, Alluka está na frente e está sorrindo.

Eu passei tantas noites em claro chorando pela saudade do meu moreno, imaginando como seria quando ele acordasse, eu até imaginava o casamento, mas eu logo tirava esses pensamentos por achar estar me iludindo.

Ele sempre me ajudou tanto na minha vida, e agora vou casar-me com ele, valeu a pena esperar 5 anos para isso.

Quando ele acordou, eu já pensava em como pediria ele em casamento, eu o levaria para minha casa e falava o quão importante ele foi para mim.

Eu só quero os seus braços, os seus beijos e o seu carinho.

Ele me tirou da solidão, esteve sempre ao meu lado e me ajudava cada dia mais.

Ele foi, na verdade ele é, a melhor pessoa que eu conheci, acho que agora estou sorrindo igual bobo. Mas não importa, eu vou me casar.

Gon está entrando agora, estou boquiaberto com a tamanha beleza do meu futuro marido, ele é tão incrível.

Ele está usando um terno preto e uma gravata vermelha, com seus lindos olhos brilhando como o Sol, ele tem uma flor amarela ao lado da gravata.

- Tão lindo... – Susurrei.

Ele estava acompanhado do meu sogro, o Ging, a tia dele chorava de emoção.

- Killua. – Ele falou com um sorriso bobo.

- Gon.

O padre começou a falar, mas eu não prestava atenção no que ele dizia, eu só olhava para o meu lindo moreno, ele estava tão fofo.

- Killua Zoldyck, você aceita Gon Freecss como seu legítimo esposo? – O padre olhou para mim.

- Mais que tudo na vida. – Falei com firmeza.

- Gon Freecss, você aceita Killua Zoldyck como seu legítimo esposo? – O padre olhou para Gon.

- É claro. – Ele falou e me olhou sorrindo, aquele lindo sorriso.

- Eu os declaro maridos. Podem se beijar.

Eu dei em Gon um beijo simples, mas cheio de sentimentos.

- Eu quero falar algumas coisas. – Falei.

- Claro. – Disse o padre.

- Quero lhes contar minha história com o Gon. – Lágrimas caíam dos olhos dele. – Nos conhecemos na escola, e de cara tornamo-nos melhores amigos.

                                                     FLASHBACK

                                                  {Segunda série}

-Oi! – Falou um moreno de cabelos espetados. -  Qual o seu nome? O meu é Gon!

- Oi, Gon, eu sou Killua.

E o papo entre nós fluiu rápido.

                                                FLASHBACK OFF

- Esse homem que estou me casando hoje, me tirou da solidão em que eu vivia, eu não precisava de muitos amigos, eu só precisava dele. Ele me guiou até a luz, respeitou todos os defeitos que eu tinha e nunca me julgou por eu ter feito algo ou ter deixado de fazer, quando eu fazia algo errado, ele me mostrava o caminho certo, ele é um homem incrível, e eu sou a pessoa mais sortuda desse mundo por me casar com ele. A primeira vez que ele disse que me amava foi cinco anos atrás, quando eu, ele, o Ikalgo, a Melody, a Palm, o Leorio e o Kurapika fomos viajar e o avião caiu. Foi quando o avião estava prestes a cair que ele proferiu as palavras que mudaram minha vida para sempre. Eu lembro exatamente de como ele falava, de como me olhava e como a forma que ele chorava partia meu coração. Naquela manhã, eu havia tido um pesadelo. – Gon ficou com uma expressão preocupada. – Nele, o Gon morria, eu acordei chorando e com receio de viajar, mas eu nunca consegui dizer não ao meu moreno, e isso foi ironia do destino, eu acho. – Ri. – Se você ama alguém, diga antes que seja tarde, você não sabe o dia de amanhã, não espere a tempestade chegar para que você possa admitir ou confessar tais coisas, não espere por amanhã, faça hoje!

Todos aplaudiram meu discurso, Gon estava chorando.

- Te amo tanto, meu albino! – Ele veio até mim e me abraçou me fazendo cair no chão. – Te amo mais que qualquer coisa na vida!

- Também te amo, Gon Kino Freecss! – Retribui seu abraço com um sorriso.

Eu finalmente alcancei a felicidade.

 

 

                                                         Fim


Notas Finais


Espero que tenham gostado dessa história ♥
Obrigada pelos favoritos e pelos comentários, amo vocês ♥
Kisses ♥


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...