1. Spirit Fanfics >
  2. The Storm >
  3. Tailândia- Parte 1

História The Storm - Capítulo 11


Escrita por:


Notas do Autor


Boa leitura à todos!!! 🥀

Capítulo 11 - Tailândia- Parte 1


Fanfic / Fanfiction The Storm - Capítulo 11 - Tailândia- Parte 1


      

Os dois garotos estavam neste exato momento, dentro do jatinho particular de Taehyung. Jungkook permanecia sem saber para onde iriam, e a curiosidade estava lhe deixando agoniado e cada vez mais ancioso. Quando o jatinho começou a decolar, o moreno sentiu o estômago revirar em uma sensação de nervosismo. Nunca havia saído de Seul, nunca viajou de avião ou qualquer coisa do tipo, era caro demais para si e não poderia sequer imaginar que um dia estaria ali, em um jatinho particular, sendo servido champanhe junto de petiscos chiques e caros. Estava sentado ao lado de Taehyung, que segurava em sua mão lhe passando calma, e era essa calma que o impedia de surtar de animação.  

Seul estava simplesmente perfeita vista de cima, os grandes prédios que chegava a doer o pescoço tentando encontrar o fim de lá de baixo, agora pareciam pequenos brinquedos de criança e miniaturas minúsculas por assim dizer. As luzes dos carros no trânsito lá embaixo com o contraste das luzes dos prédios estavam lindos, seus olhos chegavam a brilhar em admiração. E Taehyung que estava ao seu lado, só sabia sorrir ao ver o mais novo com o brilho de admiração nós olhos observando toda a cidade lá embaixo. 

Quando se conheceram, além do sorriso e do jeito encantador de Jungkook, outra coisa que fez com que se apaixonasse ainda mais pelo garoto, era a sua humildade. O Jeon nunca gostou de exageros financeiros por assim dizer. Sempre que o Kim queria lhe dar uma carona em seu carro caro, ele apenas negava e dizia que era mais gostoso e divertido andar pela calçada sentindo o vento fresco no rosto. Nunca gostou de receber presentes caros do melhor amigo, achava um disperdicio de dinheiro e insistia dizendo que não necessitava, apenas a presença do outro já era um grande presente. Taehyung sempre foi rodeado de pessoas interesseiras, egocêntricas e falsas, com excessão de Hoseok e Baekyun, apesar de também serem ricos e herdeiros de empresas famosas, nunca foram como o pai ou os sócios. Tomados pelo dinheiro e trabalho. Então quando conheceu o mais novo, com aquele lindo sorriso, a voz doce, um cheirinho gostoso, e com a risada mais fofa e contagiosa que já escutou; se encantou na mesma hora. 


— Está nervoso? Prometo que vai adorar o lugar que iremos. — O Kim disse sorridente, atraindo a atenção do moreno para si, que até então continuava a admirar a cidade brilhante e bonita diminuir e se afastar cada vez mais.


— Tae, sabe que não gosto que gaste seu dinheiro comigo, isso tudo é chique demais. Olha só, essa champanhe deve ser o preço da minha casa inteira, e o jatinho particular? Não precisava fazer isso tudo por mim. — Sentiu um carinho nas costas de sua mão, e o outro lhe aproximar, deixando um beijo em sua bochecha.


— Não se preocupe com dinheiro, e nem com o quanto está sendo gasto aqui. Essa é uma surpresa para você e tudo o que quero que pense, é no quanto vai se divertir. Sei que o final de semana sempre passa rápido, mas eu farei de tudo para que pareça que irá durar uma semana inteira. Vamos aproveitar e curtir, tudo bem Gukkie? — O moreno apenas sorriu concordando. — Ainda irá demorar até chegarmos, durma um pouco. 


— Não vai mesmo me dizer para onde vamos? Sabe como eu sou curioso Tae-ah. — O Kim riu pela manha que o Jeon estava fazendo para tentar descobrir onde iriam, mas não iria falar de jeito nenhum. E riu ainda mais pelo bico fofo que se fez presente nos lábios avermelhados do menor. 


— Nem adianta fazer esse bico, só vai descobrir para onde vamos quando chegarmos lá, não vou estragar a surpresa. — Riu pela cara emburrada do outro. Levantou o apoio de braço entre eles dois, e puxou o mais novo para deitar a cabeça em eu colo. Jungkook estava com bastante sono, afinal já eram quase duas horas da manhã e por este motivo adormeceu rapidamente, ainda mais com o cafuné gostoso que estava sendo feito em seus cabelos.  

Taehyung ficou um tempo admirando o garoto adormecido em seu colo, sempre teve o costume de observar o menor dormir, era tão lindo e delicado. E quando se tornaram grandes amigos, Jungkook lhe despertou um instinto protetor que ele próprio não sabia que existia. Foi só encostar a cabeça no banco que apagou de sono. Depois de algumas horas, sentou alguém lhe cutucando, Jungkook ainda dormia profundamente em seu colo, e o garçom do jatinho estava lhe chamando. 


— Senhor Kim, nós já chegamos, vamos decolar em 5 minutos. — Lhe avisou, e sou ouvir o "Obrigado" do patrão mais novo, se curvou em respeito indo se sentar no banco lá de trás. O pai não podia de jeito nenhum saber da viagem, e por esse motivo apenas o piloto, o garçom e mais dois seguranças que estavam na viagem, sabiam. Olhou para a janela vendo que ainda estava de noite, mas o sol já dava indícios de que iria finalmente aparecer. O avião começou a mexer um pouco e resolveu acordar o Jeon, mesmo relutante para lhe acordar, tinha que fazer. 

Jungkook acordou com o carinho em sua bochecha e o leve balanço em seu corpo causado por Taehyung. Se levantou acordando, e olhou na janela vendo que a madrugava já estava indo embora. Quando olhou para baixo através janela, ficou de boa aberta. Não conseguiu acreditar. Simplesmente não conseguia acreditar que estavam na Tailândia. 


— Taehyung eu não estou acreditando! — Se virou rapidamente abraçando o mais velho que sorria pela reação do menor. O Kim sabia que sempre foi um sonho de Jungkook conhecer a Tailândia, ele era apaixonado pelas ilhas, pela cultura e pelas belezas de lá, sabia que adoraria a surpresa, ainda mais pela cidade em específico que estavam. — Você é maluco Tae! — Sorriu todo bobo voltando a observar a paisagem de Pattaya. Apesar de toda a Tailândia ser muito linda e encantadora, Pattaya era sua cidade preferida e sempre sonhou conhecê-la desde que era pequeno praticamente. O brilho nos olhos de Jungkook pela vontade de chorar de alegria, fizeram o Kim rir e lhe abraçar bem apertado. — Não acredito que você ainda se lembra! Obrigado Tae, mil vezes obrigado! 


— Eu fico muito feliz que tem gostado da surpresa Gukkie, fico ainda mais feliz de ter realizado esse seu sonho. — Os dois sorriram um para o outro, observando juntos a paisagem se aproximar mais, conforme o avião pousava. Em questão de segundos o avião parou e a porta se abriu por um dos seguranças, assim que os dois garotos se levantaram saindo do jatinho. O motorista do carro que os esperava carregou suas malas, abrindo a porta para que entrassem no veículo rumando para o resort. Resort esse, que era da família Kim, então já dava para saber o quão lindo, chique e caro era. 

O trajeto até o destino não foi tão longo. O caminho para chegar até lá era uma estrada cumprida e longa que só dava para o resort ou para a praia. Eram quase sete horas da manhã quando chegaram lá, e a boca do Jeon se abriu novamente em espanto e admiração. Sabia o quanto Taehyung era rico, bilionário por assim dizer, mas nunca se acostumou com tamanha riqueza que o outro possuía. O resort era lindo, possuia uma piscina gigante com iluminação dentro e nas bordas; cadeiras de para tomar sol, acolchoadas por um tecido branco e delicado; palmeiras em volta e distribuídas pelo local; além de um bar estilo Hawaii, com os barmans usando um colar de flores no pescoço, servindo bebidas bonitas e preparando diversos pedidos, algumas bebidas dentro do coco com um canudo engraçado, eram entregues aos hóspedes ali presentes; havia um conjunto de dois hotéis enormes para a hospedagem logo na esquerda, porém não ficariam ali no resort. 

Taehyung selecionou uma cabana especial, em sua ilha particular, grande e elegante, extremamente confortável exalando riqueza. Exigiu total privacidade e os seguranças ficariam em um dos hotéis próximo à pequena residência que usariam apenas para tomar banho. Não queria ser incomodado e nem atrapalhado na ilha, ainda mais de noite. Uma grande surpresa esperava Jungkook, e o Kim garantiu detalhe por detalhe, para que tudo fosse perfeito. 

Pegou a chave com o gerente, e abriu a grande porta, segurando nas duas maçanetas dando acesso ao local. Tudo que Jungkook sentia naquele momento era pura alegria. Estava realizando seu sonho de conhecer sua cidade preferida na Tailândia, era tudo tão bonito, muito mais do que nas fotos da internet com certeza. Aquilo tudo estava sendo mágico, e o dia mal havia começado ainda. 


— Uau. Eu nunca vi um lugar tão lindo assim! — O Kim fechou as portas assim que as malas foram colocadas em seu quarto e os dois estavam sozinhos ali. — É tão bonito. — Jungkook suspirou admirado, vendo que tinha uma varanda no quarto, onde dava uma vista linda para o mar, surgia o sol aos poucos. Taehyung colocou a chave no móvel, e caminhou em direção ao moreno, que estava apoiado no corrimão de mármore claro observando a paisagem. Abraçou o garoto por trás, que sorriu envergonhado e passou a observar a vista. 

O Kim já estava mais do que acostumado com luxo, e já viajou para mais de 20 países desde pequeno por causa do pai. Mas apenas com a admiração e o olhar encantado do Jeon, ele havia se encantado também. Perdeu a conta de quantas vezes veio para a Tailândia com o pai, mas aquela era a primeira vez que estava encantado de verdade. Não pela vista, e sim pelo moreno todo animado e inquieto. 


— Está com fome? — Taehyung perguntou endo o garoto balançar a cabeça positivamente. — Vamos comer, mas antes, não desfaça sua mala, não vamos ficar aqui no final de semana. 


— Como assim? Para onde iremos?


— Você vai saber, agora vamos tomar banho que o café da manhã já deve estar sendo servido. 


— J-juntos? — O menor perguntou com uma leve cara de espanto sentindo as bochechas queimarem de vergonha, e o Kim riu ao se separar entrando no quarto novamente para abrir as malas, e sendo acompanhado do outro.


— Claro que não Gukkie. — Jungkook pegou uma muda de roupas dentro de sua mala. Fechando-a novamente— A não ser que você queira. — Sorriu malicioso e o menor ficou ainda mais envergonhado. 


— T-Taehyung! — Lhe deu um tapa fraco na cabeça em repreensão e andou rapidamente até o banheiro fechando a porta, apenas ouvindo as risadas do mais velho. 


Os dois tomaram seus banhos e quando já estavam prontos, trajando roupas simples, saíram juntos indo até o local onde o café era servido, uma mesa enorme com comidas típicas de todos os lugares. As malas já estavam em outro lugar, que foram levadas por um dos funcionários do local à pedido de Taehyung. Comeram bem, e o mais velho guiou o Jeon até a praia. Jungkook sentiu os olhares de poucas pessoas sobre os dois, estavam com as mãos entrelaçadas e dispertou certa curiosidade. Não por serem dois homens de mãos dadas, a Tailândia era muito mais aberta em relação à LGBTQ do que a Coréia, mas sim por um garoto desconhecido e simples estar junto ao filho do dono do mais famoso e caro resort da Tailândia, e claro, futuro dono de tudo aquilo por ser o herdeiro. Quando pensou em afastar as mãos, Taehyung apenas segurou firme na mão do menor, entrelaçando-as novamente e mais firme, como se quisesse dizer para ignorar todo mundo. Havia uma lancha de luxo esperando os dois fazendo o garoto ficar confuso. 


— Vou te levar em outro lugar. — Antes de Jungkook contestar, eles subiram a lancha depois de passarem por uma pequena ponte de madeira que facilitava o acesso. Adentraram o veículo aquático, que logo se afastou do resort, já dando para ver uma ilha de longe. A ilha particular dos Kim's. 


— Hyung para onde vamos? — Jungkook perguntou já sentando em um dos bancos acolchoados de couro beje, ao lado de Taehyung.


— Para um lugar mais especial, tenho uma surpresa para você bem mais tarde. 


— Uma surpresa? — Perguntou confuso sentindo as pequenas gotículas de água em sua pele pela velocidade da lancha, que logo parou no beck da ilha onde os dois desceram juntos. 


— Vamos mergulhar no mar onde dá para ver os corais, depois iremos almoçar e faremos o que você quiser pelo resto da tarde, mas a noite já tem uma programação. 


— Eu confesso que estou muito curioso e animado por isso. — Ambos sorriram seguindo para fazer as programações do dia. Se divertiram juntos, mataram a saudade depois de todo aquele tempo longe um do outro. A tarde passou rápido, se divertiram tanto juntos, que quando menos esperaram o sol já estava se pondo. 

Foram guiados por um dos responsáveis pela segurança da ilha, até uma cabana maior e mais bonita que a outra. Tomaram seus respectivos banhos e se arrumaram. O Kim colocou uma bermuda branca, com uma camisa florida azul, já Jungkook estava com uma bermuda cinza e uma camisa amarela com alguns detalhes. Caminharam pela praia e se sentaram para observar o pôr do sol juntos, enquanto conversavam aleatoriamente. E assim que a noite chegou, o Kim segurou na mão do moreno. 


— Chegou a hora da surpresa. Espero não te decepcionar. 


— Como assim Tae? — O garoto nada respondeu, apenas se levantaram e caminharam por um caminho entre as árvores, dando para um outro lado na ilha. E quando passaram pelas folhas, Jeon levantou a cabeça arregalando levemente os olhos em surpresa.



Notas Finais


Até a próxima ❤️


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...