1. Spirit Fanfics >
  2. The Story of Nara Namikaze >
  3. Conversa com Zetsu

História The Story of Nara Namikaze - Capítulo 6


Escrita por:


Notas do Autor


E aí galerinha do meu coração!!!!!!
Mais um cap aqui para vocês espero que curtam, bye bye!

Capítulo 6 - Conversa com Zetsu


Fanfic / Fanfiction The Story of Nara Namikaze - Capítulo 6 - Conversa com Zetsu

Minato On

Eu estava no meu escritório novamente, mexendo em alguns papéis, mas eu não conseguia me concentrar, sempre que tentava esvaziar a minha mente, eu pensava em Nara, eu não conseguia trabalhar com ela em coma, aahhh, eu apenas penso que jamais deveria tê-los mandado para aquela missão, Kakashi e Rin não se feriram tanto, mas Nara, estava quase a beira do abismo, enquanto Obito, acabou morrendo, foi realmente um choque para todos, eu estava realmente preocupado e ainda tinha a gravidez da Kushina, minha cabeça estava mais que lotada de vários assuntos a resolver, sou tirado dos meus pensamentos com fortes passos em direção a minha sala, olho para porta e logo ela é aberta mostrando minha esposa completamente ofegante.

Kushina - O-o que foi? Aconteceu alguma coisa com Nara? Ela está bem? - pergunta andando em minha direção, fico sem entender suas palavras.

Minato - Como assim? Não acont... - sou interrompido por um forte baque na porta, quando vejo é um Jonin. - O que foi? Aconteceu algo? - pergunto o olhando.

Ninja - Sinto muito atrapalhar senhor Hokage, mas, é sobre a senhorita Nara, ela... Ela acordou!

Ele diz e eu e minha esposa nos surpreendemos, rapidamente voltamos para o hospital, minha esposa corre em direção ao quarto de Nara e entra no mesmo, logo eu entro.

Vemos Nara ainda em sua cama, sentada, com algumas ataduras em seus braços, e uma em seus olhos, pois de alguma maneira eles foram danificados durante a luta.

Logo ela se vira em nossa direção, mesmo com os olhos vendados ela ainda podia sentir nosso chakra.

Nara - Mãe? Pai?

Logo minha esposa corre em sua direção a abraçando em seguida, me junto a elas, logo minha esposa se pronuncia.

Kushina - Aaaahh que bom que você acordou, não sabe como ficamos preocupados com você querida, por favor não faça mais isso sim?! - disse apertando o abraço.

Nara - Calma mãe, eu estou bem, e prometo que vou me cuidar. - disse sorrindo, logo seu semblante muda para o completo oposto. - Espera! Enquanto a missão! O que houve, os outros estão bem? Como a Rin está? E os meninos? Eles conseguiram escapar? - pergunta incansável.

Senti um pouco de receio em contar a verdade a Nara, eu sabia que não faria bem a ela, mas, era melhor poupá-la de uma dor futura.

Minato - Kakashi e Rin estão bem, seus ferimentos não foram tão graves como os seus, eles já retornaram para suas casas... E em relação ao Obito, bem, ele... - paro ainda com um nó na garganta.

Nara - O que foi, como Obito está? - pergunta apreensiva.

Minato - Quando chegamos ao local da missão, estava tudo soterrado, não conseguimos achar o corpo dele, e pelo o que Kakashi e Rin me contaram, parece que ele já tinha... Morrido! Ele se sacrificou para salvar Kakashi, e acabou morrendo em seu lugar... - termino e apenas abaixo a cabeça, logo ouço a voz já trêmula de Nara.

Nara - O-o que? Obito está... Morto! - disse já se derramando em lágrimas pelo amigo.

Kushina apenas a abraça ainda mais forte e Nara chora em seu peito pelo que descobriu, depois de alguns minutos em prantos, Nara finalmente cai no sono, logo a deixamos sozinha para que descanse.

Minato Off

- Quebra de tempo -

Nara On

Desperto de meu sono, parece que acabei dormindo nos braços de minha mãe. De repente sinto uma dor em meu peito e novamente uma imensa vontade de chorar, eu não acredito que Obito morreu, talvez se eu tivesse sido mais cuidadosa, eu poderia ter evitado que todos se machucassem, não... Não tinham nada que eu pudesse fazer, e é isso que me deixa ainda mais triste.

Sou tirada dos meus devaneios com uma sombra, que surgiu perto de minha cama, ao levantar o olhar, vejo o ser que julguei ser o culpado por minha vida estar um completo pesadelo.

Nara - Zetsu! - digo com raiva nos olhos, eu já havia mudado, e eu sabia disso, não era mais a garota que fui, minha personalidade havia se tornando o completo oposto de alguns dias atrás, agora eu apenas confiava em mim mesma, na minha força, nas minhas escolhas, desde aquele fatídico dia, em que encontrei este homem, eu passei a julgar o que é certo e errado do meu jeito.

Zetsu - Nossa mas que olhar é esse! Você não nem me agradecer por eu tê-la salvo? Mas que ingratidão, você não é assim, Nara-chan! - disse com um sorriso falso em seu rosto, o que faz minha raiva aumentar ainda mais ao ouvi-lo me chamar de "Nara-chan"!

Nara - Não tenho nenhuma intenção de lhe agradecer, devia ter me deixando morrer esmagada por aquelas pedras. - digo me sentando na cama de frente pro mesmo.

Zetsu - Eu não poderia. Nem se eu quisesse! Eu disse não, você é especial, algo valioso! Não posso deixar que lhe aconteça alguma coisa. - disse sorrindo como sempre fez. - Mas é estranho, você está agindo diferente, por acaso descobriu algo a mais sobre seu passado? - pergunta me olhando nos olhos.

Apenas mordo meu lábio com seu comentário, a verdade é que eu já tinha descoberto tudo, que eu era, a que lugar eu pertencia, e até mesmo a que família. Só que eu não queria aceitar, não, eu jamais vou aceitar isso... Jamais!

Nara - Eu jamais vou aceitar estar na mesma família que você, Zetsu! - digo sem demora, deixando-o surpreso pela minha fala, mas não durou muito pois logo ele rir como se tivesse conseguido algo.

Zetsu - Então você recuperou suas memórias! Não sabe o quanto isso me deixa contente, mas bem, agora você sabe o motivo d'eu estar sempre aqui não é?! Nee-san! - disse em seguida me chamando de irmã, aquilo certamente me irritou, me levanto e vou em sua direção, logo seguro-o pela roupa e olho em seus olhos, já com os meus transformados no Rinnegan.

Nara - Nunca mais me chame assim, entendeu? Eu não sou sua irmã, meu irmão é o Naruto, e apenas ele, me ouviu?! - digo efim soltando-o, e apenas o ouço rir.

Zetsu - Está bem, já que quer assim. Mas acho melhor não se acostumar, afinal, tudo isso não passa de uma simples fachada não é? Você sabe que todo laço que criar com ele não vão passar de um teatro, assim como os laços que fez com todos que conheceu, no fundo, você sabe que só tem a mim, como sua única família, se você não aceita, por que não me mata aqui e agora. - disse pegando uma kunai e a colocando em minhas mãos, logo, ele a direciona em seu pescoço, eu não sei o houve, mas foi no automático, eu puxei minha mão e joguei a kunai para longe, logo ouço Zetsu gargalhar. - Viu só, você não tem a coragem para me machucar, isso por que sabe que tudo que eu disse é verdade, nós só temos um ao outro, e você não pode mudar isso entendeu, Onee-san, hahaha. - disse e sumiu no chão enquanto ria.

Eu apenas permanecia alí parada, com raiva e tristeza, eu queria me matar, não importa o quanto eu odiasse o Zetsu, eu não sentia a coragem de matá-lo, é como se no fundo eu realmente o considerasse um irmão mais novo, não eu não queria aceitar, não queria, não queria fazer parte daquela família, não queria me igualar a eles, eu não queria ficar igual aquela mulher, não, eu nunca vou ser igual a ela, isso é uma promessa.

Nara Off

- Continua... -



Notas Finais


Bom foi isso espero que tenham gostado! Bye Bye, até a próxima!


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...