História The Strange Hunter Sakamaki. - Capítulo 12


Escrita por: ~ e ~LaahCraazy

Postado
Categorias Bangtan Boys (BTS), Diabolik Lovers
Personagens Ayato Sakamaki, Azusa Mukami, Beatrix, Carla Tsukinami, Christa, Cordelia, J-hope, Jimin, Jin, Jungkook, Kanato Sakamaki, Kou Mukami, Laito Sakamaki, Personagens Originais, Rap Monster, Reiji Sakamaki, Ruki Mukami, Shin Tsukinami, Shu Sakamaki, Subaru Sakamaki, Suga, Tougo Sakamaki "Karlheinz", V, Yui Komori, Yuma Mukami
Tags Armas, Artes Marciais, Bts, Caçadores, Diabolik Lovers, Magia, Não Sei Mais O Que Botar, Suícidio
Visualizações 67
Palavras 649
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Ação, Aventura, Bishoujo, Bishounen, Crossover, Drama (Tragédia), Ecchi, Fantasia, Hentai, Luta, Magia, Mistério, Romance e Novela, Sobrenatural, Suspense, Terror e Horror, Universo Alternativo, Violência
Avisos: Canibalismo, Incesto, Linguagem Imprópria, Mutilação, Sadomasoquismo, Suicídio, Tortura, Violência
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Notas do Autor


Hoieeeeen

TALVEZ isso não saia como o esperado, mas eu faço o auê posso ^^

Capítulo 12 - "Ela vai ter uma nova vida depois da minha morte."


— Olá, filha. — A ruiva caminha até mim e me abraça fortemente. Affs, odeio quando ela faz isso ¬¬)

— Tudo bem, tudo bem. — Devolvi o abraço. Nos separamos e ela começa a me analisar. — O que foi, mãe? — Pendurei o headphone no pescoço.

— Tem cheiro do Jeon em você. — Ela sorri maliciosa. — Já estão namorando?

— O que?! — Eu não conseguia ver Jungkook como meu namorado. Na verdade, eu não conseguia me ver sendo namorada de alguém. — Mãe, nós não estamos namorando! — Fransi a testa. Ela só riu.

— Enfim... Te chamei aqui porquê queria caçar junto a você. Faz tempo que não caçamos juntas, e já que você vem fazendo aulas de taekwondo, queria ver o que você vem aprendendo. — Ela sorriu.

— Mãe, eu sou praticamente uma ninja. — Me gabei.


Ela apenas riu do meu comentário. Deixei a mochila encima do sofá e ela me deu umas armas.


— Vamos invadir uma escola abandonada e assombrada por demônios barra pesada, eles se rebelaram contra Lúcifer. — Ela diz simplista. "Como ela sabe que eles se rebelaram contra Lúcifer?" simplesmente, ela é amiga do carinha lá de baixo. Inclusive, ele é muito massa :v foi ele que me deu uma katana especial, e que me ensinou a lutar alguns estilos de luta. Super normal ser amiga do caipiroto, vejo gente assim todo dia.

— Okay, omma :3 — Falei guardando a butterfly enfeitiçada.


Saímos da casa e um carro preto brotou do nada na frente da casa, olha as macumbas da minha mamis aí! e.e


Entramos dentro do carro. Lógico que eu me sentei no banco do passageiro. Ligei o som no pendrive da minha mãe e o que estava tocando? Kpop e.e


Sim, minha mãe curte Kpop, ela é a melhor de todas!


Começamos a cantar juntas, enquanto ela dirigia até sair da floresta e chegar numa estrada deserta. Hoje estava frio, tinha uma leve neblina por onde passávamos, e eu aqui com roupas finas.


Em quase duas horas, chegamos na tal escola. Grande, abandonada, sombria... Goxtei!


Entramos e eu pude notar as energias de vários demônios. Fiquei atenta a cada movimento estranho. Eu e minha Omma caminhamos calmamente pela escola, quando eu sou jogada contra a parede brutalmente - isso formou uma leve cratera - e começo a ser enforcada. Demônio invisível... Vida, eu já te disse que não curto essas paradas?!


Minha mãe é jogada contra uma parede oposta a que eu estava. Tiro a butterfly da manga comprida do moletom fino e corto a garganta do demônio, que fica visível e grita de dor, caindo no chão e se esperniando.


Isso vai demorar mais do que eu achei que fosse durar...


[...]


P.O.V.S Hana


Encarei minha filha dormindo deitada no banco de trás do carro. Ela se saiu bem hoje...


Minha pequena caçadora... Tão frágil aparentemente e emocionalmente... Eu sinto muito por ter que te deixar em tão poucos dias, mas este tempo que passaremos juntas vai te fazer entender como a minha ida pode ter sido dolorosa, mas que a dor é passageira...


Sei que meu fim está perto. Alguns demônios vêm me atacando há alguns dias... Senti que eram controlados por alguma bruxa ou feiticeira.


Dirigindo o carro por um longo percurso, é o que estava acontecendo no momento. Eu deixo minha mente fluir, começando a refletir.


Já vivi de mais. Isso vai ser por uma causa boa.


Não vai ser o fim do mundo. Eu poderei observar minha filha dando voadoras nas vadias da nova escola, estando sempre lá. Poderei ver ela dançar PPAP junto com seus amigos e rir feito jumenta. Poderei ver ela caçar e lutar. Poderei ver ela sorrir. Isso será muito importante.


E o melhor de tudo: ela vai ter amigos para ajudá-la a superar tudo. Quem sabe o menino Jeon não acabe se casando com minha filha num futuro próximo?


Vai ser bom para mim, vai ser bom para ela...


Ela vai ter uma nova vida depois da minha morte.


Notas Finais


"Por quê os capítulos estão ficando pequenos?"

Bem, não que eu esteja sem inspiração, mas isso é meio que...

Meu joguinho com vocês.

Sim, estou criando un joguinho. Se eu sou da Big Hit? Não, só aprendi com ela.


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...