História The substitute teacher - Capítulo 9


Escrita por:


Notas do Autor


oi oi, cheguei com mais um capítulo minha gente!
Se preparem, boa leitura💞

Capítulo 9 - Destiny.


Fanfic / Fanfiction The substitute teacher - Capítulo 9 - Destiny.

Choi Youngjae. 

 

Hoje confesso que acordei muito mais animado, oque é algo dificílimo. Hoje é dia de aula, mas vai ser diferente. 

O professor Jaebeom combinou comigo de ler livros na biblioteca, numa tentativa de me distrair. Iremos ler os livros e depois debater sobre os mesmos. 

 

Eu resolvi aceitar, pois era bom passar um tempo com Jaebeom. Ele sabe ser irritante quando quer, mas tem um coração bom. Ele mal me conhece e está se dispondo à me ajudar, isso é realmente legal da parte dele. 

 

Nesse meio tempo eu mudei totalmente minha visão em relação ao meu professor. 

Ele está demonstrando ser generoso demais e isso o torna fofo. Okay, chega de elogios, já tá estranho. 

 

Cheguei na escola quase saltitando, pela primeira vez em anos eu era o mais animado entre os meninos. 

 

— bom dia, cambada! — disse abrindo um enorme sorriso. 

 

— o 'zangão acordou de bom humor, foi? — perguntou Jackson retoricamente. 

 

— foi, e você não? — perguntei também retoricamente, estava estampado no rosto do mais novo que não era um bom dia. 

 

— bom dia, hyung's! — disse Bambam se aproximando de nós. 

 

— Okay okay, oque aconteceu para o Youngjae acordar de bom humor hoje? — Yugyeom se pronunciou. 

 

— isso tem haver com macho, certeza. — Jackson disse com um ar pouco malicioso. 

 

— vá se foder, Wang. Eu apenas acordei de bem com a vida hoje. Não façam perguntas e nem estranhem, aproveitem pois é um fenômeno raro. — dei uma piscada para os meninos que riram da situação. 

 

— sem comentários sobre você, Choi Youngjae. — disse Yugyeom em meio ao riso.

 

— vocês viram que vai ter um passeio mês que vem? — perguntou Bambam desviando do assunto. 

 

— não, vamos para onde? — perguntei me interessando no assunto. 

 

— acho que para um parque. — respondeu Bambam. 

 

— espero que o professor Jaebeom vá com a gente no ônibus e nos acompanhe no passeio! Ele é bonito, engraçado e gostoso, tudo oque eu preciso. — disse Jackson e eu engoli em seco. 

 

— tanto faz qual professor vá, apenas quero me divertir. — eu disse.

 

— devem anunciar na aula hoje! — disse Yugyeom empolgado com tal assunto. 

 

espero que esse passeio nos dê uma chance de nos renovar e nos leve, pelo menos durante horas, para um lugar longe de nossas tristes e chatas realidades. 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

O sinal já havia indicado o início das aulas, não demorou muito para o professor de artes passar pela porta e se acomodar na mesa. Após cerca de dois minutos o mesmo se levantou e iniciou.

 

— Bom dia turma, bom, hoje eu vim fazer um comunicado legal e especial para todos vocês! — todos se entreolharam ansiosos com oque viria pela frente e o professor sorriu. — eu e o professor Jaebeom tivemos a ideia de leva-los para um passeio. O passeio será num parque de diversões, mas com esse passeio há um trabalho que vai ajudar no formativo da nota de vocês. — andou para frente da mesa e se encostou na mesma. — O trabalho é o seguinte, vocês irão fotografar os momentos e as coisas mais bonitas que vocês já viram no parque. Podem ser seus amigos, os brinquedos, o céu, qualquer coisa. — todos da sala já estavam animados e sorridentes, até ouvirmos alguém bater na porta e entrar. Era o professor Jaebeom, que parou ao lado do professor Minho. — agora o professor Jaebeom irá explicar o resto. — disse e Jaebeom começou. 

 

— Bom turma, esse passeio tem um fundamento bem bonito, chega até à ser uma metáfora. Vocês não precisam fotografar apenas oque verem lá, podem fotografar coisas que vocês veem todos os dias e não dão muita importância. Pode ser alguém que convive com vocês no seu cotidiano e que vocês não dão muita importância, pode ser um animal de estimação, o céu, as estrelas. Qualquer coisa! O passeio será uma ajuda, mesmo após alguns acontecimentos trágicos na escola devemos demonstrar que ainda temos esperança. Sorrir é a melhor forma de curar um machucado. E eu quero ver quem vai ter coragem de ir no trem fantasma e na montanha russa comigo! — após a fala do professor todos riram. 

 

Por um lado Jaebeom estava certo, sorrir pode ser um remédio bom, mas se usarmos em exceção nos matará rapidamente, como o veneno de uma cobra. 

Só agora minha ficha caiu, de que porra eu vou tirar foto? Sim, eu só me fodo, impressionante. 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

A aula já havia acabado e como eu havia combinado com o professor de ir à biblioteca com ele, me separei dos meninos e entrei na biblioteca. 

Lá dentro fui direto aos livros de terror e suspense, era um corredor enorme com vários livros dos meus gêneros favoritos. Respirei fundo e então comecei minha “caça.” 

 

 

 

Im Jaebeom.

 

 

eu havia chegado atrasado na biblioteca, assim que cheguei  fui para a minha sessão favorita, terror, é claro. 

Após alguns minutos eu já estava com vários livros na mão, quando de repente esbarrei com alguém, eu estava pronto para me desculpar, quando vi quem era, abri um sorriso. 

 

— a gente só se encontra na base do esbarro, né? — digo entre risos para Youngjae. 

 

— famoso destino! — disse também entre a risada. 

 

— então estamos destinados à sempre nos esbarrarmos por aí? — perguntei sorridente. 

 

— sim, pelo visto estamos! — exclamou Youngjae.

 

— qual livro está lendo aí? — perguntei sorridente. 

 

— The vampire diaries, primeiro da saga.  — respondeu-me sorridente fitando o livro. 

 

— ótima escolha, já ouvi falar desse livro mas nunca cheguei à ler.. falta de tempo. — disse. 

 

— bom, agora você terá uma oportunidade de ler! É a minha saga favorita, esse livro é simplesmente incrível! — disse Youngjae já me olhando todo sorridente, parecendo uma criança que havia acabado de ganhar um presente de natal. Essa é a qualidade dele que eu mais gosto, a pureza. 

 

— irei adorar, vamos procurar um lugar para sentar? — perguntei e o mesmo assentiu, logo nos sentamos num lugar qualquer.

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

Chae Hyungwon.

 

Eu estava em casa fazendo especificamente altos nadas quando de repente recebi uma ligação inesperada de Minhyuk, não tardei em

atender. 

 

— Hyungwon. — o mesmo pronunciou num tom claramente preocupado. 

 

— hum? — disse para que o mesmo prosseguisse. 

 

— ele voltou. — franzi o cenho. 

 

— ele quem? — perguntei de imediato. 

 

— Jonghyun. — engoli em seco e suspirei.

 

é, parece que as coisas nunca mais serão as mesmas daqui para frente.

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

Yoo Kihyun.

 

 

 

Eu havia recebido alta do hospital faziam três dias, eu tinha acabado de chegar da faculdade e estava na porta de casa, com a chave na mão, pronto para entrar, quando sou interrompido por uma

voz atrás de mim. 

 

— gente como você não morre fácil mesmo, não é? — me virei bruscamente e franzi o cenho dando um passo para trás. 

 

— quem é você? — eu disse claramente com medo e o rapaz se aproximou. 

 

— Lee Jooheon. — sorriu ladino. 

 

afinal, quem é ele? 

 

 

 

 

 

 

 

Choi Youngjae. 

Eu estou muito animado e nada mais estragará meu dia, foi esse pensamento que mantive, durou pouco, assim que cheguei em casa Hyungwon me abraçou chorando, eu retribuí sem entender nada. 

 

— ele fez de novo. — Hyungwon disse entre lágrimas. 

 

— ele quem e fez oque? — perguntei e o mesmo saiu do abraço fungando.

— Jooheon, ele simplesmente machuca todos que eu amo e eu não aguento mais.... — deixou mais lágrimas caírem. — tenho medo de que o próximo seja você, Youngjae. 

 

E foi ali naquela noite chuvosa que eu percebi... todos estão correndo perigo. 

 

quem será o próximo alvo?

 


Notas Finais


é, gente, vou nem falar nada e vou terminar por aqui!
rss, beijos da luzzz💞😎


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...