História The Summer with Linkin Park - Capítulo 4


Escrita por:

Postado
Categorias Linkin Park
Personagens Brad Delson, Chester Bennington, Dave Farrell, Joe Hahn, Mike Shinoda, Rob Bourdon
Visualizações 7
Palavras 754
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Comédia, Festa, Ficção, Romance e Novela
Avisos: Álcool, Heterossexualidade, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Nudez, Sexo
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Capítulo 4 - Capítulo 4


Fanfic / Fanfiction The Summer with Linkin Park - Capítulo 4 - Capítulo 4

Passava das 7 da noite e estávamos super empolgadas conversando com Brad e Joe. Eles contavam com detalhes os projetos e os planos futuros da banda. Já nos considerávamos amigos, realmente. 

-Cara, já está tarde. Meninas, me perdoem, mas eu preciso ir, Heidi está me esperando e não posso demorar mais. - Joe olhava no relógio e se preparava pra ir embora. Deu uma checada nos equipamentos e pegou suas coisas.

-Obrigada por tudo Joe, foi ótimo estar aqui com vocês e conhecer tudo. - Eu agradecia.

-Eu que agradeço pela atenção e por me aguentarem durante todas essas horas. Amei conhecer todas vocês, com certeza nos veremos nos próximos eventos - Joe deu um beijo nos rosto de todas nós e saiu pela porta sumindo de nossas vistas.

-Bom, eu tô sem nada pra fazer, então… querem me acompanhar num bar aqui perto? Não se preocupem que eu levo vocês depois inteiras pra casa - Brad perguntou.

Olhamos uma pra cada da outra com cara de idiotas e concordamos em sair com o Brad, ÓBVIO. Aliás, não é todo dia que você vai 'ali' com o seu guitarrista favorito. 

-Bom, já vimos que vocês se deram muito bem, então nós já vamos indo. Comportem-se crianças. - John e Claire agora se despediam de nós.

Nos despedidos da dupla e saímos do prédio em seguida. Fomos num barzinho próximo ao estúdio. O lugar era confortável, meia luz, com bastante gente pra uma terça feira. Brad, Júlia, Bia e eu ríamos como retardados. Brad era de amizade fácil, aquela pessoa impossível de não gostar e ele estava lá, rindo igual um idiota junto com a gente. É claro que um pouco de tequila e algumas cervejas não ajudassem um pouco. Brad não bebia, pois estava dirigindo e se sentia responsável por nós. 

-E aí Bia, posso fazer algumas perguntas meio… pessoais?? E aí, você tem namorado? - Brad perguntava curioso.

-Hahaha claro Brad, pergunte o que quiser. Acredita que não tenho? Na verdade saí de um relacionamento muito complicado há pouco tempo e, digamos que não sei se estou pronta pra outro.

-Entendo, imagino como deve ter sido difícil pra você.

-Mas e aí Brad, e você? Como um astro do rock deve chover mulheres atrás de você. - E lá se vai mais uma tequila...

-Bells, posso te chamar assim né? Então, sei lá, as mulheres daqui são meio estranhas. Saí com uma moça esses dias mas não tínhamos nada em comum. Eu queria alguém que me acompanhasse, sabe? Eu sou um cara ocupado, mas percebi que ela também pouco se interessava em meus compromissos. Então, foram apenas algumas saídas, sexo e nada mais. Por isso, sigo solteiro. 

-Claro Brad, você merece alguém que se identifique com você e com o que você faz, pois não deve ser nada fácil a rotina de vocês. - Eu compreendia Brad e senti uma certa tristeza em seu olhar.

-Claro que não. Shows, eventos, mídia em cima de nós... Pessoas por interesse aparecem de monte, mas procuro tomar cuidado com esse tipo de gente, mas nesse caso, ela realmente não estava nem aí pra nada - Brad dizia.

-Um brinde a nós, solteiros e lindos aguardando nosso verdadeiro amor - Júlia nos interrompeu para um brinde, ela já estava visivelmente alterada. 

Ficamos ali, comendo, bebendo, abrindo nossos corações e choramingando nossas relações frustradas durante a vida. Júlia nos revelou que tinha uma namorado no Brasil, mas que tinham brigado antes da viagem e estão sem se falar desde então. Já eu tinha dificuldades com relacionamentos, eu trabalhava demais e não tinha cabeça e nem tempo pra namorar. Na verdade, tive muitos decepções nas relações que eh tive e me sentia insegura em começar um novo relacionamento. Talvez eu ainda tivesse esperança em encontrar a pessoa realmente certa.

Bia e Julia já tinham passados dos limites da bebedeira. Na verdade, todas nós com excessão de Brad, já estávamos bêbadas. Então resolvemos pagar a conta e voltarmos para casa. Brad nos deu carona de volta.

-Se cuidem meninas, até mais e boa noite. Cuidem bem dessa mocinha aí - Brad apontava pra Bia e não parava de rir.

-Tchau Brad - respondemos num único coro.

-Obrigada por tudo Brad, pela companhia, e por ter essa paciência toda com a gente, você é muito incrível - dei um beijo em sua bochecha e ele se foi. Entramos em casa, fui pro meu quarto, coloquei meu pijama e fiquei deitada repassando tudo o que havia acontecido até que peguei no sono.


Notas Finais


Obrigada por lerem 😘


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...