1. Spirit Fanfics >
  2. The Sunshine >
  3. Sentimentos

História The Sunshine - Capítulo 8


Escrita por:


Notas do Autor


Voltei pq eu tô muito no tédio,ent é bem provável q saia cap novo o tempo td hihi
Boa leitura💜

Capítulo 8 - Sentimentos


                   POV EMMA

Eu estou em pânico,uma criança? Eu não sei se tô preparada pra isso. E se eu tirasse...? Não,eu não conseguiria fazer isso. E eu já eatava com cinco meses. Mas eu vou falar o que para meu pai? Eu não posso contar a verdade. Não dá.

Em meio a todo esse caos eu sabia tinha Regina. Ela disse que me amava,achou que eu já estava dormindo,mas eu ouvi,e isso parece tão rápido,mas ao mesmo tempo tão...certo. Eu só queria dizer "Eu também te amo" mas eu tenho tanto medo,e se ela estiver enganada? E se ela não me amar de verdade? E seu assustar ela? E se ela me abandonar? São tantos "E se's", então pra mim era muito mais seguro ficar na minha, até ter certeza. Dormimos abraçadas denovo,dessa vez não foi tão estranho,foi confortável,era como se fossemos peças de quebra-cabeças que se encaixam perfeitamente. Acordei e senti seu cheiro de maçã com canela,ela estava com uma mão em minha barriga e com o rosto enterrado no meu pescoço,era bom. 

  - Bom dia minha loirinha- ela disse, tirando-me dos meus devaneios

  - Bom dia morena bonita-

  - Dormiu bem?-

  - Maravilhosamente,nunca me senti tão confortável.- 

Só então ela notou a mão da minha barriga, tirou desfarçadamente e se levantou.

  - Vou escovar os dentes e lavar o rosto,se quiser pode usar o banheiro daqui do meu quarto,vou no outro,jaja te encontro na cozinha- deu um beijo em minha testa e saiu. Só então percebi que estava com um sorriso bobo... Ela estava mechendo comigo,e eu não deveria,mas estava gostando disso.

                  POV REGINA

Eu disse "Eu te amo"? Isso é sério? Eu disse "Eu te amo" pre Emma! Eu perdi totalmente a noção! Quem diria? Regina Mills,sempre tão profissional dizendo que ama uma aluna,e o pior, dormindo abraçadinha com a mão na barriga dela. Quem me deu esse direito? Onde eu estava com a cabeça? E se ela tivesse ouvido? E seme achasse louca e fugisse? Eu não quero mais viver sem ela na minha vida, não quero perde-la, e quero estar do lado dela,apoiando nessa fase quebem sabemos que vai ser bem difícil.

Desci para a cozinha,ela ainda não eatava lá, então não sabia o que ela queria. Decidi fazer panquecas,quando ouço ela chegando.

  - Gosta de panquecas, Emma?-

  - Adoro. Precisa de ajuda?-

  - Depende,a sua ajuda realmente vai me ajudar ou vai transformar minha cozinha numa grande bagunça?-

 - Regina Mills,assim você me ofende! Eu também sou muito boa na cozinha! Sempre ajudei a Ashley, nossa empregada, ela nunca reclamou.- 

   - Duvido, e tenho certeza que ela não reclamava porque quem pagava o salário dela era seu pai- eu falei,no intuito de irrita-la- Já que a bonitinha é tão boa na cozinha,vai pegando os ingredientes da massa pra mim e colocando no balcão.-

  - Ok chefe.-  

 - Enquanto vou fazendo,coloque a mesa, os pratos estão no armário,tem suco de maçã na geladeira, cobertura nesse outro armário, e qualquer coisa vai procurando por ai que uma hora você acha.- eu disse divertida. 

O café foi leve,mas nem tocamos no assunto da gravidez, não queria pressiona-la, se ela quisesse poderia falar comigo,mas eu não iria forçar.

Depois do café fomos ao parque levar Lola para passear, apreveitamos e fizemos um piquenique no horário do almoço, passamos no mercado,voltamos pra casa,tomamos banho e fomos assistir um filme com pipoca e refri, já que ela não podia beber vinho, até então ainda não haviamos tocado no assunto,mas ela decidiu falar.

  - Eu estou com medo. Muito medo doque vai acontecer,do futuro que eu vou daressa criança,de criar ela sozinha,de não dar uma vida boa, de acabar pensando tanto em dar o mundo pra ela e não sair do trabalho, ser tão ausente quanto meu pai, ou...- 

  - Emma, calma, tenho certeza que todos tem esses medos quando descobrem que vão ter um bebê, e infelizmente você vai acabar errando sim, afinal não tem como ser perfeita, mas eu sei que você vai dar o seu melhor, e é isso que importa, erros acontecem, devemos aprender com eles e seguir em frente, então concentre- se sempre em estar ao lado desse bebê, e dê sempre o seu melhor. E você não vai estar sozinha,eu estou com vocês, você pode contar comigo,eu quero te ajudar, e fazer parte da vida dele ou dela, se você permitir.- eu disse olhando em seus olhos verdes, que a esaa altura já estavam cheios de lágrimas.

  - É claro Regina, óbvio que eu permito, você é incrível, você é...- e eu a interrompi com um beijo. 

Minha mente explodia, meu cérebro só faltava sair da cabeça e quebrar minha cara, mas meu coração queria aquilo,meu corpo queria aquilo, e pelo visto Emma também, já que não havia se separado de mim. Encerrei o beijo e abri os olhos, ela estava sorrindo, e não era um sorriso qualquer, ela sorria com os olhos, era um sorriso da alma. 

Ficamos abraçadas pelo resto da noite, eu repassava aquele beijo na memória. Seus lábios macios,sua boca na minha, a explosão dentro de mim, o sabor, nossas línguas se entrelaçando. Eu não sabia que precisava tanto daquilo até faze-lo.


Notas Finais


E aí? Gostaram? Não se esqueçam de comentar,e até a próxima 💜


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...