História The Thief - Capítulo 1


Escrita por:


Notas do Autor


Eu nunca joguei The Stick Of Truth, mas eu ainda quero jogar um dia :''v

Aproveitem 💖

Capítulo 1 - II Capítulo Único II


De todos os dias que Tweek esteve furioso, esse foi o pior.

O bárbaro simplesmente não conseguia entender como que os armamentos estavam sumindo como se fossem poeira. Podia não ser o mais zeloso entre o seu time, mas porra, ele sabia como e o onde guardar a merda de uma lança.

As guardava em um galpão especial e o deixava trancado com cadeado, não tinha como alguém arrombar aquela porta sem antes chamar atenção. Não havia túneis ou aberturas escondidas lá dentro, não tinha rastros evidentes de que alguém esteve ali além do loiro.

E o pior, eram apenas as SUAS armas que sumiam. Só podia ser alguma armação...

- Admita, Tweek, você perdeu suas coisas por quê não sabe cuidar delas direito.

- Eu vou fazer você perder sua língua se você continuar falando isso! - O bárbaro apontou uma lâmina para o mago a sua frente.

- Quem você pensa que é pra falar assim com seu superior?! - Cartman estava prestes a revidar, isso antes de um soldado se meter naquela bagunça.

- Ei, ei! Não prescisamos de outro conflito por aqui! - Ele afastou os dois.

- Foi esse bárbaro idiota que começou!

Tweek apenas grunhiu com raiva e os deixou por ali.

Assim que voltou para o galpão, ele se surpreendeu quando viu uma figura encapuzada tentando abrir o cadeado da porta da construção.

- EI, O QUE VOCÊ ESTÁ FAZENDO AÍ?!

O desconhecido deu um salto de susto, e se pôs a correr quando viu o loiro. Ele era rápido, mas Tweek era muito mais que ele.

O bárbaro simplesmente se jogou em cima do corpo do indivíduo antes que ele pudesse ter outra chance para fugir. Ele sacou sua lâmina assim que conseguiu imobilizá-lo e a apontou para o encapuzado.

- Se vira devagar... E se fizer gracinha, essa lâmina vai parar na sua garganta, entendeu?!

O desconhecido virou um pouco a cabeça, o suficiente para que pudesse ver seu rosto mascarado. Tweek abaixou o capuz e a máscara, revelando Feldspar, um dos melhores e mais irritantes ladrões daquela região, e também... Um de seus antigos aliados.

- Ah, então é você?? Não tinha ninguém melhor não pra roubar?!

- Tweek, eu posso explicar...

- Ah, mas você vai ter que me explicar mesmo! - O bárbaro se levantou e o levou de forma brusca. - Anda, começa a falar! Aonde você colocou minhas coisas?! - Raspou a ponta da lâmina afiada no pescoço do moreno.

- Estão na minha casa. Se quiser eu te levo lá. Agora, por favor, abaixa essa coisa...

[...]

Tiveram que andar bastante para chegarem até a residência de Feldspar, Tweek tinha tentado evitar o ladrão tentando puxar conversa com ele.

Não que eles se odiassem, mas desde que Tweek decidiu deixar sua vida de roubo e se juntar a Eric, eles não mantém muito contato.

O ladrão o levou até uma pequena cabana onde havia várias ferramentas quebradas e coisas que ele utilizava para consertá-las. Ele pegou um algumas lanças e machados e os ergueu até o loiro.

- Eu só estava consertando elas.

Tweek o olhava indignado. Passou por tanta raiva pra' isso??

- Eu sei como consertar meus armamentos, "Feldspar". - Ele tomou as armas das mãos do homem e deu as costas para ele. - Mas obrigado mesmo assim.

- Você sabe que pode me chamar pelo meu nome real, né?

- Achei que não gostasse disso.

- Não quando estamos em público, mas quando estamos sozinhos pode me chamar do que quiser... - O moreno tocou seus ombros desprotegidos de qualquer vestimenta, os acariciando levemente.

- Eu ainda estou com a minha lâmina aqui, se quer saber.

- Desde o dia que você me largou, você age como se me odiasse, por quê isso? - Seu tom de voz pareceu bem triste naquela hora.

- Eu não odeio você, Feld... Eu só não quero vacilar e me apegar a você. - Tweek deu de ombros e suspirou. - Vai que nós dois nos ferramos por causa disso. Desculpa. - O loiro se virou brevemente para olhá-lo.

- Entendo... Eu acho. - Feldspar desviou seu olhar tristemente para o chão. - Você já tem suas armas de volta, se quiser ir embora, pode ir.

Tweek sentiu uma pontada de culpa em seu peito ao vê-lo assim. Mesmo que não fossem mais aliados, ele até que gostava daquele ladrão maldito.

O bárbaro apoiou os armamentos na parede na cabana e caminhou até o moreno, ele ergueu seu rosto com as mãos, fazendo-o olhar para si.

Um selinho. Só isso o que ele lhe deu. Mas Feldspar não se contentava muito com coisas simples assim e não só havia roubado as lanças de Tweek, como também roubou-lhe um beijo seu. Tweek teria ficado bravo por ele ser tão ambicioso, mas preferiu só aproveitar aquele pequeno momento que tinham.

Quando se separaram, Tweek pegou seus pertences e estava prestes a ir embora.

- Eu vou vir te visitar qualquer dia desses, tá bom?

- Estarei te esperando.


E assim ele se foi, tão rápido quanto havia chegado.

Feldspar se sentia como um adolescente apaixonado de novo.

Já Tweek queria enfiar sua cabeça num buraco de tamanho constrangimento e culpa.

"Não quero me vacilar e me apegar a você", ele disse. Que besteira. Já estava á beira desse abismo e seria difícil voltar atrás.


Notas Finais


Ti amo, tchau.
• - •) ----------💗


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...