História The Thief Dancer - Reddie - Capítulo 11


Escrita por:

Postado
Categorias It: A Coisa
Personagens Benjamin "Ben" Hanscom, Beverly "Bev" Marsh, Edward "Eddie" Kaspbrak, Georgie Denbrough, Michael "Mike" Hanlon, Richard "Richie" Tozier, Stanley "Stan" Uris, William "Bill" Denbrough
Tags Beverly, Bill, Eddie, Eddiexrichie, Gay, Hentai, It: A Coisa, Lgbt, Mike, Movie, Pennywise, Reddie, Richie, Richiexeddie, School, Stanley
Visualizações 75
Palavras 1.656
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Bishoujo, Bishounen, Drama (Tragédia), Fantasia, Ficção Adolescente, Hentai, LGBT, Literatura Feminina, Romance e Novela, Shonen-Ai, Shoujo (Romântico), Universo Alternativo, Violência, Yaoi (Gay)
Avisos: Adultério, Bissexualidade, Homossexualidade, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Sexo, Spoilers, Violência
Aviso legal
Alguns dos personagens encontrados nesta história e/ou universo não me pertencem, mas são de propriedade intelectual de seus respectivos autores. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos criada de fã e para fã sem comprometer a obra original.

Notas do Autor


eu sei, eu desapareci e voltei de novo, desculpem pela demora de novo, mas sabe como é né :<
Espero que gostem desse capitulo e me desculpem se ficou meio comprido, eu fiquei meio inspirada e senti que devia compensar o tempo!
boa leitura <3

Capítulo 11 - Capitulo 11: Tudo de uma vez


No outro dia de manhã, Bill já acorda um pouco irritado pelo mesmo motivo de ontem, não seria bom falar oque queria agora com ele naquele estado, por isso ele ainda estava bravo com Richie, foi ele quem causou tudo aquilo, agora Bill terá de sofrer até Stanley se sentir um pouco melhor, caso contrário pode parecer que ele está tirando proveito de tudo isso.

Ele vai andando até a escola pensativo, ele devia perdoar Richie? Ele está sendo egoísta e não esta pensando pelo lado deles, Stanley já o perdoou, por que só ele que continua irritado? Provavelmente por que o Richie bateu em seu suposto "crush", mas se ele o perdoou não tem o por que Bill continuar dessa forma, aliás, Richie não era assim, ele nunca fez isso com os próprios amigos, deve ter acontecido algo que o deixou mesmo irritado, e até onde ele sabe da história, Stanley só queria saber o por que de ele estar tão irritado, não provocou nem nada. 

"ok, eu vou perdoar ele..."

Chegando na escola, Bill já estava mesmo decidido, iria falar com Stan para saber se ele realmente o perdoou, claramente sim, mas ele quer se certificar, e logo após isso iria falar com Richie e pedir desculpas pelas brigas e pelo tapa de ontem, que deve ter doído bastante, até sua mão ficou formigando de tanta força que ele pois. E depois que essa história acabasse, ele iria falar oque queria para Stanley, talvez demorasse um pouco, mas não muito, mas para Bill seria uma eternidade

-Oi, Stanley -fala Bill se sentando em seu lugar e vindo em direção a Stan que já parecia bem melhor

-Oi -fala o mesmo sorrindo 

-V-você e-e-esta be-bem? -fala o outro já começando a gaguejar, deve ser timidez e seu problema misturados, foi difícil soltar essa frase 

-Sim, obrigado. Mas você não parece.. -murmura o outro olhando para as olheiras presentes abaixo dos olhos de Bill, e sua para pálida e suas bochechas avermelhadas pela vergonha que ele nunca havia sentido na frente de seu amigo 

-A-ah.. Eu só es-estava m-m-meio pe-pensativo.. -murmura o mesmo 

-Oh, tudo bem, mas parece mais do que isso -murmura Stan meio baixo, ele talvez soubesse o motivo 

-Nada com que você precise se preocupar! -fala Bill tentando mostrar certeza, Stanley se surpreende após Bill respirar fundo e falar uma frase assim que não sera gaguejando 

-Ok -murmura Stanley ainda meio surpreso 

-V-você j-já perdoou o R-Richie, né? 

-Já, ele não é assim, e já estou melhor -fala o mesmo -Mas percebi que você estava com mais raiva do que eu deveria estar... -murmura o mesmo soltando uma pequena risada

-A-ah.. verdade... desculpe -murmura Bill meio nervoso 

Mike discretamente acaba de entrar na sala de aula e vê os dois conversando, ele não fala nada, apenas se senta em seu lugar sem ser notado, mas claro com os ouvidos atentos a conversa, qualquer coisa ele poderia ajudar Bill se preciso, mas claro que de vez em quando ele olhava para ver a reação dos dois

Stanley se levanta meio desajeitado da cadeira e fica em pé assim como Bill, eles ficam bem próximos e as pernas de Bill começam a tremer como se ele estivesse com medo, e olhando pela visão de Mike foi algo bem engraçado, mas ele sabia oque iria acontecer

Stanley o beija

-Obrigado por se preocupar

Logo o mesmo sai da sala como se fosse algo normal, Bill rapidamente coloca a mão na boca pela surpresa e olha em volta e vê Mike surpreso mas nem tanto, parecia que ele estava prevendo tudo, o mesmo sorri como "você conseguiu". Bill fica corado mais do que já estava e se aproxima da classe de Mike

-O-oque a-acabou d-de ac-acontecer?! -fala Bill com esforço em cada palavra 

-Ele te beijou -murmura Mike meio baixo quando vê que alguns alunos acabaram de entrar

-E-eu v-vi, s-s-seu i-idiota -fala Bill fazendo Mike rir -M-m-mas o-oque isso si-significa?

-Oque você acha? -Mike ri 

Bill quietamente vai andando até sua classe e se senta, estava pensando de mais naquilo, parecia que iria enlouquecer, mas na verdade era oque ele iria fazer, não era? Na verdade talvez ele nunca fizesse, mas nunca imaginou que o outro fosse fazer isso por ele, o mesmo esta se sentindo um covarde agora, mas não arrependido. Acredita até mesmo que Richie tenha ajudado em uma certa parte...

Falando nele, ele chegou na escola, com os olhos escuros ao redor e com a sua pele pálida, parecia Bill mais cedo, mas agora ele provavelmente esta pior que ele. Richie se senta em sua mesa mas não fala nada, Bill deduz que seria um péssimo momento para o perdoar ou falar algo, ele falaria depois. Pelo jeito ele ainda estava irritado sei lá com o que, mas estava e pelo jeito, ficou pensando naquilo e está enlouquecendo também, assim como Bill

 

Na hora do intervalo, Richie pula para fora da sala, não estava afim de conversas, mas pelo jeito aconteceu algo muito bom para Bill e Mike ficarem falando por papéis a aula inteira, aliás, Bill nunca conversava em aula, apenas prestava atenção, mas agora ele estava no mundo das nuvens ou talvez em marte. Richie estava pelos corredores andando sozinho, cuidando se não acharia Henry e os idiotas ou os seus próprios amigos, ele se sentia estranho, sempre ficava com eles, mas deis de que aquele otário chegou, estragou toda a sua vida, não fazia mais sentido e todo o dia era uma surpresa e decepcionamento diferente

Ele sente algo estrango, alguém o vigiando, ele não sabe direito, como se sentisse sua sombra, ele olha para trás e não vê ninguém, mas quando ele olha para o lado... O mesmo revira os olhos já com raiva, ele da meia volta e volta para a sala de aula, com as duas mãos no bolso para se caso se descontrolar ou algo parecido, ele tem de respirar fundo quando vê que a pessoa continua a seu lado o encarando no rosto

-Oque que você quer, ein? -fala Richie parando no meio do corredor fazendo um som com seu sapato, como um carro que estava andando em alta velocidade e acabou tendo de frear em cima da hora, como o da sua mãe ontem, onde teve de ir ao hospital e ainda está lá, talvez esse seja um dos motivos por ele estar estressado e nada bem, ficou ontem o dia todo com sua Tia idiota, que ficava brigando com ele e mandando ele fazer oque ela quisesse, como seu empregado, provavelmente ele iria ficar com ela novamente e de novo e de novo, até sua mãe se curar que com certeza vai demorar, foi um milagre ela estar viva, Richie agradece por estar viva, ele não iria aguentar a tia, ele provavelmente se mataria ou algo parecido, aquela velha idiota mimada

-E-eu só queria te pedir desculpas, você ficou mesmo irritado, né? -fala o garoto baixinho, estava meio envergonhado, claro que estava

-Puff, você é um idiota mesmo! Nunca nem mesmo pensou em mim! -fala o outro já começando a se irritar

-Na verdade sim! Deis de sempre! Deixa de ser egoísta e pensa pelo meu lado! -grita o mais baixo para todo o corredor ouvir, Richie bate a própria mão em sua cara, estava indignado 

"por que diabos você gritou seu besta?"

Richie o pega pelo pulso e eles entram em uma sala qualquer

-Cara cala a boca! por que você teve de gritar!? -fala Richie aumentando o tom de voz deixando o outro um pouco incomodado 

-Eu to realmente muito irritado! Eu tive de cancelar uma apresentação ontem em um lugar importante! Você não faz ideia como minha mãe ficou brava! -fala o garoto um pouco baixo, mas dava para notar a raiva e decepção em seu tom, ele estava nervoso por falar disso assim na frente do caso 

-Me desculpa se você teve que desmarcar essa porra de show, mas acho que você mereceu mesmo! 

Eddie se surpreende

-Foi culpa sua! Você podia pelo menos pedir desculpas! -fala o mesmo meio tímido 

Richie suspira alto, estava levando isso longe de mais, cara palavra que ele gritava não era por causa da sua raiva de Eddie, mas sim a raiva por sua mãe estar no hospital e ele ter de ficar com a tia quase todos os dias, o mesmo se senta se escorando na parede e escondendo sua cabeça entre as pernas e seus braços, só queria estar sozinho trancado no quarto, sem ter que dar satisfação para ninguém, e Eddie era a última pessoa que ele queria falar agora. O garoto fica ali parado em pé na frente do garoto escondido e sentando encostado na parece, ele realmente estava bravo sobre isso ou tem algo a mais?

Eddie se abaixa e se senta na frente do outro, fica esperando ele levantar a cabeça e dizer algo, mas nada acontece, fica um pequeno silêncio ali dentro, até que Eddie decide falar algo logo, o tempo vai acabar e ele provavelmente vai continuar ali, no chão, sentado sozinho 

-Oque aconteceu? Sei que não esta irritado só por isso... -murmura o mesmo meio nervoso de Richie levantar a cabeça e começar a gritar com ele ou algo assim. Mas ele permanece na mesma posição, e depois de um tempo ele responde

-Minha mãe, ela está no hospital e eu tenho que ficar com a idiota da minha tia -murmura o mesmo baixo, Eddie se esforçou mais ouviu e compreendeu 

-Lamento por sua mãe, mas eu consigo entender como você se sente, não pense que eu tenho uma vida perfeita -fala o mesmo -Mas sabe, você não precisa ficar com ela

Richie levanta a cabeça com uma cara confusa meio de nojo, como se Eddie não estivesse entendendo 

-Eu não tenho para onde ir, Eddie! -fala o mesmo com a voz baixa, quase não saiu a frase inteira

-Você pode ficar comigo!

 


Notas Finais


espero que tenham gostado!
juro que me esforcei :,D

se tiverem algum comentário ou ideia para a fanfic eu ficaria feliz de poder ler! eu gosto de escrever e ler oque vocês acham, espero que vocês se tornem mais companheiros :,D

Bjs s2 s2 s2


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...