1. Spirit Fanfics >
  2. The thirteen stars >
  3. Festival de verão 2

História The thirteen stars - Capítulo 187


Escrita por:


Notas do Autor


Não tenho nada para dizer hoje, então vim apenas para dizer isso, pois aí eu iria dizer alguma coisa.

Capítulo 187 - Festival de verão 2


Ayato vê Katsuhira pescando os peixinhos.

Katsuhira:-Eba, consegui o grandinho!

Katsuhira tira uma foto do peixe.

Katsuhira:-Essa vai para meus status. Status 341 de hoje.

Ayato:-Uau. Esse é um legítimo Magikokarp.

Katsuhira:-Ayato-chan! Quer tentar também?

Ayato:-Mas essa rede rasga...

Katsuhira:-Eu te ajudo! Você pode até adotar o peixe que pescar!

Ayato:-Eu gosto de sakana (peixe). Quero um Magikokarp de estimação.

Katsuhira:-Vem cá, vou te dar dicas.

Ayato se agacha perto do Katsuhira.

Katsuhira:-Você mexe bem assim, com muito cuidado.

Ayato tenta, mas rasga a rede.

Ayato:-...

Katsuhira:-Hum... Vou tentar ajudar de outro jeito.

Katsuhira se agacha atrás do Ayato, e segura as mãos dele.

Katsuhira (corado):-Segura assim, sinta-se livre. Como um boneco de posto.

Ayato:-Entendi. Boneco de posto.

Katsuhira beija a bochecha do Ayato.

Katsuhira (corado):-Isso vai dar sorte! Vamos pescar seu peixe! Ah, e o boneco de posto não é no literal, isso assustaria os peixes.

Ayato (animado):-Tá bom.

Katsuhira e Ayato conseguem pescar um Magikokarp juntos. Eles pescam o peixe e o colocam em outro recipiente com água.

Ayato (animado):-Nós conseguimos, obrigado.

Katsuhira sorri.

Katsuhira:-Fico bem feliz. Qual será o nome que você vai dar para ele?

Ayato poker face:-Vou chamá-lo de peixe.

Katsuhira:-É um bom nome!

Katsuhira fica excitado, ao notar que ainda está segurando as mãos do Ayato.

Katsuhira (nervoso):-Eita...!

Ayato:-Que foi?

Katsuhira (corado):-Nã-não foi nada, hahaha! Eu tenho que ir no banheiro!

Katsuhira sai correndo.

Katsuhira pensa:"Droga, ele tinha que estar fofo nessa roupa?! Odeio tesão espontâneo!"

Ayato:-Ir no banheiro? Bem que senti o piupiu duro dele encostando.

Ayato dá o peixe para o vendedor da barraca. O vendedor coloca o peixe em um saquinho transparente com água.

Vendedor:-Assim dá para você andar por aí, enquanto não vai para casa.

Ayato:-Obrigado. O peixe vai poder passear comigo.

Ayato olha para as barracas.

Ayato:-...Estou ficando com fome, acho que vou comer alguma coisa.

Ayato vai procurar alguma barraca com alguma coisa que ele queira comer.

××××××××××××××××××××××××××××××

Enquanto isso, em algum outro lugar do festival.

Celty:-Eles estão espiando, Asuka.

Asuka:-Quantos cubos de gelo eu vou ter que jogar na cabeça do Yugo? Ele não sossega.

Celty:-Cuida do teu macho, amiga.

Asuka:-Ele não é meu macho, eca.

Celty:-Vou ir comprar alguma coisa para comer. Quer algo?

Asuka:-Não. Vou ir indo me encontrar com a Miharu.

Celty:-Okay. Vou icomer e depois irei atrás de vocês.

Asuka:-Tá bom, até depois.

Celty:-Até.

Celty vai para uma barraca que vende churrasquinho.

Celty:-Vou querer dois palitos. Um de carne e outro de frango.

Vendedor:-Saindo!

O homem dá os espetos para Celty.

Celty:-Que rápido.

Vendedor:-Eu estava fazendo para mim, mas o cliente sempre vem na frente!

Celty:-Oh, obrigada. Tem refri?

Vendedor:-Claro. Aqui está.

O homem coloca a latinha de refrigerante em cima do balcão.

Celty:-Itadakimasu.

Celty come um pedaço de frango.

Celty:-Delícia.

Assim que Celty vai pegar a lata de refrigerante, ela coloca a mão em cima da de outra pessoa.

Celty:-Ah, desculpa. Latinha errada, haha.

A menina sorri.

Menina:-Tudo bem, acontece.

Celty:-Sua mão é bem macia.

Menina:-A sua também.

Celty:-...

Menina:-...

Celty:-Qual o seu nome?

Menina:-Tsubasa, e o seu?

Celty:-É Celty.

Celty:-...

Tsubasa:-...

××××××××××××××××××××××××××××××

*Voltando ao Ayato e seu harém.

Ayato caminha por aí, e vê Satou olhando amuletos da sorte em uma das barracas.

Satou:-Hum... Acho que vou levar os dois...

Ayato:-Satou-chan.

Satou:-Yo, Ayato.

Ayato:-O que está olhando aí?

Satou:-Os amuletos, estou separando para a minha sorte.

Ayato:-Eu também quero, me ajuda a escolher.

Satou:-Claro, te darei a melhor sorte. Você quer um amuleto para sorte no amor, sorte no dinheiro, sorte profissional...? Tem vários.

Ayato poker face:-Hum... O que é mais importante...? Dinheiro, quero muito dinheiro, amuleto de dinheiro.

Satou:-Você pode ter os outros também.

Ayato:-Então também quero.

Satou:-Vou te dar os amuletos.

Satou:-Esse aqui é para o seu sucesso profissional.

Ayato:-Espero ter sorte mesmo no trabalho, eu acho que só irei atrapalhar.

Satou:-Não vai atrapalhar... Você vai ser um dos melhores profissionais.

Ayato:-Graças ao amuleto.

Satou:-Também... Bom, esse aqui é de dinheiro.

Ayato:-Vou ganhar na loteria?

Satou:-Acho que ele não funciona assim, mas não é impossível... Esse outro é para o amor.

Ayato:-Amor... Amor de super melhores amigos ou amor de irmãos?

Satou boceja.

Satou (sonolento):-Nenhum dos dois, é amor de namorados.

Ayato:-Amor de namorados... Satou-chan, você já gostou de alguém como namorado?

Satou (sonolento):-Sim... (Bocejo) Na verdade, eu estou gostando.

Ayato:-De quem?

Satou:-Uma pessoa aí, mas é complicado...

Ayato:-Entendo. Na verdade, não entendo. Não sei como é gostar de alguém como um namorado. Isso parece ser tão comum, mas não consigo entender e nem sentir.

Satou passa a mão na cabeça do Ayato.

Satou (sorrindo):-Logo logo, você vai descobrir.

Ayato cora.

Ayato vê outro amuleto, um pouco maior.

Ayato:-Aquele amuleto é de quê?

Satou:-Esse...

Satou pega o amuleto.

Satou:-Esse é o amuleto da boa sorte. Dizem que quando alguém te dá um desses, vocês compartilham da mesma sorte e coisas boas acontecem na vida dos dois. Mas claro, tem que ser uma pessoa sortuda para dar esse amuleto.

Ayato:-Entendi, que interessante.

Satou:-Toma, pode ficar. Eu sou uma pessoa sortuda, até de mais.

Ayato:-Obrigado. Quais coisas boas já aconteceram na sua vida, Satou-chan?

Satou:-Meus amigos e a felicidade deles. Eu fico feliz, principalmente em te ver feliz.

Ayato cora.

Ayato:-Você é bem simples, Satou-chan.

Satou:-Eu sou mais apegado as pessoas, não gosto de quando alguém se sente triste.

Ayato:-Entendo...

Satou:-Mas isso quer dizer que estamos conectados agora, irmãos de sorte.

Ayato:-Uma nova ramificação de irmãos...

Ayato (sorrindo):-Obrigado por ser meu irmão de sorte.

Satou pensa:"Eu queria dizer irmãos de coração, mas assim fica mais fácil para ele entender."

Satou passa a mão na cabeça do Ayato novamente.

Satou cora e abraça Ayato.

Satou:-Obrigado por ser meu amigo, Ayato.

Satou beija a bochecha do Ayato, que logo cora.

Ayato (corado):-Não precisa me agradecer, não sou seu amigo por um favor...

Satou sorri.

Satou:-Você quer comer alguma coisa?

Ayato poker face:-Quero.

Satou:-Hum... Vejamos o que tem por aqui?

Ayato:-Tem alguma coisa gelada?

Satou vê uma barraquinha de picolé.

Satou:-Freezer potente. Quer um picolé, Ayato?

Ayato:-Sim! Quero um azul.

Satou:-Seu desejo é uma ordem.

Satou e Ayato vão para a barraquinha.

Satou:-Dois picolés, por favor.

Isao:-De qual sabor?

Satou:-Um de morango e um azul que não sei o nome.

Isao:-Entendido. Um de morango e um azul, Kirin-chan.

Kirin:-Entendido. Recheado?

Satou:-O meu é com chocolate.

Ayato:-Quero com leite condensado.

Kirin faz um joinha.

Kirin:-Entendido.

Ayato:-Eu não sabia que vocês vendiam picolé.

Isao:-Nós fazemos muita coisa. Precisamos levantar uma grana.

Kirin trás os picolés.

Kirin:-Esses são os melhores da cidade. Comprem sempre com a gente.

Satou pega os dois picolés e dá o dinheiro para Isao.

Isao:-Obrigado.

Satou:-De nada.

Satou abre os dois picolés.

Satou:-Ayato, você está com as duas mãos ocupadas...

Ayato:-Eu fiquei tão animado. Mas não posso largar meu ursinho no chão... E não posso soltar o saco do peixe.

Satou:-Tudo bem, eu seguro o seu picolé, enquanto você come.

Ayato:-Obrigado.

Satou lambe o picolé.

Satou:-O picolé é gostoso mesmo. Tenho certeza de que o recheio é divino.

Ayato também lambe o picolé dele, enquanto Satou segura.

Satou observa Ayato, enquanto lambe o picolé.

Satou:-...

Ayato dá uma mordida no picolé, e o recheio de leite condensado escorre um pouco.

Ayato lambe o recheio que escorreu.

Satou cora, enquanto toma picolé.

Satou (corado):-...!

Mako:-Satou, finalmente te achei. Olá, Ayato.

Ayato:-Oi, Mako-chan.

Mako:-Quer que eu segure seu peixe?

Ayato:-Quero.

Ayato dá o peixe para Mako.

Ayato:-Obrigado, agora posso comer, sem medo de sujar meu urso.

Ayato pega o picolé.

Satou:-Onde você tinha se metido, Mako?

Mako:-Eu tinha me perdido olhando algumas coisas. Inclusive, quero ir me divertir um pouco com vocês. Achei uma barraca divertida, e ela dá prêmios.

Ayato:-Eu quero. Vamos lá.

Satou:-Também estou dentro.

Mako:-Ótimo, me sigam, hahahaha!


Notas Finais


"É bem grandão assim, ó!"
- Menphis

"Ain, que ultrapassadum!"
- Satsu, Crystal

"Quero passear de jatinho."
- Nikaido, Masaru

"A porra do meu marido José Fernando não consegue nem dar no couro mais, tive de recorrer ao Aluízio, fazendeiro rico, hahahaha."
- (a velha fumante), Glória


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...