História The Thunder - Capítulo 9


Escrita por:

Visualizações 161
Palavras 1.623
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Ação, Aventura, Comédia, Drama (Tragédia), Famí­lia, Fantasia, Festa, Ficção, Ficção Adolescente, Luta, Magia, Romance e Novela, Suspense, Universo Alternativo, Violência
Avisos: Álcool, Heterossexualidade, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Nudez, Sexo, Spoilers, Tortura, Violência
Aviso legal
Alguns dos personagens encontrados nesta história e/ou universo não me pertencem, mas são de propriedade intelectual de seus respectivos autores. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos criada de fã e para fã sem comprometer a obra original.

Notas do Autor


Oiiiiiii! Como vocês estão? Preparamos um mega capitulo para vocês. Esperamos que gostem dele. Comentários e sugestões são sempre bem vindo, esta?!
Boa leitura!

Capítulo 9 - Capítulo VIII


Os dias passaram rapidamente em Hogwarts. A cada dia que passava a caçada as Horcruxes estava se aproximava mais, fazendo com que Diana aumentasse os treinamentos com o Trio de Ouro, e agora, também Gina, que fez questão em ajudar. Foi uma surpresa para todos quando Hermione admitiu saber manejar armas e espadas com destreza e agora ajudava Diana nas aulas. Rony era um verdadeiro perigo para ele mesmo e para os demais a sua volta, bem capaz de ser um aliado aos inimigos. Diana acabou se limitando a ensinar a defesa básica para ele.
Nos dias que eram referentes aos professores, Diana passou a ensinar com maior rigorosidade. Sabia que seus Thunders continuariam por lá quando ela saísse, mas tinha que ter certeza de que os mestres poderiam intervir nas batalhas com armas além de suas varinhas.
Durante as aulas com eles, ela e Snape trocavam olhares, e ele tinha que se controlar para não tomar para si aqueles lábios da mulher que derrubara todas as suas muralhas tão facilmente. Temia por ela, por ter que sair com os outros para essa estupida caçada as Horcruxes. Queria ter ela apenas para si e a deixar segura de tudo aquilo. E parou para refletir que queria defender nada mais nada menos que a líder dos maiores guerreiros do mundo mágico. Um tanto surreal e até piada para qualquer um que o ouvisse, mas aos seus olhos ela era sua pequena.
Sirius notara as trocas de olhares e não gostou nada daquilo. Ninguém sabia do que ocorria com os dois, nem mesmo seus amigos. Snape e Diana tinham combinado de deixar em segredo, já que Hogwarts estava cheia de filhos de Comensais da Morte, e a missão de Snape era levar Diana para o Lorde das Trevas. Isso tirava o sono dele todas as noites. Precisava achar uma maneira para a deixar segura. Nem que isso tirasse a vida dele.
- Prestem atenção – Falava Diana em frente a sala de duelos com os professores que eram seus alunos. Ela achava isso no mínimo engraçado- já que vocês estão mais desenvolvidos, vão duelar entre si hoje, e não com minhas duplicatas. Não quero ninguém apunhalando ninguém. Senhor Ronald mandou quatro para a ala hospitalar hoje e Mandame Pomfrey já ameaçou me azarar se continuar dando trabalho a ela. Eu quero que um desarme o outro e somente isso. Nada de esculhambar minha aula. E para ter certeza disso, as espadas continuaram a ser de madeira. Vou deixar que escolham suas duplas.

Sirius já estava irritado com tamanha aproximação de Snape e de sua Diana. Sim! Ela ainda podia não ser sua de fato, mas seria, e ele tinha certeza disso.
- Sirius, vamos duelar?- Perguntou Lupin com um sorriso no rosto de quem queria deixar o amigo no chão só por brincadeira.
- Sinto muito, Aluado, mas estou com outra pessoa em mente.- E olhou para o Ranhoso que estava muito próximo a  jovem de cabelos prateados.
- O que vai fazer com o Severo?
- Nada ... só estou com vontade de fazer o Ranhoso lembrar dos tempos da adolescência.
Lupin já notara o que parecia ocorrer entre Snape e Diana, mas eram só suposições. Nunca vira nada de mais entre os dois, além de conversas nas aulas que ela ministrava ou nas reuniões. Mas já percebeu que as vezes entre as refeições eles saiam mais cedo do que o de costume, um atrás do outro, ou então nem mesmo apareciam. E sabia que se ele achava isso, seu amigo certamente voaria no pescoço do morcego das masmorras. Black não gostava que mexesse com aquilo que ele proclamava como dele, muito menos com belas jovens que ele se interessava. Mas também sabia que Snape podia ser bem pior que ele se quisesse. Aquilo seria interessante.
- Ok, só cuidado.
- Pode deixar.
Diana se afastou de Severo, e esse se deparou com Sirius vindo em sua direção. Sabia que o cachorro devia estar aprontando alguma coisa.
- O que quer, sarnento? - Perguntou Snape com um ar de repudio.
- Que tal ser minha dupla? - Colocou um sorriso sínico no rosto- A menos que tenha medo de se machucar.
Diana viu de longe a cena. Quis se meter, mas Snape foi mais rápido e aceitou o desafio. “Isso não vai dar certo. Serei azarada por Promfey” ... pensava.
Os dois homens começaram a duelar. Os golpes eram um mais forte que o outro. Sirius o acerou no ombro, fazendo com que Snape sentisse a pancada e colocasse a mão no local. O olhou com raiva.
- Desculpe, ranhoso, foi sem querer- Falou Sirius com uma certa ironia.
Snape apenas se recompôs, acertou diversas vezes na tentativa de baixar a guarda do Black o cansando e foi bem-sucedido. Quando Sirius baixou a guarda por um segundo, Snape o acertou no meio do rosto, deixando uma linha vermelha que dividia na metade o rosto do homem e depois mais um golpe na mandíbula dele com toda a força que tinha, fazendo Sirus cair e cuspindo sangue.
- Foi mal, Almofadinhas, minha mão escorregou ... duas vezes- E deu um sorriso vitorioso.
Lupin correu para ajudar o amigo a se levantar. E tirar da mão dele a espada. Se continuasse dessa maneira, os dois conseguiriam se matar como dois trasgos das masmorras.
- Foi mal? – Sirius se levantava enquanto colocou dois dedos dentro da boca- IDIOTA! Arrancou um dente!
Snape apenas ria da situação internamente, por fora apenas um leve sorriso surgira enquanto arqueava a sobrancelha. Achava que ainda foi pouco. Ele percebeu como Sirius olhava para Diana, e conseguiu ler a mente do lobo vendo as intenções com sua namorada.
- JÁ CHEGA! OS DOIS ESTÃO DE SUSPENSAO DA AULA! - Diana entrou no discursão- E já me deram uma bela de uma dor de cabeça. Agora saiam daqui. Quanto ao resto da turma, estão dispensados por hoje. Podem ir. Próxima semana todos retornam. Menos vocês dois, Diabretes da Cornualha!    


        XXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXX


Diana saiu a passos apressados pelos corredores. Não acreditava que escolheu um namorado tão doido como aquele morcego das masmorras. Será que nunca saberá como se comportar? Precisava fazer aquilo? Era só isso que pensava. Nem percebeu que por aqueles corredores escuros por onde passava, uma pessoa a seguia sem fazer barulho algum. Quando ia virando um dos corredores para chegar ao seu dormitório, foi agarrada por mãos fortes pela cintura.
- Onde acha que vai assim sem antes falar comigo? - Severos falava com a voz rouca perto da orelha dela, enquanto afundava as mãos nos cabelos da jovem- Estou com saudades de você, do seus beijos ...
- Nada disso! Você foi terrível hoje. Precisava daquilo? - Ela o empurrava para longe de si.
Snape a segurou com mais força e a prensou na parede. Como já passava do toque de recolher, o lugar estava deserto. Ele passava as mãos nas costas de Diana e começou a afundar o rosto no pescoço dela, dando leves beijos e mordiscadas nele, enquanto a mão direita descia vagarosamente até a perna dela. Diana arfava com o toque no mestre. 
- Foi ele quem começou- Snape falava entre um beijo e outro que ia trilhando o pescoço dela, a deixando arrepiada- Só recebeu o que merecia. 
- A .… ainda não acho que esteja certo. -Ela estava com problemas para falar frases conexas- Você tem que se controlar. Que isso não se repita!
Ele apenas riu perto da orelha dela e beijou o lóbulo da orelha. Voltando-se para a boca da mesma. Começou com um beijo calmo. Os movimentos precisos, se intensificando depois. Se tornando mais voraz e quente. Logo pedirá passagem com a língua e a garota não o impediu. Snape colocou as pernas dela entrelaçadas em sua cintura a prensando ainda mais na parede. Descia suas mãos até as coxas da jovem, se empolgando com as de sensações que ela estava trazendo a ele. Estava se animando até demais com a situação, querendo mais contato com ela.
- Vamos para meu quarto- ele disse.
Diana sabia o que ocorreria agora. Ela queria aquilo, mas não sabia se estava pronta. 
- Sev ... eu ... - Mas ele não deixava ela falar, sua boca estava explorando a dela em todos os lugares possíveis.

Quando pode perceber, se deixou ser aparatada ao quarto do professor. Ele a colocou em cima da mesa que corrigia os trabalhos, e a deitou lá. Snape já sentia o incômodo em suas calças. Foi beijando vagarosamente aquela que o fez ver o melhor da vida e que permitirá sonhar com um futuro melhor para si, um futuro com ela. Suas mãos eram ágeis e começaram a explorar o corpo da pequena. Diana não era muito alta e por isso ganhou esse apelido dele. Snape colocou as mãos por baixo da blusa dela e deslizou até os seios. Gemeu quando os sentiu, e ela o beijava com intensidade. Mas entre um beijo e outro ...
- Sev... espera... por favor.
Depois de muito ir de encontro a isso, ele parou e a olhou. Ela parecia estar envergonhada. 
- Algum problema? - Falava isso enquanto a acariciava. 
- Eu não sei como falar...- E foi se levantando ficando sentada na mesa- Eu nunca fiz isso sabe? E eu quero..., mas não estou pronta. Mas quando estiver eu quero que seja com você e somente você ...
Ela olhava para baixo. Tinha medo da reação do seu amado. Ele segurou o rosto dela. Deu um beijo na testa dela e falou- Não tem problema nenhum. Vou te esperar o tempo que precisar- E a abraço forte. Passaram o resto da noite na cama dele abraçados, trocando carícias, declarações e beijos, até que ambos adormeceram.


Notas Finais


E aí???? deixem nos comentários o que acharam.
Alguns capítulos daqui para frente irão ganhar uns bônus, isso que dizer que algumas vezes estaremos postando mais de uma vez na semana, tá certo? Mas nossas terças são sagradas.
PS: está vindo um Hot em breve!!!!!
Se possível, nos favoritem! beijoooos!!!!


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...