História High School Heroes (Arrow,Flash,Legends,Supergirl e Gotham) - Capítulo 3


Escrita por:

Visualizações 357
Palavras 1.144
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 16 ANOS
Gêneros: Ação, Aventura, Crossover, Ficção Adolescente, LGBT, Romance e Novela, Violência
Avisos: Álcool, Bissexualidade, Heterossexualidade, Homossexualidade, Linguagem Imprópria, Spoilers, Violência
Aviso legal
Alguns dos personagens encontrados nesta história e/ou universo não me pertencem, mas são de propriedade intelectual de seus respectivos autores. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos criada de fã e para fã sem comprometer a obra original.

Notas do Autor


Estou de volta, espero que gostem do capítulo!!

Capítulo 3 - Srta. Ava e Luthor


Fanfic / Fanfiction High School Heroes (Arrow,Flash,Legends,Supergirl e Gotham) - Capítulo 3 - Srta. Ava e Luthor

POV Ava Sharpe 

Algo dentro de mim diz que eu senti falta da Arkham School, mas bem, acho que qualquer ser humano que sinta falta de ter que acordar antes mesmo de amanhecer deveria ir ver um médico.

Já faziam dois anos que eu havia vindo do Reino Unido para os Estados Unidos, e também era meu segundo ano na Arkham School, sentia falta da Inglaterra, sentia falta de como as coisas eram na Inglaterra.

- Srta. Ava? - Garry era meu mordomo, como meu pai fazia questão de chama-lo, mas para mim Garry era como um tio distante, ele que sempre tomou conta de mim então acho que o termo mordomo não o merece. - Vamos lá, eu sei que você está acordada, ouvi o seu despertador tocando! 
- Bom dia pra você também Garry! - Eu o respondo irônica, me sentando em minha cama. 
- Bom dia Srta. Ava! - Ele responde tentando se manter sério, mas sua voz denunciava sua vontade de rir. 
- Desço em 1 hora Garry! - Eu digo e ele continua parado a porta, me encarando, como se esperasse que eu continuasse. - Waffles, e não pergunte o sabor, me surpreenda! 
- Estarei lhe aguardando Srta. Ava! - Ele responde e sai do meu campo de visão. 

Eu levanto da cama e sinto o choque térmico dos meus pés quentes com o piso gelado, logo trato de tatear o chão em busca das minhas pantufas. Assim que encontrei corri para o banheiro para tomar um banho. 

Saí do banheiro pela porta que dava ao closet, aquilo seria divertido, malditas crises adolescente eu tinha praticamente uma loja inteira e ainda achava que não tinha roupa alguma para usar no primeiro dia de aula. Optei pelo meu clássico, uma saia rodada azul escura acima dos joelhos, uma blusa de seda branca e um blazer preto da mesma cor dos meus inseparáveis coturnos de salto. Voltei para o meu quarto e me sentei em frente a penteadeira, nada muito pesado, apenas escondi duas espinhas, destaquei meus olhos com rímel e delineador, passei um batom na cor nude e joguei o meu cabelo para o lado... Eu estava pronta. 

Desci as escadas, depois desci as outras escadas e por fim entrei na cozinha, onde Garry me esperava com Waffles quentes e geleia de frutas do bosque, Garry sempre acerta. 

- Está fabulosa Srta. Ava! - Ele diz com o seu habitual sorriso. 
- Muito obrigada Garry! - Eu digo já começando a comer. - Os Waffles também estão fabulosos.
- Agradeça a cozinheira da próxima vez que a vir! - Garry fala mostrando a língua, eu sabia que cozinhar não era o seu forte. 

Após alguns minutos de café da manhã silenciosos, eu termino minha refeição e vou para o banheiro escovar os dentes, retorno para o meu quarto para pegar os meus pertences e sigo para o hall, Garry estava me esperando na garagem. 

- Animada Srta. Ava? - Garry pergunta enquanto pega minha mala maior. - Ou nervosa?
- Acho que um pouco dos dois Garry! - Eu respondo com humor. - Não é como se minha casa fosse o lugar mais acolhedor do mundo, mas a ideia do internato assusta um pouco! 

Com as minhas malas guardadas, eu entro na minha BMW Z4, estava na hora de ir. 

 

POV Lena Luthor 

Eu ainda tentava decidir o que era pior: A escola ou a minha casa... Os dois se tornam um inferno quando o seu irmão é um terrorista. 

Lilian foi inteligente dessa vez, me colocando em um internato, seria fácil ignoras minhas reclamações, como se pedir para mudar de escola depois que um grupo de veteranos te espancou no caminho para o ponto de ônibus não fosse justificável.

Minha casa era meu inferno particular e a escola era meu inferno público, e bom, essa era a minha nona escola e quarta cidade em 2 anos, eu sabia que não ia durar muito, e tive certeza disso quando encarei o grande corredor. 

Eu sabia que estava tremendo, eu sabia que isso era visível, eu sabia que todos naquele corredor estavam olhando para mim, eu podia ver o desprezo no olhar deles, e aquilo me machucava. 

- Você sabia que a minha irmã estava em Metrópoles? - Uma morena de cabelos curtos pergunta e eu apenas abaixo a cabeça e continuo andando. - Eu falei com você Luthor! 

Se tinha alguém que não estava olhando antes, agora definitivamente estava... eu podia ouvir os sussurros: "Luthor? Como Lex Luthor?"

- Vocês pelo menos sabem os nomes das vítimas da sua família de malucos? - Eu sabia vários: Perry White, Pete Ross, Lori Lemaris, Lana Lang, Linda Lee, James Olsen, Clark Kent e Lois Lane... mas isso não era nem um terço. - Você é tão maluca quanto o seu irmão, nós devíamos fazer algo com você antes que você decida explodir alguma parte de Gotham! - A garota se aproxima de mim e me encurralado contra a parede.
 
- Vai Lucy... Acaba com ela Lucy... Mostra pra ela Lucy!!

Eu empurrei a garota que cambaleou pra trás e saí correndo, onde ficavam os banheiros desse lugar? Ali, banheiro! Entrei e me tranquei em uma cabine. 

- NÃO ADIANTA SE ESCONDER LUTHOR! - A tal Lucy berra enquanto espanca a porta. 

Solto o ar que eu nem sabia que estava prendendo quando uma voz robótica disse "TODOS OS ALUNOS DEVEM COMPARECER AO AUDITÓRIO" 

- Salva pelo gongo, mas você não vai poder se esconder no banheiro pra sempre! - Lucy diz e sai pisando firme. 

Eu não consigo conter minhas lágrimas, deus eu sou tão fraca, mas nunca tinha acontecido tão rápido... EU não era Lex, EU não havia explodido a merda do Daily Planet, EU não havia escolhido ser uma Luthor, EU estava cansada de sofrer pelo que eu não fiz. 

- Olá? - Uma voz doce ecoa do lado de fora da cabine. - Você deixou as suas coisas no corredor! 
- Quem é você? - Eu pergunto mantendo minha voz firme. 
- Eu me chamo Kara Danvers! - A garota responde ainda doce e eu abro a porta. 

Acho que por um segundo eu me esqueci como falar, a menina era linda, ela parecia ser um pouco mais alta do que eu, seus cabelos eram dourados e ondulados e seus olhos azuis pareciam dois oceanos. 

- Prazer, Lena! - Eu digo esboçando um sorriso. 
- Eu sei quem você é! - Kara me diz e meu sorriso se desmancha. - Clark Kent era meu primo. 
- Eu sinto muito Kara, se você for me bater ou enfiar minha cabeça no vaso sanitário por favor seja rápida! - Eu digo triste já me preparando para algo. 
- As pessoas são estúpidas... Você não é o seu irmão! - Ela diz e eu a encaro surpresa. - Vem, vamos nos atrasar.
 


Notas Finais


O próximo capítulo será o último introduzindo os personagens, até breve!!


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...