História The Truth Is... - Capítulo 16


Escrita por:

Postado
Categorias Bangtan Boys (BTS)
Personagens J-hope, Jungkook, Personagens Originais, Suga, V
Visualizações 57
Palavras 1.709
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Ação, Drama (Tragédia), Festa, Ficção, Hentai, Mistério, Romance e Novela, Violência
Avisos: Álcool, Drogas, Heterossexualidade, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Nudez, Sadomasoquismo, Sexo, Tortura, Violência
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Notas do Autor


OIIIII
Eu sou a pessoa que fez vocês esperarem um ano para postar um novo capítulo
Sei que to mega atrasada com a fic, mas foi por conta de tudo que tava acontecendo na minha vida, espero que aproveitem esse cap
Não me matem por favor.

Capítulo 16 - See the beast I


Fanfic / Fanfiction The Truth Is... - Capítulo 16 - See the beast I

Sinto o cheiro de Taehyung me embebedar, poderia ficar ali por uma eternidade mas decido sair de seu abraço, indo em direção a porta.

- _______, a visão periférica que tenho da sua bunda é maravilhosa sabia? -Taehyung disse colocando seu cotovelo direito na mesa e sua mão em seu queixo sorrindo malicioso

- A visão é boa, mas já pensou em tocar? -Digo me virando de costas e apertando minha bunda brincando 

- Todas as vezes querida, agora se você ficar paradinha ai -ele diz me fazendo sentir seus passos em minha direção comigo ainda de costas- Vou tocar outra coisa nela, e não é a minha mão -sinto Tae colar seu corpo no meu e colocar uma de suas mãos em minha cintura e a outra juntar meus cabelos- Você não deveria ser tão atirada assim, sabia -Tae beija meu pescoço me arrepiando- Eu sou muito fraco quando  assunto é você -sinto ele apertar com mais forças nossos corpos

- Tae, você está indo longe demais não? -digo me segurando na porta 

- E você não quer que eu vá longe? -ele diz provocativo 

- Você deveria sentar na sua cadeira e deixar EU ir longe demais, isso não é um pedido -digo me virando e olhando diretamente nos olhos dele, o mesmo sorri e sai de perto de mim indo direto para sua cadeira- Como sabe, amo jogos -falo ainda longe dele- E agora não vai ser diferente -sorrio maliciosa

- Então _______, me diga, qual seu jogo hoje -ele sorri e coloca seus pés em cima da mesa 

- Primeiro, quero que me imagine com uma roupa bem secretária -dou uma risada divertida e ele sorri ao entender minha brincadeira 

- Então -Tae olha pra mim sorrindo- Onde estão meus papéis senhorita _____? Não suporto mais esperar, você não tem nenhuma competência não? -ele diz sério, entrando no personagem 

- Me desculpe Sr. Kim, estava remarcando as reuniões que o senhor pediu -digo chegando perto da mesa me fazendo de sonsa- Posso fazer algo para me desculpar? -coloco minhas mãos na mesa fazendo com que meus braços juntassem meus seios os dando mais volume, Tae os olha e lambe seus lábios, me fazendo sorrir vitoriosa 

- Você poderia fazer uma massagem -olho o repreendendo por querer acabar com a brincadeira logo no começo- Meus ombros doem -ele diz encostando em seus ombros fazendo uma expressão de dor falsa, passo para o seu lado da mesa e fico do seu lado

- Se você ficar um pouco na diagonal eu vou conseguir fazer sua dor passar logo logo -sussurro no ouvido de Taehyung o fazendo arrepiar e ficar um pouco de lado na cadeira que por si tinha uma encosta muito alta para eu o massagear com ele de costas- Obrigada chefinho -começo a massagear fazendo movimentos fortes e ouço Tae arfar- Você está muito tenso, deveria relaxar mais 

- Tem algo que está bem mais tenso que meus ombros, isso te garanto -Taehyung diz olhando para mim, que finjo não ouvir para não acabar com a brincadeira- Você está sentindo dores em algum lugar senhorita _____? Sabe, podemos ajudar um ao outro

- Sabe -falo parando a massagem e colocando minha perna direita entre as pernas de Taehyung- Sinto muitas dores aqui -digo fingindo subir uma saia e apontando para minha coxa, Tae pega com as duas mãos e a aperta

- Aqui? -ele diz apertando com mais força me fazendo arfar de dor e apenas concordar 

-Não deveria ser tão agressivo com seus funcionários sabia? -digo tirando minha perna e ficando de frente para ele- Isso pode lhe custar muito -falo em seu ouvido e logo o mordo, fazendo-o arrepiar 

- Acho que a brincadeira já passou dos limites né -Tae diz me empurrando para sentar em seu colo- Vamos para a parte boa

- E qual seria a parte boa? - digo colocando as pernas dele entre as minhas 

- Eu entrando todos os dias nesse escritório e lembrando de você em cima dessa mesa gritando pedindo para eu te foder todinha -Tae diz apertando minha bunda me fazendo sentir seu membro duro encostar na minha intimidade ainda coberta, Tae mergulha seu rosto em meu pescoço o beijando com beijos molhados me fazendo gemer- Isso que eu quero ouvir da sua boca agora, somente gemidos -Taehyung tira meu sutiã ainda molhado e o joga em qualquer canto do escritório- Posso olhar quantas vezes for para seu corpo, mas nunca vou achar os defeitos que você mesma aponta, você é tão gostosa, pra que se importar com o que qualquer mulher pode ter? -ele diz me admirando, fazendo-me corar- Isso tudo -ele passa seus dedos devagar entre o vão de meus seios indo em direção a minha barriga e parando ao chegar em minha vagina os pressionando ali me fazendo gemer mais uma vez- É meu e eu vou desfrutar de você todas as vezes que puder e você poderá fazer o mesmo de mim.

- Quero fazer uma coisinha com você agora -o olho autoritária, desço de seu colo e me ajoelho ficando de frente para ele- Não quero ser interrompida por nada, vou terminar meu trabalho -digo tirando todas as peças de baixo de Taehyung- Seja um bom garoto, que seu prêmio será uma goza maravilhosa -Tae suspira- Isso mesmo -pego seu pênis o massageando devagar e começando os movimentos de vai e vem o fazendo jogar a cabeça para trás, vejo ele se arrepiar ao sentir eu dar um beijo em seu topo, até que ouço o telefone de Taehyung começar a tocar, o mesmo ignora, mas o telefone volta a tocar- Eu não vou parar, mas acho melhor atender -sorrio- Mas antes, tire sua camisa -Tae tira a camisa e pega o telefone

- É Hoseok -ele me olha esperando alguma reação, o que não obtém- Ok então -Tae suspira e eu continuo meu trabalho- Oi Hoseok -ele diz atendendo e segurando sentir que coloquei todo o seu membro na boca- Não, pode falar -pego o pênis de Taehyung e começo a fazer movimentos rápidos de vai e vem o fazendo arfar- Merda... N-Não, bati meu dedinho na mesa do escritório -paro o que estava fazendo e vejo Tae me olhar triste e confuso, me levanto e sento de novamente em seu colo

- Oppa, eu quero muito que você me foda -sussurro bem baixo no ouvido livre de Taehyung- Eu faço isso por você

- Claro que sim Hoseok -ele diz para Hoseok, mas sua cabeça negava para mim, ninguém diz sim para a fera e não pra a Bela, nego com a cabeça sorrindo maliciosa, saio de seu colo e tiro minha calcinha ficando totalmente nua, sento em cima da mesa ficando de frente para Tae, dando para ele a visão de minha vagina, barriga e seios, pego dois dedos e faço um caminho de meus seios indo até minha vagina simulando penetrar os mesmos nela, mas não o faço, levo meus dedos para minha boca e os chupo, saio de cima da mesa e sento mais uma vez no colo de Taehyung, agora com nossas intimidades livres- Acho desnecessário isso, você tem seguranças demais, as vezes assusta as pessoas pelo enorme número de seguranças -ouço Tae ainda conversar com Hoseok no telefone, mas ignoro qualquer conversa e continuo meus planos, sento no membro de Tae o colocando inteiro dentro de mim fazendo Taehyung suspirar e segurar um gemido, fico concentrada nos movimentos lentos mas fortes sem me ligar para a conversa dos dois, pelo visto é algo desnecessário a ponto de atrapalhar minha foda, fico nessa posição durante uns 7 minutos, Tae repara meus movimentos que antes eram mais fortes e profundos ficarem fracos- Eu preciso ir Hoseok, tenho uns problemas para resolver, te ligo quando der -Taehyung desliga o telefone me tirando de cima dele rapidamente- Encosta na mesa, que nem encostou aquele dia na cômoda, bem empinadinha para mim -ele diz se levantando e me virando rapidamente- Espero que sinta um pouquinho de dor, por me fazer segurar meus gemidos senhorita _____ -Tae me penetra rapidamente me fazendo gemer- Nada de gemidos, agora quem geme aqui sou eu -ele me continua com movimentos fortes e rápidos me fazendo morder meus lábios e sentir um leve gosto de ferro na minha boca, Tae queria chegar ao seu limite sem se importar comigo, gemia alto, mostrando sua satisfação em fazer isso comigo, eu também não estava importando comigo, queria poder sentir o extremo de Taehyung- Me desculpa, mas não vou esperar por você -Taehyung me penetra mais algumas vezes e tira seu membro gozando em minhas costas- Eu... não sei o que deu em mim, mas sei que você não pode provocar alguém desse jeito -me ajoelho no chão deitando minha cabeça na mesa e respirando ofegante- Você vai acabar me deixando acabado desse jeito -o ouço dar um riso nasal

- Acho que podemos controlar nossas relações, mas deixa o fogo de ficar 2 anos sem transar passar ok? -digo me levantando e sentando ao colo de Taehyunga, agora com as duas pernas para o mesmo lado

- Eu estou impressionado em ver que consegui atender Hoseok sem...

- Sem broxar dessa vez? -digo o interrompendo- Acho que é pelo fato de eu não sentir medo dele, você não sente mais que ele é uma ameaça de vida pra mim -dou de ombros

- Eu iria dizer que consegui atender Hoseok sem gemer e dar muita merda, você está com a linguá muito solta _______ -Tae me olha repreendendo, mas dou de ombros novamente 

- Estou apagando a língua quente que segurei durante 2 anos também -sorrio malandra- Agora, vou ir tomar um banho e fazer algumas aulas para ficar uns dias de folga sem estudar, se caso quiser me encontrar, estou no meu quarto -digo vestindo minha calcinha e meu sutiã ainda úmidos e saindo do escritório de Taehyung o deixando totalmente pelado e só ~acho que estou cogitando a ideia de ter uma fotinha dele nú como plano de fundo do meu notebook, aquele cretino fica maravilhoso daquele jeito~ rio de meus pensamentos e entro em meu quarto, começando a me despir novamente e a entrar no banheiro para apreciar uma boa água quente. 


Notas Finais


AEEEEEEEEEEEEEEEE
CAP NOVO PRA VOCÊS DEPOIS DE UM ANO SEM POSTAR, A FIC VAI FAZER 2 ANOS LOGO E EU AQUI SEM TERMINAR ELA, MIANEEEEE
Eu postarei novamente, pois não gostei tanto desse cap, mas precisava colocar ele pois preciso de tempo para criar o cap de reencontro dos personagens kk
Bjs da Kim G <3


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...