História The Truth Untold - Jikook - Capítulo 2


Escrita por:

Postado
Categorias Bangtan Boys (BTS)
Personagens Jeon Jungkook (Jungkook), Park Jimin (Jimin)
Tags Amizade, Bangtanboys, Bts, Cantores, Chuu, Depressivo, Famosos, Finalfeliz, Fofo, Gato, Hoseok, Jhope, Jikook, Jimin, Jin, Jungkook, Kim, Loona, Love, Loveyourself, Musica, Namjin, Namjoon, Oliviahye, Park, Rebelde, Seokjin, Separação, Suga, Taehyung, Tear, Thetruthuntold, Triste, Vhope, Yoongi, Yves
Visualizações 17
Palavras 1.459
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Comédia, Drama (Tragédia), Ficção, Ficção Adolescente, LGBT, Romance e Novela, Shoujo (Romântico), Yaoi (Gay), Yuri (Lésbica)
Avisos: Álcool, Bissexualidade, Heterossexualidade, Homossexualidade, Linguagem Imprópria, Mutilação, Pansexualidade
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Capítulo 2 - 2- Seu novo lar


 -Esse é Seokjin, Jin esse é o Jeon.

 -Olá Jungkook! Pode ficar a vontade.- sorriu.

 -Prazer, muito obrigada por deixar eu ficar aqui.

 -Não foi nada. Eu tenho que sair agora       então Hobi ira te ajudar.

 -Tudo bem, obrigado novamente.

Esperaram ele sair, Jeon estava com um sorriso no rosto e meio inquieto, Jung estranhou.

 -CARALHO HOSEOK!

 -Que foi?!

 -EU VOU MORAR COM UM SUPER MODELO!

 -O Jin? Ele não é modelo, ele na verdade quer abrir um restaurante.

 -Mas ele continua sendo lindo.

 -Ok, aquele é seu quarto, quer ajuda para arrumar suas coisas?

 -Não trouxe quase nada, tenho que bolar um plano pra pegar minhas coisas na minha casa.

 -É muito arriscado Kook.

 -Eu sei.

 -Vamos essa noite então.

 -Pensei que você não ia concordar.

 -É melhor acabar com isso logo.

 -Precisaremos de reforço. Teremos que tirar meus pais de casa e arranjar um jeito de levar as coisas.

 -Yoon, ele deve saber como fazer isso.

 -Vou mandar mensagem pra ele.

 -Kook? Não eram sete anéis? - Balançou um saquinho com três anéis iguais ao que havia dado a Jimin.

 -Sim, dei um pro J, aquele menino que te contei. Me dá essa mochila. -Puxou da mão do seu amigo que se indignou. -Mas Jeongukk!  Eles são especiais, não é pra você entregar pra qualquer um!

 -Eu entendo seus ciúmes mas eu gostei do J e sinto que ele deve usar isso.

 -Ah, agora você tem poderes e está pressentindo que ele é especial e não só um estranho que provavelmente vai acabar te sequestrando ou te envenenando.

 -Ei calma... eu confio sim nele e outra... não creio que você acredita naquela bobagem que meu avô nos disse. 

Jungkook não acreditava, eles não eram almas gêmeas, só amigos.

 -Eu acredito, ele disse que esses anéis iriam unir aqueles que nasceram um para os outros e veja só! Viramos amigos do Yoongi!

 -E você acha que foi por causa desse anel e não porque ele era do nosso colégio...

 -Não sei. Mas espero que seja verdade e que esse tal de "J" não te sequestre.

 -Ele não vai me sequestrar!  Aish.

 -Tá bom... o Yoon te respondeu?

 -Ann, sim!- Verificou o celular -Ele disse que vai pensar em algo.

 -Ok... te vejo mais tarde?

 -Espero que sim.

    [...]

 -Para de ser ridículo Jimin! - O gatinho se assustou. - Eu sou ridículo! Não sou Loved?

O gato apenas miou.

 -Não concorda? Pode miar, minha voz é horrível.

O gato se virou e sentou um pouco mais afastado do dono.   

 -Vou treinar mais então... por você.

"Our life was cutting through so loud
Memories are playing in my dull mind
I hate this part paper hearts"
 
 -AAAA! Cansei de cantar... 

Paper Hearts... ele adivinhou minha música do momento. -Serasi ele é um ninja?- Se virou rápido envolvendo o felino.

Loved apenas o lambeu.

 -Jeon tem chances de ser um grande cantor, a voz dele é linda, uma das mais bonitas que já ouvi.
Devia o ter dito isso... 

Ou não.

 Jimin começou a se olhar no espelho enquanto cantarolava, ele normalmente o cobria mas a visita de Jeon o deixou curioso, fazia tempo que não se via, tirando quando a câmera frontal de seu celular abria e ele fechava rapidamente.

 -Argh, melhor cobrir isso novamente.

O aparelho de Jimin apitou, era KM.

"Me deseje sorte, irei jantar com os meus sogros."

 Park o respondeu com um emoji sorrindo, não era uma boa pessoa para encorajar apesar de realmente estar torcendo pelo seu amigo.

  [...]

 -Tem certeza que vai dar certo?

YG: Sim, Hobi já está arrumando tudo para parecer que você fugiu, já tem algumas coisas suas naquele ferro velho.

 -Ok, te vejo daqui a pouco.

----------------------------------

 -Hobi Hyung, aqui!

 -Porque demorou?

 -Estava conversando com Seokjin, ele tem um evento importante agora e está nervoso. Desculpa.

 -Tudo bem, Yoon conseguiu aquele caminhão? 

 -Não tá vendo ali não, cego?

 -Nossaaa, cadê o meu docinho?

 -Genteeee!

 -Ok ok, vamos mandar logo essa mensagem...

"Descobri onde seu filho está, não diga que alguém te contou. Ele está no ferro velho a dois quilômetros da sua casa." Número desconhecido. 20:12.

 -Agora é esperar. - Disse Jungkook se sentando na grama.

 Não deu muito tempo e o casal saiu da casa apressadamente, o coraçãozinho de Jeongukk apertou quando viu seu pai com a famosa  sinta em suas mãos.

 -Vish, ele tá bravo.

 -Não foca nisso, Kookie.

 -Está tudo bem, obrigado Yoonie Hyung. Vamos?

 Invadiram a casa, pela janela que Jeon sempre deixava aberta. Ele tinha o costume de sair a noite para olhar o céu. Foram pegando tudo do quarto e colocando no caminhão, roupas, sua cômoda e de sua cama só os cobertores, fronhas e o colchão, computador e seus pôsteres. Não demoraram muito, só o suficiente acabaram indo embora quando os Jeons chegaram. Jung deixou um bilhete 
"Tarde demais para se preocuparem, estou bem agora."

 -Conseguimos! - Abriu seu sorriso de coelhinho.

 -Somos ninjas!

 -YAAAAAAH! - Hobi se exaltou.

Eles deram um soquinho. Os três com os tais anéis.

   [...]


 -Jin... você puxou seus pais...

 -Forças ícone, boa noite também.

 -Até. - Sorriu.

Chegou em casa e...

 -Mas que poha eh???

 -Oi Jinie! Estamos arrumando o quarto do maknae, como foi lá?

 -Anh, foi bem, ele estava nervoso também mas meus pais gostaram dele. 

 -Que bom! O Yoongi já foi embora e daqui a pouco vou também, precisa de ajuda com algo?

 -Obrigada, vou só tomar um banho e ir dormir, está tarde.

 Jin entrou no seu banho, Hoseok foi embora enquanto Jeon terminava de arrumar seu quarto.

 -Merda! JEOOOON!!!

 Ele correu e bateu na porta do banheiro.

 -Jin?

 -Pega minha toalha por favor?

 Jungkook pegou a mesma que estava estendida na maçaneta do quarto de seu hyung, Kim esticou o braço e agradeceu pegando a.

Intimidade é uma droga e eles estavam adquirindo-a.
 
--------------------------------------------------------

 -Loved? Vamos? - O seu amigo pulou da janela e o esperou.
Jimin estava saindo de seu quarto, fazia tempo que não o fazia.

 Apesar do moletom o cobrindo todo e uma máscara no rosto ele não podia esconder sua altura, queria sentir a grama em seus pezinhos.

 -Isso é bom -Sorriu.

 O chita correu para debaixo da árvore, onde Jeon havia deitado quando encontrou J.

 -Ah, você gostou dele né? Olha que flor bonita, ela é diferente das outras. 

 O gato deu uma cheirada e depois de espirrar um tapa na plantinha.

 Jimin riu mas o repreendeu.

 -Não faça isso, vou cuidar dela. Já é difícil ser diferente, não precisamos dificultar.

 Ele se sentou lá e observou a lua, conversou com a mesma, um monólogo que Jimin amava, ela o escutava.

Ouviu um barulho e num disparo saiu correndo para o seu quarto. Loved foi atrás.

Respirou fundo e raciocinou.
 -Como sou idiota! Provavelmente era só o vento nos arbustos! Sou medroso, inútil! Olha pra mim, com moletom, capa, máscara. E mesmo assim continuo tendo medo de quem sou! 

Não conteu suas lágrimas, arrancando tudo o que o cobria, trancou sua janela e se deitou.

Ele estava apenas com sua boxer o que facilitava ver seu corpo bonito, por conta da dança mas extremamente pálido pela falta de vitamina D. Magro pela quantidade de comida que deixava no prato quando ia almoçar.
Doía, doía ver aquilo, mas ninguém estava lá.

Seu gato já estava acostumado com aquela cena, ele sabia o que fazer, se deitou do lado dele e esperou ele colocar tudo pra fora.

O seu choro era alto e os soluços também. Se contorcia na cama, acabava criando alguns ematomas em si mas no final secava suas lágrimas e abraçava seu amado e ficava assim até dormir. 

Mas uma noite mal dormida para seu anjo da guarda.

----------------------------------------------------------

Maninho (M)

M: Não acredito, ele está morando com você! Nem eu tive esse direito!

 -Cala o teclado, você que não quis morar aqui.

M: Aé 

 -kkkkjjk, to com saudade, você nunca mais deu sinal de vida...

M: Você sabe que depois do meu amigo tomar um chá de sumisso eu comecei a me dedicar a minha carreira. Desculpa por não ter arranjado um tempo pra você.

 -Tudo bem maninho... sua carreira? Você não queria ser uma influência digital?

M: Sim, é isso mesmo, você acha que é fácil?

 -Não... depois vou ver o que você anda fazendo, você faz isso dês de novo, era praticamente uma criança...

M: Sinto saudade de como tudo era antes...

 -Agora é mais difícil né?

M: Sim, sinto saudade de você, de morar com nossos pais, do Chim, da Yves... Agora estou focando pra acabar com o Colégio, falta pouco.

 -Você vai conseguir, fighting!

M: FIGHTING! Tenho que ir, depois te chamo

 -Tudo bem S2

M: S2 

Seokjin tateou a parede em busca do interruptor, desligou as luzes e adormeceu.


Notas Finais


Oi gente tudo bem? Espero que sim... Estão gostando da fic??? Comenteeeem


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...