1. Spirit Fanfics >
  2. The Truth Untold >
  3. Mas e se chegasse?

História The Truth Untold - Capítulo 9


Escrita por:


Notas do Autor


Olá meus amores!

B
O
A

L
E
I
T
U
R
A

🌸By: Docinhodemilk0_🌸

Capítulo 9 - Mas e se chegasse?


Fanfic / Fanfiction The Truth Untold - Capítulo 9 - Mas e se chegasse?

Mary olhou para Duda e engoliu seco. Sua pele estava arrepiada, e apesar de nunca ter se importado com sentimentos idiotas, ela dessa vez quis contar a verdade e se abrir com amiga.

- E se eu estiver gostando dele? O que há de errado?

- Sabe bem que ele não pode ter relação nenhuma com mortais.

- Você fala como se a gente mandasse no coração. E pelo o que andei estudando, os deuses só podem se reproduzir com outros deuses. Mas veja o Yoongi, a mãe dele era mortal e o pai um Deus. E ele nasceu mesmo assim.

- Mas lembra que a mãe dele foi queimada viva em uma fogueira? Não quero que minha amiga seja queimada viva feito uma bruxa na época de Salém.

- Mas como sabe sobre isso? O Yoongi contou pra você?

- Não, eu li em um livro.

- Como assim leu? - Mary perguntou confusa.

- Biografia dos Deuses. Na história de Poseidon fala sobre o Yoongi e a mãe dele.

- Por nunca me contou sobre isso?

- Não achei necessário.

- Então quer dizer que eles tem...

- Mais de dois mil e quinhentos anos a.c? Isso ae!

- Já tenho quase vinte e dois. Não é pedofilia.

- Queria eu que esse fosse o caso. Lembre-se que o Jungkook é filho de Zeus, ele pode te rasgar no meio.

- Não vai acontecer.

- Então tá, você já é adulta. Mas quando estiver carregando um filho dele, e Zeus estiver atrás de você, não venha pedir minha ajuda.

- Eu também amo você!

Duda revirou os olhos e se levantou indo em direção a cozinha.

A mesma tinha um pouco de sede, então após beber a água, voltou para sala e pediu que os meninos não saissem dos quartos durante a noite. Logo depois, todos foram dormir.


...


Mary e Jungkook dormiam juntos, porém nunca ousaram fazer nada. Porém, hoje seria uma noite um tanto pertubardora. Estava chovendo um pouco, e a Mary tinha um certo pânico com trovões.

- Tudo bem? - ele perguntou vendo a mesma cobrir o rosto.

- Sim, só com um pouco de medo.

Ele passou os braços ao redor da cintura dela e a trouxe para mais perto de si.

- Seu pai deve estar furioso não?

- Acho que sim, tenho quase certeza que deve ser por minha causa.

- Porque exatamente?

- Antes de ser expulso do Olímpo, eu tinha uma namorada.

- Tinha?

- Na verdade era minha noiva. Eu meio que fugi no dia do meu casamento, esse também foi um dos motivos para eu sair do Olímpo. Eu não iria conseguir olhar na cara do meu pai.

- Mas e agora? Como se sente?

- Não sei, acho que foi melhor assim. - ele desviou o olhar.

- Sabe, quando eu era mais nova, fugi de casa. Minha mãe não quis aceitar o meu relacionamento com...uma pessoa. Eu só peguei minhas roupas, enfiem em uma mala e sai de casa. Foi então que Eu fui morar com a Duda.

- Sua mãe não disse nada?

- Disse sim, mas ela não ligava muito pra mim. Só no meu aniversário de 15 anos que ela meio que se importou em fazer uma festa.

- E eu pensando que meu pai era ruim.

- Porque diz isso? Quer dizer, ser filho de Zeus não deveria ser bom?

- Bom? Ele não liga pra mim. Tudo é sobre a terra, e ser venerado e casar para criar uma família.

- Você se parece comigo.

- hã?

- Eu e você somos iguais em alguns aspectos. Você é obrigado por seu pai a se casar mas não quer, eu detesto minh família e tenho que fingir que gosto deles. Engraçado não é?

Os dois riram. Jungkook olhou para a Mary e a mesmo o olhou de volta. Seus olhares se cruzaram. Eles estavam tão próximos um do outro, a hora perfeita para um beijo.

Jungkook aproximou seu rosto do dela, aproximando também seus lábios. Ele tocou o rosto dela levemente, alisou sua bochecha e pressionou os lábios com calma sobre os dela. Pediu passagem com a língua e a mesma cedeu. Mary e Jungkook estavam em um momento quente, e agora seria difícil de parar.

Mary se posicionou encima do Jungkook, sem quebrar o beijo, ela passou a mão pelos cabelos do mesmo, jogando os fios bagunçados para trás. Ele manteve as mãos firmes na cintura dela, e a mesma o empurrou levemente, fazendo-o deitar na cama. As mãos do Jungkook deslizaram até as coxas da garota, apalpando levemente. Mary levou as mãos até a blusa do Jungkook, mas, no mesmo momento que ela a tirou, lembrou das palavras que a Duda havia dito: "Não quero ver minha amiga sendo atirada ao fogo..."

"Talvez ela esteja certa." Mary pensou para si mesma.

Ela saiu de cima do Jungkook e deitou ao seu lado. O mesmo preocupado, não deixou de perguntar se ela estava bem.

- Tem certeza que está bem?

- Sim, preciso apenas tomar um copo d'gua e talvez tomar um ar.

- Tudo bem.

Ela se levantou e saiu do quarto, Jungkook se jogou na cama e ficou olhando para o teto pensando o porque daquilo. Enquanto isso, Mary andava de um lado para o outro na cozinha, mordiscando as unhas, agora pequenas, pintadas de preto.

- O que faz aqui a essa hora?

- Ah, é você! - a mesma disse olhando para Yoongi. - A pergunta é: "O que você, faz aqui?"

- Não gosto de dormir.

- Mas não é metade humano? Não fica cansado?

- Não mesmo.

- Hum.

Mary se encostou no balcão e pensou: "Porque não perguntar?"

- Posso fazer uma pergunta?

- Depende de qual seja.

- O que acontece se um semi-deus tiver um filho com uma humana ou tiver relações com ela?

- Isso tem haver com o Jungkook?

- Não! - ela desviou o olhar envergonhada. - Vai me responder ou não?

- Depende muito. No meu caso, ninguém ligaria tanto, já que meu pai se casou com uma humana. Porém, no caso do Jungkook, acho que mandariam matar você e a criança.

- E se fosse apenas uma vez? Tipo, uma vez só e nunca mais?

- Eu não sei quais são as consequências. Bem, ele é filho de Zeus, renunciar o trono por uma mortal? Não sei se ele chegaria a esse ponto. 

- Mas e se...

- Ele nunca mais retornaria ao Olímpo, e também perderia os poderes de um deus. 

- Tem certeza disso?

- Nossos pais nos ensinam desde que nascemos. Quando pequenos, os deuses levam seus filhos a terra pelo menos uma vez, para que aprendam a não se relacionar com humanos. Mas, porque perguntou isso?

- digamos que eu e ele demos um passo a frente. 

- Entendo, mas acho realmente estranho o Jungkook não ter te contrato sobre isso. Ele é o filho de Zeus! 


Notas Finais


Espero que tenham gostado.

Obrigada pela leitura! 🖤

Comentários?


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...